Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Henrique Alves e Eduardo Cunha tinham conta conjunta, diz Suíça

O Ministério Público do país europeu repassou informações sobre as transações de Alves, preso na terça-feira, às autoridades brasileiras

Uma empresa no centro de Genebra, na Suíça, fez a gestão de uma “conta conjunta” de dois ex-presidentes da Câmara presos, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) e Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O Ministério Público do país europeu repassou a procuradores brasileiros detalhes das transações de Alves, há um ano. Ele era investigado em Berna, capital da Suíça, desde fevereiro de 2016 por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Alves foi preso nesta terça-feira pela Polícia Federal. Fontes europeias próximas ao caso confirmaram que ele, sozinho, num primeiro momento, foi descoberto com uma conta com depósitos que variavam entre 700.000 dólares e um milhão de dólares (entre 2,3 milhões e 3,3 milhões de reais). O ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, em junho de 2016, citou Alves em sua delação premiada, afirmando que teria dado propinas no valor de 1,5 milhão de reais para ele, entre 2008 e 2014. Um mês depois do início da investigação, no entanto, o ex-ministro pode ter transferido o dinheiro que mantinha nos bancos suíços para contas no Uruguai e Dubai.

A defesa de Alves alega que ele usou um escritório de advocacia no Uruguai para abrir a conta bancária em 2008, a Posadas&Vecino. A reportagem visitou o endereço da Posadas&Vecino em Genebra. O local é uma sala alugada em um escritório. A empresa é registrada nas Ilhas Virgens Britânicas.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. estes terroristas tem que devolver cada centavo roubado da nação, assassinos, roubam, matam e ainda ficam milionários, pena de morte já, vão tudo pro colo do capeta….

    Curtir

  2. Conta conjunta de dois corruptos…não existe o risco de um passar a perna no outro???

    Curtir

  3. Nelson Marchetto

    E só agora prenderam o sujeito? Estamos muito devagar com políticos sabidamente corruptos!!!

    Curtir

  4. Floriano Barros

    Só no Brasil mesmo bandido tem conta conjunta, Pixuleco e Bandilma também tinham conforme o delator da JBS.

    Curtir

  5. JOSE CARLOS KLEINHAPPEL

    Como se diz na boa terra “danou-se”

    Curtir

  6. JOSE CARLOS KLEINHAPPEL

    Os dois conversando em Genebra: ” Vamos tomar alguma coisa?” o outro:- ” de quem?”

    Curtir

  7. Defesa mentirosa! Será que dividiam a Cláudia Cruz também?

    Curtir

  8. ADRIANOVIAJANTE007

    São crimes e mais crimes e estamos rodeados por ladrões.

    Curtir