Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Goldman ataca: ‘Não temos prefeito’; Doria revida: ‘Fracassado’

Tucanos trocam críticas e provocações em vídeos publicados nas redes sociais

O clima esquentou entre o prefeito de São Paulo João Doria (PSDB) e o vice-presidente do PSDB e ex-governador de São Paulo, Alberto Goldman. O desentendimento começou quando Goldman publicou um vídeo em sua conta de Facebook criticando Doria por suas viagens ao exterior. “Nós não temos prefeito. Temos um candidato a presidente da República”, diz o vice-presidente do PSDB no vídeo.

Ele também critica a “falta de comprometimento” de Doria com a cidade, sobretudo com o sistema público de saúde, foco da campanha eleitoral do prefeito no ano passado. “Pare de fazer cena para os meios de comunicação, desde se vestir de gari até manipular um carrinho de concreto”, diz Goldman. “Ele é político sim, um dos piores que já tivemos aqui em São Paulo”.

Resposta

Neste sábado, João Doria também foi ao Facebook para responder duramente às críticas feitas por Goldman. “Hoje meu recadinho vai para você Alberto Goldman, que viveu a vida inteira na sombra do Orestes Quércia e do José Serra. Você é um improdutivo”, disse o prefeito, que está em Belém para acompanhar o Círio de Nazaré.

Em outro trecho, Doria afirmou que o ex-governador “coleciona fracassos na vida” e “vive de pijamas”. “Viva com a sua mediocridade que fico com o povo”, afirmou o prefeito.

 

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Marcio Angelim

    Quem achar que o Goldman está errado, faça uso de um serviço básico da cidade de São Paulo e constate a realidade do servico que o Doria presta de fato como prefeito.

    Curtir

  2. Este é o PSDB, um partido só de inimigos, deles mesmos, do povo e do país.

    Curtir

  3. Gente finíssima!

    Curtir

  4. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Dória 2018!

    Curtir

  5. Lamentável o comportamento do prefeito, me lembra um caçador de marajás, cassado por corrupção, também era dado a agredir verbalmente quem discordava dele ou o questionava

    Curtir