Fachin dá mais cinco dias para PF concluir apuração sobre Temer

Prazo terminaria nesta terça-feira; ministro também manda Procuradoria-Geral da República se manifestar sobre pedido do presidente para arquivar inquérito

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu hoje prorrogar por mais cinco dias o prazo para a Polícia Federal encerrar a investigação sobre o presidente Michel Temer (PMDB), iniciada a partir das delações do empresário Joesley Batista e outros executivos da JBS.

A PF havia pedido dez dias a mais alegando necessidade de mais tempo para concluir as investigações – o prazo original se encerraria nesta terça-feira, dia 13. O inquérito aberto no STF investiga o presidente por corrupção passiva, obstrução de Justiça e pertencimento a organização criminosa.

Na sexta-feira, o advogado Antônio Mariz de Oliveira, que defende Temer no processo, enviou documento a Fachin informando que o presidente não iria responder às 82 perguntas feitas pela PF em questionário enviado ao Palácio do Planalto. Entre as razões apontadas pelo presidente está a de que a polícia extrapolou o objeto da ação para fazer perguntas de caráter pessoal e outras com o objetivo apenas de comprometê-lo.

“Houvesse Vossa Excelência [Fachin] sido o autor dos questionamentos (…), teria havido, com certeza, uma adequada limitação das perguntas ao objeto das investigações. Indagações de natureza pessoal e opinativa, assim como outras referentes aos relacionamentos entre terceiras pessoas ou aquelas que partem de hipóteses ou de suposições e dizem respeito a eventos futuros e incertos não teriam sido formuladas”, afirmam os advogados.

Um dos pontos novamente questionados pela defesa foi o fato de não ter sido concluída a perícia pedida pelo presidente – e autorizada por Fachin – na gravação de reunião entre ele e Joesley Batista, dono da JBS, feita pelo empresário. A defesa tentou adiar o depoimento em razão disso, mas o ministro determinou apenas que Temer se recusasse, caso quisesse, a responder as perguntas relativas ao áudio.

Outro ponto insistentemente levantado pela defesa é o de que boa parte das perguntas não tem relação com a investigação. “Diversos questionamentos [feitos pela PF] dizem respeito a fatos estranhos às funções presidenciais; outros se referem a períodos não cobertos pelo seu mandato; alguns, ao relacionamento entre terceiras pessoas. Note-se, que muitos deles partem da premissa do cometimento induvidoso de delitos e não objetivam perquirir a verdade, mas sim revelar meras circunstâncias de crimes que já estariam provados”, afirmam.

Arquivamento

No mesmo documento, a defesa de Temer pediu o arquivamento do inquérito. Na decisão desta segunda-feira, Fachin concedeu o mesmo prazo de cinco dias para a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestar sobre o pedido.

(Com Agência Brasil)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ataíde Jorge de Oliveira

    FR&&_BOVÏ$$
    Carne_FORT&&
    K ö NF i ä VeLL

    Curtir

  2. Adilson Nagamine

    Fachin = MST? Bingo!

    Curtir

  3. Claudio Stainer

    A vergonha das manipulações é o bastante para mandar esse inquérito pro quinto dos infernos. As perguntas formuladas foram um jogo tolo de pegar pé-de-chinelo em Delegacia de Distrito.o escopo do inquérito era mera formalização: o Presidente usou confirmou que usou o Jato dos bosley. O mais grave é preparar uma armadilha para pegar o Presidente. É indecoroso. E no caso do Fachin, a ABIN é escritório de espionagem para a defesa interna e externa. No caso a pasta dental preferida do Ministro é assunto de Estado. Os dados seriam repassados , via PGR, para a Polícia Federal caso a residência, por exemplo, do Magistrado fosse roubada. Podem alongar o que é Assunto de Estado até que algo aconteça.

    Curtir

  4. O poder judiciario brasileiro e fracassado inoperante fragilizado irresponsavel para defender o povo esse poder judiciario foi criado para proteger os politicos ratos sujos de esgoto brasileiros

    Curtir

  5. Jose Jaime Zaccarelli Sagueiro

    Uma Vergonha. Tem que Investigar o Fachin . Porque fez Aquela Lambança toda com a Rede Globo ? Liberou os Canastrões . Povo que pagou a conta cara de Panaca.

    Curtir

  6. alfredo carlos gomes

    O Sr ainda não entendeu, a PF não fara mais nada.

    Curtir

  7. Fábio Siqueira

    Dilatação na delação. Deve estar encrencado com a inicial lambança e tenta a corrigir agora, aumentando prazo pra PF. Pode esperar que ele dilatará o prazo mais uma, duas … n vezes.
    Depois de ser pego na condição, abjeta, de comensal e baladeiro (até as 6 da manhã) na residência de Jojô Carne Podre, o dito Ministro tá apertado…. e sem banheiro próximo.
    Seria mais digno se o Ministro – suspeitíssimo – alegasse suspeição e abandonar as relatorias JBS e Lava Jato. Mas isso é para quem tem nobreza. Eu até já tava botando fé no Sr. Fachin, mas …

    Curtir