Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA: 6,1 milhões de crianças latinas vivem na pobreza

O número de crianças latinas que vivem na pobreza nos Estados Unidos alcançou 6,1 milhões em 2010, mais que qualquer outro grupo étnico, afirmou nesta quarta-feira um relatório do instituto Pew Hispanic.

No entanto, em termos percentuais, a mais alta taxa de pobreza aparece entre crianças negras, com 39,1%, acima dos 35% entre latinos e 12,4% entre brancos.

A crise econômica iniciada em 2007 atingiu de forma desproporcional os latinos, maior minoria do país com 50 milhões de pessoas, que atualmente sofrem com um desemprego de 11,1%, acima da média nacional de 9,1%, indicou o Pew Hispanic.

De 2007 a 2010, o número de crianças pobres latinas subiu 36,3%, contra 17,6% de crianças brancas e 11,7% de crianças negras.

Dos 6,1 milhões de crianças latinas pobres, mais de dois terços (4,1 milhões) são filhos de pais imigrantes e 86,2% nasceram nos Estados Unidos.

Outro relatório do Pew Hispanic divulgado em julho mostrou que os latinos sofreram um empobrecimento mais pronunciado nos últimos anos, fruto da crise e da explosão da bolha do mercado imobiliário em 2006.

De 2005 a 2009, a média de riqueza – definida pelos bens menos as dívidas – caiu 66% entre os latinos, enquanto a dos negros teve baixa de 53% e a dos brancos, apenas 16%.