Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em favela do Rio, gol é comemorado com rajadas de fuzil

Traficantes da Vila Aliança, na Zona Oeste, disparam para o alto para festejar cobrança de pênalti do time da casa

Na Vila Aliança, Zona Oeste do Rio, ninguém perde tempo perguntando se “vai ter Copa”. A Copa do Mundo, o campeonato de futebol da comunidade ou qualquer evento só acontece se, como e quando o tráfico de drogas quiser. A favela é vizinha de uma área que o governo do Estado elegeu para o programa de “pacificação”, a Vila Kennedy, ocupada para criação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). Mas um vídeo gravado com celular, durante uma partida de futebol amador, mostra que, mesmo na hora de comemorar o gol, a coisa não é nada pacífica naquela região.

O momento registrado no vídeo é o de cobrança de um pênalti, a favor do time Vila Aliança Clube. Junto com o grito de gol, surgem os estampidos. Rafadas de fuzil, disparadas por aproximadamente meio minuto, festejam o resultado no campo. Tudo ocorre sob o olhar nada admirado do público, que já se acostumou com esse tipo de cena.

O traficante que comanda a Vila Aliança, segundo a polícia, é Rafael Alves, o Peixe. E, aos onze minutos aparece no vídeo um homem de camisa azul que seria Ribeiro, um gerente da quadrilha.