Eduardo Cunha ouve xingamento em local de votação

Cunha não informou a imprensa do horário em que iria votar para ter discrição

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB) foi chamado de “palhaço” ao votar no Rio de Janeiro, neste domingo (2). O parlamentar cassado em setembro não revelou seu candidato a prefeito da capital fluminense, afirmou só que não votou em quem apoiou sua cassação. “Em respeito ao partido”, disse. Candidato à prefeitura do Rio Janeiro, Pedro Paulo (PMDB), colega de partido de Cunha, votou pelo afastamento de Cunha.

Enquanto Cunha conversava com jornalistas, o metre cervejeiro Pedro Lucca, 28, interrompeu o político cassado e o chamou de “palhaço”. “O senhor é um verdadeiro palhaço. E, sinto dizer, vocês que ficam fazendo entrevista com esse palhaço só motivam esse cara a fazer mais besteira”, disse.

LEIA TAMBÉM:
Sergio Moro é aplaudido por eleitores em Curitiba

Depois, aos mesmos jornalistas, Lucca disse que: “Eu não consigo passar por um cara desse e não falar nada. É ridículo, deplorável, que tenham tirado foto com ele, em vez de botar o dedo na cara dele e dizer que ele é um merda, que precisa ser linchado e tem que apodrecer na cadeia. A gente infelizmente vive em um país de alienados”, declarou o mestre cervejeiro, “formado na Alemanha e indignado com a situação política do país”.

Por sua vez, a única resposta de Cunha ao rapaz foi: “vai, petista”.

Veja o vídeo:

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. jose jorge rodrigues lopes

    Apoiado, lucca.

    Curtir