Dnit prevê novo programa para reforma de pontes

Por AE

Brasília – Para recuperar o tempo perdido, o Dnit promete lançar este mês um novo programa para reforma de viadutos e pontes. No dia 18, a autarquia fará pregão eletrônico com o objetivo de escolher empresas para vistoriar as 6.612 unidades. A partir da avaliação, serão feitos os projetos e lançadas licitações.

O diretor-geral do Dnit, general Jorge Ernesto Pinto Fraxe, explica que as estruturas em pior situação terão prioridade, mas promete que nenhuma ficará sem manutenção. Ele não adiantou prazos ou custos envolvidos.

Esta é a segunda tentativa recente de enfrentar o problema. O Dnit lançou em 2011 o Programa de Reabilitação de Obras de Arte Especiais (ProArte), que prometia investimentos de R$ 6 bilhões em oito anos, mas teve de cancelá-lo após o TCU apontar inúmeras falhas no planejamento.

Pontes em melhor estado tiveram prioridade na primeira etapa do programa, em detrimento de outras em situação precária. Além disso, segundo o Tribunal de Contas, os projetos, “dissociados da realidade e com graves riscos de prejuízo ao erário” não eram “minimamente adequados e aceitáveis”.

Os auditores constataram, por exemplo, que uma ponte com 12 vãos foi registrada pelo Dnit como tendo 6; outra aparecia com 10 metros de largura, mas tinha 13 metros. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.