Diretor de presídio sequestrado é libertado no Rio de Janeiro

Eliel Ogawa Júnior saiu de casa, no bairro da Freguesia, na terça-feira à noite. Ele teria sido interceptado por traficantes e levado para a Cidade de Deus

Agentes da Secretaria de Administração  Penitenciária (Seap), com apoio de policiais militares e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), encontraram nesta quarta-feira o cativeiro onde diretor de uma cadeia nova de Resende, no sul do Rio de Janeiro, era mantido refém na Cidade de Deus, em Jacarepaguá, na Zona Oeste da capital fluminense. No momento em que ele foi libertado, houve confronto entre policiais e traficantes – as vias ao redor do conjunto de favelas chegaram a ser fechadas.

Eliel Ogawa Júnior saiu de casa, no bairro da Freguesia, na noite de terça-feira, e encontrou dois agentes para seguirem juntos na viagem. Ogawa estava em um Gol cinza oficial da Seap e teria sido interceptado por traficantes e levado para dentro da favela. Lá, foi mantido em um mangue e não chegou a sofrer violência física.

LEIA TAMBÉM:
Vídeo mostra presos chutando cabeça após decapitação
Líderes de facções em Roraima vão para presídio federal

A Divisão Antissequestro (DAS) chegou a ser acionada para ajudar na investigação e descobriu que o último sinal do celular de Ogawa foi registrado exatamente na Cidade de Deus, favela que conta com uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) desde 2009. Moradores começaram a fazer manifestação, ameaçando parar a Linha Amarela.