Delatores da JBS relatam que receberam ameaças de morte

Os donos do frigorífico, que têm apartamento em Nova York, foram autorizados pelas autoridades brasileiras a deixar o país, segundo TV Globo

Os irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do frigorífico JBS, relataram às autoridades brasileiras que receberam ameaças de morte e foram autorizados pela Justiça a deixar o Brasil, segundo informações da TV Globo. Eles teriam ido para um apartamento que Joesley possui na Quinta Avenida, em Nova York, nos Estados Unidos. No entanto, reportagem da emissora informa que, desde ontem, Joesley não foi visto no local.

Segundo reportagem do jornal O Globo, Joesley e Wesley disseram, em delação à Procuradoria-Geral da República (PGR), que gravaram o presidente Michel Temer dando aval para comprar o silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), depois de sua prisão na Operação Lava Jato.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gustavo Costa de Oliveira

    se investigar.. vao descobrir que até o pai deles era corrupto.. a JBS começou ganhando o direito de ser fornecedor exclusivo de carne pra cosntrução de Brasilia

    Curtir

  2. PanamaConection

    Com o dinheiro que eles tem da para contratar um exercito de segurancas e carros blindados a razao de ir para os EUA e outra precisa a SEC nos EUA investigar esse insider trader

    Curtir

  3. Fernando Meireles

    Se não for verdade, acontece o que ? As reformas foram paradas, foi para isto que delataram ?

    Curtir

  4. Fábio Luís Inaimo

    depois de décadas mamando nas tetas do lulopetizmo os irmãos petralhas resolveram dar uma mãozinha ao luladrão e delatar Temer e Aécio !!

    Curtir

  5. CADEIA NESSES 2 SAFADOS E LADRÕES. NADA DE LIBERÁ-LOS POIS SÃO TÃO LADRÕES COMO OS ODEBRECHT.

    Curtir