Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Delator se desespera com erro em gravador: ‘Derrubou tudo’

Sem saber manusear equipamento, Ricardo Saud aparece com dúvidas se conseguiu gravar o presidente do PP, Ciro Nogueira, recebendo propina

A falta de manejo com o equipamento que gravou altas autoridades do país, entre elas o presidente Michel Temer, ficou evidenciada nos novos áudios entregues pelos executivos da JBS à Procuradoria-Geral da República (PGR). Logo no início do aúdio de quatro horas apresentado na última quinta-feira, o delator Ricardo Saud está desesperado achando que havia falhado na missão de gravar uma conversa com o presidente do PP, senador Ciro Nogueira, em que ele teria recebido propina e falado em “derrubar” a Operação Lava-Jato. Ao empresário Joesley Batista, Saud tenta justificar o possível erro: “Eu estava sem óculos”.

“Ah não! Pelo amor de Deus, não faz isso comigo não. Eu não perdi essa gravação não, uai. Ah não, véi. Eu conversei com ele. Eu estava sem óculos. Não acredito que eu tenha errado”, lamentou o ex-diretor de Relações Institucionais da JBS. Em seguida, Saud pede para que Joesley ligue para uma pessoa chamada Demilton para tentar solucionar o problema. “O que eu conversei com ele é muito sério. Acabou, morreu. Derrubou tudo.”

Saud certamente jamais imaginaria que, naquele instante, estaria gravando a si mesmo e colocando em risco o acordo da delação que provocou uma hecatombe no país. Ele ainda tentou detalhar como manuseou o gravador: “Aí agora eu subi, eu puxei para cá. E se eu puxei pra cá, eu tinha ligado agora”.

Na sequência da conversa, o ex-diretor da JBS contou que ouviu de Ciro Nogueira que a Odebrecht queria dar 40 milhões (não está clara a moeda) ao senador. “Eu falei: ‘Ciro, tenta receber da gente aqui’”. “Ele pegou a mala, fui lá e pus. E falei: ‘Leva aí a roupa da minha irmã’”, continuou Ricardo Saud, dando a entender que pagou propina ao parlamentar.

Os executivos da JBS, no diálogo, ainda tentam prever o tamanho do estrago que a divulgação das conversas envolvendo o presidente do PP causaria: “Ricardo, se nós mostrar (sic) só essa partezinha da fita do Ciro – sem a das putarias – só a partezinha de que vai derrubar a Lava-Jato, de que vai votar rapidinho e vai… Nossa senhora! Já pensou?”, questionou Joesley.

Entre risadas, Joesley tenta tranquilizar o amigo: “Ricardo do céu, sabe por que eu não fico nervoso? Porque eu tenho certeza de que nós não vai (sic) precisar disso. Nós não vai usar nada disso. Eu penso assim. Vamos pensar assim”.

Ainda não está claro se essa gravação contra Ciro Nogueira já está em poder do Ministério Público.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Joesley: Esto quase acreditando que você que desbancar o ladrão número um , com estas gravações, você quase passa para o primeiro lugar na robaleira mas o chefão é imbatível

    Curtir