Coronel acusado de estupro também teria desviado verba pública

Pedro Chavarry Duarte, de 62 anos, foi preso em flagrante após ser pego com uma menina de dois anos, nua, em um carro no complexo de favelas da Maré, no Rio

O coronel reformado da Polícia Militar Pedro Chavarry Duarte, de 62 anos, que foi flagrado com uma menina de dois anos, nua, em um carro no complexo de favelas da Maré também é acusado de desvio de verba pública. O desfalque teria ocorrido na Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, da qual era presidente.

Segundo representação anônima apresentada ao Ministério Público do Rio de Janeiro no dia 9 deste mês, Chavarry teria se apropriado de verbas públicas destinadas ao pagamento de diversos benefícios dos militares e a abertura de empresas em nome de laranjas. A assessoria de imprensa do Ministério Público informou que a representação será “distribuída para uma promotoria de Justiça para avaliação se cabe a abertura de inquérito”.

LEIA TAMBÉM:
“A bebê estava no banco do carona, chorando, nua”, diz delegada
Coronel da PM é preso acusado de estupro de menina de 2 anos

O coronel reformado foi preso em flagrante na noite deste sábado sob acusação de estupro de vulnerável e corrupção. Após ser pego com a menina de dois anos, nua, em um carro, Chavarry teria tentado subornar os policiais. A polícia chegou ao local através de uma denúncia anônima.

O coronel está em um presídio que recebe policiais militares, em Niterói, na região metropolitana. A mulher suspeita de entregar a criança ao coronel, Thuane Pimenta dos Santos, de 23 anos, foi presa nesta segunda-feira.