Confronto fere dois policiais da UPP de Manguinhos

Após embate com criminosos, policiamento é reforçado na região da favela

Dois policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) de Manguinhos foram feridos durante troca de tiros com bandidos no fim da noite de domingo. Segundo a Polícia Militar, os militares faziam patrulhamento em uma região conhecida como Coreia, quando se depararam com criminosos armados. Segundo a PM, o confronto ocorreu às 23h e a sede da Unidade de Polícia Pacificadora não foi atingida. Os policiais baleados foram levados para o Hospital Central da Polícia Militar e não correm risco.

Considerado “pacificado” pelo governo do estado desde janeiro, o complexo teve o policiamento reforçado na manhã desta segunda-feira. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) realiza uma operação na favela. Policiais fazem blitze nas duas principais ruas da região em busca de suspeitos, armas e drogas.

Ameaça do tráfico – Há uma semana, traficantes do Morro do São Carlos, no Estácio, Zona Norte do Rio, ordenaram o fechamento do comércio na favela, que tem uma UPP desde 2011, devido à morte do traficante Anderson dos Santos Moura. No dia 8 de junho, criminosos da Providência, considerada pacificada desde abril de 2010, deram ordem para que o comércio no interior e nas imediações da favela fosse fechado.

A proximidade do edifício da estação Central do Brasil, onde ficam a 4ª Delegacia de Polícia e a sede da Secretaria de Segurança do Estado, não impediu a ação dos criminosos, que impuseram luto devido à morte de Diogo de Oliveira Tarcia Santos, conhecido como DG, apontado como chefe do tráfico no morro.

Em fevereiro, traficantes da Mangueira, mais uma favela considerada “pacificada” pelo governo do estado, ordenaram o fechamento do comércio nas ruas da região. O objetivo era homenagear o traficante Acir Ronald Monteiro da Silva, conhecido como 2K. O criminoso havia sido morto no Recreio dos Bandeirantes.

Leia também:

Traficantes ignoram UPP e fecham comércio de Vila Isabel

Mesmo com UPP, bandidos fecham comércio na Mangueira

Bandidos roubam arma e celular de policial militar na UPP da Mangueira