Companhia aérea boliviana é suspensa após tragédia

A LaMia fretou o avião que caiu com a delegação da Chapecoense; causa apontada para o acidente é falta de combustível

A  LaMia, empresa aérea boliviana cuja queda do avião matou quase toda a delegação da Chapecoense, foi suspensa nesta quinta-feira pela Diretoria Geral de Aeronáutica Civil da Bolívia (DGAC). O comunicado foi divulgado pela órgão via Twitter, porém não houve justificativa clara sobre a decisão de banir a licença da companhia. “A Direção Geral de Auronáutica Civil comunica que suspende de maneira imediata o certificado de exploração de serviços aéreos e da permissão de operação dado a empresa Lamia Corporação”, diz a nota.

A Aeronáutica Civil da Colômbia informou os primeiros indícios da causa do acidente aéreo. O presidente Jaime Hernandéz Sierra afirmou que o piloto do avião com a equipe brasileira pediu prioridade para aterrissar, sem explicar qual seria o motivo da urgência. “Acreditamos que tenha sido falta de combustível”, disse Sierra. A pane seca é considerada a causa mais provável do acidente, já que a falta de alimentação é a explicação para a pane elétrica nos motores que acabaria por derrubar o avião.

Em entrevista ao site de VEJA, o presidente da LaMia, Gustavo Vargas, informou que a Chapecoense pagou 130.000 dólares pelos voos de Bolívia a Medellín e de Medellín a Bolívia. A empresa é especializada em levar clubes de futebol em voos pelo continente.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Carlos Marques

    A “Justiça Boliviana” devia, de imediato, arrastar os bens de donos desta empresa, tendo em vista futuras indenizações. Só não sei se isto existe lá. Eis, dirigentes do Clube, vão se mexer?

    Curtir

  2. Carlos Marques

    A empresa tinha excelentes pintores de fuselagem.Mas não tinha bons Comandantes (e Co-pilotos).

    Curtir

  3. Cesar8002UTB

    Inacreditável que tudo isso ocorreu porque essa empresa ganhava dinheiro economizando no combustível voando a perna final da viagem só no vapor do querosene.

    Curtir

  4. Micky Oliver

    Anteriormente foi divulgado que esta cia aérea era venezuelana, o que explica a bomba relogio em que todos estavam viajando!

    Curtir

  5. Carlos Marques

    E o governo brasileiro? Itamaraty? Eis, Ministro Serra, que tal visitar a nação amiga boliviana e exigir providências? (Prisão de responsáveis, arresto de seus bens, etc etc). Vai ficar de “ora vejam só”?

    Curtir

  6. Suspensa de que, cara pálida? Essa bagaça só tinha o avião que caiu. Essa Bolívia é uma piada.

    Curtir