Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com PSD aprovado, Kassab revê orientação do partido

Por AE

São Paulo – O Partido Social Democrático (PSD) será legenda de centro, afirmou hoje o prefeito de São Paulo e um dos fundadores da sigla, Gilberto Kassab. Em entrevista ao Bom Dia Brasil, da TV Globo, Kassab, que até então afirmava que a sigla não seria de direita, esquerda ou de centro, definiu a linha partidária do PSD.

Em março, com o partido ainda em fase de formação, Kassab afirmou à Rádio Estadão ESPN que o PSD seria independente e não respondeu qual seria a orientação da legenda. “É um partido que terá um programa a favor do Brasil”, disse na ocasião. Na entrevista desta quarta, um dia depois de o PSD ter a criação aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Kassab tentou explicar o posicionamento da sigla. “A questão de centro é ideológica. Está desvinculada da questão da relação do apoio ou não ao governo federal. Nossa posição em relação ao governo federal será de independência”, afirmou.

O PSD é o 28º partido brasileiro e a aprovação concedida nesta terça permite que a sigla apresente candidatos para disputar as eleições municipais de 2012. Por 6 votos a 1, o TSE concluiu que a sigla cumpriu todos os requisitos para se constituir como legenda, entre os quais o de obter o apoio de pelo menos 491 mil eleitores. O DEM anunciou que recorrerá ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar derrubar a decisão que concedeu o registro. A legenda afirma não haver comprovação de que as assinaturas foram coletadas de forma correta.

Site. No dia seguinte à autorização concedida pelo TSE ao partido, o site do PSD já estava no ar. Além do voto da relatora do caso no TSE, que votou pela aprovação do partido, o site tinha disponível o manifesto de lançamento do partido e um vídeo de agradecimento do prefeito Gilberto Kassab. No vídeo, Kassab diz que o partido fará “oposição pela oposição