Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chuvas causam quatro mortes no Sul

No Paraná, 112.745 pessoas foram afetadas em dez municípios; Campo Largo decretou situação de calamidade pública

As chuvas que caem sobre o Sul do país desde a última quinta-feira já causaram quatro mortes. Duas delas aconteceram na quinta no Rio Grande do Sul. As vítimas foram uma mulher de 74 anos, ferida por telhas em Sertão, no Norte do Estado, e uma menina de 12 anos, atingida por um raio em Canguçu, no Sul. No dia seguinte, as chuvas que atingiam a Região Metropolitana de Curitiba provocaram a morte de Valdemir Leal dos Santos, de 32 anos, que foi arrastado pela correnteza de um rio no Alto Boqueirão.

A quarta morte ocorreu no domingo em Gramado, também no Rio Grande do Sul, onde uma mulher de 29 anos foi atingida por uma árvore derrubada pelo vento. Os vendavais destelharam casas por todo o Estado mas não há registro de desabrigados.

Até a manhã desta segunda, temporais já haviam atingido dez municípios do Paraná, afetando 112.745 pessoas. A cidade mais prejudicada foi Campo Largo, com 110.000 afetados, 4 feridos, 1.645 desalojados e 4.389 casas danificadas. A prefeitura decretou situação de calamidade pública e estado de emergência. As chuvas atingiram ainda os municípios paranaenses de Palmas, Almirante Tamandaré, Campo Magro, Piraquara, São José dos Pinhais, Ponta Grossa, Renascença e Reserva.

Leia também:

Chuva obriga 41.700 a abandonarem suas casas em SC

Chuva dá trégua, mas SC registra 40.000 desabrigados

São Paulo tem chuva forte e queda de granizo

(Com Estadão Conteúdo)