Camisa ensanguentada de Valdemiro é usada para ‘curar’ fiéis

Peça que o líder da Igreja Mundial do Poder de Deus usava quando levou uma facada foi guardada "pela importância do que aconteceu"

A câmera de televisão dá um zoom no pescoço do pastor Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus. Ele arregaça a gola e mostra o curativo da facada que levou durante o culto de domingo de manhã. “Imagina um facão com toda a força batendo sobre a sua jugular”, diz. Sentado numa bancada ao lado da esposa, a bispa Francileia Santiago, o religioso anuncia que a camisa que vestia na hora do ataque já serviu até para “curar” fiéis. Nas imagens, um membro da igreja aparece esfregando-a em um manto.

“Passaram até a camisa ensanguentada no manto. Quando ela [a fiel] tocou no manto, ela aplumou. Foi curada. O demônio fez o serviço dele, mas acabou dando o contrário. No acerto de contas com o diabo, foi assim: ‘E aí, como é que foi com o Valdemiro? O saldo foi negativo. Porque teve até gente que saiu curada'”, diz o pastor autointitulado apóstolo no canal de TV da igreja. “A unção está na nossa roupa, no nosso copo, no nosso relógio, na nossa aliança, no nosso chapéu, no nosso sangue”, explica, fazendo a ressalva de que o poder vem de Deus e não dele.

No domingo, enquanto ele distribuía bênçãos aos fiéis na chamada “imposição de mãos”, o ajudante-geral Jonathan Gomes Higino, de 20 anos, aproximou-se dele e o golpeou com um facão no pescoço. Jonathan foi detido em flagrante e teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. O pastor foi levado ao Hospital Sírio Libanês, onde levou 25 pontos, e recebeu alta após passar menos de seis horas internado.

Na TV Bandeirantes, Santiago chegou até a fazer brincadeira com o ataque, dizendo que vai criar agora a “fila do açougue”. Para ele, ontem foi definitivamente um “dia de azar”. Despencou até da maca quando era encaminhado ao hospital. “Eles me deixaram cair da ambulância com a cabeça no chão. Eu estava com um azar aquele dia”, completou, aos risos. 

Em entrevista a VEJA, o pastor Jorge Pinheiro, que assumiu temporariamente o comando da Poder de Deus, disse que a camisa ensanguentada de Santiago não seria utilizada para “fins simbólicos”, mas que foi guardada “pela importância do que aconteceu”.

Camisa ensanguentada usada por Valdemiro Santiago após ser atacado com facadas

Camisa usada pelo pastor Valdemiro (Reprodução/Facebook)

Fiéis durante culto na Igreja Mundial do Poder de Deus, um dia depois do pastor Valdemiro Santiago ser atacado com um faca

Fiéis durante culto na Igreja Mundial do Poder de Deus, um dia depois do pastor Valdemiro Santiago ser atacado com um faca (Cláudio Rabin/VEJA.com)

 

“FOI A MÃO DE DEUS QUE SALVOU”

Um dia depois do ataque, os membros da congregação se mostravam espantados com a agressão e mais seguros na fé depositada em seu líder religioso.

Na tarde desta segunda-feira, VEJA conversou com integrantes da igreja no templo que fica no bairro do Brás, no centro da capital paulista, onde o crime aconteceu. Sentado em uma cadeira na recepção, assistindo à entrevista de Santiago dada ao apresentador José Luiz Datena, o funcionário da igreja Marivaldo Lima de Assis não tinha dúvida sobre como o líder religioso sobreviveu aos golpes de facão que levou: “Foi a mão de Deus que o salvou”.

Dentro do templo, que comporta até 40 mil pessoas, rezando sozinho, o soldado Willian Costa Mendes, 22 anos, contou que estava na fila à espera de benção do bispo quando tudo aconteceu. Mendes considera que o atentado reforçou sua fé em Deus. “O apóstolo é um grande exemplo. A pessoa fez maldade com ele e ele o perdoou”, disse. O jovem disse ter chorado depois do ataque.

Raimundo Simião, 61, também estava presente no domingo. Ele ajudava na organização das filas das bençãos na hora do ataque. Sua admiração por Santiago também cresceu depois do ataque: “Deus mostrou para o mundo inteiro que está presente no apóstolo”.

Vinda de Aragarças, em Goiás, Cristine de Oliveira, 66, era uma das 15 mil pessoas presentes naquela manhã de domingo. Ela ficou indignada por ver uma pessoa do “quilate do apóstolo” ser atacada em seu próprio templo. “Eu vi o sangue no chão e na hora já comecei a orar. Tenho mais fé nele agora, que provou mais do que nunca que é um ungido de Deus”. Oliveira se disse preocupada, com medo de que o apóstolo abandonasse os fiéis depois do ataque.

Já na sala de recepção da igreja, o clima era de normalidade. O bispo Jorge Pinheiro, que estava no altar no momento da agressão disse não ter visto o ataque. “Só percebi a gravidade quando ele passou por mim e disse ‘tentaram cortar minha carótida’”. Pinheiro conta que ouviu relatos de pastores afirmando que o movimento nos cultos à tarde e à noite no domingo havia aumentado. “Muitas pessoas foram orar pelo apóstolo.”

Sobre o agressor, o pastor disse que foi preso pelos seguranças e ficou trancado em uma sala na igreja até que a polícia chegasse. Conforme o bispo o esquema de segurança nos dias de cultos não será alterado.

Egresso da Igreja Universal do Reino de Deus, Valdemiro Santiago rompeu com o bispo Edir Macedo e fundou em 1998 a Igreja Mundial do Poder de Deus, denominação que, segundo a sua página na internet, tem 4500 templos no Brasil e no exterior.

Vídeo mostra Valdemiro (em destaque) sendo socorrido momentos depois da facada:

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. José de Oliveira Abreu

    ERA SÓ O QUE FALTAVA; AGORA TEMOS O SUDÁRIO DO VARDOMIRO, O BISPO CHARLATÃO.

    Curtir

  2. José de Oliveira Abreu

    SÓ ESTA ESTAVA FALTANDO; AGORA TEMOS O SUDÁRIO DO VARDOMIRO, O BISPO CHARLATÃO.

    Curtir

  3. Cristiane Da Silva Ferreira

    É brincadeira um negócio desses, gostaria muito que a revista #vejasaopaulo fosse entrevistar o “açougueiro” e verificasse por qual motivo ele fez isso, acho que será interessante saber…. Muito sarcástico e intrigante, esse pastor dizer ” vou criar a filha do açougueiro” e como pastor, ungido por DEUS, como ele se intitula, não dizer ” eu o perdôo e vou ajuda-lo e a sua família, alguma coisa ruim tem na vida desse filho de DEUS e precisamos ajudar” interessante né ou intrigante !?!?!?

    Curtir

  4. Bruno Romão

    essa historia ta muito mau contada, cheira a armação não se passando de marketing para que sua Igreja cresça…

    Curtir

  5. meu deus do ceu como tem trouxa nesse mundo

    Curtir

  6. Armistrong Souto

    “onde levou 25 pontos”. Dá para melhorar, absurdamente, o texto! Acredite! Você consegue!

    Curtir

  7. Carlos Henrique

    Na minha opinião devemos ler mais a palavra de Deus(Bíblia) e prestação mais atenção no que Jesus fala para gente. Em 2 Coríntios 11:13 fala sobre os falsos apóstolos; falsos seguidores em Cristos, que surgiram nos últimos dias. Estamos realmente entrando na era em que Jesus Cristo voltará para cobrar dessas corjas que aproveitam da inocências de um povo tão sofrido. Como essa entidade existem muitos espalhado no País e no Mundo. A prosperidades que esses falsos cristãs pregam é somente a prosperidade da riquezas dos seus bolsos.

    Curtir

  8. Alguém já foi saber dos motivos de quem cometeu o crime? Por que o rapaz do nada foi lá e atacou? Sei não

    Curtir

  9. Geroldo Zanon

    Seu vigarista d apostolol VALDEMIRO SANTIAGO não prega tanta mentira senão vais levar outra facada

    Curtir

  10. Geroldo Zanon

    VALDOMIRO mentir tambem é crime

    Curtir

  11. O fato dele ser um apóstolo e um homem ungido, não significa que ele se equipara a Deus. Quem opera milagres é Deus, e não o sangue do apóstolo Valdemiro.

    Curtir

  12. Para mim não serve nem para limpar a bunda. Fora vagabundo enganador, nordestino, com esse monte de imbecis sustentanto esses ladrões, criminais, vamos lá fiéis, levem o dinheiro do dizimo.

    Curtir

  13. Nelson Carvalho

    Viva a sacanagem !!!
    A lei permite.

    Curtir

  14. persianasflaci.blogspot.com

    O que se faz em nome de DEUS ,, isso é um absurdo ..

    Curtir