Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bruno: Flamengo prepara demissão por justa causa

Presidente do clube se reuniu com vice jurídico para acertar detalhes da decisão

A diretoria do Flamengo está próxima de anunciar a demissão por justa causa do goleiro Bruno, preso sob suspeita de participação no desaparecimento da ex-amante Eliza Samudio. Neste sábado, a presidente do clube, Patrícia Amorim, se reuniu com o vice-presidente jurídico do clube carioca, Rafael de Piro, para acertar a demissão. Ainda não existe, porém, decisão sobre a data em que a demissão será assinada.

O Flamengo é cauteloso em relação ao assunto porque teme se enroscar com a decisão – caso Bruno seja considerado inocente, poderá entrar na Justiça trabalhista e tentar conseguir uma reparação de danos milionária. A hipótese, porém, é considerada remota pelos juristas consultados pelo Flamengo. “Nossa presidente foi instruída por uma comissão de notáveis e se cercou por todos os lados”, disse Rafael de Piro ao portal UOL.

A preocupação do Flamengo é com uma repetição da demissão de Romário, em 1999, também por justa causa. Naquele episódio, o ex-ídolo do clube conseguiu provar que a demissão foi injusta e recebe até hoje uma indenização mensal de 100.000 reais. O motivo da demissão de Bruno, é claro, não tem nenhuma semelhança com o caso de Romário – o que deixou o corpo jurídico consultado pelo clube seguro de que não haverá risco de derrota na Justiça.