Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após chamar ação de ‘desastrosa’, secretária deixa governo Doria

Em vídeo, Patricia Bezerra critica operação e diz que queria reverter 'o mal' causado pelo procedimento; segundo a Prefeitura, ela escolheu sair

A contestada operação policial que a Prefeitura e o Governo realizaram na dita Cracolândia, região da cidade de São Paulo onde se concentravam traficantes e dependentes de droga, causou uma baixa na administração do prefeito da capital, João Doria (PSDB). Também filiada ao PSDB, Patrícia Bezerra informou a Doria que deixará a Secretaria de Direitos Humanos após vir a público um vídeo em que critica a ação do município.

No último domingo, uma ação coordenada entre o prefeito, o governador Geraldo Alckmin (PSDB), e as forças de segurança, ocupou a região e prendeu traficantes, entre eles as principais lideranças na região. Ativistas de Direitos Humanos criticaram a posição da administração por considerarem que ela não contemplou questões de saúde e assistência social.

Para a agora ex-secretária, a ação do domingo foi “desastrosa”. Em uma reunião com militantes, que foi gravada e compartilhada pela página A Craco Resiste, ela falou sobre como a Secretaria estava lidando com os reflexos da operação: “Estamos fazendo diversos debates agora para saber como assistir essas pessoas, reverter de alguma forma o mal que foi feito a essas pessoas”, falou.

Patricia Bezerra faz questão de deixar clara que está “incomodada, tanto quanto vocês, também acho injusto”, avaliando que “problema complexo não se resolve dessa maneira”. Ela fez coro ao discurso de Soninha Francine (PPS), ex-secretária de Assistência Social, que criticou o prefeito por avaliar que está buscando “resultados visíveis” na área social, em detrimento de ações que julgava mais importantes a longo prazo. A VEJA, Soninha adiantou que a questão da Cracolândia teria “outro tratamento” após a sua saída, dadas as divergências que tinha com o prefeito e o sucessor, Filipe Sabará.

No vídeo em que foi gravada, Patrícia Bezerra já dá a entender de que poderia deixar o cargo, por opção ou não. “Na iminência de eu ser tirada dessa secretaria, quem vai sentar nessa cadeira com o mesmo encargo que eu sento nela? Isso me preocupa”, afirmou.

Procurada, a Secretaria Executiva de Comunicação confirmou a saída da ex-secretária por vontade própria e declarou que aconteceu “com naturalidade”. Vereadora eleita pelo PSDB, Patrícia deve seguir o mesmo rumo de Soninha e reassumir o mandado na Câmara Municipal de São Paulo nos próximos dias.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Quem defende bandidos, bandido também é.

    Curtir

  2. Nelson eiso miguel

    o que essa senhora queria? deixar tudo como está prá ver como é que fica? e os traficantes que alí estavam vendendo abertamente drogas prá quem quisesse? ela também não concorda com a prisão deles? está totalmente errada e, sua atitude de sair da secretaria compromete sua opinião de considerar desastrosa a operação. porque não ficou e batalhou prá melhorar? pois, não?

    Curtir

  3. Solução esquerdista para dependentes químicos: Não faz nada. Deixa matar, morrer, cheirar, fumar, traficar. Se alguém tentar interceder… “A Craco Resiste”. Sem noção total.

    Curtir

  4. perminio daniel de souza

    MUITO BEM MOÇA ,ESSE JOÃO DÓRIA NÃO É COMPANHIA PARA VOCÊ , METEU A MÃO NA EMBRATUR ,É QUER POSSAR DE SANTO .JÁ VAI CAIR A MÁSCARA

    Curtir

  5. Rodolfo Papp

    todas as ações em favor do cidadão digno contra TODAS AS ATROCIDADES DOS TERRORISTAS SOCIAIS , QUE SÃO os “TRAFICANTES” são bombardeadas pelos imundos inaptos e ineptos demagogos… Todos os cretinos tais como promotores e ONGS e tais (TOTALMENTE DEPENDENTES DO ESTADO) … DEFENDEM SEMPRE OS CONTRAVENTORES… deveria ser crime GRAVE DEFENDER CONTRAVENTORES fora dos tribunais… E ESTAS PESSOAS SERIAM OBRIGADOS A LEVAR OS VICIADOS PARA SUAS CASAS OU SER OBRIGADOS A MORAR NO MEIO DELES OU NAS RUAS/AVENIDAS QUE ELES INVADEM ! ! ! ! ! ! !

    Curtir

  6. Capelania Boston

    Do que iria giver as organizações que se dizem humanista se for elminado esses locais que degradam as pessoas. Essas ONG se mantém da desgraça das pessoas, o que elas lutam é para manter as pessoas escravas das drogas somente assim justifica a existencia das mesmas.

    Curtir