André Moscoso: milhões de visualizações, de funk a política

Locutor paulista de 28 anos faz sucesso no Facebook e no YouTube com temas polêmicos

No episódio do garoto de 17 anos que tentou furtar uma bicicleta e teve a testa tatuada, “todos os lados estão errados” – o infrator, o justiceiro e os internautas que se mobilizaram em arrecadar dinheiro para remover a frase “Sou ladrão e vacilão”. “Quer ajudar o moleque? Não dê dinheiro a ele. Dê trabalho (…) É aquela velha história: não dê o peixe. Dê a vara.”

A opinião acima está em um dos mais recentes vídeos do youtuber André Moscoso, que vem conquistando espaço no Facebook (1,7 milhões de inscritos) e no YouTube com posições enfáticas sobre temas polêmicos. Ele defende, por exemplo, pena de morte a estupradores e pedófilos (“Se acontecer algum caso assim com sua família, volte aqui e me diga o que você pensa”). Já chamou letras vulgares de funk de “sons de acasalamento”. Manifestou-se contra a Lei de Migração, aprovada pelo Senado: “O Brasil está abrindo as pernas para qualquer imigrante chegar aqui e ter as condições que o brasileiro tem.” E criticou quem fica com “dozinha” de presos mortos em guerra de facções em Manaus.

Aos 28 anos, o paulista de São José dos Campos, estabelecido em São Paulo, tem crescido rapidamente nas redes sociais. Na última quarta-feira (14), somava 1,5 milhão de curtidas no Facebook. Nesta segunda (19), já era mais de 1,7 milhão. No YouTube, ele supera a marca dos 200 000 inscritos. “Quando trabalhava como comunicador de rádio e TV, sentia necessidade de expor minhas opiniões sem ter algo ou alguém para me podar, já que nas grandes emissoras os comunicadores nunca podem expressar suas reais opiniões sobre as noticias”, afirma.

Trata-se de um youtuber de direita? Apesar da agenda, em geral, conservadora, ele já fez até um vídeo para dizer que não se identifica com nenhum espectro. “Eu continuo acreditando que a briga neste momento tem que ser povo X governo, independente de partidos ou ideologias, direita ou esquerda, temos que brigar por uma reforma politico e justiça! Estamos sendo roubados e saqueados há décadas e o povo se vende por qualquer migalha ou promessa. Não adianta também reformar a política, se a mentalidade do povo não mudar.”

Em geral, seus vídeos sobre comportamento têm mais acessos que aqueles nos quais trata de política. Nestes, não defende nenhum dos lados envolvidos – e critica, por exemplo, os benefícios concedidos a Joesley Batista ao fazer delação.

Com influência digital ascendente, Moscoso afirma que partidos e “movimentos “pseudopolíticos” já lhe ofereceram uma “boa grana” para “falar bem” de determinados assuntos, mas que cortou a conversa. “Meu propósito não é enriquecer com dinheiro de partidos e empresários, e sim falar o que ninguém fala. Estamos carentes de pessoas que falam o que pensam, sem ter propósitos financeiros por trás.”

Abaixo, cinco dos vídeos do Canal do Moscoso:

Ladrão tatuado na testa, tá tudo errado! – 127.278 visualizações

Massacre dos presos na rebelião em Manaus! A verdade! – 249.482 visualizações

5 frases pra quem não gosta de política – 20.836 visualizações

Joesley da JBS não vai ser preso? – 19.968 visualizações

Tente não rir da Lei da Migração – 33.876 visualizações