Aluno arremessa porta-lápis e fere vice-diretora no rosto

O fato aconteceu na EMEF Altino Arantes, em São Paulo

Um aluno da Escola Municipal de Ensino Fundamental Altino Arantes, na Zona Leste de São Paulo, arremessou um porta-lápis que feriu a vice-diretora, Shirlei Maia, na última segunda-feira.

Nas redes sociais circula a informação de que Shirlei havia sido agredida com uma tesourada por um aluno de 8 anos. A assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Ensino, no entanto, afirma que, ao arremessar o objeto, o menino não tinha “intenção de atingir qualquer pessoa”. A pasta diz ainda que a professora foi atendida imediatamente após o ocorrido e a responsável pelo aluno foi chamada à escola onde tomou ciência do episódio”.

LEIA TAMBÉM:
Adolescente é mais uma vítima de ataque com seringa no metrô

O filho de Shirlei, o advogado Anselmo Maia, afirma que a família não vai se pronunciar sobre o caso. “Preferimos resguardar nossa mãe. Foi um acidente no âmbito escolar e não tudo isso que vem sendo dito pelas redes sociais. Minha mãe está se recuperando.”

Abaixo, post divulgado por uma página no Facebook.

corujaprof1

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Vera Silva Silva

    Se for dizer o que penso de tudo isso, com certeza serei presa

    Curtir

  2. Suana Ferreira

    bem, falando sobre o q li,tem alguma coisa errada por traz disso n sei o q é mais tem,ou a mulher errou e o menino si defendeu ou o menino é ruim, a familia dele é problemática,e a mulher ta cm medo de represália,vi a uns dias a mãe de uma aluna agrediu a porf isso é um absurdo apesar de ver tbm algumas prof mt folgada ak mesmo tem uma na creche q judia da criança e a direção n fez nada ainda ficou contra a denunciante.

    Curtir

  3. Enquanto a indisciplina, a baderna, o desrespeito e a violência dominarem as salas de aula sem qualquer punição severa, nenhuma reforma terá qualquer efeito sobre a melhoria na qualidade da educação. Enquanto o aluno e os pais dele não forem conscientizados de que o dinheiro público gasto na educação deve ser respeitado e o aluno deve apresentar resultados em troca do investimento nele feito pela sociedade, nada vai mudar. O estudante que não der valor ao ensino público, ao investimento público, ao dinheiro público, deve ser proibido permanentemente de frequentar a escola pública. Este tipo de aluno são as maiores causas da má qualidade no ensino, não aprendem, não deixam os outros alunos estudarem e impedem o professor de ensinar. Têm que ser expulsos do sistema público de ensino.

    Curtir

  4. Laercio Ney Nicaretta Oliani

    Para conseguir essa extensão e profundidade de lesão houve a necessidade de alta energia no arremesso : como chamar de normal atirar qualquer objeto na vice-diretora ? E (pior) nessa violência ?

    Curtir

  5. Alvaro Luis Parron

    Há muito tempo eu fiz um comentário que o Brasil estava entrando em colapso social, parece que minha “profetização” estava correta. O que vemos hoje são alunos batendo em professores, este acidente que alguns ainda defendem o aluno é revoltante, por estamos formando monstrinhos que futuramente recairá sobre nós. Sempre digo que educação vem de casa a responsabilidade do professor é ensinar o “beaba”. O que infelizmente isto não acontece porque os pais sem preparação nenhuma para educar o filho simplesmente o joga na escola para ficarem livres. A palavra educar que vem do latim “ducar” ensinar, o e é que significa tudo, a partir do conhecimento que o indivíduo tem, se são pais mal preparados que educação que este filho pode ter. Fica aqui minha mensagem ” Não temos que construir um mundo melhor para os nossos filhos, mas sim, filhos melhores para o nosso mundo”

    Curtir

  6. Letícia De Toledo Piza Rossi

    Alguns comentários infeliz aff..Como dizer que a criança precisa ir para a APAE..

    Curtir

  7. Edson Joel de Souza

    Essa tolerância leva só caos.

    Curtir