Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

50 milhões de pessoas já perderam alguém assassinado no Brasil

Pesquisa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostra que um em cada três brasileiros já perdeu amigo ou parente vítima de homicídio ou latrocínio

Um em cada três brasileiros (35%) teve amigos ou parentes assassinados, revela pesquisa do instituto Datafolha, encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Segundo o estudo, divulgado nesta segunda-feira, são cerca de 50 milhões de brasileiros maiores de dezesseis anos que perderam uma pessoa próxima vítima de homicídio ou latrocínio (roubo seguido de morte).

O índice dos que tiveram familiares ou amigos mortos violentamente é maior entre os negros, 38%, enquanto entre os brancos é de 27%. O levantamento mostra ainda que 12% da população em idade, cerca de dezesseis milhões de pessoas, tiveram alguém do circulo afetivo morto por um agente de segurança, policial ou guarda municipal. Apenas entre os jovens, de 16 a 24 anos, esse percentual chega a 17%.

O levantamento revela ainda que 4% dos entrevistados foram vítimas de ferimentos com armas de fogo, o que representa na projeção populacional de cinco milhões de indivíduos. As vítimas de facas e outras armas brancas somam 8%, ou 10 milhões de pessoas. Além disso, 12% dos ouvidos disseram ter sofrido ameaças de morte.

Quase todos os que responderam a pesquisa (94%) acreditam que o índice de homicídios no Brasil é muito alto e 96% acham que todas as esferas de governo precisam se unir para reduzir a violência. Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que também é elaborado pelo FBSP, foram registradas 58.383 mortes violentas no Brasil em 2015. Para a pesquisa divulgada hoje, foram ouvidas 2.065 pessoas em 150 municípios de três a oito de abril.

(Com Agência Brasil)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jorge Almada

    Faz se necessário a coleta de assinaturas que se tornam Projeto de Lei de Iniciativa Popular, a exemplo do que ocorreu com a Lei da Ficha Limpa, Medidas contra “10 medidas contra a corrupção, a favor da Preservação da Vida de Inocentes, pela redução do número de homicídios com aplicação de penas mais severas tais como prisão perpetua e pena capital ( pena de morte).
    Vejam as consequências da greve da Policia no Estado do Espirito Santo, dispararam o número de homicídios. Razão: Sem polícia os homicidas ficaram a vontade para matar.
    Cabe aqui demonstrar que os homicídios não são consequências das desigualdades sociais ou falta de Deus, e sim a certeza da impunidade. No Brasil somente 2% dos homicídios são solucionados, e são aplicadas penais banais. Quando se fala em INIBIR OS HOMICÍDIOS pela implantação de prisão perpetua e PENA DE MORTE para inibir os quase 60 mil homicídios por ano Brasil, as entidades direitos humanos, OAB e religiosos, juristas, governo, políticos são contrários a estas medidas e ficam passivos diante da trágica realidade brasileira.

    Curtir

  2. Cynthia Brazil

    Que pesquisa louca é essa?

    Curtir

  3. José Antonio da Silva

    Depois que desarmaram a população e a deixaram refém dos bandidos, eles vem com estas estatísticas baseadas argumentos das esquerdas.
    A taxa de homicídios no Brasil por 100 mil habitantes é de 32,6%, esta taxa nos EUA, que as esquerdas (os democratas) também querem desarmar é de 4.2%. Isto com todos aqueles malucos que entram atirando em escolas. Nenhum estado consegue dar 100 porcento de segurança. A ideia por trás do desarmamento é …simplesmente desarmar… Nenhum governo no futuro quer ter uma população armada, principalmente os da esquerda.

    Curtir

  4. José Antônio da Silva, você está totalmente certo. Todos devem ter o direito de se defender e isto está em nossa constituição. Mas como se defender sem armas? Armas para todos os cidadãos honestos, pois é nosso direito constitucional, e mesmo que não fosse direito cosntitucional, a defesa de sua família e de seu patrimônio é obrigação de um chefe de família.

    Curtir

  5. Artur Britto

    Se você acredita nessa pesquisa plantada por esquerdistas, mude-se lá para a Síria, segundo essa mentira, lá é mais seguro, lá com os terrorista do Estado Islâmico.

    Curtir

  6. Paulo Sergio Barci

    Esse é o resultado dessa absurda política de desarmamento implantada pela esquerda comunista desde o governo FHC.

    Curtir

  7. Paulo Brandao

    Um estado que desarmou a população honesta e deixou a bandidagem queridinha dos esquerdistas agir livremente só poderia dar nisso.

    Curtir

  8. Aqui, para variar, quem tem direito é só bandido. Enquanto não os colocarem em um paredão continuará sendo este escândalo.

    Curtir

  9. Acho engraçado demais, nenhuma estatística ou pesquisa batem, cada canal da mídia usa um método diferente? Vocês deviam combinar antes de escrever números aleatórios, pra não ficar tão feio né!! E só pra encerrar, a gente não acredita mais nessas histórinhas, queremos a REVOGAÇÃO DO ESTATUTO DO DESARMAMENTO JÁ!! PL 3722/12.

    Curtir