Blogs e Colunistas

27/08/2012

às 11:36 \ nutrição

A importância do café da manhã


Thinkstock

Não há refeição mais maltratada do que o café da manhã. Muitos chegam a ignorá-lo, a maioria o trata com certo desprezo, alguns até o evitam. Poucos são os que realmente o compreendem. Para a ciência da nutrição, no entanto, o desjejum deveria ser reverenciado por todos. É uma etapa da alimentação essencial para a saúde, para a manutenção do peso ideal e, principalmente, para o equilíbrio de tudo o que se fará e se comerá durante o dia.

Um artigo publicado em 2003, no Journal of The American Dietetic Association, descreveu que os nutrientes não consumidos nas primeiras horas do dia não serão compensados em refeições seguintes. Indivíduos que fazem o desjejum têm melhor aporte nutricional diário, comparados com aqueles que não fazem. E, ainda de acordo com o estudo, crianças que tomam o café da manhã, consomem cereais integrais com leite, frutas e iogurtes, o que significa mais macronutrientes (carboidratos, proteínas) e  micronutrientes (vitaminas do complexo B, ferro, zinco, cálcio), além de fibras.

Sabemos também que as pessoas habituadas à refeição matinal têm melhor desempenho em testes de memória e na resolução de problemas. Crianças apresentam melhor resultado cognitivo e rendimento escolar. Só benefícios? Sim e tem mais: o desjejum também é fundamental para reiniciar o estímulo do funcionamento intestinal, prevenindo a obstipação e outras doenças do órgão. Até para perder – ou manter – peso, o desjejum é importante. Ao contrário do que muita gente pensa, pulá-lo não emagrece. Pelo contrário: só fará com que o corpo chegue mais faminto e preguiçoso ao almoço. O fracionamento das refeições ao longo do dia, com a inclusão do desjejum, contribui para o metabolismo energético adequado, ou seja ajuda a equilibrar melhor o que consumimos e o que gastamos.

Aqueles que, por qualquer motivo, não tomam café da manhã, antes de mais nada devem descobrir o motivo. Pode ser que estejam comendo muito tarde – e em grande quantidade – na noite anterior. Se for esse o caso, é preciso empenho para mudar o hábito. A mudança de alguns costumes é o ponto de partida para quem deseja ganhar saúde, bem-estar e alguns anos de vida a mais por meio da alimentação.

O primeiro passo pode ser começar o dia fornecendo ao corpo a energia que ele precisa.

Sugestões do dia:

- Acordar 15 minutos mais cedo para evitar a desculpa de “falta de tempo para o café da manhã”

- Para quem não consome absolutamente nada, a dica é iniciar com metade de uma fruta (meio mamão papaia, banana,  pera ou maçã) ou outro alimento, como: torrada, bolacha, barra de cereal, leite, bebida a base de soja, suco ou um copo de vitamina. A ideia é ‘quebrar o jejum’. Não sair de casa de estômago vazio.

- Levar uma fruta ou um suco para consumir no caminho até o trabalho.

- Sair mais cedo, e parar em alguma padaria para tomar o café.

- Fazer essa refeição acompanhado. Além de mais prazeroso, o compromisso com alguém pode ajudar criar o hábito.

- E os pequenos? Aprendem por imitação, vale a pena sentar à mesa e incentivar o consumo nem que seja de  um copo de leite batido com banana e aveia, antes de sair de casa para estudar ou brincar. Já é um começo!

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

22 Comentários

  1. Leticia Oliveira

    -

    21/10/2012 às 15:14

    É sempre muito bom ter boas dicas e informações sobre hábitos de vida saudável!! Sabendo q o café da manhã é a refeição mais importante do dia… Parabéns a autora da matéria ;)

  2. CLAUDIA RUIZ

    -

    26/09/2012 às 23:26

    otimaa..esclarecedora e necessaria…Tenho duas pre adolescentes e digo todos os dias a importancia….Dra.Eneida…poderia conversar com crianças , fazendo palestras em escolas…usando um veiculo com a Veja de tamanha influência..já pensou que bela repercussão…e alem de ter uum carater de responsabilidade social e educação nutricional em sua revista semanal….o Blog, talvez não seja tão acessivel , se levarmos em conta um contigente de pessoas desinformadas em relação a importancia que se deva dar a uma alimentação preventiva…chega a ser um serviço de utilidade publica……queremos revista tambem!!!! abraços….

  3. Mayara

    -

    08/09/2012 às 12:27

    Muito boa a matéria.
    Eu sou uma destas pessoas que não tomam café,
    fui acostumada assim, desde criança sai sem tomar o café.
    Sei que é errado, é um hábito que tenho que mudar.

  4. Shirleyton

    -

    01/09/2012 às 20:29

    Prezada Eneida, oportuno e de grande valor coletivo; siga em frente com este e outros mais, alimentando-nos, no mais amplo sentido.
    Deus a abençoe.
    Abraços.

  5. Rodrigo Telles

    -

    01/09/2012 às 11:51

    Muito boa a matéria! a maneira que eu encontrei para ter sempre vontade de tomar o café da manhã é ter sempre em casa as coisas que eu gosto como por exemplo pão com pasta de amandoin e geléia (aprendi no Calvin) e iogurte com açucar mascavo.

  6. Reinaldo Machado

    -

    31/08/2012 às 18:40

    Por experiência própria acredito que uma reportagem sobre o uso do Óleo de Coco Extra Virgem seria interessante pois uma pesquisa realizada na UFRJ comprova que e de grande importância para aumentar a imunidade e ganhar energia.

  7. túlio pereira

    -

    31/08/2012 às 18:08

    Só que, café da manhã com se recomenda, para assalariado é impossível. Vai no pãozinho com manteiga, café ou café com leite. Essas reifeições que indicam para quando acordarmos, infelizmente não é para todos, é para poucos…mesmo assim, vive-se da mesma forma se não, os que não tem condições de tomarem o verdadeiro café da manhã, estariam mortos ou sempre doentes. É um assunto para reflexão e entender a fundo em qual seria a diferença do ser humano rico que toma um senhor café da manhã para operários que só tomam café com leite e pãp com manteiga…

  8. Gabriela

    -

    30/08/2012 às 8:21

    Muito boa a matéria! Parabéns! É sempre bom reforçar a importância das refeições e vida saudável! O café da manhã é a melhor refeição para se fazer em família, já que nem sempre todos podem se encontrar durante o resto do dia!

  9. Dinah

    -

    30/08/2012 às 1:15

    Muito bom! Como é importante. Veio em boa hora para meu filho adolescente que nunca quer comer pela manhã.
    Parabens para a Revista que publicou, e para a autora da matéria, Eneida.

  10. Roberto Felippello

    -

    29/08/2012 às 21:55

    Muito boa explanação sobre o assunto. Eu mesmo não tenho o hábito, mas vou tentar seguir seu conselho. Muito bom!!!

  11. Ana Paula

    -

    29/08/2012 às 21:27

    Excelente matéria, Eneida!! Preciso me reeducar quanto ao café da manhã. Sempre acordo correndo e sem tempo! Parabéns Veja.com!

  12. Jairo

    -

    29/08/2012 às 12:08

    Eneida. Muito boa a matéria. Me faz refletivir sobre bons hábito perdidos graças a correria do dia a dia.
    Amanhã retomo o hábido do café da manhã.
    Obrigado pelo toque…

  13. Hernani

    -

    29/08/2012 às 7:53

    Quero parabenizar a veja.com pela abertura a temas tão interessantes. Gostei muito das dicas da Nutricionista Eneida Ramos e gostaria de receber novas matérias sobre alimentação saudável e qualidade de vida.

  14. josi

    -

    28/08/2012 às 20:44

    Não consigo tomar café da manhã. O meu organismo é que rejeita mesmo, apesar de sempre ter tentado… então infelizmente não vou forçar, pois acho que não me prejudica, meu peso e saúde é normal.

  15. Bruno

    -

    28/08/2012 às 11:51

    Sorry, mas café da manhã é dispensável. Pela manhã depois de acordar o corpo entra em processo de limpeza de tudo que foi processado a noite e normalmente se tem energia de sobra, comer pela manhã apenas “overload” o corpo e adiciona peso, quem come pela manhã geralmente sente necessidade de cafézinho a tarde ou sente sono depois do almoço. Se tiver fome pela manhã tome um smoothie ou coma uma maça. Pão, geléia, café e bolo são parte de dietas obsoletas que não servem mais para os dias de hoje.

  16. Felipe Pinheiro

    -

    27/08/2012 às 17:25

    Meu nome é Felipe, eu acho muito importante falar sobre Alimentação, eu parabenizo a revista veja pelo assunto e espero falar muito mais sobre a alimentação que é um bem muito importante.

  17. Alteiza

    -

    27/08/2012 às 16:29

    Boa tarde!

    Quero parabenizar a equipe da veja, pela essa matéria tão importante que é o café da manhã, gostei muito dessas dicas.
    Abraços, Alteiza

  18. Ana

    -

    27/08/2012 às 15:34

    o problema no meu caso é que não tenho fome na parte da manhã e o almoço como o necessário mais a tarde e a noite tenho vontade de comer como se fosse a última vez, estou me reeducando aos poucos.

  19. sato

    -

    27/08/2012 às 15:27

    Eneida, ótimo o seu artigo. Estou enviando para o meu filho que despreza a refeição
    matinal, apesar de meus constantes apelos para que se alimente melhor.

    Obrigado.

  20. Erica Ripoll

    -

    27/08/2012 às 14:31

    Adorei

  21. Humberto Bonato

    -

    27/08/2012 às 12:54

    O café da manhã deve ser o mais agradável possível. A pessoa deve dormir pensando na primeira alimentação, sem exageiro é claro. Torradinhas, pão com manteiga,queijo, mel, suco de laranja e um bom café com leite ou chocolate são uma delícia! É só criar o hábito não tem erro. Você jamais sairá de casa sem esta primeira alimentação.

  22. Nilson

    -

    27/08/2012 às 12:48

    Como Dentista, observando os pacientes durante mais de 30 anos, é comum entre todos os que não comem de manhã uma halitose (mau hálito)até na respiração. Pouco adianta escovar os dentes com o estomago vazio, melhor é comer alguma coisa e depois, sempre depois, passar o fio dental e escovar os dentes.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados