Blogs e Colunistas

05/02/2013

às 13:37 \ facebook

Aplicativo de sexo no Facebook faz sucesso, mas pode ter vida curta

Há menos de duas semanas no ar, um aplicativo de Facebook que incentiva o sexo entre usuários vem chamando a atenção. Bang With Friends (Faça sexo com seus amigos, em português), criado exclusivamente para a rede social, permite aos usuários escolher parceiros para manter relações sexuais. O app se tornou uma sensação global. “Mais de 370.000 pessoas aderiram ao serviço”, diz ao site de VEJA um dos criadores. É preciso observar, porém, que na seção de aplicativos do Facebook o sucesso costuma durar pouco, muito pouco.

Leia também: Sexting adolescente, um convite para o sexo

Ao aderir ao Bang With Friends, criado por três jovens da Califórnia (EUA) que preferem não se identificar, o usuário visualiza sua lista de amigos do Facebook. Ele, então, deve escolher com quais gostaria de manter relações sexuais. O desejo, é claro, só será realizado se houver interesse de ambas as partes. Um e-mail, então, é enviado aos dois usuários, para que o assunto vá adiante. “Queremos um aplicativo de namoro para nossa geração. Não devemos ter vergonha de nossa vontade”, afirmou um dos criadores.

Brasileiros já experimentam a ferramenta. “Temos ouvido de usuários do país que o serviço tem funcionado perfeitamente”, explica o responsável pelo serviço. “Queremos mais feedbacks desse público.”

Manter a popularidade inicial, contudo, não será nada fácil. A mesma receita que leva aplicativos da maior rede social do planeta a atingir o topo dos favoritos pode explicar seu ocaso. Bang With Friends tem tudo para seguir o caminho já trilhado por serviços como Draw Something e Farmville. A razão é simples: esses programas se apoiam em enredos simplórios que carecem de atualização. Ou seja, não oferecem novos desafios a seus usuários. A menos, é claro, que a conquista de novos parceiros se torne um desafio aos usuários do Bang With Friends…

Os tropeços dos aplicativos precedentes podem ser compreendidos em números. Nos dois primeiros meses, o Draw Something (adquirido por 200 milhões pela empresa de jogos Zynga) conseguiu a adesão de mais de 36 milhões de usuários do Facebook, número que foi reduzido a apenas 9  milhões em dezembro de 2012, uma queda de 75% em apenas sete meses. A Zynga, por sinal, sofre com a queda de acesso a esses games. Recentemente, mais de 100 funcionários foram demitidos, um escritório em Boston, nos Estados Unidos, foi fechado e onze jogos sociais foram descontinuados.

Há ainda outro fator que pode atrapalhar os planos dos criadores do Bang With Friends: a mobilidade. O serviço ainda não possui uma versão para dispositivos móveis – algo que já está nos planos dos fundadores –, terreno já dominado por outras ferramentas que não têm o mesmo objetivo, mas ficaram popularmente conhecidas pelo comportamento de “sexting” — quando pessoas usam seus smartphones para disparar mensagens relativas a sexo, casos do Snapchat e Poke. Trilhar um caminho de sucesso, portanto, não será fácil.

Leia também
Facebook inicia testes de novo visual da Timeline

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

20 Comentários

  1. Jonas

    -

    15/05/2013 às 18:40

    formando uma sociedade irresponsável pervertida infiel e dependente de uma rede social que não traz beneficio ao menos para marketing social

  2. samantha

    -

    13/05/2013 às 17:55

    Como ja foi dito…facebook eh para maiores d 18…criticam a tecnologia mas oq precisa mesmo d atençao eh a educacao e criminalidade no pais!

  3. JUCY ASSIS

    -

    30/04/2013 às 14:53

    tudo de bom

  4. henrrique thiaguinho

    -

    08/04/2013 às 20:19

    olah!!!

  5. Renata

    -

    13/03/2013 às 22:41

    “Inventar algo ‘valisoso” para a educar, ensinar ética e moral ao ser humano é difícil….”
    Esse não seria o papel dos pais?
    Não acho o aplicativo interessante, mas o que eu acho mais incrível é como os pais de hoje em dia simplesmente transferem a sua total falta de competência na arte de “educar” para as escolas, internet e demais meios onde a criança/adolescentes tem acesso a sociedade. Quem deve passar valores, ética são os responsáveis pela criança. Estamos na era da informação, eles terão acesso a tudo, cabe aos pais educar e passar os valores para que eles “decidam” o que cabe na sua vida e o que não cabe.

  6. lucas albérico

    -

    06/03/2013 às 22:27

    Adorei site…

  7. affff

    -

    05/03/2013 às 1:09

    FACEBOOK É SÓ PARA MAIORES DE 18 ANOS, SE VC DEIXA SEU FILHO TER UM, ACEITE A RESPONSABILIDADE

  8. Fabiana

    -

    24/02/2013 às 21:38

    Com certeza quem apóia esse tipo de aplicativo não deve ter filhos, é muito fácil dizer que apoiam o que os jovens usam e fazem, se fossem seus filhos vc aceitariam? Inventar algo ‘valisoso” para a educar, ensinar ética e moral ao ser humano é difícil….

  9. wendel

    -

    20/02/2013 às 4:21

    não acho que vai perder a fama não.. isso ae é um otimo applicativo.. e tem tudo a ve com a forma que os jovens usam o facebook hoje. Para procurar alguem. Esses applicativos citados são jogos idiotas, que pessoas jogam por n ter outra coisa pra fazer..

  10. Jean Carlos

    -

    13/02/2013 às 1:25

    Mais uma porcaria do Facebook… Nem vou perder meu tempo para “comentar” esse lixo (Onde vamos parar!!!).

  11. Jaime

    -

    07/02/2013 às 14:58

    não acho que vai perder a fama não.. isso ae é um otimo applicativo.. e tem tudo a ve com a forma que os jovens usam o facebook hoje. Para procurar alguem. Esses applicativos citados são jogos idiotas, que pessoas jogam por n ter outra coisa pra fazer..

  12. Flavio

    -

    06/02/2013 às 9:53

    Mais uma forma de iniciar nossas crianças na perversão. É uma forma de dinimuir nossos jovens e adolescentes, levando-os ao vício do sexo irresponsável com todas as suas consequencias.

  13. Alexandre

    -

    06/02/2013 às 8:10

    que porcaria de comentários, maldita inclusão digital

  14. lu

    -

    05/02/2013 às 22:46

    kkkkkkkkkkkk, realmente com esse celular é muito dificil alguem acessar o face, já que faz anos que ele saiu de linha.

  15. Sy

    -

    05/02/2013 às 21:42

    Muito vazio, apelativo e solitário o Bang With Friends. Tudo que começa na virtualidade tem alta probabilidade de ficar na virtualidade. Parece uma page que enaltece a baixa auto estima, nada mais.

  16. Bira

    -

    05/02/2013 às 19:30

    A rede social possui muitos menores de idade…sei não…

  17. kelson

    -

    05/02/2013 às 18:10

    Isso não passa de um pequenino teste para algo que provavelmente é extremamente maior e mais lucrativo!

  18. marcos roberto

    -

    05/02/2013 às 16:32

    o o fim do mundo mesmo

  19. Glauco de Paula

    -

    05/02/2013 às 15:26

    Acessar facebook por esse celular que a menina está utilizando na foto é meio difícil, hem?

  20. jose roberto vieira

    -

    05/02/2013 às 15:25

    aprovo tudo que nossa juventude esta fazendo… afinal foi nós que os fizemos…

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados