Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Vazante’ faz recorte da aspereza do Brasil do século XIX

Na Diamantina escravocrata, um retrato de uma colônia em que ricos parecem pobres, negros são escravos e mulheres se casam com homens antes de menstruar

Uma garota se casa com um homem décadas mais velho, antes mesmo de menstruar. Na propriedade em que passa a ser chamada de “sinhá”, se afeiçoa de um escravo de idade mais próxima, e estão dadas as linhas que podem conduzir a uma tragédia. Como se Vazante, o longa de Daniela Thomas exibido no Festival de Berlim deste ano e agora em cartaz em quarenta sala do país, já não fosse ele mesmo bastante trágico. Retrato de um Brasil que sobrevive até hoje dentro do corpo desse Brasil de 500 anos, ele expõe as desiguais relações entre homens e mulheres, negros e brancos, ricos e pobres. Embora os ricos, como lembrou a cineasta Daniela Thomas citando um viajante estrangeiro que se espantou com o interior do Brasil Colônia, pareçam pobres de tão parcamente vestidos e de tão simplórias que são as suas moradias. O tropeiro português António (Adriano Carvalho), sequer usa sapatos, porque o “perturbam”. Destaque para a atuação de Jai Baptista, como a escrava Feliciana, que tem de servir sexualmente ao sinhô, António, para Vinicius Dos Anjos, como o filho de Feliciana, o também escravo Virgílio, para Sandra Corveloni, entre indignada e resignada com a sua situação de mãe que cede a filha ainda impúbere em casamento, e para Juliana Carneiro da Cunha, como a senil Dona Zizinha, avó da protagonista Beatriz, papel de Luana Nastas, que também está ótima no filme.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. sinesio gimene

    e a hipocresia de alguns militantes raivosos fez com que o filme ganhasse força , a esquerda militante de divosores do povo e um minoria concentrada e criar atritos mostra o poder da esquerda divisória, o povo divido por cor , sexo, genero, ricos e pobre nao tem força pra combater os bandidos no poder

    Curtir

  2. Daniela Thomas Vem Para
    Provar Minha Tese De Que
    A Mulher É A Mais Perfeita
    Criação De Deus…

    Curtir

  3. A Sétima Arte Por Daniela Thomas
    Nos Trás O Mais Puro Sentimento
    Feminino Emergido De Seu Útero…
    Parabéns Garota, Tu É Porreta….

    Curtir

  4. Como Se Tudo Isso Não Bastasse,
    Ainda É Filha Do Cartunista Ziraldo
    Um Artista Patrimônio Brasileiro….
    Ou Seja Você Tem Pedigree…Sucesso!!!

    Curtir