Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Moda artesanal de Fabiana Milazzo chega à SPFW – e Los Angeles

Estilista mineira leva à passarela bordados e rendas feitos em parcerias com ONGs – enquanto celebra sua 1ª loja na badalada cidade americana

Um mês é o tempo médio que um vestido longo, bordado à mão, da grife Fabiana Milazzo leva para ficar pronto. O processo é feito pela estilista em parceria com três ONGs que trabalham ancoradas em conceitos sustentáveis de produção. O resultado foi visto na passarela da São Paulo Fashion Week (SPFW) nesta semana, na estreia da mineira na semana de moda paulistana. “Temos um rigoroso critério de qualidade nas peças”, diz Fabiana. Na contramão de vários empresários da moda, que flertam com a China e outros países por sua oferta de mão-de-obra barata, a estilista de 46 anos mantém sua produção fincada no Brasil.

O país, aliás, é a essência e algo mais da sua nova coleção. A fauna, a flora e a arquitetura brasileiras foram vistas nas formas, cores, estampas e, claro, bordados, em looks que misturavam da seda ao denim, entre rendas e pedrarias. Um vestido de festa da marca custa em média 9.500 reais.

A brasilidade da grife já se infiltrou no mercado internacional, onde pode ser encontrada em multimarcas da Europa e até no Japão. Porém, a carreira da estilista ganhou um novo impulso na última semana, com o lançamento de sua primeira loja própria em Los Angeles, na Melrose Place, o endereço de consumo dos gringos famosos — público que ela almeja conquistar. “É muito importante ter celebridades e influencers que gostem da marca”, diz a estilista, que já vestiu no Brasil personalidades como Claudia Leitte e Marina Ruy Barbosa.

SPFW N43

Desfile da estilista Fabiana Milazzo durante a São Paulo Fashion Week N43, na Bienal do Ibirapuera (Felipe Cotrim/VEJA.com)

 

SPFW N43

Desfile da estilista Fabiana Milazzo durante a São Paulo Fashion Week N43, na Bienal do Ibirapuera (Felipe Cotrim/VEJA.com)

Embora em franca ascensão, Fabiana admite que quase passou longe da carreira no mundo da moda. Em 1993, ela se formou em Direito, mas a vocação artística falou mais alto. “Sempre gostei de desenhar e fazer roupas para minhas bonecas. Prestei vestibular muito nova. Simultaneamente à faculdade, montei uma confecção com uma amiga e já comecei a vender roupas. Depois de formada, fui para a Itália, estudar moda. Quando voltei, já estava preparada para montar a Fabiana Milazzo.”

Confira na galeria abaixo mais imagens do desfile da estilista:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s