Blogs e Colunistas

fernando alonso

05/11/2010

às 11:50

Vettel e Webber, os mais rápidos no primeiro treino

Antonio Scorza/AFP

Os dois carros da Red Bull fizeram os melhores tempos nos primeiros treinos livres desta sexta-feira em Interlagos. O alemão Sebastian Vettel (na foto acima) marcou 1min12s328 e seu companheiro de equipe Mark Webber, 1min12s810. O espanhol Fernando Alonso marcou o 12º tempo e abandonou sua Ferrari com problemas no motor meio da pista no finalzinho do treino. Rubens Barrichello marcou o sétimo tempo e Felipe Massa foi 14º.

05/11/2010

às 0:02

Ayrton Senna, a fonte de inspiração

Fernando Alonso pode ser tricampeão no domingo, dependendo da combinação de resultados. Se isso ocorrer, conseguirá o mesmo feito que seu ídolo, o brasileiro Ayrton Senna: ser campeão sempre no mesmo circuito – Senna faturou os três mundiais no GP do Japão. “Tradicionalmente a Ferrari se sai bem em Interlagos, tomara que isso se repita, apesar de a temporada ter sido dominada pela Red Bull”, disse o espanhol.

Alonso diz ainda que ser campeão nada tem a ver com números. “Não persigo número de títulos, recordes, nada disso. A cada início de temporada penso apenas em vencer, em ser campeão. Essa coincidência com o tricampeonato de Ayrton Senna me deixa feliz e emocionado, pois ele sempre foi meu ídolo, minha referência. Quando era garoto e corria de kart, tinha uma foto dele na parede de meu quarto.”

04/11/2010

às 22:57

Alonso, sem jeito para batucar

Se Fernando Alonso for tão rápido neste domingo como foi na entrevista coletiva desta quinta-feira à noite, seguramente vencerá a prova e ficará com a mão na taça de 2010. A apresentação de vídeos institucionais do seu patrocinador pessoal foi bem mais longa que a conversa com o piloto. Marcada para as 19h30 – o aviso pedia que não houvesse atraso porque Alonso tinha a agenda apertada –, a entrevista começou às 20h10 e terminou às 20h23, com Alonso se mostrando bem simpático e até arriscando um batuque improvisado durante a apresentação do grupo de percussionistas do projeto social Bate Lata, com jovens carentes de 9 a 23 anos. Encarou com tranquilidade e sorriso no rosto o mico de tentar batucar, completamente sem ritmo.

O piloto espanhol Fernando Alonso (Foto: Silvio Nascimento)

Da corrida, pouco falou. Sabe que depende de vários fatores para dar o grande salto em direção ao título. “Durante a temporada é preciso ser rápido, constante, não cometer erros, ter uma boa equipe e ainda contar com uma boa dose de sorte”. E de quebra é bom também ter um bom companheiro de equipe, que ele tratou de destacar.

“Felipe Massa está entre os melhores companheiros que tive, ele é rápido, talentoso, brigou pelo título em 2008, isso não é de se desprezar. E muitos esquecem que teve o acidente no ano passado, que atrapalhou a sua temporada. Estou certo de que no ano que vem ele volta a ser muito competitivo.”

(Por Silvio Nascimento)

04/11/2010

às 0:36

Fernando Alonso: “Não podemos cometer nenhum erro”

Muito mais preocupado com o jogo entre Real Madrid e Milan, clássico da Liga dos Campeões, que terminou em 2 a 2 nesta quarta-feira, o espanhol Fernando Alonso não demonstrava grande preocupação com a possibilidade de faturar já neste domingo o terceiro título da sua carreira, novamente no GP do Brasil.

“Claro que correr em Interlagos é especial, mas temos de esperar a corrida e tomara que depois do título mundial de futebol os espanhóis também possam comemorar mais campeonato na Fórmula 1”, disse Alonso, em tom calmo.

Divulgação

Apesar de faltar apenas duas corridas para o fim da temporada, o espanhol companheiro de equipe do brasileiro Felipe Massa, disse estar bem tranqüilo. “Nossa prioridade nas duas provas é acabar no pódio, se possível à frente Webber. Não é fácil, mas é possível, desde que não erremos porque com somente duas provas não há tempo para recuperação. É hora de concentração.”

(Silvio Nascimento)

02/11/2010

às 18:00

Felipe Massa: “Torcida vai me apoiar”


Feriado, dia de sol em São Paulo, o piloto da Ferrari Felipe Massa chegou com quase meia de atraso a almoço com jornalistas. De imediato, mostrou as fotos feitas no celular do filho Felipinho, com 11 meses, “que não dá folga”. Acompanhado do pai e do irmão, Felipe Massa disse que a temporada de 2010 não foi nada boa, e que se o espanhol Fernando Alonso, seu companheiro de equipe, precisar, ele vai ajudá-lo a ser campeão.

“Sofri muito nas classificações com os problemas de temperatura de pneu. Mas também tive outros problemas que me frustraram no ano, como não chegar ao fim de provas em que o carro quebrou ou em que sofri acidente.”

Silvio Nascimento

Ele não incluiu entre os momentos a ser esquecido o episódio na Alemanha, quando foi forçado a ceder sua posição ao companheiro Fernando Alonso por ordens da equipe.  “O público me tratou bem um dia antes e um dia depois da corrida em Hockenheim. Mas a imprensa não. E se Alonso precisar da minha ajuda vai ter, afinal sou profissional e já fiz isso antes, em 2007, ajudando meu companheiro a ser campeão”, disse o brasileiro referindo-se ao GP Brasil, quando estava liderando a prova, mas permitiu que o finlandês Kimi Raikkonen passasse e assim fosse campeão.

Por conta disso, Massa acredita que a torcida estará a seu lado no domingo, no GP Brasil, penúltima prova da temporada. “Nunca tive rejeição, e tenho certeza de que a maior parte do público vai torcer como sempre. E vou fazer o máximo para dar uma alegria aos torcedores.

(Silvio Nascimento)

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados