Blogs e Colunistas

Terra Nova

Netflix Brasil estreia ‘Buffy’, ‘Homeland’ e mais dez séries e uma minissérie

'Buffy, a Caça Vampiros'

Atualização (17h37): o Netflix informa que a estreia de Homeland será no dia 01 de agosto e não no dia 11 de julho como anteriormente anunciada.

Abaixo, o texto original da postagem.

________________

 

Doze novas séries foram incluídas no catálogo do site de streaming Netflix. A partir de hoje o assinante já pode assistir a: Buffy, a Caça-Vampiros, Lie to Me, Terriers, Lights Out, Son of Tucson, The Gates, Terra Nova, The Good Guys e The Chicago Code e as animações Allen Gregory, Neighbors From Hell. Todas elas já tiveram suas produções canceladas.

No dia 11 de julho 01 de agosto, o site começa a disponibilizar os episódios da primeira temporada de Homeland, série ainda em produção, já lançada em DVD no Brasil.

Esta é a série que desbancou Mad Men na premiação do Emmy. Versão americana da israelense Hatufim, a série Homeland é uma produção para o canal Showtime.

Na história, Carrie Mathison (Claire Danes) é uma agente da CIA responsável por identificar e caçar terroristas em território americano. Ao receber uma informação de que um soldado foi convertido e seria agora parte de uma célula terrorista, Carrie conclui que esse homem é Nicholas Brody (Damian Lewis), fuzileiro resgatado após ser mantido prisioneiro pela Al-Qaeda por oito anos. Quando retorna aos EUA, Brody  tenta se readaptar à sua vida e se reconectar com a esposa e seus dois filhos, sem saber que está sob a vigilância de Carrie.

Buffy é uma versão para a TV de um filme lançado nos cinemas em 1992. A série de Joss Whedon estreou em 1997  pelo o antigo canal WB. A série ficou no ar até 2003, tornando-se uma das produções mais cultuadas da época. A série gerou a spinoff  Angel, produzida entre 1999 e 2004. Em 2010, a Warner Brothers deu início ao desenvolvimento de um projeto que poderá dar ao filme um remake. Buffy teve apenas quatro cinco de sete temporadas lançadas em DVD no Brasil. O site oferece a série completa.

Lie to Me é uma série produzida entre 2009 e 2011, com um total de três temporadas, todas lançadas em DVD no Brasil. Na história temos Lightman (Tim Roth), um especialista em identificar quem está mentindo e quem não está. Ele e sua equipe ajudam o FBI e a polícia na solução de crimes, entrevistando testemunhas e suspeitos, dos quais sempre arranca-lhes a verdade, sem que eles precisem confessar.

As demais séries que entraram para o catálogo do Netflix foram canceladas com apenas uma temporada produzida.

Terriers é uma série produzida em 2010. Apresentando dois personagens que seguem a linha de Butch Cassidy e Sundance Kid, a série narra a história de Hank Dolworth (Donal Logue), um policial que foi afastado do trabalho por ser alcoólatra. Sem perspectivas, ele acaba unindo-se ao seu velho amigo, Britt Pollack (Michael Raymond James) para abrir uma agência de detetives particulares. Hank conheceu Britt quando este ainda era um ladrãozinho que arrombava residências. Sem condições de conseguir uma licença para exercer a função, a dupla se vira com pequenos casos que a polícia deixa de lado por considerá-los insignificantes.

'Terriers'

Lights Out é uma série de 2011. Na história, Patrick Leary (Holt McCallany) é um boxeador peso pesado que se aposentou há cinco anos, quando descobriu sofrer de uma disfunção neurológica que causa perdas de memória. Durante os últimos anos, ele viveu confortavelmente com o dinheiro que ganhou nas lutas. Mas sua vida sofre uma reviravolta quando ele é informado por seu irmão que o dinheiro acabou. Endividado, Patrick planeja retornar aos ringues.

Produzida em 2010, Sons of Tucson é uma comédia sobre três irmãos que contratam um homem para se fazer passar por seu pai, enquanto o verdadeiro está na prisão. The Gates é uma produção de 2010. Na história, Nick Monohan (Frank Grillo) é um policial de Chicago que se muda com a família para uma pequena comunidade chamada Gates, onde seus moradores são, secretamente, criaturas diversas. The Good Guys é uma produção de 2010. Trata-se de uma comédia de aventura que gira em torno de dois policiais: Dan (Colin Hanks), que segue à risca as regras, e Jack (Bradley Whitford), um jogador inveterado e constantemente bêbado que se mantém na força policial graças a um ato heróico que ele, por acaso, realizou no passado.

The Chicago Code é um drama policial de 2011. A história acompanha os trabalhos de Teresa Colvin (Jennifer Beals), a primeira mulher a se tornar superintendente da polícia de Chicago. Escolhida por Alderman Ronin Gibbons (Delroy Lindo), político que acredita poder manipulá-la, Teresa assume a missão de implementar mudanças que poderão levá-la a eliminar a corrupção policial. Sua decisão não é bem recebida pelas gangues da cidade, nem tampouco pelo sindicato dos policiais, muito menos pelos políticos.

Produzida em 2012 e exibida no Brasil pela TV aberta e a cabo, Terra Nova também já teve sua única temporada lançada em DVD. A história inicia no ano de 2149 D.C., quando a Terra está a caminho da destruição. Buscando uma forma de salvar a humanidade, um grupo de cientistas consegue abrir uma fissura no tempo e no espaço contínuo, criando um portal para o passado do planeta. Um grupo de colonizadores viaja pelo tempo, chegando no período pré-histórico, onde enfrenta diversos problemas.

'Homeland'

Entre as séries animadas, Allen Gregory é uma produção de 2010 que conta a história de um garoto de sete anos considerado um gênio mas que é obrigado a frequentar a escola como uma pessoa normal. Neighbors From Hell também é uma produção de 2010. Na história, Satã descobre que a empresa Petromundo, um grande conglomerado, construiu uma super furadeira que poderá passar pelo centro da Terra, chegando ao Inferno. Ele então decide enviar um de seus demônios à Terra com a missão de destruir a furadeira. O escolhido é Balthazar, um torturador incompetente mas com um profundo conhecimento sobre a natureza humana, graças às centenas de horas que ele passou em frente à TV assistindo às sitcoms clássicas americanas.

A nova minissérie disponível no site é Barrabás, adaptação da obra de Par Lagerkvist, publicada na década de 1950. Billy Zane é Barrabás, um homem cético e incapaz de compreender a fé cristã, que entra em contato com os discípulos de Cristo. Tentando entender Jesus ele descobre que cada discípulo tem uma visão própria sobre quem era o Mestre. Enquanto isso, sua convivência com os seguidores de Cristo leva Roma a acreditar que ele é um deles, o que leva Barrabás a enfrentar as consequências.

Segundo o Netflix, com exceção de Lie To Me as séries e a minissérie são oferecidas com opção de áudio original e português.

Cliquem na primeira e na última foto para ampliar.

Fãs poderão dar um final para ‘Terra Nova’

No dia 17 de outubro a Fox-Sony lança no Brasil o DVD de Terra Nova, produção de Steven Spielberg que foi cancelada com apenas uma temporada produzida.

Composta de doze episódios, a temporada encerrou com uma situação em aberto. Os produtores bem que tentaram vender a série para outro canal com o objetivo de, pelo menos, dar um final digno à trama. Mas em vão. Mesmo as negociações com o Netflix não deram resultado.

A forma encontrada foi o DVD. Cada unidade do box da série será lançado contendo um código chave. Com esse código, o fã poderá entrar em um site criado pela Fox e criar o final que desejar através de um software de HQ animada. Os melhores series finales serão selecionados pelo estúdio e disponibilizados em uma vídeo galeria online.

Criada por Kelly Marcel e Craig Silverstein (Bones), a série foi originalmente oferecida a canais britânicos. Sem conseguir vender o projeto, Marcel ofereceu Terra Nova à CBS americana. Mas o canal, que se dedica mais às produções policiais, rejeitou o projeto.

Sem ter passado pela produção de um episódio piloto para avaliação, a série foi encomendada pelo canal Fox. Ao longo de sua única temporada, Terra Nova registrou a média de 7.5 milhões de telespectadores com cerca de 2.6 milhões entre o público alvo do anunciante, que compreende a faixa etária entre 18 e 49 anos. Embora a audiência seja boa para a renovação de outras produções menores, ela não era suficiente para uma série dispendiosa como esta.

Filmada na Austrália, Terra Nova inicia no ano de 2149 D.C., quando a Terra está a caminho da destruição. Buscando uma forma de salvar a humanidade, um grupo de cientistas consegue abrir uma fissura no tempo e no espaço contínuo, criando um portal para o passado do planeta. Um grupo de colonizadores viaja pelo tempo, chegando no período pré-histórico, onde enfrenta diversos problemas.

25/05/2012

às 13:19 \ Televisão

As 10 séries de maior audiência da Temporada 2011-2012

'Modern Family'

Neste mês de maio encerrou nos EUA a Temporada 2011-2012. Assim, a Nielsen divulga a média da audiência da Temporada (que tem início em setembro) por canais e por programas. A lista também revela qual a faixa etária média do público que acompanha a programação de cada canal da rede aberta americana (não estão incluídos os programas produzidos para a TV a cabo).

Os números referem-se à audiência ao vivo (aquela que realmente interessa ao canal e ao anunciante) e a audiência em DVR (pessoas que deixam gravando para assistir mais tarde em um período máximo de sete dias). Lembrando que a audiência é medida através do sistema de amostragem.

Pelo oitavo ano consecutivo a Fox conquistou o primeiro lugar na audiência do público alvo do anunciante, que compreende a faixa etária entre 18 e 49 anos. A vitória foi conquistada graças ao programa American Idol, seu carro chefe, responsável por um terço de sua audiência na última Temporada.

A CBS ficou em segundo lugar na medição da audiência pelo público alvo, mas conquistou o primeiro lugar na soma do público em geral. Com a transmissão de jogos esportivos, a NBC saiu do quarto lugar na audiência americana, posição que ocupava há oito anos. Ela aparece em terceiro lugar, posição que era ocupada pela ABC, que ficou em quarto lugar. No entanto, a diferença entre os dois canais é mínima.

Mas as mudanças mais significativas ocorreram com o canal CW, que permanece em último lugar. Os números registrados revelam uma queda significativa de sua audiência em relação à Temporada anterior, tanto na audiência total quanto entre o público alvo.

As 10 séries de maior audiência da TV americana – rede aberta
(a lista abaixo não leva em consideração outros formatos de programas como esportes, reality shows, humorísticos, talk shows ou noticiários):

Entre o público alvo (18-49 anos): rating/share

1. Modern Family – 5.54/15
2. The Big Bang Theory – 5.53/17
3. Two and a Half Men – 5.10/12
4. 2 Broke Girls – 4.35/11
5. Grey’s Anatomy – 4.23/11
6. New Girl – 4.20/11
7. How I Met Your Mother – 4.12/12
8. Once Upon a Time – 4.10/10
9. NCIS – 4.01/11
10. Family Guy – 3.79/9

Nas cinco posições seguintes entram Mike & Molly (3.77/9), Criminal Minds (3.73/10), Rob (3.71/10), Glee (3.66/10) e Terra Nova (3.58/9).

Por milhões de telespectadores
1. NCIS – 19.491 milhões
2. NCIS: Los Angeles – 16.011 milhões
3. The Big Bang Theory – 15.820 milhões
4. Two and a Half Men – 14.639 milhões
5. The Mentalist – 14.570 milhões
6. Person of Interest – 14.337 milhões
7. Criminal Minds – 13.196 milhões
8. Modern Family – 12.930 milhões
9. CSI – 12.490 milhões
10. Castle – 12.181 milhões

Nas cinco posições seguintes entram Blue Bloods (12.159 milhões), Unforgettable (12.106 milhões), Rob (12.012 milhões), Havaí 5-0 (11.834 milhões) e The Good Wife (11.830 milhões).

'NCIS'

Os números dos canais:

Audiência média por canal na faixa 18-49 anos:
Fox: 3.2  milhões de telespectadores (queda de 9% em relação à Temporada 2010-2011)
CBS: 3.0 milhões de telespectadores (aumento de 3% em relação à Temporada de 2010-2011)
NBC: 2.5 milhões de telespectadores (aumento de 9% em relação à Temporada de 2010-2011)
ABC: 2.4 milhões de telespectadores (queda de 4% em relação à Temporada de 2010-2011)
CW: 0.7 mil telespectadores (queda de 22% em relação à Temporada de 2010-2011)

Audiência média por canal na totalidade:
CBS: 11.7 milhões de telespectadores (aumento de 1% em relação à Temporada 2010-2011)
Fox: 8.9 milhões de telespectadores (queda de 9% em relação à Temporada 2010-2011)
ABC: 8.4 milhões de telespctadores (queda de 1% em relação à Temporada de 2010-2011)
NBC: 7.4 milhões de telespectadores (aumento de 5% em relação à Temporada de 2010-2011)
CW: 1.7 milhões de telespectadores (queda de 15% em relacão à Temporada 2010-2011)

Audiência média na faixa etária entre 18-34 (público alvo do canal CW)
Fox: 2.7 milhões de telespctadores (queda de 13% em relação à Temporada anterior)
NBC: 2.0 milhões de telespectadores (aumento de 5% em relação à Temporada anterior)
CBS: 1.9 milhões de telespctadores (não houve mudanças)
ABC: 1.8 milhões de telespectadores (queda de 5% em relação à Temporada anterior)
CW: 0.8 mil telespectadores (queda de 20% em relação à Temporada anterior)

Faixa etária média do público por canal:
CBS: média de 55.6 anos de idade
ABC: média de 52.3 anos de idade
NBC: média de 49.3 anos de idade
Fox: média de 46.2 anos de idade
CW: média de 37.1 anos de idade

Vejam aqui como fazer a leitura dos números da audiência. Cliquem nas imagens para ampliar.

Lista completa das séries canceladas no Upfront 2012

Elenco de 'CSI: Miami' em sua quinta temporada

Mais um ano, mais um Upfront, evento temido por muitos fãs de séries por representar a ‘pena de morte’ de produções, antigas ou recentes.

Este ano, 34 séries foram canceladas, sendo que 29 estavam em sua primeira temporada. A campeã em cancelamentos foi a rede ABC com nove, sendo que Cougar Town já foi resgatada pelo canal TBS (por isso não figura na lista abaixo). Em seguida vem a NBC e a Fox, com oito cada. Na sequência vem a CBS (6) e o CW (4).

Em compensação, os cinco principais canais da rede aberta americana anunciaram este ano 39 séries. A campeã é a NBC com 13 produções, na sequência vem a ABC (10), a CBS (6), a Fox (5) e o CW (5). Lembrando que ainda existe a possibilidade de um ou mais canais encomendarem novas produções que ainda estão em desenvolvimento, para estrear na midseason de 2013.

Embora existissem mais pilotos de comédias que de dramas, este último foi o gênero que prevaleceu no somatório geral. Foram encomendados 23 novos dramas e 16 novas comédias. No Upfront de 2013 veremos quantas conseguirão ultrapassar o primeiro ano de produção.

Confiram a lista de novas séries por canais ABC, CBS, CW, Fox e NBC. Abaixo, a lista das séries que foram canceladas por seus canais entre 2011 e 2012.

A Gifted Man – CBS
Alcatraz – Fox
Allen Gregory – Fox
Are You There Chelsea? – NBC
Awake – NBC
Bent – NBC
BFFs (Best Friends Forever) – NBC
Breaking In – Fox
Charlie’s Angels – ABC
CSI: Miami – CBS
Desperate Housewives – ABC (série encerrada)
Finder, The – Fox
Firm, The – NBC
Free Agents – NBC
GCB – ABC
Harry’s Law – NBC
House – Fox
How to Be a Gentleman – CBS
I Hate My Teenage Daughter – Fox
Man Up – ABC
Missing – ABC
Napoleon Dynamite – Fox
NYC 22 – CBS
One Tree Hill – CW (série encerrada)
Pan Am – ABC
Playboy Club, The – NBC
Prime Suspect – NBC
Ringer – CW
River, The – ABC
Rob – CBS
Secret Circle, The – CW
Terra Nova – Fox
Unforgettable – CBS (resgatada em junho de 2012 pela própria CBS)
Work It – ABC

Cliquem na foto para ampliar. 

Netflix não resgatará ‘Terra Nova’

Quando a Fox anunciou o cancelamento de Terra Nova, a imprensa americana divulgou que os produtores da série correram atrás do site Netflix para tentar convencê-lo a resgatar a produção. Mas, após alguns dias de negociações, as partes não chegaram a um acordo.

Embora, a princípio, não tenham mais a quem recorrer, a 20th Century Fox, que produzia a série, mantém a opção de contrato dos atores. Mas mesmo mantendo um compromisso com a série, caso seja renovada, eles estão liberados para buscar novos trabalhos nesse meio tempo.

Três dos atores já estão no elenco de novos projetos de séries: Jason O’Mara está em Ralph Lamb, da CBS; Allison Miller está em Gon On, da NBC; e Christine Adams está em Americana, da ABC.

Por outro lado, o Netflix demonstrou interesse nos últimos dias em resgatar The River, série da ABC que registrou baixa audiência ao longo da exibição de sua primeira temporada, e que portanto deverá ser cancelada.  Representantes do site já estariam em negociações preliminares com a ABC Studios, que produz a série.

Fox cancela ‘Terra Nova’

Após alguns semanas de indecisão sobre o futuro de Terra Nova, a Fox tomou a decisão de cancelar a produção de Steven Spielberg, não renovando a série para sua segunda temporada.

Terra Nova foi uma série encomendada pelo canal Fox sem passar pela produção de um episódio piloto para avaliação. Anunciada em maio de 2010, a série tinha previsão de estreia para a midseason da Temporada de 2010-2011, mas sua estreia foi adiada para a Fall Season da Temporada de 2011-2012, para que os produtores pudessem ter mais tempo para finalizar os efeitos especiais. A Fox chegou a cogitar a renovação da série, o que levou os produtores a chamarem Ed Bernero (Criminal Minds) para dar à história um novo rumo.

Segundo a imprensa americana, a 20th Century Fox, produtora da série, oferecerão a produção para outros canais. No entanto, devido ao seu alto custo e a baixa audiência conquistada, acredita-se que seja difícil que seja resgatada. O episódio piloto, com duas horas de duração, chegou a um custo estimado entre 10 e 20 milhões de dólares para ser produzido. Com episódios estimados em cerca de 4 milhões de dólares, a Fox precisou realizar cortes no orçamento de produção dos demais episódios da temporada. Ainda assim, o custo de cada episódio manteve-se alto, estimado em 2.2 milhões de dólares.

Em sua única temporada, a série registrou a média de 7.5 milhões de telespectadores com cerca de 2.6 milhões entre o público alvo do anunciante, que compreende a faixa etária entre 18 e 49 anos.

Criada por Kelly Marcel e Craig Silverstein (Bones), a série foi originalmente oferecida a canais britânicos. Sem conseguir vender o projeto, Marcel ofereceu Terra Nova à CBS americana. Mas o canal, que se dedica mais às produções policiais, rejeitou o projeto.

Filmada na Austrália, a série inicia no ano de 2149 D.C., quando a Terra está a caminho da destruição. Buscando uma forma de salvar a humanidade, um grupo de cientistas consegue abrir uma fissura no tempo e no espaço contínuo, criando um portal para o passado do planeta. Um grupo de colonizadores viaja pelo tempo, chegando no período pré-histórico, onde encontra diversos problemas. A produção foi estrelada por Jason O’Mara, Stephen Lang, Shelley Conn, Landon Liboiron, Naomi Scott, Allison Miller, Mido Hamada, Alana Mansour, Christine Adams e Rod Hallet, entre outros.

O anúncio de seu cancelamento é feito na mesma noite em que a Rede Globo realiza no Brasil a divulgação de sua programação para 2012. No pacote de séries adquiridas pelo canal para este ano está Terra Nova, ao lado de The Killing, Homeland e Body of Proof.

Adendo (07/03/2012): os produtores ofereceram a série para o site Netflix, na esperança de que eles possam resgatá-la do cancelamento como fizeram com Arrested Development, outra produção cancelada pela Fox. Ainda não há informações sobre o grau de interesse do site na série.

14/10/2011

às 15:38 \ Opinião, Séries Anos 2010-2019

Séries da Nova Temporada Americana que Estreiam no Brasil

A temporada 2011-2012 americana estreou nos EUA em setembro, trazendo novas produções de diversos gêneros.

Para este ano foram agendadas cerca de 30 séries, das quais três já foram canceladas: “The Playboy Club”, “Free Agents” e “How to Be a Gentleman” (esta última teve sua produção suspensa, sendo que o anúncio do cancelamento ainda não é oficial).

Dessas 30 séries, 14 já têm previsão de estreia no Brasil.

Terra Nova” foi a primeira, estreando pelo canal Fox Brasil no dia 10 de outubro, às 22h. A série criada por Kelly Marcel e Craig Silverstein, com produção de Steven Spielberg, tem 13 episódios encomendados para sua primeira temporada.

Representante do gênero ficção, “Terra Nova” acompanha as aventuras de uma família que faz parte de um grupo de colonizadores, transportados do ano 2149 para o período pré-histórico. Enfrentando discórdias e dinossauros, eles tentam estabelecer uma nova sociedade.

A próxima a estrear será Enlightened, que chega pela HBO Brasil no dia 17 de outubro, às 21h. Esta é uma simpática dramédia estrelada por Laura Dern e sua mãe, a atriz Diane Ladd. Criada por Mike White, a série tem 10 episódios para sua primeira temporada. Laura é Amy, uma estressada executiva que após sofrer um colapso nervoso passa alguns meses se recuperando no Havaí. Lá ela entra em contato com um universo totalmente novo: o da espiritualidade, que lhe abre a mente para uma nova forma de encarar a vida.

Voltando à sua rotina, ela tenta convencer as pessoas que a cercam a embarcar no mesmo caminho que ela está seguindo. O problema é que, apesar de acreditar que já está transformada em outra pessoa, Amy está apenas começando sua nova jornada. Ainda egocêntrica, neste primeiro momento ela apenas utiliza um novo discurso para continuar se agarrando ao que ela sente, pensa e o que deseja alcançar.

Pelo Studio Universal chega no dia 17 de outubro, às 22h30, a série Ringer, produção que traz Sarah Michelle Gellar (Buffy) de volta à TV. O drama teen já recebeu a encomenda de uma primeira temporada completa com um total de 22 episódios.

Criada por Eric Charmelo e Nicole Snyder, “Ringer” é apresentada como um mistério noir que explora a rivalidade entre duas irmãs gêmeas e as nuances da moralidade. Fugindo da máfia e da polícia, Bridget assume a identidade de Siobhan, que ninguém sabe ter desaparecido. Vivendo a vida da irmã, ela descobre que esta também tem seus próprios problemas.

No dia 18 de outubro, às 21h, a Warner estreia Person of Interest, uma interessante trama que pode até não dar em nada, mas que promete se tornar algo mais complexo do que neste momento aparenta ser. Criada por Jonah Nolan, a série é uma produção de J. J. Abrams, que tem 13 episódios iniciais encomendados para a primeira temporada.

A história apresenta Finch (Michael Emerson), um bilionário que criou uma máquina capaz de identificar pessoas que estão prestes a cometer, ou ser vítima, de um crime. Ela foi construída para o governo prever ataques terroristas, mas Finch secretamente a utiliza para resolver problemas mais imediatos do cotidiano. Para ajudá-lo, ele convoca Reese (Jim Caviezel), um ex-agente da CIA que, como uma espécie de Hércules, realiza tarefas incumbidas por Finch.

Por enquanto trata-se de mais uma série policial com narrativa processual, na qual vemos Reese, munido da tecnologia moderna, enfrentando bandidos e salvando pessoas. No entanto, a trama pode se tornar realmente interessante de se acompanhar se e quando o governo descobrir as atividades de Finch, ou quando seu passado e seus verdadeiros motivos para construir a máquina começarem a interferir com o tempo presente, bem como a história de Reese e as razões pelas quais ele deixou o serviço secreto. Em paralelo temos uma policial que investiga o ex-agente, tentando entender quem é ele e o que faz.

2 Broke Girls estreia no dia 25 de outubro, às 20h30, no canal da Warner. Criada por Michael Patrick King e Whitney Cummings, a história gira em torno de duas garçonetes trabalhando em uma lanchonete e dividindo um apartamento enquanto tentam economizar dinheiro para montar seu próprio negócio.

Seguindo a estrutura das sitcoms tradicionais, a série oferece personalidades opostas vivendo no mesmo ambiente. Max (Kat Dennings) é uma jovem que veio de uma família pobre. Ela tem personalidade forte, crítica e prática, enquanto Caroline (Beth Behrs) é uma mulher que veio de uma família rica, mas que no momento está sem dinheiro. Sem noção da realidade, mas com uma postura positiva para a vida, ela não permite que sua situação atual interfira com a realização de seus sonhos.

A Gifted Man” estreia no canal Universal no dia 3 de novembro, às 23h. Esta é uma série com bons personagens e texto, mas que ainda não convenceu. Na história, Michael é um médico da alta sociedade que passa a receber a visita de sua ex-esposa, Anna, morta em um acidente de carro. Ela espera convencê-lo a dar continuidade ao trabalho que deixou inacabado em uma clínica que atende uma comunidade carente.

Quem pensa em assistir à série porque se interessa pelo tema do espiritismo, sinta-se avisado, ao menos em seus primeiros episódios, o tema é só uma desculpa para a TV americana oferecer mais uma série médica. Anna só aparece de vez em quando e quando o faz é para dar um jeito de convencer Michael a trocar o atendimento dos ricos pelos pobres. Aliás, este parece ser o tema da série: os contrastes da assistência médica entre pessoas com poder aquisitivo e aquele oferecido a quem não pode pagar, dando espaço para discutir os planos de reforma propostos por Barak Obama.

“The Playboy Club”, já cancelada nos EUA, chega ao Brasil no dia 6 de novembro pelo canal FX, às 22h. Criada por Chad Hodge ,a série originalmente batizada com o título de “Bunny Tales”, acompanha a vida dos funcionários de um clube da Playboy em Chicago no ano de 1963. Minha opinião sobre a série você lê aqui.

No dia 8 de novembro chega pelo canal Liv duas sitcoms: “Last Man Standing” e “How to Be a Gentleman”. A primeira estreia às 22h e a segunda às 22h30.

Last Man Standing” marca o retorno de Tim Allen à TV. Tendo feito sucesso na década de 1990 com “Gente Pra Frente/Home Improvement”, Allen passou a se dedicar ao cinema na última década.

A sitcom praticamente inverte a situação vista na série dos anos de 1990. Em “Home Improvement”, ele era o chefe de uma família composta por sua esposa e três filhos pré-adolescentes. Ela, sendo a única mulher da casa, luta para manter sua identidade e estabelecer regras, enquanto enfrenta o comportamento tipicamente masculino do marido e dos filhos. Agora, em “Last Man Standing”, é Allen que precisa estabelecer sua identidade e definir regras, enquanto enfrenta o comportamento tipicamente feminino. A visão machista continua presente, seja na forma como o personagem de Allen vê as coisas ou na forma como as mulheres da casa são retratadas.

Enquanto a série dos anos de 1990 fugia do estereótipo, dando aos personagens visões próprias, em “Last Man Standing” temos todos os tipos de caricaturas.

Se em “Home Improvement” Tim era o apresentador de um programa sobre ‘faça você mesmo’, em “Last Man Standing” ele é o diretor de marketing de uma loja de material esportivos, que passa a utilizar um Vlog para dar suas opiniões sobre a situação do homem nos dias atuais.

Em casa, ele é pai de três filhas: uma adolescente mãe solteira, que não deseja a ajuda dos homens para viver sua vida; uma ‘patricinha’ desmiolada que só pensa nas aparências e no consumo de novos produtos ‘legais’; e uma pré-adolescente que ainda não sabe como lidar com a puberdade. A esposa de Tim foi recém promovida, o que o obriga a passar mais tempo em casa, compensando a ausência dela.

A estreia da série surpreendeu a crítica americana, que tinha condenado a sitcom. Tendo apenas o primeiro episódio exibido até o momento, “Last Man Standing” conquistou cerca de 13 milhões de telespectadores, atraídos pelo nome de Tim Allen.

Criada por Jack Burditt, produtor de “Frasier” e de “30 Rock, a primeira temporada tem 13 episódios iniciais encomendados.

Embora a produção de novos episódios de “How To Be a Gentleman” tenha sido cancelada, a CBS americana ainda está exibindo a série, que teve um total de nove episódios produzidos, dos 13 encomendados.

Criada e estrelada por David Hornsby (It’s Always Sunny in Philadelphia), marido de Emily Deschanel (Bones), a série teve como base o livro “How to be a Gentleman: a Contemporary Guide to Common Courtesy”, de John Bridge. A história acompanha a relação de amizade entre um refinado escritor e um personal trainer.

Andrew Carlson (Hornsby) é um colunista que escreve sobre etiqueta. Seguindo a linha tradicional, ele rejeita maneirismos e comportamentos da sociedade moderna. Bert Lansing (Kevin Dillon, de “Entourage”) é um ex-bad boy que Andrew conheceu quando ainda estava na escola. Ameaçado por seu editor de ser despedido caso não inclua em sua coluna algo mais próximo da realidade do homem atual, Andrew recorre a Bert para que ele o ensine a ser menos educado e polido.

Também no dia 8 de outubro estreia às 23h a série “American Horror Story“, pelo canal Fox. Criada por Ryan Murphy e Brad Falchuck, ambos de “Glee”, a história apresenta a vida da família Harmon, que se muda para uma casa com um histórico de ser assombrada.

Inspirando-se em filmes como “Carrie a Estranha” e “O Bebê de Rosemary”, a série segue a linha trash, oferecendo uma boa proposta, porém com diálogos muito fracos e personagens que ainda não conseguiram estabelecer o ambiente ou até mesmo o clima do gênero. Com muita pressa, os roteiristas introduzem diversas situações e personagens como se temessem que a série seja cancelada antes de ter tempo de chegar no ponto que eles querem.

Pelo canal Warner, no dia 31 de outubro às 20h30, chega a série “Suburgatory“, criada por Emily Kapnek. Na história, George (Jeremy Sisto, de “Lei & Ordem”) e sua filha Tessa (Jane Levy, de “Shameless”) se mudam para os subúrbios. ’Infestado’ de mães ‘plastificadas’, movidas a café, que cuidam de pequenas pestinhas balofas, que se empanturram de energéticos, o lugar se transforma em um purgatório para Tessa.

A dramédia segue a linha de “Desperate Housewives”, mas voltado para o público adolescente. A intenção do canal ABC é encontrar uma substituta para as donas de casa desesperadas, que encerra sua produção em 2012. Para tanto, além de “Suburgatory”, que tem 22 episódios encomendados para a primeira temporada, o canal também oferecerá outra alternativa: “Good Christian Belles/Bitches“, que estreia em 2012.

No dia 9 de novembro, às 21h, estreia pela Warner a série teen “The Secret Circle“, adaptação da obra de L.J. Smith.

Na história, Cassie (Britt Robertson, “Life Unexpected”) se muda da Califórnia para New Salem, no Maine, para cuidar de sua avó, que está doente. Na cidade natal de sua mãe, Cassie descobre pertencer a uma longa linhagem de bruxas. Logo ela passa a fazer parte de uma sociedade secreta chamada ‘The Club’.

Pelo canal Cinemax estreia o remake de “As Panteras” no dia 15 de novembro, às 21h. Sem ser capaz de apresentar vida inteligente, esta produção consegue ser pior que a série da qual se originou.

Ao menos a série dos anos de 1970 tinha a desculpa de ser uma produção que abria caminho em um meio essencialmente masculino. Estrelada por um trio feminino, que em meio ao glamour solucionava crimes e mistérios, os roteiristas de “As Panteras” não sabiam como lidar com o tema. Mas já se passaram 30 anos, qual a desculpa do remake?

Nem a ideia de que esta é uma produção de puro entretenimento consegue dar à série o respeito que ela poderia ter.

Por fim, ao menos por hora, o canal Universal exibe a partir do dia 28 de novembro a série “Grimm“, que ainda não estreou nos EUA.

Criada por David Greenwalt e Jim Kouf, a série narra a história de Nick Burckhardt (David Giuntoli), um policial da Homicídios que, ao visitar sua tia (Kate Burton), descobre ser descendente de um um grupo de caçadores conhecido como “Grimms”. Sua missão: manter a humanidade a salvo das criaturas do mundo sobrenatural e dos Contos de Fadas.

Explorando elementos de ficção e fantasia, “Grimm” parece ser uma produção que dará continuidade ao clima proposto por séries como “Arquivo X” e “Buffy, a Caça Vampiros”.

Já “Necessary Roughness” e “Wilfred” não são produções da Fall Season 2011-2012, mas também têm estreia marcada no Brasil. A primeira começa no  dia 3 de novembro, às 23h, pelo canal A&E. Criada por Liz Kruger e Craig Shapiro, a história acompanha a vida de uma mulher divorciada (Callie Thorne, de “Rescue Me”) que arranja um trabalho como terapeuta de um time de futebol profissional. O novo emprego a leva a se tornar uma profissional reconhecida no mercado, sendo requisitada por celebridades, políticos e atletas em geral.

Pelo canal FX, no dia 20 de novembro, às 23h, estreia “Wilfred“, versão americana de série australiana, já renovada para sua segunda temporada. Criada por Adam Zwar e Jason Gann, a produção americana foi adaptada por  David Zuckerman, de “Uma Família da Pesada”.

Estrelada por Elijah Wood e Jason Gann, a história apresenta Ryan, um jovem tímido que luta para conseguir fazer parte de um ambiente social e ser feliz. No dia em que ele tenta se matar, Ryan conhece Wilfred, o cachorro da vizinha. O mundo vê o cachorro como um animal, mas Ryan o vê como um homem vestido com roupa de cachorro.

Rapidamente ele se torna seu alter ego, forçando Ryan a sair de sua ‘concha’. Manipulador, ciumento, boa-vida, Wilfred se torna parte importante da vida de Ryan e em sua busca pela autoafirmação. O enredo lembra o filme “Meu Amigo Harvey/Harvey” e a série “Mr. Ed”, ambas produções de 1950, mas sem a ingenuidade da época.

Acompanhem as estreias de séries e temporadas pelo nosso Calendário.

Estreias de Hoje

Brasil

O canal Fox estreia esta noite, às 22h ,”Terra Nova“, produção de Steven Spielberg criada por Kelly Marcel e Craig Silverstein, que tem 13 episódios encomendados para a primeira temporada. Filmada na Austrália, a série é estrelada por Jason O’Mara, Stephen Lang, Shelley Conn, Landon Liboiron, Naomi Scott, Allison Miller, Mido Hamada, Alana Mansour, Christine Adams e Rod Hallet, entre outros.

A história inicia no ano de 2149 D.C., quando a Terra está a caminho da destruição. Buscando uma forma de salvar a humanidade, um grupo de cientistas consegue abrir uma fissura no tempo e no espaço contínuo, criando um portal para o passado do planeta. Assim, uma colônia começa a ser formada no período pré-histórico, onde enfrenta diversos problemas para sobreviver.

A série estreou nos EUA no dia 29 de setembro com um episódio de duas horas de duração, o qual registrou a média de 9.22 milhões de telespectadores. Até o momento, “Terra Nova” teve dois episódios exibidos, sendo que o segundo conquistou cerca de 8.73 milhões. Mais informações sobre a série aqui.

No Brasil também estreiam hoje as novas temporadas das séries CSI, Grey’s Anatomy, Haven e a pré-estreia da 3ª temporada de Glee. Confiram o Calendário de Estreias.

Estados Unidos

A HBO americana estreia “Enlightened“, que no Brasil começa a ser exibida no dia 17 de outubro. A série estrelada por Laura Dern e sua mãe Diane Ladd. No elenco também estão Luke Wilson, Sarah Burns, Amy Hill e Charles Esten.

Criada por Mike White, a série tem 10 episódios em sua primeira temporada.

Na história, Laura interpreta interpreta Amy, uma jovem executiva que sofre uma crise nervosa.

Após passar por um período em tratamento, ela entra em contato com seu lado espiritual. A partir daí, Amy decide mudar seu comportamento e a forma como vê a vida, na tentativa de transformar o mundo em um lugar melhor para se viver.

Mas sua atitude acaba provocando várias reações opostas em seu ambiente de trabalho e até mesmo em casa.

A HBO americana também estreia hoje a terceira temporada de “Bored to Death“, confiram a chamada abaixo. Cliquem nas fotos para ampliar.

Cenas e Bastidores de Terra Nova – 1a. Temporada

A série estreia nos EUA no dia 26 de setembro. Criada por Kelly Marcel e Craig Silverstein (Bones), a produção foi originalmente oferecida a canais britânicos. Sem conseguir vender o projeto, Kelly Marcel ofereceu a série à CBS , que o rejeitou. Assim, “Terra Nova” foi parar na Fox, que encomendou a produção de 13 episódios sem passar pelo piloto para avaliação.

Inicialmente, foi agendada uma pré-estreia para o início de 2011. Mas a edição dos efeitos especiais não ficou pronta a tempo. Por isso, o canal decidiu fazer a estreia normal de “Terra Nova” na Fall Season americana. Produzida por Steven Spielberg, Peter Chernin e Brannon Braga, a série é da Dreamworks em parceria com a Kapital Entertainment e Chernin Entertainment.

Filmada na Austrália, a série é estrelada por Jason O’Mara, Stephen Lang, Shelley Conn, Landon Liboiron, Naomi Scott, Allison Miller, Mido Hamada, Alana Mansour, Christine Adams e Rod Hallet, entre outros.

“Terra Nova” inicia no ano de 2149 D.C., quando a Terra está a caminho da destruição. Buscando uma forma de salvar a humanidade, um grupo de cientistas consegue abrir uma fissura no tempo e no espaço contínuo, criando um portal para o passado do planeta. Um grupo de colonizadores viaja pelo tempo, chegando no período pré-histórico, onde encontra diversos problemas.

02/08/2011

às 14:19 \ Cartazes, Séries Anos 2010-2019

Cartaz de Terra Nova – 1a. Temporada

Confiram informações sobre a série aqui. Cliquem na imagem para ampliar.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados