Blogs e Colunistas

Os 3 Patetas

09/12/2011

às 19:56 \ Filmes, Trailers

Primeiro Trailer do Filme dos Três Patetas

O filme dos irmãos Farrelly tem previsão de estreia nos EUA para o dia 4 de abril. No elenco principal estão os atores Will Sasso ($#*! My Dad Says), Chris Diamantopoulos e Sean Hayes (Will & Grace) como Curly, Moe e Larry. Com roteiro de Mike Cerrone, a história tenta reproduzir o estilo de comédia perpetuada pelo trio em seus curta metragens produzidos nas décadas de 1930 e 1940 e exibidos na TV ao longo de décadas.

Na história, buscando uma forma de salvar o orfanato onde cresceram, Moe, Larry e Curly descobrem um plano de assassinato. Tentando evitá-lo eles acabam em um programa de reality show.

No elenco também estão Jane Lynch, Larry David, Sofía Vergara, Jennifer Hudson, Craig Bierko, Kirby Heyborne,  Stephen Collins e Carly Craig.

27/10/2011

às 10:31 \ Filmes

Primeira Foto: os Novos Patetas

Há alguns dias publiquei uma imagem parcial dos atores que darão vida à Moe, Curly e Larry no filme “Os Três Patetas“, agora é divulgada uma imagem completa. Na foto vemos, da esquerda para a direita, Will Sasso, Chris Diamantopoulos e Sean Hayes como Curly, Moe e Larry, que estrelam o filme dos irmãos Farrelly, previsto para ser lançado nos cinemas no dia 4 de abril de 2012.

O filme, com roteiro de Mike Cerrone, não irá apresentar a biografia dos atores, mas oferecer uma história que reproduz o estilo de comédia perpetuada pelo trio em seus curta metragens produzidos nas décadas de 1930 e 1940. Na história, buscando uma forma de salvar o orfanato onde cresceram, Moe, Larry e Curly descobrem um plano de assassinato. Tentando evitá-lo eles acabam em um programa de reality show.

No elenco também estão Jane Lynch, Larry David, Sofía Vergara, Jennifer Hudson, Craig Bierko, Kirby Heyborne,  Stephen Collins e Carly Craig.

“Os Três Patetas” não era uma série de TV, mas foi nesse veículo que os 194 curtas estrelados pelo trio sobreviveram, fazendo surgir uma legião de fãs ao longo dos anos, bem como duas séries animadas e um projeto de série em 1971.

22/10/2011

às 10:54 \ Filmes

Os Novos Três Patetas

Quem cresceu assistindo aos filmes de curta metragem do trio mais biruta da tela, que passavam na TV, tem bem marcada na memória a imagem de Moe, Larry e Curly. Pois pelo pouco que foi revelado da imagem dos atores caracterizados como os personagens, na foto acima, os fãs de “Os Três Patetas” não devem se decepcionar. Pelo menos em relação ao visual, o filme dos irmãos Farrelly parece ter acertado.

Sean Hayes (Will & Grace) interpretará Larry Fine, aquele com cabelos arrepiados e que tocava violino. Chris Diamantopoulos será Moe Howard, o rabugento que costumava maltratar os demais enfiando os dedos nos olhos dos amigos sempre que se irritava com a burrice deles. Já Will Sasso, de “$#*! My Dad Says”, parece ser a escolha perfeita para interpretar Curly Howard, o gordinho careca que conquistou a criançada.

Escrito por Mike Cerrone, o filme é uma adaptação do estilo de comédia perpetuada pelos Três Patetas na década de 1930, quando seus curtas começaram a ser produzidos. Na história, buscando uma forma de salvar o orfanato onde cresceram, Moe, Larry e Curly descobrem um plano de assassinato. Tentando evitá-lo eles acabam em um programa de reality show.

No elenco também está Jane Lynch (Glee), que interpretará a Madre Superiora do orfanato. Também veremos Larry David (Curb Your Enthusiasm) vestido de freira, interpretando a irmã Mary-Mengele, que administra o local.

Outros atores do elenco são: Sofía Vergara (Modern Family), Jennifer Hudson, Craig Bierko (Justiça Sem Limites), Kirby Heyborne,  Stephen Collins (No Ordinary Family) e Carly Craig, que interpretarão os pais adotivos do trio.

A produção levou 12 anos para acontecer. A pré-produção chegou a iniciar em 2003, mas foi suspensa em função da dificuldade de se escalar o elenco certo. Em 2009 o elenco do filme  era formado por  Jim Carrey, Sean Penn e Benicio Del Toro, como Curly, Larry e Moe. Mas a produção foi suspensa quando Penn deixou o elenco.

Posteriormente, os demais atores também se afastaram do projeto, levando os irmãos Peter e Bobby Farrelly à estaca zero. A persistência dos dois parece ter sido compensada. Mas vamos ter que esperar até abril de 2012, quando o filme estreia nos cinemas, para ter certeza!

“Os Três Patetas” não era uma série de TV, mas foi nesse veículo que os 194 curtas produzidos nas décadas de 1930 e 1940 sobreviveram, fazendo surgir uma legião de fãs ao longo dos anos, bem como duas séries animadas e um projeto de série que seria estrelado pelo trio em 1971.

05/04/2011

às 11:00 \ Filmes

Filme dos Três Patetas Já Tem Dois Atores Confirmados

Esta é uma produção que vem sendo planejada há cerca de 12 anos, quando os irmãos Peter e Bobby Farrelly iniciaram o desenvolvimento de roteiro. Em 2003 teve início a pré-produção da primeira tentativa de levar aos cinemas uma nova história estrelada por três patetas.

No entanto, a seleção de elenco tem sido o maior empecilho para os diretores. Em 2009, o elenco do filme era formado por Jim Carrey, Sean Penn e Benicio Del Toro, como Curly, Larry e Moe. Mas a produção foi suspensa quando Penn, na época passando por um divórcio, deixou o elenco. Posteriormente, os demais atores também se afastaram do projeto.

Atualmente o elenco do filme de “Os Três Patetas” tem confirmado os nomes de Sean Hayes, de “Will & Grace”, como Larry; e Will Sasso, de “$#*! My Dad Says“, como Curly (na sequência das fotos, da esquerda para a direita). Os diretores ainda não encontraram um ator que possa interpretar Moe Howard.

“Os Três Patetas” não era uma série de TV, mas foi nesse veículo que os 194 curtas produzidos nas décadas de 1930 e 1940 sobreviveram, fazendo surgir uma legião de fãs ao longo dos anos, bem como duas séries animadas e a tentativa de uma nova produção estrelada pelo trio. Mais informações sobre a trajetória do grupo aqui.

A história do filme não será biográfica. Trata-se de uma tentativa de recriar o estilo de humor do trio, apresentando os personagens em situações típicas daquelas desenvolvidas nos curtas. Com uma história única de 1h30, narrada em três segmentos de meia hora, as filmagens terão início em maio.

Adendo (06/04/2011): segundo o Variety, a atriz Sofia Vergara, de “Modern Family”, estaria negociando sua participação no filme.

31/05/2010

às 22:01 \ Versão Televisiva

Os Três Patetas no TCM

O trio mais biruta da tela nos divertirá hoje com a comédia …

A partir de julho, a frase favorita dos fãs de comédia pastelão voltará a ser ouvida com a estreia de Os Três Patetas/The Three Stooges no TCM. Esta divertida coleção de gargalhadas começou em 1922 quando os irmãos Moe e Shemp Howard juntaram-se a Larry Fine e Ted Healy e formaram um grupo de teatro vaudeville, o qual primeiramente batizaram de Ted Healy and His Three Southern Gentleman. O nome, mais tarde, mudou para Ted Healy and the Rocketeers e depois para Ted Healy and His Gang. Os esquetes do palco eram como os dos curtas que todos conhecemos e amamos, mas com a diferença que na época, Ted Healy, e não Moe, era o líder do grupo. Eles levaram seu humor pelo país até 1927, quando Larry se afastou para se casar, e Moe, para tomar conta de sua esposa e da filha recém-nascida. Eles só voltaram a se reunir em 1929, quando estrearam na Broadway com a comédia A Night in Venice. Em 1930, os críticos os consideravam hilários.

Larry, Moe, Shemp e Ted Healy

Naquele ano, Ted Healy foi convidado pela 20th Century Fox para fazer o filme Soup of Nuts, que chamou a atenção do estúdio para Moe, Larry e Shemp. Assim, o trio recebeu uma proposta contratual de sete anos. Quando Ted soube da oferta, convenceu Winnie Sheehan, executivo da Fox, a desistir da ideia, pois não queria que o grupo perdesse seus atores. Infelizmente para Ted, quando os três souberam da traição, decidiram abandonar a equipe e juntos formaram o Howard, Fine and Howard – The Three Lost Souls. Nesse período, uma das palhaçadas mais constantes dos curtas teve origem durante um jogo de cartas. Certo de que Larry estava roubando, Shemp levantou-se furioso e enfiou os dedos nos olhos do parceiro. No dia seguinte, durante o espetáculo, Moe repetiu o gesto (sem de fato acertar os olhos) e a plateia estourou de rir.

Outra palhaçada que não apenas tornou-se marca de Os Três Patetas mas também seria repetida em diversas comédias ao longo dos anos (até hoje) é a famosa briga de tortas. No caso do trio, ela começou com uma brincadeira de Moe, que certo dia, teve uma ideia ao ver uma torta no camarim onde algumas dançarinas estavam conversando com outros atores. Ele a pegou e jogou na cabeça de Larry sem que o amigo soubesse de onde o ataque viera. À procura do culpado, Larry logo percebeu risos vindos do camarim. Embora os atores não tivessem a menor relação com o ocorrido, acabaram levando na cara os restos da torta jogada em sua cabeça. Estava declarada a guerra de tortas.

Durante os dois anos que se seguiram ao rompimento do grupo original, Healy fez constantes ameaças ao trio. Foi somente após formar outra equipe que ele deu uma trégua a seus antigos amigos. Ele no entanto tornara-se alcoólatra e relapso no trabalho. Ao saber da situação, Moe decidiu ajudar, prometendo aceitá-lo no grupo se ele prometesse ficar sóbrio. Shemp não concordou, pois considerava Healy um alcoólatra perigoso e incurável. Como havia recebido uma proposta para um filme, Shemp abandonou o trio. Para preencher a lacuna, Moe recorreu a seu irmão caçula, Jerome, mais conhecido na família como Curly, por causa da vasta cabeleira cacheada.

Pouco depois de Curly juntar-se à equipe, Healy expressou insatisfação sobre sua aparência. Larry tinha uma cabeça que lembrava um porco espinho, e o cabelo de Moe parecia uma cuspideira. E o que Curly tinha a oferecer? Uma cabeleira e um bigodão. Não, ele não se encaixava. Para convencê-lo do contrário, Curly pediu 20 minutos. Quando voltou, tinha raspado o bigode. Mas a surpresa mesmo veio ao retirar o boné que cobria sua cabeça. Curly estava completamente careca. Assim mesmo, continuou sendo chamado de Curly quando partiu com a trupe em mais uma turnê de vaudeville.

Além dos espetáculos, eles continuaram fazendo filmes. Entre 1933 e 1934 foram nove comédias de curta metragem para a MGM: Hello Pop, Plame Nuts, Beer and Pretzels, The Big Idea, Turn Back de Clock, Meet the Baron, Dancing Lady, Fugitive Lovers e Hollywood Party. Apesar de atuar com os três, Healy também estava construindo uma bem-sucedida carreira solo. Tanto que, em maio de 1934, Moe observou que Healy não precisava mais do trio, por isso deveria seguir sozinho. Healy e seu agente concordaram de imediato e no mesmo dia o termo de rompimento estava assinado.

A notícia encheu Larry e Curly de preocupação, mas para Moe já estava claro que deveriam deixar de ser os patetas de Healy, para se tornaram Os Três Patetas. O trio teve sua chance horas depois do rompimento de uma forma condizente com o espírito dos patetas. Enquanto Moe deixava o estúdio da MGM, foi abordado pelo agente Walter Kane, que o levou à Columbia Pictures para assinar um contrato. Ao mesmo tempo, Larry também deixava o estúdio e foi abordado por outro agente, Joe Rivkin, que o levou à Universal para assinar outro contrato. O impasse foi resolvido a favor da Columbia, pois como cada contrato registrava o horário em que foram assinados, o que valia era o primeiro, com a Columbia.

O filme de estreia foi a comédia musical Odeio Mulheres/Woman Haters, no qual não figuraram como trio e sim separadamente. Em seguida, veio Trocando as Pernas/Punch Drunks e um almejado contrato de sete anos, com um salário considerado muito bom. Na época, o acordo pareceu excelente. Infelizmente, eles não perceberam que a Columbia ficara com o direito de usar suas vozes e imagens tanto nos meios de comunicação existentes quanto nos futuros. Por isso, quando seus curtas foram para a TV, eles não receberam nenhum pagamento pela apresentação.

Moe tentou recorrer, mas, anos depois, quando Ronald Reagan tornou-se presidente do Screen Actors Guild, ele estabeleceu que não seria pago nenhum valor aos atores de filmes sendo apresentados na televisão, produzidos antes de 1960, e isto encerrou a questão.

A Columbia também tinha uma tática para evitar que o trio pedisse aumento de salário, que era 7.500 dólares por filme. O estúdio sempre relatava uma crescente dificuldade na venda de seus filmes aos cinemas, alegando a falta de interesse do público nos patetas. Anos mais tarde, Moe descobriu exatamente o contrário. Os filmes de Os Três Patetas sempre tiveram muita procura por todo o país, mas toda vez que alguém solicitava um filme deles, era forçado a levar outro classe B.

Ao final dos sete anos, eles ainda descobriram que o contrato com a Columbia dava ao estúdio o direito a mais 14 anos. Eles só ficariam livres em 1958, após 24 anos sob contrato. Neste período, eles fizeram 194 curtas e participaram de cinco longas, sendo indicados a um Oscar pelo curta As Coisas Estão Pretas/Men in Black.

Este período também foi marcado por mudanças. Dia 14 de maio de 1946, Moe e Larry estavam filmando as últimas cenas de Três Idiotas de Elite/Half-Wit’s Holiday (refilmagem de Gentalha/Hoi Polloi), quando perceberam que Curly havia sofrido um derrame enquanto esperava ser chamado em cena. Por seis anos, ele permaneceu doente e teve outros derrames, até falecer em janeiro de 1952, aos 48 anos.

A princípio, Moe e Larry acharam que seria impossível substituir o talento de Curly. Mas então Moe lembrou-se do irmão Shemp e imediatamente apresentou a ideia à Columbia. Como o estúdio achava Shemp muito parecido com Moe, a mudança não foi aprovada. Moe insistiu, afirmando que sem Shemp a Columbia não teria mais nenhum pateta, e eles finalmente concordaram. Shemp reestreou no grupo com o curta Marmelada Indigesta/Fright Night (1947). Os Três Patetas estavam de volta à cena, mas cada palhaçada feita com Shemp, como os tapas ou os dedos nos olhos de Curly, traziam tristes recordações a Moe. Curly ainda apareceu no filme seguinte, Segurem o Leão/Hold That Lion (1947), como um passageiro dorminhoco em um trem. Este foi o único filme em que os três irmãos, Moe, Shemp e Curly, trabalharam juntos.

Shemp divertiria as plateias até 1955. Dia 23 de novembro daquele ano, ele saiu com amigos para uma luta de boxe, durante a qual se divertiu muito e arrancou gargalhadas de todos a sua volta, que assistiam tanto às lutas quanto a suas engraçadas reações aos golpes. Mais tarde, ao voltar para casa, ele contava piadas, quando de repente sua cabeça caiu sobre o peito, depois ele a encostou no ombro de seu amigo, fechou os olhos, sorriu e morreu. Seu último filme foi Mar e Azia/Commotion on the Ocean. Shemp tinha 50 anos.

A notícia foi um choque muito grande para Moe. Durante semanas ele sentiu-se sozinho e frustrado, e pensou em desistir dos patetas. Sua esposa, Helen, e Larry, no entanto, insistiram que continuasse, pois sabiam que se Moe parasse, ele também não viveria por muito tempo.

Novamente encorajado, Moe tentou obter Joe DeRita para o grupo, mas, como ele estava sob contrato com o produtor Harrold Minsky, Moe teve de continuar a busca. Logo ele lembrou-se de Joe Besser, que adorou o convite. Após Moe conseguir liberá-lo de um compromisso com a Columbia, Joe estreou como pateta em Apenas um Trote/Hoofs and Goofs (1957), divertindo o público com seu bordão “Isso dói!” até o final do longo contrato dos patetas com o estúdio.

Com a carreira no cinema aparentemente acabada, os patetas decidiram sair em turnê. Porém, Joe não poderia seguir com eles porque sua esposa estava doente. Felizmente, o contrato de Joe DeRita estava prestes a terminar e o comediante estava ansioso para juntar-se aos patetas. Assim, Moe, Larry e o novo pateta, batizado de Curly-Joe, saíram em viagem pelo país apresentando-se em clubes e feiras. Mas os tempos eram outros e o teatro de vaudeville estava morto.

Quando parecia que o tempo dos patetas também tinha acabado, Moe ficou sabendo que a Screen Gems, uma subsidiária da Columbia, estava reaproveitando os velhos curtas dos patetas em versões para TV. De repente, o trio tornou-se um fenômeno entre as novas gerações que ainda não os conheciam.

Os Três Patetas passaram a ser requisitados por todo o país, com inúmeras ofertas para fazer quadrinhos, discos, feiras, e aparecer em programas de TV, como o prestigiado The Ed Sullivan Show, programa de variedades de maior audiência na época. Após anos à espera de uma oportunidade para estrelar um longa metragem, a oferta finalmente veio da própria Columbia em 1959 com o filme O Foguete Errante/Have Rocket Will Travel.

Vendo o crescente sucesso do trio, a Columbia ofereceu um novo contrato para mais longas, mas agora eles já haviam criado sua própria empresa, a Normandy Productions, com Harry Romm, agente de Moe, através da qual passariam a produzir seus próprios filmes. A Columbia então montou um longa com velhos curtas e o lançou sob o título de Look and Laugh. Em resposta, o grupo abriu um processo e conseguiu não apenas retirar o filme de cartaz, mas também um financiamento para o filme Os Três Patetas Encontram Hércules/The Three Stooges Meet Hercules (1962). No total, foram nove filmes com Moe, Larry e Curly-Joe.


Com Adam West em
Os Reis do Faroeste/The Outlaws is Coming

Em 1971, Moe, Larry e Joe DeRita estavam planejando fazer um seriado para a TV, quando Larry sofreu um derrame, que o colocou em uma cadeira de rodas e o forçou a viver no Motion Pictures Country Home Hospital. Depois do ocorrido, Moe sabia que os patetas tinham chegado ao fim. Assim, Joe DeRita pediu permissão para formar um novo grupo, com o qual, infelizmente, não fez muito sucesso.

Após o falecimento de Larry em janeiro de 1975, aos 72 anos, Moe decidiu aposentar-se como pateta. Pouco depois, ele recebeu um convite para fazer uma palestra na faculdade Salem College, em West Virginia. A viagem que foi na verdade motivada pelo desejo de visitar seu filho o surpreendeu com a grande recepção do público, que ainda amava os patetas e desejava saber tudo sobre eles. Assim, mais palestras tiveram lugar em universidades pelo país, e em alguns programas de TV. Moe Howard só parou de divertir as plateias em maio de 1975, quando faleceu vítima de câncer, dias antes de completar 78 anos.

O trio mais biruta da tela (que de tão biruta teve seis e não três patetas) chegou a nós com dublagem da AIC, através da qual eles ficaram ainda mais hilários. Moe foi dublado por Borges de Barros; Larry, por Hélio Porto (e Flávio Galvão em alguns episódios); Curly, por Samuel Lobo; Shemp, por José de Freitas, seu irmão Antônio de Freitas e José Soares; e Joe Besser, por César Leitão.

José de Freitas

Antônio de Freitas

Chorem de rir com Os Três Patetas de segunda à sexta às 8h, sextas às 19h, sábados às 11h e 3h, e domingos às 11h, a partir de julho.

Texto Marta Machado com base
em matéria de Fernanda Furquim
publicada na revista TV Séries
Ano II, nº 15, setembro de 1998.

21/08/2009

às 21:44 \ Filmes, Versão Cinematográfica

Versões Para o Cinema

Em 16 de maio de 2006 publicamos uma lista de séries que estavam com versões cinematográficas sendo planejadas. Vamos rever esta lista para descobrir em que pé andam as produções.


Cameron Diaz e Jay Chou

O Besouro Verde (The Green Hornet) – Estreia prevista para 9 de julho de 2010. Jay Chou, ator e cantor de Taiuã será Kato ao lado de Seth Rogen como Britt Reid/Besouro Verde. A presença de Cameron Diaz já está confirmada para interpretar Leonore Case, secretária de Britt Reid. A adaptação da história e dos personagens deverão diferenciar em relação ao original. Ao contrário da série, Lenore terá maior participação nas aventuras, incluindo cenas de luta de kung fu. Também no elenco estará Edward James Olmos, conforme divulgado pelo próprio ator durante a convenção Wizard World, embora ainda não tenha sido divulgado para qual personagem; e Nicolas Cage, que negocia seu contrato para interpretar o vilão da trama.

Os Três Patetas (The Three Stooges) – Estreia em 2010. Com a saída de Jim Carey, recomeça a busca por Curly. Continuam prometidos Benicio Del Toro e Paul Giamatti, nos papéis de Moe e Larry, respectivamente.

Geoff Johns

The Flash – estreia prevista para 2011. Geoff Johns, escritor da DC Comics, está trabalhando no roteiro para o filme da Warner Bros. Johns também será o produtor.

Shazam! – sem data de estreia. O ator/escritor Bill Birch foi contratado pela Warner Bros. para escrever o roteiro em parceria com Geoff Johns. Peter Segal (Get Smart) continua no projeto como diretor.


Big Valley (The Big Valley) – sem data de estreia. A produção da Panther Entertainment mantém os nomes de Daniel Adams (direção/roteiro) e Kate Edelman Johnson. O elenco ainda não foi selecionado, mas a pré-produção deve começar em janeiro de 2010, e as gravações estão programadas para abril nos estados de Michigan e Novo México.

Woody Harrelson e The Game

Esquadrão A (The A Team) – estreia prevista para 11 de junho de 2010. Lian Neeson e Bradley Cooper estão confirmados como Hannibal Smith e Templeton Peck (Cara-de-pau). A produção começa em Vancouver. Ainda não foram escolhidos os atores para os papéis de B.A. Baracus e Murdoch, mas há rumores de que Woody Harrelson está sendo cogitado para interpretar Murdoch, e o cantor rap The Game, como B.A. The Game declarou à revista Hip-Hop Weekly ter feito teste para o personagem.


O Prisioneiro (The Prisoner) – sem data de estreia. O diretor Christopher Nolan deixou o projeto. O produtor Barry Mendel acredita que a produção só terá andamento após a reação do público à minissérie com Ian McKellen e Jim Caviezel, cuja estreia está prevista para novembro nos EUA. O roteiro já está sendo escrito por David e Janet Peoples e deve ser diferente do remake televisivo.

Aquaman – sem data de estreia. Em julho o jornal The Hollywood Reporter divulgou que a Appian Way Shingle, empresa de Leonardo DiCaprio, irá produzir o filme para a Warner Bros.

Carro Comando (T.J. Hooker) – sem data de estreia. A Newsifact divulgou em julho que Chris Pine talvez interprete o papel título, que era de William Shatner, e que Zachari Quinto poderia fazer o vilão da estória, Paul McGuire, que foi interpretado por Leonard Nimoy no episódio Vengeance is Mine. Mas por enquanto são apenas boatos. Também há rumores de que William Shatner poderia interpretar o pai de Hooker.

Zen Gesner na série “As Aventuras de Sinbad”

Esta não estava na listagem que tínhamos publicado, decobrimos agora a informação e estamos passando a vocês.

As Aventuras de Sinbad (The Adventures of Sinbad) – A Planet Origo divulgou dia 14 de agosto que a série de aventuras produzida entre 1996 e 1998, também pode ganhar versão para o cinema. De acordo com o diretor Adam Shankman, o roteiro já está sendo escrito por Marianne e Cormac Wibberley. Ele promete um filme de ação com muita computação gráfica. Não há nenhuma previsão para o início da produção.

Na série, protagonizada por Zen Gesner, o jovem Sinbad acorda de um naufrágio com um misterioso braçalete. Ele embarca em diversas jornadas e aventuras acompanhado de uma tripulação composta por seu irmão mais velho Dubar (George Buza), a aprendiz de feiticiera Maeve (Jacqueline Collen), o cientista Firouz (Tim Progosh), a enigmática Bryn (Mariah Sherley) e o guerreiro silencioso Rongar (Oris Erhuero). O grupo é constantemente assombrado pela bela feiticeira má, Rumina (Julianne Morris).

Maeve

Dubar

Rumina

17/06/2009

às 2:05 \ Filmes

Sean Penn Deixa o Elenco de Os Três Patetas

Sean Penn decidiu se afastar por uns tempos de Hollywood para dedicar mais tempo à família. Ao menos foi essa a justificativa que deu aos produtores de dois filmes aos quais estava comprometido: “Cartel” e “Os Três Patetas”.

Segundo o The Hollywood Reporter, o ator estaria disposto a se afastar por pelo menos um ano. Em abril deste ano, ele entrou com um pedido de divórcio de sua esposa, a também atriz Robin Wright Penn, com quem tem dois filhos. Em maio ele retirou o pedido. Esta é a segunda vez que o casal busca o divórcio. A primeira foi em 2007, quando chegaram a se separar, voltando a viver juntos em 2008.

O filme “Os Três Patetas” está a cargo dos irmãos Farrelly, Peter e Bobby, que desde 2003 vêm tentando produzir. Após várias tentativas de escalar um elenco, eles finalmente chegaram ao trio principal: Sean Penn como Larry, Jim Carrey como Curly e Benicio del Toro como Moe.

Com produção da MGM, roteiro e direção dos irmãos Farrelly, o filme está em suspenso, aguardando uma decisão oficial do estúdio que deverá escolher entre esperar pelo retorno de Sean Penn ou escalar um novo ator.

O filme já tinha entrado em pré-produção em março deste ano, com previsão de início de filmagens para agosto e lançamento em 2010. Com a suspenção temporária, o estúdio poderá perder Jim Carrey e/ou Benício del Toro, que já têm suas agendas pré-programadas.

Ao contrário do que possa parecer, o filme não será uma biografia do grupo, nem tão pouco um remake de histórias produzidas nos anos 30. Trata-se de uma adaptação do formato e estilo de comédia perpetuado pelos Patetas, com os mesmos personagens.

O grupo, liderado por Moe Howard, estrelou 194 filmes de curta-metragens nos anos 30, mais cinco longa-metragens entre 1959 e 1965. Com a chegada da televisão, os curtas passaram a ser exibidos regularmente conquistando uma nova geração. Em função das reprises, o grupo, com uma nova formação, retornou à produção, desta vez de duas séries animadas.

26/08/2008

às 17:52 \ Curiosidades, Lançamentos em DVD

DVD Os Três Patetas Cenas Raras Já Está nas Lojas


Mais um DVD da lista que postei aqui está chegando às lojas da 2001 Video, com exclusividade. Trata-se de “Os Três Patetas: Cenas Raras”. O DVD traz imagens selecionadas de vários momentos do “trio mais biruta da tela” em cenas inéditas, ao menos no Brasil. São participações de Moe, Larry e Curly Joe em programas de auditórios e humorísticos da televisão americana ao longo dos anos 60. Intercalados com trechos de documentários sobre a história do grupo além de trechos de entrevistas com alguns dos membros, como Larry Fine, Joe Besser, ou mesmo Moe Howard, que teve pedaços de uma entrevista concedida à uma rádio resgatada para este DVD.

Embora as histórias dos “Três Patetas” não tenham sido produzidas para a televisão, ela perpetuou o grupo para a posteridade. Tendo estrelado curtas metragens exibidos no cinema ao longo de 24 anos essas produções chegaram à TV em 1958 e vem conquistando uma nova geração de fãs desde então. Foi na TV que eles se tornaram internacionalmente conhecidos, se transformaram em ídolos e de fato ganharam dinheiro com seu trabalho, visto que seu contrato com a Columbia não permitia aos três terem muito lucro com os filmes. Isto até eles serem exibidos na TV, proporcionando ao grupo convites para participações em especiais, programas humorísticos e shows em várias cidades do pais. Além da venda de produtos agregados.

E são exatamente algumas dessas participações do grupo em programas de televisão, além de outras cenas raríssimas, que chegam neste DVD “Os Três Patetas – Cenas Raras”. Começando com um breve documentário sobre a história do grupo, o “filme” principal traz imagens de matérias de entretenimentos produzidas para um jornal de cinema. Aquelas matérias jornalisticas que eram exibidas antes do filme principal. Só quem tem mais de 30 deve saber do que estou falando…antigamente eram exibidos matérias jornalisticas e curtas metragens antes do filme principal no cinema. Os próprios curtas dos “3 Patetas” eram exibidos antes do filme principal. Eles não eram o filme até que começaram a produzir longa-metragens em função do sucesso que estavam fazendo com a exibição desses curtas na TV. Por curiosidade, eles até tentaram estrelar uma série de TV, mas não deu certo.

Bom, voltando ao DVD, ele traz duas dessas matérias de entretenimento, com a apresentação de “Hollywood on Parede”, que faz uma pauta sobre cavalos e celebridades. Mostram cenas de celebridades no jóckey club e em um rancho. Aqui temos, rapidamente, as presenças de Bing Crosby, Barbara Stanwick, Robert Taylor, Robert Young, Charles Starrett, Carole Lombard, Clark Kent, Bruce Cabbott, Andy Devine, e muitos outros, além, é claro do trio Moe, Larry e Curly Joe. A outra matéria jornalística de cinema é mais curta e mostra cenas de um jogo de Beiseboll entre celebridades, com rápidas imagens de Frank Sinatra, Jane Russell, Mickey Rooney e o trio.

Alguns dos momentos extremamente raros que o DVD traz é a primeira participação de Curly junto ao grupo que ainda conta com a presença de Ted Healey, o comediante que uniu o grupo para apresentarem-se em shows de vaudeville. Depois da saída de Shemp que seguiu carreira solo, Healey e seus Patetas contaram com a presença de Curly que acabou se tornando o mais famoso e querido pelo público. Shemp retornaria para substituir Curly após a sua morte. Curly Joe (interpretado por Joe Besser e depois por Joe DeRita), substituiram Shemp depois que ele também morreu.

No DVD temos então cenas desta primeira participação de Curly, juntamente com Ted Healey, e ainda uma entrevista com Larry Fine, já vivendo na Casa dos Artistas, após sofrer um derrame, que provocou o fim das atividades do grupo. Na entrevista ele comenta algumas curiosidades de bastidores. Também tem algumas cenas de curtas metragens com Shemp Howard em trabalho solo. Outro momento raro é o programa “On the Go”, que faz uma matéria sobre o trio, composto por Larry, Moe e Joe DeRita, e suas famílias. Reparem o enquadramento de câmera que era fixa, não tinha mobilidade para cima e para baixo, apenas para os lados. Para piorar, estão todos de pé e a altura do apresentador não bate com a altura dos três, então, quando mostram um close de um dos três, o rosto está cortado!

Repleto de fotos e cenas caseiras, com imagens de seus trabalhos, o DVD é composto basicamente das participações do grupo em comerciais para a TV e programas humorísticos.Lançado nos EUA com o título de “The Three Stooges – Extreme Rarities”, ele traz ainda um dos curtas do trio, estrelado por Shemp, “Knife of the Party”. O trailer do filme “Os Quatro Heróis do Texas”, apresentado por Ursula Andress, um trecho do Talk Show “Strictly for Laffs”, com Moe Howard, e cenas do trio apresentando-se no teatro de variedades.

Tal qual o DVD da Lucille Ball, comentado em um post anterior, este também está saindo por R$12,90.

30/06/2008

às 15:46 \ Lançamentos em DVD

Jóias Raras

De vez em quando uma distribuidora independente aparece com lançamentos em DVD que surpreendem o público mais antigo, como foi o caso do telefilme “A Ilha dos Monstros Malucos” e mais recentemente, “Batfino”. É uma forma de compensar o descaso das grandes distribuidoras de DVD em relação à séries produzidas antes dos anos 80.

Para alegria dos fãs, a Editora NBO está disponibilizando o DVD “Lucille Ball – Grandes Momentos/Lucy´s Really Lost Moments”. Não se trata de episódios de “I Love Lucy”, que pertence à Paramount, mas, de momentos raros da atriz e comediante em participações em programas de variedades da TV americana nos anos 50 e 60.

Segundo a divulgação do produto, o DVD traz a participação do elenco de “I Love Lucy” no programa “The Bob Hope Show”, a participação de Lucy no game show “I Got a Secret”, comandado por Johnny Carson antes dele assumir o “Tonight Show”, além dos raríssimos: Lucy e Desi em especial da Westinhouse, uma das patrocinadoras da série, e o episódio piloto de “I Love Lucy”, que permaneceu inédito durante anos na TV americana. Este piloto foi, na verdade, produzido para ser apresentado às agências de publicidade para conquistar anunciantes. Ao fechar o contrato, um novo piloto foi produzido.

Outro DVD da Editora NBO é “Os Três Patetas – Cenas Raras/The Three Stooges – Extreme Rarities” que também traz a participação do trio mais biruta da tela em programas de variedades dos anos 50. Além de imagens de bastidores de seus filmes de curta metragens e entrevistas raras.

Os dois títulos estão com imagens remasterizadas e colorizadas. Áudio em inglês com legendas em português.

Já o DVD “Os Batutinhas – O melhor da Nossa Turma/The Little Rascals the best of Our Gang” traz Spanky, Alfafa, Pete e toda a turma em cinco histórias colorizadas e restauradas: “Minha Pipa tá no Ar”, “Um Batutinha e uma Lâmpada”, “O Garot de Bornéu”, “Olá, Vizinho!” e “Se Esconda e Berre!”. O melhor ainda está nos Extras: em versão preto e branco temos uma história na qual a turma encontra-se com o Gordo e o Magro. E ainda, uma lição de canto com Alfafa e Uma Noite no Nightclub. O DVD vem com opção de áudio em inglês e português (redublagem), com opção de legendas em português e espanhol. Para completar, o preço é bem camarada, R$12,90.

E, por fim, para quem quiser pesquisar nos balaios de lojas, poderão ter a sorte de encontrar DVDs do desenho animado de “Os Três Patetas”, com sua dublagem original. Sob o título de “Os 3 Patetas Collection”, pelo que sei existem os volumes I e II, a DVD Continetal lançou vários episódios do desenho produzido nos anos 60 o qual traz a introdução para cada episódio de Larry, Moe e Curly Joe vivendo situações engraçadas.

TCM Traz Seis Novas Séries Antigas

O canal TCM, o único no Brasil que está apostando nesse filão de mercado, está trazendo seis “novas” séries antigas: Túnel do Tempo, Besouro Verde, A Ilha dos Birutas, F.B.I., Centro Médico e Além da Imaginação. As duas primeiras com a dublagem original e as demais redubladas (a despeito do canal USA já ter exibido Além da Imaginação com sua dublagem original). As séries de 50 minutos terão dois intervalos comerciais; as de meia-hora não terão intervalos. As estréias serão nos dias 1 e 2 de setembro.

No Brasil, o TCM Classic Hollywood é transmitido desde seu primeiro dia pela operadora via satélite Tecsat. Atualmente, outras operadoras também carregam seu sinal, como TVA Digital (São Paulo), Astralsat (via satélite), além de algumas outras de menor porte como a Viacabo. Porém, com quase dois anos no ar, ainda não conseguiu ser distribuído pelas maiores operadoras do Brasil, ou seja Sky, Directv (ambas em processo de fusão) e a Net. O canal, pertencente à Turner Television, está exibindo séries da MGM, Paramount, Universal, Columbia e Fox.

Outras séries exibidas pelo canal são: Chip´s, Kojak, I Love Lucy, Os Intocáveis, Jeannie é um Gênio, Os Três Patetas e A Feiticeira.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados