Blogs e Colunistas

O Homem de Virgínia

Por onde anda James Drury, ‘O Homem de Virgínia’?

James Drury em 1965

Quem foi criança nas décadas de 1960 e 1970 deve ter visto pelo menos um episódio de O Homem de Virgínia. Este era um dos faroestes que rivalizava em popularidade com produções como Bonanza, A Caravana ou Gunsmoke.

Estreando em 1962, a série se tornou uma das primeiras a oferecer episódios com 90 minutos de duração, recurso utilizado por outras produções ao longo da década. Ao longo de nove temporadas e 249 episódios, o público acompanhou as aventuras do virginiano (James Drury), o personagem nunca disse seu um nome, e de Trampas (Doug McClure), dois vaqueiros que trabalhavam no rancho Shiloh.

Adaptada da obra de Owen Wister, a série era situada no ano de 1886 em um rancho do Wyoming, de propriedade do juiz Garth (Lee J. Cobb) e de sua filha Betsy (Roberta Shore). Muitos episódios introduziam personagens convidados que comandavam a história, levando os atores fixos a figurarem como coadjuvantes da trama. A série serviu de palco para o piloto de Laredo, que teve seus personagens introduzidos em O Homem de Virgínia, em um episódio estrelado por McClure.

Ao longo de sua produção, a série sofreu diversas mudanças de elenco, levando o rancho a mudar de dono algumas vezes. Os vaqueiros que trabalhavam no local também eram trocados, bem como alguns dos personagens que representavam moradores da cidade mais próxima. Drury e McClure foram os únicos que permaneceram até o final, em 1971.

'O Homem de Virgínia'

Em sua última temporada, O Homem de Virgínia mudou de nome, passando a ser chamada de The Man From Shiloh. Adotando uma estética mais próxima à do faroeste italiano, a série contou com a rotatividade do elenco central, agora formado por Drury, McClure, Lee Majors e Stewart Granger, que se revezavam a cada semana.

A série surgiu no programa Decision, que exibida pilotos de projetos que estavam em desenvolvimento pelo canal NBC. Também estrelado por Drury, o piloto recebeu o título de The Virginian, apresentando uma história com meia-hora de duração. A proposta não foi bem recebida pelo público e o projeto foi descartado em 1958.

No início da década de 1960, a NBC resgatou o projeto, transformando-o em uma série com episódios de longa duração, os quais eram filmados ao longo de oito dias, sendo que era comum o elenco filmar cenas de dois ou mais episódios por dia (com equipes técnicas diferentes) para cumprir o cronograma.

A obra de Wister já tinha sido adaptada para o cinema, com filmes estrelados por Dustin Farnum (1914), Kenneth Harlan (1923), Gary Cooper (1929) e Joel McCrea (1946). A última adaptação da obra de Wister é datada de 2000, com um telefilme estrelado por Bill Pullman. Drury voltou a interpretar o personagem em um episódio de Duro na Queda, na década de 1980, no qual foram reunidos alguns dos atores que estrelaram séries de faroeste de sucesso.

Drury em foto mais recente

Com o fim da série, Drury voltou para o circuito de participações especiais. Ele também foi para o teatro, onde integrou o elenco de diversas montagens, incluindo algumas peças de William Shakespeare. Em 1974, Drury tentou estrelar uma nova produção, com Firehouse, série que retratou a rotina de uma equipe de bombeiros. Drury interpretou o Capitão da equipe.

O ator se afastou definitivamente da carreira artística no final da década de 1990, retornando em duas participações. Uma em 2000, com o telefilme de O Homem de Virgínia, e outra em 2005, com o filme, também de faroeste, Hell To Pay.

Ele foi casado três vezes. A primeira com Cristall Othoneos (1957-1964), com quem teve dois filhos, entre eles, o músico Timothy Drury. Seu segundo casamento foi com Phyllis Mitchell (1968-1979). Em 1979 ele se casou com Carl Ann Head, com quem ainda vive.

Na década de 1970, Drury começou a investir no ramo de petróleo e gás natural tornando-se, ao longo dos anos, um empresário do ramo. Atualmente com 79 anos, Drury vive em Houston, Texas. O ator mantém contato com os fãs fazendo participações em convenções que reúnem os atores de O Homem de Virgínia, bem como eventos relacionados às produções televisivas e de faroeste.

Quem tiver interesse em entrar em contato com o ator, Drury mantém uma página no Facebook e um site sobre a série.

Cliquem nas duas primeiras fotos para ampliar.

Nos vídeos, cenas da série e painel com a presença de alguns dos atores de O Homem de Virgínia, realizado no Gene Autry Museum em 2012, quando foram comemorados 50 anos de sua produção.

23/05/2010

às 14:45 \ Convenções

O Homem de Virgínia: Reunião de Elenco

Dias 30 de abril e 1º de maio, James Drury, Randy Boone, Roberta Shore e Gary Clarke, membros da série O Homem de Virgínia/The Virginian, reuniram-se para o Hopalong Cassidy Festival em Cambridge, Ohio. Vejam, abaixo, fotos do evento.

(cliquem para ampliar todas as imagens)
Gary Clarke, James Drury, Roberta Shore e Randy Boone



Gary Clarke

Cary Clarke com a esposa, Jerrene, e Roberta Shore

Roberta Shore e Randy Boone

Randy Boone e a esposa, Lana

Em Março, James Drury recebeu o Cowboy Spirit Award durante o Festival of the West, em Scottsdale, Arizona.

James Druy com Robert Fuller


James Drury com a esposa, Carl Ann

James Drury também vai participar dos seguinte eventos este ano:

Roy Rogers Festival, de 2 a 5 de junho, em Portsmouth, Ohio;
Mid Atlantic Arms Collectors Gun Show, de 12 a 13 de junho, em Harrisburg, Pensilvânia;
Wild West Fair, dia 25 de agosto, em Reno, Nevada;
Western Legends Roundup, de 26 a 28 de agosto, em Kanab, Utah (também participam Lee Meriwether, Clint Walker e Peter Brown, entre outros);
Step Back in Time Virginia City (Camel Races), de 10 a 12 de setembro, em Virginia City, Nevada;
Wild West Cowboy Roundup, dia 18 de setembro, em Garland, Texas; e
Wild West Vintage Toy Show, dia 9 de outubro, em Azle, Texas.

Texto: Marta Machado (a convite de Fernanda Furquim)

06/06/2009

às 16:52 \ Livros, Séries Anos 1960-1969

Livro Sobre O Homem de Virgínia


Nesse verão americano a Editora McFarland irá lançar uma nova versão do livro A History of Television’s The Virginian 1962-1971, escrito por Paul Green, cuja primeira publicação foi em agosto de 2006 em formato capa dura.

O livro conta a história dessa famosa série de bang-bang que durou 9 temporadas, analizando os personagens principais e apresentando entrevistas com elenco e equipe técnica. Os depoimentos mostram como a série foi se modificando com o passar dos anos. Ele inclui ainda um guia de episódios com ficha técnica e sinópse de cada um dos 249 episódios, bem como uma lista detalhada do elenco. A nova edição, ao contrário da anterior, terá uma capa colorida. O livro já está disponível para encomenda através da loja online Amazon.


O personagem principal da série, conhecido apenas como Virginiano, era intepretado por James Duruy, que dia 18 de abril completou 75 anos e nesse fim de semana está participando da convenção Memphys Festival (vejam nossa postagem sobre o evento). Os fãs podem se manter informados sobre o ator através de seu myspace, onde no momento há uma petição em andamento para o lançamento oficial da série completa em DVD nos Estados Unidos.

Nos vídeos abaixo, vocês podem relembrar a série vendo a abertura da primeira temporada, com a bela música de Percy Faith. O segundo apresenta uma entrevista com James Drury feita em julho de 2008, na Irlanda.



Texto: Marta Machado (a convite de Fernanda Furquim)

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados