Blogs e Colunistas

O Cavaleiro Solitário

Cartazes da versão cinematográfica de ‘Lone Ranger’

Informações sobre a produção aqui. Cliquem nas fotos para ampliar. Postagem atualizada para incluir novos cartazes.

Disney Aprova a Produção de Lone Ranger

Os fãs de “O Cavaleiro Solitário” respiram aliviados. Segundo o Hollywood Reporter, o estúdio Disney aprovou a produção do filme, que agora tem data prevista de estreia nos cinemas americanos para o dia 31 de maio de 2013. A decisão foi tomada depois que os produtores ofereceram um novo orçamento, atendendo as expectativas do estúdio.

A produção tinha sido cancelada em agosto, depois que o estúdio rejeitou o orçamento previsto. A Disney suspendeu a construção dos cenários no Novo México e impôs uma redução de custos para resgatar o projeto.

Com produção de Jerry Bruckheimer (CSI), direção de Gore Verbinski e estrelado por Arnie Hammer (Reaper) e Johnny Depp (Anjos da Lei), o filme teve um orçamento inicial entre 250 e 275 milhões de dólares. Segundo a imprensa americana, o valor do novo orçamento é de 215 milhões.

Para chegar a esse valor, o roteiro de Justin Haythe, Ted Elliott e Terry Rossio foi reformulado para eliminar cenas que envolviam sequências de efeitos especiais e elementos sobrenaturais. Além disso, Verbinski, Bruckheimer, Depp e Hammer teriam aceito reduzir cerca de 20% de seus respectivos salários. O valor deverá ser compensado com o resultado da bilheteria. No caso da produção ultrapassar o valor previsto, o excedente terá que ser pago por Bruckheimer, e não pela Disney.

A produção do filme foi anunciada em 2002, pela Columbia Pictures, como um projeto de Douglas Wick e Lucy Fisher, que transformaria Tonto em uma personagem feminina. Duas versões do roteiro foram apresentadas, mas nenhuma foi aprovada. Em 2007 a Entertainment Rights adquiriu os direitos de produção de um filme com base no personagem, chamando o produtor Jerry Bruckheimer para desenvolver o projeto. Os dois se associaram aos estúdios Disney em 2008. Ted Elliott e Terry Rossio foram contratados para escreverem o roteiro, o qual foi reescrito por Justin Haythe.

Criado por George W. Trendle e Fran Striker, “O Cavaleiro Solitário” narra a história de um patrulheiro do Texas chamado Reid (no início não existia um primeiro nome). Durante uma perseguição a uma quadrilha, ele e os demais patrulheiros são massacrados pela gangue. À beira da morte, Reid é encontrado por seu amigo de infância, um índio chamado Tonto, que o ajuda a se recuperar. Ele então decide vingar a morte de seus amigos.

Tendo surgido no rádio em 1933, o personagem ganhou algumas versões para a TV: uma série estrelada por Clayton Moore e produzida para a rede ABC entre 1949 e 1957, com um total de 221 episódios; dois desenhos animados, um da Halas and Batchelor Cartoon Films, em 1966, e outro da Filmation, em 1980. O personagem também teve dois pilotos para uma nova série, que não chegaram a ser produzidas, um em 1961 com Tex Hill, e outro em 2003, com Chad Michael Murray. O personagem já teve dois seriados produzidos para a telona na década de 1930, sendo que alguns episódios da série de TV também foram compilados e distribuídos nos cinemas.

Disney Cancela Produção de Lone Ranger

Jay Silverheels e Clayton Moore na série de TV

O filme que traria “O Cavaleiro Solitário” de volta para o cinema foi cancelado pela Disney. Segundo o que vem sendo divulgado pela imprensa americana, o estúdio considerou o filme muito caro para ser produzido.

Estima-se que a produção teria um custo médio de 250 milhões de dólares, valor que a Disney não estaria disposta a investir. Alguns ainda consideram a baixa receptividade de “Cowboys and Aliens” como razão pela qual o estúdio estaria temeroso em investir tanto dinheiro em um filme de faroeste.

Dizem que o filme do Cavaleiro Solitário ainda tem chances de ser produzido, caso o roteiro seja reformulado e reapresentado ao estúdio para uma nova tentativa. Se ainda assim a Disney não concordar, o projeto poderá ser oferecido a outros estúdios.

Previsto para estrear nos cinemas em dezembro de 2012, o filme seria estrelado por  Armie Hammer, como o Cavaleiro Solitário, e Johnny Depp, como seu companheiro, o índio Tonto, com roteiro de Justin Haythe. No elenco também estava Ruth Wilson (Luther). Os atores Dwight Yoakam, Helena Bonham Carter e Barry Pepper ainda negociavam suas participações.

A produção do filme foi originalmente anunciada em 2002, pela Columbia Pictures, como um projeto de Douglas Wick e Lucy Fisher, que transformaria Tonto em uma personagem feminina. Duas versões do roteiro foram apresentadas, mas nenhuma foi aprovada. Em 2007 a Entertainment Rights adquiriu os direitos de produção de um filme com base no personagem, chamando o produtor Jerry Bruckheimer para desenvolver o projeto. Os dois se associaram aos estúdios Disney em 2008Ted Elliott e Terry Rossio foram contratados para escreverem o roteiro, o qual foi reescrito por Justin Haythe.

Johnny Depp

Logo em seguida o elenco começou a ser formado, com a contratação de Johnny Depp, mas o início da produção foi adiado para que a Disney pudesse produzir “Os Piratas do Caribe 4″, com o ator. Em 2011, foi anunciado que a produção de “O Cavaleiro Solitário” teria início depois que Depp concluísse a versão cinematográfica de “Dark Shadows“.

“O Cavaleiro Solitário” iniciou carreira em 1933, com uma série radiofônica, que teve cerca de 2.956 episódios produzidos até 1954. Seu sucesso o levou ao cinema onde estreou em 1938. Produzido pela Republic Pictures, o seriado de cinema teve cerca de 15 capítulos, com duração de 16 minutos em média. No ano seguinte, um novo seriado foi produzido, com mais 15 capítulos.

Em 1949, “O Cavaleiro Solitário” chegou na TV com uma série produzida para a rede ABC. Estrelada por Clayton Moore e Jay Silverheels, a série teve um total de 221 episódios, sendo cancelada em 1957. A produção passou por uma troca de atores quando Moore entrou em disputa salarial ou criativa com os produtores. Assim, em 54 episódios, o Cavaleiro Solitário foi interpretado por John Hart.

Armie Hammer

Criado por George W. Trendle e Fran Striker, “O Cavaleiro Solitário” narra a história de um patrulheiro do Texas chamado Reid (no início não existia um primeiro nome). Durante uma perseguição a uma quadrilha, ele e os demais patrulheiros são massacrados pela gangue. À beira da morte, Reid é encontrado por seu amigo de infância, um índio chamado Tonto, que o ajuda a se recuperar. Ele então decide vingar a morte de seus amigos.

Reid é considerado morto e em seu lugar nasce o Cavaleiro Solitário. Um homem mascarado que em um cavalo branco chamado Silver leva a justiça ao velho oeste utilizando uma máscara preta, um revólver que dispara balas de prata e o nome que, em português, ficou conhecido como Zorro,o Cavaleiro Solitário.

O personagem ainda teria outras incursões na TV, como dois desenhos animados, um da Halas and Batchelor Cartoon Films, em 1966, e outro da Filmation, em 1980. Também teve dois pilotos de uma nova série que não chegaram a ser produzidas, um em 1961 com Tex Hill, e outro em 2003, com Chad Michael Murray.

23/09/2009

às 12:57 \ Falecimentos

John Hart (1917-2009)


Conhecido como o ator que substituiu Clayton Moore na série “The Lone Ranger”, John Hart morreu aos 91 anos no último domingo, dia 20 de setembro. Segundo sua esposa, Beryl Hart, o ator sofreu de demência nos últimos anos de vida.

Nos anos 50 Hart assumiu a difícil tarefa em substituir Moore na popular série infantil “The Lone Ranger”. Em disputa contratual o ator que fazia a alegria de seu público deixou o elenco da série. Quando Hart tomou seu lugar o público não gostou. Mas, ao longo dos anos, após o cancelamento da série, Hart passou a fazer parte das lembranças daqueles que assistiam “The Lone Ranger” e a ser lembrado como o outro Zorro (como o personagem ficou conhecido no Brasil)

Nascido em 13 de dezembro de 1917, em Los Angeles, Califórnia, Hart iniciou sua carreira no cinema em 1937 fazendo pontas e figurações. Afastou-se em 1941 quando foi convocado. Após a Guerra, Hart conseguiu o papel principal no filme “Jack Armostrong: The All-American Boy”, da Columbia em 1947, que teve como base um programa de rádio. Mas o filme não conseguiu alavancar sua carreira.

Outros papéis menores se seguiram, na maioria faroeste. Entre eles, participação como ator convidado em “The Lone Ranger”. Quando Clayton Moore (já falecido) foi demitido do elenco da série durante uma disputa contratual, John Hart foi escolhido para substituí-lo por ter uma estrutura física parecida com a de Moore. Gravando um episódio a cada dois dias, Hart tornou-se o novo Zorro. Enfrentando a fúria dos fãs de Moore e deixando de lado o burburinho, ele atuou em 52 episódios. Mas o público exigia a volta do verdadeiro Zorro, forçando o estúdio a fazer um acordo com Clayton Moore e trazê-lo de volta ao elenco. John Hart seguiu com sua carreira.

Na TV teve participações em séries como “I Love Lucy”, “Tales of Texas Ranger”, “Sargento Yukon”, “Patrulha Rodoviária/Highway Patrol”, “Fúria”, “As Aventuras de Rintintin”, “Cimarron”, “Bat Masterson”, “Beaver/Leave It To Beaver”, “Ben Casey”, “Perry Mason”, “Costa Brava/Barbary Coast”, “Chip´s”, “O Super-Herói Americano”, e “Dallas”.

“O Último dos Moicanos

Em 1957 o ator estrelou a série “O Último dos Moicanos/Hawkeye and the Last of the Mohicans”, produção americana filmada no Canadá que teve como base o livro de James Fenimore Cooper. Situada em Nova York nos anos de 1750, a série teve apenas uma temporada com 39 episódios. Mais tarde, ele teria um papel semi-regular na série “Couro Crú/Rawhide”, na qual interpretou o personagem Narbo.

No cinema o ator estrelou em 1955 o filme “The Adventures of Captain Africa”, o qual foi originalmente produzido para ser a versão do personagem Fantasma dos quadrinhos. Mas a Columbia não conseguiu os direitos do uso do personagem, e por isso o filme foi refeito no formato seriado de cinema e o personagem foi transformado no Captião África.

Muitos outros filmes se seguiram, mas na grande maioria Hart fazia apenas pontas, não tendo seu nome creditado. Entre eles estão “Pavilhão 7/Capitão Newman”, “36 Horas”, “Marnie, Confissões de uma Ladra”, “A Mesa do Diabo/The Cincinatti Kid”, e “Onde Estava Quando as Luzes se Apagaram?”, com Doris Day, entre outros.

John Hart e Clayton Moore em 1997

Ironicamente seus últimos trabalhos tanto no cinema quanto na TV foram relacionados ao seu trabalho na série “The Lone Ranger”. No cinema esteve no filme “The Legend of the Lone Ranger”, em 1981, no qual fez uma ponta como o editor de um jornal. Na TV esteve em um episódio de “Happy Days”, no qual apareceu como o Lone Ranger quando Fonzie (Henry Winkler) conhece o herói de sua infância.

Enquanto filmava “O Último dos Moicanos” no Canadá, Hart conheceu a atriz Beryl Braithwaite que teve participação na série. Dez dias depois eles se casaram e viveram juntos por 57 anos. O casal teve apenas uma filha, Robyn Proiette.

Além de ator, Hart também era produtor de filmes educacionais, de vendas e de turismo. Também trabalhou na pós-produção da série “Quincy – Corpo de Delito”.

O corpo do ator será cremado em cerimônia reservada à família e amigos.

30/06/2009

às 23:20 \ Curiosidades, Séries Anos 1950-1959

TV dos Anos 50 Ganha Selos


A partir de agosto, muitos fãs de televisão vão optar pelo correio tradicional em vez do e-mail, pois o serviço postal americano lançará uma coleção de 20 selos comemorativos com ícones da TV. Dia 11 daquele mês às 11h30, o público poderá participar da cerimônia de lançamento, que terá lugar no Leonard H. Goldenson Theatre, em Nothr Hollywood, Califórnia.



A coleção batizada de Early TV Memories vai homenagear, entre outros, Rod Serling (The Twilight Zone/Além da Imaginação); Clayton Moore e seu cavalo Silver (Zorro, o Cavaleiro Solitário/The Lone Ranger); Milton Berle; Lucille Ball e Vivian Vance (I Love Lucy); William Boyd e seu cavalo Topper (Hopalong Cassidy); Ed Sullivan; Raymond Burr (Perry Mason); Alfred Hitchcock; e Jackie Gleason e Art Carney (The Honeymooners).




Texto: Marta Machado (a convite de Fernanda Furquim)

25/09/2008

às 13:40 \ Atores

Atualização de Elenco

Johnny Depp e Lucy Lawless

C.S.I.: Miami - Lucy Lawless, famosa por interpretar “Xena a Princesa Guerreira”, e uma das cilônias em “Battlestar Galactica”, terá participação em um episódio de “C.S.I.: Miami” que irá ao ar pela CBS em outubro. A atriz também fará participação em “The L Word“.

C.S.I. – Em entrevista à EW, Jorja Fox, a Sara, divulgou que terá participações semi-regulares na série ao longo da nona temporada. A idéia é definir a relação de Sara e Grissom (William Petersen – que deixa o elenco da série).

Bones - A série traz de volta o ator Brendan Fehr como o irmão de Booth. A informação foi passada ao público pelo próprio ator em seu site. Os produtores ainda não a tornou oficial.

Pushing Daisies - Mary Kay Place, de “Big Love”, fará participação interpretando a personagem Annabelle Vanderstoop, mas não há maiores detalhes. Jennifer Elise Cox, de “10 Items or Less”, também fará participação na série.

NCIS – O veterano ator Ralph Waite será o pai de Gibbs (Mark Harmon) no terceiro episódio da nova temporada da série que irá ao ar no dia 14 de outubro. Na história, Gibbs rentorna à sua cidade natal onde reencontra o pai. Waite foi o patriarca de “Os Waltons” e tem feito algumas participações em produções atuais. Foi visto recentemente em “Cold Case” e também esteve no elenco de “Carnivàle”.

How I Met Your Mother - Outro veterano ator faz participações em séries. Agora é a vez de Eric Braeden, que irá interpretar o pai de Robin na série, com quem mantém uma relação problemática. Braeden esteve no elenco da série dos anos 60 “Ratos do Deserto”. Também fez incontáveis participações ao longo de quatro décadas. O ator também têm estado no elenco de novelas diurnas.

The Lone Ranger – Durante evento realizado pelos estúdios Disney nos EUA, Johnny Depp foi introduzido à imprensa como o ator que irá dar vida ao personagem Tonto, o índio parceiro do Cavaleiro Solitário. O personagem que surgiu no rádio, passou pela TV e pelos quadrinhos, ganha uma versão cinematográfica em 2009. Depp ainda irá reprisar seu personagem em um novo filme de “Os Piratas do Caribe”. Também será o Chapeleiro Louco no filme “Alice no País das Maravilhas”.

Dexter - Jane McLean fará participações em vários episódios da série do Showtime. Não foi divulgado maiores informações sobre sua personagem.

90210 - Michael Graziadei terá participações semi-regulares na série. O ator de novelas foi visto em séries como “Criminal Minds” e “The Cleaner”.

House - Hugh Laurie assinou contrato para estrelar a série “House” até o ano de 2012, ou seja, até a 8ª Temporada. O contrato inclui um salário de 400 mil dólares por episódio.

12/07/2008

às 15:08 \ Lançamentos em DVD

Edição Comemorativa do Lone Ranger Sai em DVD nos EUA


A Classic Media lança no dia 11 de novembro nos EUA uma edição comemorativa da série “The Lone Ranger/O Cavaleiro Solitário” para o 75ª aniversário do personagem. Tendo sido criada em 1933 para o rádio, “The Lone Ranger” chegou à TV em 1949.

O box é um deleite para qualquer fã colecionador. Além dos 78 episódios que compõem a 1ª e a 2ª Temporada, ele ainda traz como Extra três episódios da versão animada e um episódio da série clássica “Lassie”, de 1959, no qual o ator Clayton Moore aparece vestido como o Cavaleiro Solitário. Ainda tem um episódio da série radiofônica e um livreto de 88 páginas, as quais contém o guia de episódios completo da série de TV, mais fotos e reproduções de capas raras das histórias em quadrinhos publicadas nos anos 50. Ao todo, serão 12 discos pelo valor de U$119.93 dólares.

No Brasil, a ClassicLine chegou a lançar a série em dois volumes com os sete primeiros episódios disponibilizados em inglês com legendas em português.

28/03/2008

às 13:45 \ Versão Cinematográfica

Disney Leva O Cavaleiro Solitário de Volta ao Cinema


Os roteiristas Ted Elliott e Terry Rossio, responsáveis por “Piratas do Caribe”, “Shrek” e “A Marca do Zorro”, têm agora uma nova e árdua tarefa: escrever o roteiro que irá levar “O Cavaleiro Solitário” de volta ao cinema. A produção está à cargo dos estúdios Disney e de Jerry Bruckheimer, produtor de séries como “CSI”, “Cold Case” e “Whitout a Trace”.

O sucesso do personagem criado para o rádio garantiu-lhe passagens pelos quadrinhos, televisão e cinema. A primeira incursão do Cavaleiro Solitário no cinema foi no formato seriado, produzido pela Repbulic Pictures no final dos anos de 1930.

Criado por George W. Trendle e Fran Striker, “The Lone Ranger” (seu título no original) estreou em uma rádio de Detroit, Michigan, em 30 de janeiro de 1933 e teve um total de 2.956 episódios. O personagem chegou à TV em 1949, como uma série infantil, estrelada por Clayton Moore e Jay Silverheels. Uma disputa contratual afastou Moore da série, sendo substituído por John Hart que esteve em 54 episódios dos 220 produzidos. Após o cancelamento da série em 1957, o personagem voltou para o cinema em filmes também interpretado por Moore.

O sucesso do programa de rádio gerou uma spin-off batizada de “O Besouro Verde”, cujo personagem Britt Reid seria descendente do Cavaleiro Solitário. Esta série também chegou à TV, em 1966, estrelada por Van Williams e Bruce Lee.

O Cavaleiro Solitário é um patrulheiro do Texas, os famosos Texas Ranger, chamado Reid (no início não existia um primeiro nome). Durante uma pesguição a uma quadrilha, ele e os demais patrulheiros são massacrados pela gangue. À beira da morte, Reid é encontrado por seu amigo de infância, um índio chamado Tonto, que o ajuda a se recuperar. Ele então decide vingar a morte de seus amigos. Reid é considerado morto e em seu lugar nasce o Cavaleiro Solitário. Um homem mascarado que em um cavalo branco chamado Silver, leva a justiça ao velho oeste utilizando uma máscara preta, um revólver que dispara balas de prata e o nome que, em português, foi chamado de Zorro.

O personagem ainda teria outras incursões na TV, como dois desenhos animado, um da Halas and Batchelor Cartoon Films, em 1966, e outro da Filmation, em 1980. Também teve dois pilotos de uma nova série que não chegaram a ser produzidas, um em 1961 com Tex Hill, e outro em 2003, com Chad Michael Murray. Dizem que foi produzido nos anos de 1930 um curta-metragem animado com o personagem, que apresentava os diálogos em forma de balão, como uma história em quadrinhos. Mas essa informação é contraditória. Um ano antes de chegar à TV a Dell Comics lançou as histórias do personagem nos quadrinhos, com 145 edições. Ao longo dos anos, outras editoras publicaram histórias com “O Cavaleiro Solitário”.

(biografia do ator Clayton Moore foi publicada na edição nº27 da revista TV Séries).

Classicline Lança Cavaleiro Solitário

A Classicline está trazendo para o Brasil a série Cavaleiro Solitário – The Lone Ranger com o lançamento do Box volume 01 que contém os episódios 1 a 6 em inglês com legendas. Em 2003 a distribuidora já tinha lançado os filmes Zorro e a Cidade de Ouro Perdida e Zorro – O Cavaleiro Solitário.

Estrelada por Clayton Moore e Jay Silverheels, a série produzida entre 1949 e 1957, com um total de 221 episódios, retrata as aventuras do Cavaleiro Solitário, mais conhecido como The Loner Ranger (Zorro no Brasil), ao lado de seu fiel amigo, o índio Tonto. No primeiro episódio, Enter the Lone Ranger, vemos como o Capitão Dan Reid, mais tarde conhecido como O Cavaleiro Solitário, reencontra seu amigo de infância, Tonto, após uma batalha sangreta que o deixa gravemente ferido. Já no segundo episódio, The Lone Ranger Fights On, conhecemos a origem do cavalo Silver e o motivo pelo qual Zorro utiliza balas de prata em seu revólver.

Ainda não está confirmada a data que será lançado o volume 1 da série, mas deve ser ainda nesse primeiro semestre. A Classicline também lançou no Brasil episódios soltos de Bonanza e os seriados para o cinema Capitão Meia-Noite, Jim das Selvas, Mandrake o Mágico, O Chicote do Zorro e Capitão Marvel, entre outros.

Abaixo, trailer de O Cavaleiro Solitário.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados