Blogs e Colunistas

Murdoch Mysteries

William Shatner em ‘Murdoch Mysteries’; Dylan Bruce em ‘Heroes: Reborn’; e Vincent D’Onofrio no filme ‘CHiPs’

Murdoch

Shatner e Bisson nos bastidores de ‘Mudorch Myteries’ (Foto: Mary Drury via Twitter)

Fãs de William Shatner poderão vê-lo na nona temporada de Murdoch Mysteries, série canadense que é exibida no Brasil pelo +Globosat. A informação foi divulgada pelo ator Yannick Bisson em seu perfil do Twitter.

Adaptação da obra de Maureen Jennings, a série acompanha as aventuras de William Murdoch (Bisson) detetive que, no final do Século XIX, utiliza seu poder de dedução e os recursos técnicos da época, alguns inovadores, para solucionar crimes em Toronto.

Em participação especial, Shatner interpretará Mark Twain, escritor americano que viveu entre 1835 e 1910. Informações sobre o enredo ou o número de episódios em que o ator será visto não foram divulgadas ainda. O que se sabe, segundo Bisson, é que ele estará em pelo menos um episódio, cujas filmagens iniciaram hoje, dia 26 de maio. A nona temporada tem previsão de estreia no Canadá para a Fall Season deste ano.

O eterno Capitão Kirk de Jornada nas Estrelas está afastado das séries de TV desde sua participação especial em Hot in Cleveland, em 2013. Ele também estará em quatro episódios da segunda leva da quinta temporada de Haven, que estreia nos EUA no segundo semestre deste ano.

_____________________

 

Dylan Bruce (Foto: Chelsea Lauren/WireImage)

Dylan Bruce (Foto: Chelsea Lauren/WireImage)

A minissérie Heroes: Reborn, spinoff de Heroes, contará com a participação recorrente de Dylan Bruce (Orphan Black). Tal como ocorreu com os demais atores contratados, seu personagem não foi divulgado.

A história acompanhará as aventuras de um novo grupo de super-heróis, sendo que alguns dos atores vistos na série original retornarão para os novos episódios. Entre eles, Jack Coleman, como Noah Bennett; Masi Oka, como Hiro Nakamura; Jimmy Jean-Louis, como o haitiano; e Greg Grunberg, intérprete do detetive Matt Parkman

Entre os atores que farão sua estreia no universo de Heroes estão Zachary Levy (Chuck), Toru Uchikado, Francesca Eastwood, Pruitt Taylor Vince (True Blood, The Mentalist), Rya Kihlstedt (Dexter, Nashville), Ryan Guzman, Robbie Kay (Once Upon a Time), Danika Yarosh (Shameless), Judith Shekoni, Kiki Sukezane, Henry Zebrowski (A to Z) e Gatlin Green (Criminal Minds).

A estreia será durante o período da Fall Season, pela NBC.

______________________

 

Vincent D'Onofrio (Foto: Gregg DeGuire/Getty)

Vincent D’Onofrio (Foto: Gregg DeGuire/Getty)

Ainda em fase de pré-produção, a versão cinematográfica de CHiPs, anunciada em setembro de 2014, continua formando seu elenco. O ator Vincent D’Onofrio (Daredevil, Law & Order: CI) foi contratado para interpretar o vilão da história, segundo foi divulgado pelo Hollywood Reporter.

Produzida entre 1977 e 1983, a série acompanhou as aventuras de Jon Baker (Larry Wilcox) e Frank Poncherello (Erik Estrada), dois patrulheiros que atuavam nas ruas de Los Angeles. Enfrentando motoristas estressados e imprudentes, bem como acidentes e crimes, eles também tinham que lidar com algumas das situações bizarras que podem ocorrer no trânsito.

No filme, Vincent será um ex-policial que agora é o líder uma gangue que rouba carros. Jon e Ponch serão interpretados por Dax ShepardMichael Pena. Shepard também será o diretor e roteirista do filme, sendo que o primeiro roteiro foi escrito por Paul KaplanMark Torgove.

A produção é da Warner Brothers.

 

Cliquem na primeira foto para ampliar.

CBC renova seis e anuncia três novas séries

MurdochMysteries1

‘Murdoch Mysteries’

O canal CBC do Canadá anunciou a encomenda de dezoito episódios para a nona temporada de Murdoch Mysteries, série criada por  Cal Coons e Alexandra Zarowny que adaptam a obra de Maureen Jennings. A produção é exibida no Brasil pelo canal +Globosat.

A história apresenta as aventuras de William Murdoch (Yannick Bisson) detetive que, na década de 1890, utiliza seu poder de dedução e os recursos técnicos da época, alguns inovadores, para solucionar crimes em Toronto.

A série iniciou sua trajetória com três telefilmes produzidos entre 2004 e 2005. Com a boa receptividade, foi encomendada a produção da primeira temporada, que estreou no Canadá em 2008 pelo canal City TV. Cancelada em 2011, a série foi resgatada no mesmo ano pelo CBC, que passou a exibi-la a partir da sexta temporada.

Ainda exibindo os episódios da oitava temporada, a série vem registrando a média de 1.2 milhão de telespectadores ao vivo. Número considerado bom pelo canal para uma série nacional.

A nona temporada estreia no Canadá durante o período da Fall Season.

O canal também confirmou o resgate de Michael: Tuesdays & Thursdays, série que tinha sido cancelada após sua primeira temporada. A produção chegou ao Brasil pelo +Globosat, quando ainda trazia o nome de Globosat HD.

Criada por Don McKellar (ator do remake de Sensitive Skin) e Bob Martin (ator e roteirista de Slings and Arrows), a série foi inspirada na vida do ator Matt Watts. A história acompanha a rotina do terapeuta David Storper (Martin), um especialista em comportamento cognitivo. Há 15 anos ele trata de Michael (Watts), um homem que frequenta o consultório duas vezes por semana: terças e quintas (daí o título).

A segunda temporada terá seis episódios produzidos, os quais serão exibidos no Canadá em 2016. Em seu retorno, a história inicia cinco anos após os fatos ocorridos na primeira temporada. Enquanto Michael está vivendo em outra cidade, David continua atendendo seus pacientes, embora sinta falta das sessões que tinha com Michael.

Além destas duas, o CBC também renovou mais quatro produções:

Heartland, adaptação de Leila Basen e Heather Conkie da obra de Lauren Brooke, que narra a vida das irmãs Amy (Amber Marshall) e Lou Fleming (Michelle Morgan), que vivem com o avô em um rancho onde cuidam de cavalos doentes, acidentados ou maltratados por seus respectivos donos. A série chegou ao Brasil pelo canal Boomerang. A nona temporada terá dezoito episódios, com estreia prevista para a Fall Season.

Elenco de 'X Company'

Elenco de ‘X Company’

X Company, série inspirada em história real. Criada por Mark Ellis e Stephanie Morgenstern, ambos de Flashpoint, a história é situada no período da 2ª Guerra Mundial. A série acompanha a vida de cinco jovens canadenses, americanos e britânicos que são recrutados para atuar como agentes em missões ultra-secretas em território alemão. Para tanto, eles são submetidos a um rigoroso treinamento em um campo secreto localizado nas proximidades do lago Ontário.

Ainda exibindo os episódios da primeira temporada, a série ganhou a encomenda de dez episódios para a segunda, a qual estreia no Canadá em 2016.

Mr. D, comédia criada e estrelada por Gerry Dee, que tem como base suas próprias experiências como professor de uma escola no Canadá. Antes de seguir carreira como comediante, Gerry deu aulas de história, geografia e religião. Na série, ele interpreta o Sr. Duncan, ou Sr. D, como é chamado, um professor desqualificado para exercer sua função em uma escola particular. Sofrendo de déficit de atenção e com pouco conhecimento sobre os temas que ensina, ele tenta fingir que sabe o que está fazendo.

A série, que chegou ao Brasil pelo canal +Globosat, foi renovada para sua quinta temporada, a qual terá treze episódios produzidos. A previsão de estreia é para 2016.

Young Drunk Punk, sitcom criada por Bruce McCulloch (Kids in the Hall), que adapta sua própria peça. Esta, por sua vez, narra uma história semi-autobiográfica. A história, situada na década de 1980, acompanha a vida de dois recém formados que, sem saber ainda o que desejam fazer com suas vidas, se vêem forçados a arranjar toda espécie de trabalho.

Esta série é fruto de um acordo entre os canais CBC e City TV, pelo qual cada um exibirá uma temporada. Young Drunk Punk teve sua primeira temporada anunciada pelo  City TV em junho de 2014, quando recebeu a encomenda de treze episódios, os quais começaram a ser exibidos no Canadá no dia 21 de janeiro (confiram o trailer abaixo). Agora o canal CBC anuncia a encomenda da segunda temporada, que também terá treze episódios produzidos pela Accent Entertainment, em parceria com a Seven 24 Films. A segunda temporada está prevista para estrear pelo CBC na Fall Season deste ano.

Entre as séries que retornam também está Schitt’s Creek, cuja renovação já tinha sido anunciada em janeiro.

O canal CBC também anunciou a encomenda de três novas séries:

The Romeo Section, thriller de espionagem criado por Chris Haddock (Da Vinci’s Inquest e Intelligence). A história gira em torno de um agente veterano que tem a missão de recrutar informantes. A série recebeu a encomenda de dez episódios para sua primeira temporada, os quais serão produzidos pela Haddock Entertainment, com filmagens em Vancouver. A estreia está prevista para a Fall Season deste ano.

Shoot the Messenger, série criada por Sudz Sutherland e Jennifer Holness, que recebeu a encomenda de oito episódios para sua primeira temporada. A história apresenta uma jovem jornalista que, ao investigar um caso de assassinato, se envolve em uma intriga política, na qual também estão envolvidas grandes corretoras, bem como a polícia. A produção é da Hungry Eyes Entertainment e a previsão de estreia é para 2016.

Kim’s Convenience, comédia que adapta a peça de Ins Choi, com roteiro de Kevin White e Choi. A história narra a trajetória de um homem de família coreana que, vivendo no Canadá, luta para manter uma loja de conveniência que sustenta a todos. Enquanto o patriarca precisa se adaptar às mudanças dos tempos, a filha, uma fotógrafa, não demonstra qualquer interesse pelos negócios da família. A primeira temporada terá treze episódios, que serão produzidos pela Thunderbird Films em parceria com a Soulpepper Theatre. A previsão de estreia é para 2016.

Entre as novidades também está New Address, remake de Nouvelle Adresse, série do canal ICI Radio-Canada Télé, de Quebec, parte francesa do Canadá. A encomenda desta série já tinha sido divulgada pelo canal esta semana.

Cliquem nas fotos para ampliar.

CBC renova quatro séries e encomenda uma nova produção

'Murdoch Mysteries'

‘Murdoch Mysteries’

O canal canadense renovou as séries Mr. D (quarta temporada), Murdoch Mysteries (oitava temporada), Republic of Doyle (sexta temporada) e Heartland (oitava temporada), e aprovou a produção de Strange Empire.

Adaptada por Cal Coons e Alexandra Zarowny da obra de Maureen Jennings, a série Murdoch Mysteries apresenta as aventuras do detetive Murdoch (Yannick Bisson) que, na década de 1890, utiliza seu poder de dedução e os recursos técnicos da época, alguns inovadores, para solucionar crimes em Toronto.

A série iniciou sua trajetória com três telefilmes produzidos entre 2004 e 2005. Com a boa receptividade, foi encomendada a produção da primeira temporada, que estreou no Canadá em 2008 pelo canal City TV. Cancelada em 2011, a série foi resgatada no mesmo ano pelo CBC, que passou a exibi-la a partir da sexta temporada.

Criada e estrelada por Allan Hawco, a série Republic of Doyle apresenta a história de Jake Doyle, jovem emocionalmente imaturo que adora beber. Expulso pela ex-mulher, Jake vai morar com o pai,  Malachy (Sean McGinley), um ex-policial que mantém uma agência de detetives particulares na garagem de sua casa. Apesar da relação conturbada, os dois passam a trabalhar juntos.

No Brasil, as duas séries estão na grade do canal +Globlosat, que também adquiriu os direitos de exibição de Mr. D, sitcom criada e estrelada por Gerry Dee, que tem como base suas próprias experiências como professor de uma escola. Antes de seguir carreira como comediante, Gerry deu aulas de história, geografia e religião.

Na série, ele interpreta o Sr. Duncan, ou Sr. D, como é chamado, um professor desqualificado para exercer sua função em uma escola particular. Sofrendo de déficit de atenção e com pouco conhecimento sobre os temas que ensina, ele tenta fingir que sabe o que está fazendo.

Mr. D estreia no +Globosat no dia 5 de junho.

Heartland é uma adaptação de Leila Basen e Heather Conkie da obra de Lauren Brooke, que também escreveu alguns roteiros da série. Trata-se de um drama familiar juvenil que narra a vida das irmãs Amy e Lou Fleming, que vivem com o avô em um rancho onde cuidam de cavalos doentes, acidentados ou maltratados por seus respectivos donos. A série chegou ao Brasil pelo canal Boomerang.

Strange Empire é uma série criada por Laurie Finstad (Durham County) que recebeu a encomenda de treze episódios para sua primeira temporada.

Situada na década de 1860, a história acompanha uma caravana de mulheres a caminho de uma cidade da fronteira. Elas irão substituir as prostitutas do local que morreram em uma epidemia de cólera.

A produção é da Johnson Production Group em associação com a Annuit Coeptis Entertainment. O elenco ainda não foi divulgado.

Além desta, o canal CBC já tem aprovada a produção de Schitt’s CreekEle também adquiriu os direitos de exibição de The Book of Negroes, minissérie com produção independente oferecida a canais internacionais.

‘Murdoch Mysteries’ e ‘Republic of Doyle’ terão crossover

Yannick Bisson

Yannick Bisson

O cruzamento entre duas séries é comum na produção televisiva. Ocorre quando o(s) personagem(ens) de uma produção faz participação especial em outra, geralmente derivada ou produzida pelo mesmo estúdio/canal. No Canadá, foi anunciado o crossover entre duas séries do canal CBC: Murdoch Mysteries e Republic of Doyle.

O que chama a atenção é que a primeira é uma série situada no final do Século XIX, apresentando as aventuras de Murdoch (Yannick Bisson), um detetive da polícia de Toronto; a segunda é situada nos dias atuais e gira em torno de Jake Doyle (Allan Hawco) que se une ao pai, um ex-policial, para trabalhar como detetive particular.

Allan Hawco

Allan Hawco

Então como será feito o crossover de personagens?

No dia 25 de novembro, o canal exibe o episódio Republic of Murdoch, de Murdoch Mysteries, no qual Hawco interpretará o trisavô de Jake. Na história, Murdoch e Crabtree (Jonny Harris) investigam a morte de um viajante encontrado em um quarto de hotel ao lado de um antigo mapa. Durante as investigações, ele conhece Jacob Doyle, que se torna seu principal suspeito.

No dia 29 de janeiro será a vez de Bisson aparecer em Republic of Doyle. No episódio If the Shoe Fits, Jake e Des (Mark O’Brien) investigam um sequestro. Bisson interpreta Bill Murdoch, um policial de Toronto que se torna suspeito do crime.

As duas séries são exibidas no Brasil pelo canal Globosat.

Canal canadense CBC renova seis séries

Em nota divulgada à imprensa, o canal CBC anunciou a renovação das séries Arctic Air (terceira temporada), Cracked (segunda temporada), Heartland (sétima temporada), Mr. D (terceira temporada), Murdoch Mysteries (sétima temporada) e Republic of Doyle (quinta temporada).

Entre elas, apenas Cracked é novata. A série estreou em janeiro conquistando a média de 564 mil telespectadores ao vivo. Criada por Tracey Forbes (Flashpoint, Buffy, a Caça Vampiros) e Calum de Hartog, ex-oficial da Força Tarefa de Toronto, Cracked é uma série policial que gira em torno das atividades de uma equipe especializada em solucionar crimes cometidos por pessoas com problemas psicológicos. No elenco estão David Sutcliffe (Gilmore Girls, Private Practice), Stefanie von Pfetten (NCIS, Battlestar Galactica), Luisa D’OliveiraDayo Ade (L. A. Complex) e Karen LeBlanc.

O canal não informou quantos episódios foram encomendados para cada série. Apenas que a nova temporada de Murdoch Mysteries terá dezoito episódios e a de Republic of Doyle terá dezesseis.

No Brasil, Murdoch Mysteries e Republic of Doyle estão na grade do canal Globosat, que também adquiriu a série Mr. D. Já Heartland chegou pelo canal Boomerang.

Cenas e bastidores de ‘Murdoch Mysteries’ – 6ª Temporada

A temporada estreia no Canadá no dia 7 de janeiro.

Trailer de ‘Murdoch Mysteries’ – 5ª temporada

A quinta temporada da série canadense estreia em seu país esta noite com treze episódios produzidos. A série gira em torno do trabalho de um detetive da polícia de Toronto no final do Século XIX, que utiliza técnicas de investigação forense pouco conhecidas para sua época, algumas inovadoras.

[Spoilers] Em seu retorno, Murdoch, que depois de ser suspenso deixou a polícia de Toronto, está agora garimpando ouro nas montanhas. Sentindo-se culpado por um caso que perdeu e de coração partido, depois que a Dra. Ogden decide se casar com outro, ele conhece Elizabeth Bryant (Jill Halfpenny) uma mulher que se torna suspeita de assassinato. [Fim dos Spoilers]

Resgatada de seu cancelamento pelo canal CBC, Murdoch Mysteries já garantiu sua sexta temporada, que deve estrear em seu país em 2013. No Brasil, a série estreou pelo canal Globosat HD.

Entrevista: Autora e Ator Comentam a Série Murdoch Mysteries

“Murdoch Mysteries” é uma daquelas séries que ficam escondidas na programação da TV a cabo por não ser uma produção muito conhecida do grande público. Vinda do Canadá, a série está em sua quinta temporada. Recentemente resgatada de seu cancelamento pelo canal CBC, “Murdoch Mysteries” já garantiu sua sexta temporada, que deve estrear em seu país em 2013.

Apresentando episódios fechados, a série gira em torno do trabalho de um detetive da polícia de Toronto no final do Século XIX. Utilizando técnicas pouco conhecidas para sua época, algumas inovadoras, a história trabalha com o início da tecnologia forense e com temas sociais que atualmente são uma constante nas produções televisivas, tais como homossexualismo, aborto, preconceito racial, feminismo, abuso sexual, terrorismo, entre outros. O interessante é ver como esses temas são tratados na época em que a história é situada.

A história acompanha o detetive William Murdoch, católico praticante com uma visão romantizada sobre a vida, que busca por um relacionamento ideal, conforme os costumes de sua época e as regras ditadas por sua religião. Já no trabalho, Murdoch é uma pessoa racional, que adota um olhar científico para buscar sempre a verdade. Apegado a detalhes, ele não descansa enquanto não tiver encontrado uma resposta para cada evidência encontrada. Mas, embora apaixonado por seu trabalho, sua filosofia de vida constantemente o leva a entrar em choque com a sua realidade.

Criado por Maureen Jennings, o personagem surgiu na literatura. Em 2004 foram produzidos três telefilmes, estrelados Peter Outerbridge. Em 2008, o canal regional CityTV decidiu produzir uma série, com adaptação de Cal Coons e Alexandra Zarowny, estrelada por Yannick Bisson. Ele e a autora conversaram com o blog Nova Temporada sobre a produção de “Murdoch Mysteries”.

Yannick Bisson

Pergunta: Como foi o processo de criação do personagem e sua história?

Maureen Jennings – Eu já tinha escrito duas peças de mistérios situadas na era Vitoriana que foram bem recebidas. Adoro esse período. Queria escrever um livro de mistério, então escolhi essa época para situar a história. E como eu queria escrever uma história policial procedimental, significava que o personagem teria que ser um homem. Para criar Murdoch me inspirei em várias coisas, como por exemplo bons homens que conhecia e minha admiração por certos aspectos de uma personalidade. Decidi fazer do personagem um homem católico porque queria explorar o conflito que existia entre os católicos e os protestantes naquela época em Toronto. Este conflinto durou décadas. Quando encontrei uma antiga foto de um homem com bigode, cabelo escovadinho e um olhar inteligente eu disse: esse é o meu Murdoch.

Pergunta – Como você foi escolhido para o papel e qual sua primeira impressão do personagem? Você chegou a ler os livros de Maureen Jennings?

Yannick Bisson - Eu fui chamado para fazer um teste. Já tinham sido produzidos telefilmes com outro ator, mas eles estavam fazendo uma nova seleção. Na época meu agente me disse para me preparar para o teste, mas que eu não deveria ler o livro ou ver os filmes. O motivo era que os produtores planejavam uma abordagem diferente. Algo mais leve. Gostei do personagem de imediato. Gostei do tipo de história que era contada e do período em que era situada. Nunca li os livros, mas já vi os filmes. Murdoch é um homem muito calmo mas intenso, inteligente sem ser condescendente, conservador mas com uma mente aberta para o futuro, simpático sem ser fraco. Temos em comum o fato de que somos ambos compreensivos e otimistas.

Pergunta - Quais as diferenças entre os livros e a série e como a produção para a TV surgiu?

Maureen – Muitas diferenças, já que as mídias são diferentes. Eu tenho o tempo que precisar para desenvolver meus  personagens nos livros. Algo que não é possível na TV. Na série também não são adaptadas algumas situações que aparecem no livro por serem muito dispendiosas. Os personagens são mais leves e Murdoch está mais inclinado às questões científicas que nos livros. A adaptação surgiu quando meu marido levou meus dois primeiros livros para a produtora Shaftesbury Films. Christina Jennings, a diretora da empresa, gostou das histórias e produziu telefilmes com base nos três primeiros livros. A audiência foi boa e o canal decidiu produzir a série. Como eu não tinha escrito tantos livros assim, a produtora basicamente adquiriu os direitos sobre os personagens e contratou uma equipe de roteiristas para desenvolver a série.

Pergunta – Você está envolvida com a produção?

Maureen - Sim. Os roteiristas têm sido ótimos, entrando em contato sempre que eles têm alguma dúvida. Este ano eu ajudei a escrever um dos roteiros, “Staircase to Heaven”. Foi um desafio porque a série é realmente outro veículo. Aprendi que meus diálogos são muito longos.

Pergunta - Como é o processo de produção dos episódios?

Yannick – Filmamos em um estúdio em Toronto, com locações em Cambridge, Hamilton, Flamborough, Dundas, Rockwood e Brantford. São cerca de 12 a 14 horas por dia ao longo de cinco meses por temporada. Geralmente é filmada no verão. Com as roupas de época, costuma ser muito quente!

Pergunta - Como foi dirigir o episódio “Buffalo Shuffle” da quarta temporada?

Yannick - Sempre desejei dirigir, desde que eu era bem jovem. Várias pessoas da produção achavam que eu já estava pronto para isso e me encorajaram a fazê-lo. Os produtores me apoiaram muito. O resultado foi bem recebido e na quinta temporada voltei a dirigir outro episódio (Murder at the Opera). Eu gosto do resultado final, mas sempre acho que dava para fazer mais.

Pergunta - Mesmo tendo uma legião de fãs, a série foi cancelada pelo canal CityTV antes de ser resgatada pela CBC. Por que eles cancelaram?

Maureen - Soube que o canal passou por uma mudança de diretoria. Dois homens da divisão de Esportes ficaram com o controle do canal. Eles não estavam interessados em drama, queriam o espaço na grade de programação para exibir mais reality shows americanos. Francamente, em minha opinião, uma decisão ridícula. Não deveriam interromper uma série que tem conteúdo e que mantém uma audiência.

Yannick - Ficamos muito tristes quando soubemos que a série não seria renovada pelo canal mas…estamos muito entusiasmados com o anúncio de que o canal CBC nos resgatou para a sexta temporada!!!!!!!!!!!!!!!!!! Então nos vemos no ano que vem!

“Murdoch Mysteries” estreou na Globosat HD no dia 8 de outubro, sendo exibida pelo canal todos os sábados às 23h.

Cliquem nas fotos para ampliar.

CBC Resgata Murdoch Mysteries

A série canadense, cancelada pelo canal City TV em sua quinta temporada, foi resgatada pelo canal CBC, que anunciou no final desta tarde a encomenda de 13 episódios para a sexta temporada de “Murdoch Mysteries”. A produção terá início em meados de abril de 2012, ainda sem previsão de estreia.

Produzida pela Shaftesbury em parceria com a Global Entertainment e a inglesa ITV Studios, a série é exibida em mais de 100 países, incluindo o Brasil, pelo canal Globosat HD. Com a mudança de canal, a série passa a ser oferecida em rede nacional no Canadá. Até então, “Murdoch Mysteries” mantinha uma audiência fiel, que variava entre 500 e 700 mil telespectadores, mas era transmitida por um canal regional.

Adaptada por Cal Coons e Alexandra Zarowny da obra de Maureen Jennings, a série apresenta as aventuras do detetive Murdoch, que na década de 1890 utiliza seu poder de dedução e os recursos técnicos da época, alguns inovadores, para solucionar crimes em Toronto. A série iniciou sua trajetória com três telefilmes produzidos entre 2004 e 2005. Com a boa receptividade, foi encomendada a produção de 13 episódios para a primeira temporada, que estreou no Canadá em 2008.

A quinta temporada de “Murdoch Mysteries”, que encerrou sua produção este mês, tem previsão de estreia para 2012, ainda pelo City TV. Por este canal, a série encerrará com um total de 65 episódios, mais os telefilmes.

Murdoch Mysteries é Cancelada

Na semana em que a série tem sua estreia anunciada pela Globosat HD, o canal CityTV cancela sua produção no Canadá. A quinta temporada de “Murdoch Mysteries“, que está em fase de filmagens em Toronto, será a última.

A decisão foi tomada pela nova diretora de programação do canal, Claire Freeland, que decidiu abrir espaço na grade para oferecer outras produções com potencial de longa duração.

Embora seja comum que um novo diretor queira definir seu perfil, a decisão pegou a imprensa local de surpresa, já que esta era a única série ficcional canadense do canal (o resto é reality shows e séries americanas). Mesmo não sendo popular, “Murdoch Mysteries” mantém uma audiência fiel e expressiva.

Criada por Cal Coons e Alexandra Zarowny, a história acompanha as aventuras do detetive Murdoch (Yannick Bisson) desvendando mistérios em Toronto na década de 1890.

Segundo o jornal The Star, a quarta temporada registrou entre 500 e 700 mil telespectadores, chegando a ultrapassar a marca de um milhão com as reprises dos episódios. Visto que a audiência costuma dar mais atenção às produções americanas, em se tratando de uma série canadense os números são considerados bons para um canal que tem alcance territorial reduzido.

A série estreia no Brasil no dia 8 de outubro, às 21h, pelo canal Globosat HD.

Adendo: no dia 15 de novembro, o canal canadense CBC anunciou o resgate da série. Desta forma, “Murdoch Mysteries” garantiu a produção da sexta temporada.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados