Blogs e Colunistas

Bionic Woman

A Mulher Biônica em Quadrinhos

Depois de lançar novas aventuras de “O Homem de Seis Milhões de Dólares“, a editora Dynamite disponibiliza o primeiro número de “A Mulher Biônica” em quadrinhos.

Com texto de Paul Tobin, arte de Leno Carvalho e capa de Paul Reanaud, a primeira aventura de Jaime Summers chegará às bancas dos EUA em março.

A personagem surgiu como uma spinoff de “O Homem de Seis Milhões de Dólares”, produzida entre 1976 e 1978, com Lindsay Wagner no papel título. A série ganhou um remake em 2007 com Michelle Ryan, para o canal NBC.

Tal como Steve Austin, Jaime também já tinha se aventurado no mundo das HQs na década de 1970.

Na série original, Jaime, ex-tenista profissional, é a noiva de Steve Austin. Após sofrer um acidente de paraquedas, ela tem partes de seu corpo substituídas por membros biônicos (as pernas, braço e ouvido direito).

A princípio, seu corpo rejeita os biônicos, o que a leva a sofrer uma hemorragia cerebral. Jaime é dada como morta mas, sem que Steve saiba, um jovem médico pede ao governo a oportunidade de testar na jovem algumas técnicas que vem desenvolvendo. Assim, ela retorna à vida, mas em consequência da experiência, perde a memória. Sem se lembrar do passado ou de Steve, Jaime recebe os cuidados do governo para se restabelecer. Ao longo da série, parte de suas lembranças retornam. Realizando missões secretas para o governo, Jamie mantém uma identidade secreta como professora em uma base militar.

Na HQ, Jaime está em Paris à caça de um grupo especializado em matar biônicos, com o objetivo de roubar seus membros para vendê-los a bilionários com problemas físicos, sem saber que um dos assassinos está em seu percalço. A versão em quadrinhos dá continuidade à personagem que surgiu na década de 1970, descartando as mudanças apresentadas no remake.

Abaixo, a versão nacional (E) e britânica (D) da edição da década de 1970. Cliquem nas imagens para ampliar.

Rumores Indicam que os Biônicos Podem Sair em DVD

Lindsay Wagner, Kenneth Johnson e Lee Majors nos bastidores
de produção do episódio que introduziu “A Mulher Biônica”



Os fãs de “O Homem de Seis Milhões de Dólares” e de sua spinoff “A Mulher Biônica” já podem começar a contar os dias e as moedas. Após uma longa batalha judicial a Universal teria finalmente chegado a um acordo com os envolvidos. Com isso, o estúdio já pode lançar ambas produções no mercado de DVD americano.

A informação ainda não foi oficializada pelo estúdio, tendo sido divulgada pelo site TV Shows on DVD, bem como pelo site de Kenneth Johnson, responsável pela adaptação do livro de Martin Caidin, para a TV. No site de Johnson a única informação que consta é sobre “A Mulher Biônica”, não há referências sobre a série estrelada por Lee Majors; quem informa que esta produção também será disponibilizada, é o site TV Shows on DVD.

As duas séries (e seus fãs) foram “vítimas” de uma longa batalha judicial pelos direitos autorais, que impediram o lançamento em novas mídias em território americano. Visto que os lançamentos no Brasil estão atrelados ao que pode sair nos EUA, nós também não tínhamos acesso às séries em DVD. Nesse período, foram lançadas as duas primeiras temporadas de ambas as séries na Inglaterra, e a primeira de “A Mulher Biônica” saiu na Alemanha, através de distribuidoras independentes. “O Homem de Seis Milhões de Dólares”, também conhecido como “Cyborg”, teve um total de 5 temporadas enquanto que sua spinoff, “A Mulher Biônica”, teve três.

Segundo o site TV Shows on DVD, a Universal já estaria negociando uma parceria com a Time-Line para disponibilizar as séries em DVD entre 2010 e 2011. A intenção é a de lançar ambas séries completas, provavelmente remasterizada, incluindo os telefilmes produzidos nos anos 80, um dos quais tem a participação da atriz Sandra Bullock. Em seu site, Kenneth Johnson declarou que está nesse momento se preparando para gravar uma entrevista e comentários de episódios sobre “A Mulher Biônica”. Os comentários serão feitos para os episódios “The Ghosthunter” e “Doomsday is Tomorrow”.




“O Homem de Seis Milhões de Dólares” é uma produção que teve como base o livro “Cyborg”; na história da série, temos um astronauta reconstruído artificialmente, com a substituição de ambas as pernas, braço e olho direito, por partes biônicas. A série produzida nos anos 70 fez muito sucesso, criando um marco na televisão, especialmente quando surgiu sua spinoff, a qual deu a um super-herói de TV uma paixão eterna, que não era essencilamente platônica. Steve e Jamie se tornaram um dos primeiros casais a ter uma história contínua apresentada em duas séries e concluída nos telefilmes dos anos 80.

Sendo uma série criada por Kenneth Johnson, “A Mulher Biônica” não estava diretamente presa na disputa, mas por utilizar o mesmo universo, ter várias referências à Steve Austin, personagem do livro, e episódios que se cruzam, a spinoff de “O Homem de Seis Milhões de Dólares” também sofria restrições para ser lançada em DVD. No entanto, essas restrições não impediram a produção de um  remake em 2007, o qual somente foi possível com a alteração da história e a eliminação por completo de Steve Austin da trama.

A disputa pelos direitos autorais teve início quando a Universal, por esquecimento ou desinteresse, não renovou seu contrato com os herdeiros de Martin Caidin. Estes, então, fizeram um acordo com a produtora Dimension, por volta de 2001 ou 2002, para a produção de uma vesão cinematográfica que a princípio seria estrelada por Jim Carrey. No entanto, o projeto foi para a gaveta, mas os direitos continuaram nas mãos da Dimension. Mesmo as séries sendo produções da Universal, o estúdio teria que ter a autorização legal para lançá-las em novas mídias. E, assim, se estabeleceu a disputa pelos direitos autorais que envolveram três conflitos de interesses: os dos herdeiros de Caidin, os da produtora Dimension, e os do estúdio Universal.

Agora é torcer para que a Universal Brasil tenha piedade de nós e lance as séries com a dublagem original e opção de aúdio em inglês!

23/07/2008

às 12:47 \ Lançamentos em DVD

Lançamentos que Já Estão nas Lojas

A partir deste mês começam a chegar às lojas do Brasil vários títulos de séries que iniciam no mercado de DVD. Além, é claro, de algumas continuações. Muito embora as distribuidoras ainda estejam devendo retomar a continuidade de séries que iniciaram e pararam, outras produções como “Jeannie é um Gênio”, finalizam seus lançamentos.

Com seu quinto ano, a série “Jeannie é um Gênio” chega às lojas esta semana. Ao valor de R$99,90, a última temporada traz os 26 episódos restantes nos quais Jeannie está casada com seu amo, Tony Nelson. São quatro discos com opção de áudio e legenda em inglês e português, 2.0 dolby digital. O box traz apenas trailers como Extras.

Produzidos entre 1969 e 1970, esta temporada traz como atores convidados velhos conhecidos dos fãs de séries clássicas. Temos, por exemplo, Farrah Fawcett, em início de carreira, que interpreta uma das namoradas do Major Riley. E ainda as presenças de Harold Gould, Larraine Stephens, Francine York, Pedro Goanzalez Gonzalez, Michael Ansara, Stafford Repp, Alan Oppenheimer, Jim Backus e Dick Van Patten, entre outros.

O grupo Monty Python, com seu programa humorístico, “Monty Python´s Flying Circus” também chega ao final com sua quarta temporada. Ao preço de R$39,90, o box com um disco traz os últimos 6 episódios produzidos. Com áudio em inglês e opção de legendas em português, japonês e inglês, o DVD tem um total de 170 minutos. Esta última temporada não conta com a participação do comediante John Cleese, que deixou a produção após a terceira temporada. Acreditando que o programa estava se tornando repetitivo e que todas as idéias que poderiam ter já tinham sido produzidas, Cleese recusou-se a voltar para uma quarta temporada. Ao invés disso, investiu na criação de sua nova e uma das mais cultuadas séries inglesas, “Fawlty Towers”. Coube aos demais membros do grupo produzir os últimos seis episódios do programa para finalizar assim, uma bem sucedida carreira na TV.

Entre as novas produções que chegam em DVD estão “Californication” e “Bionic Woman”. A primeira é a nova série estrelada por David Duchovny famoso por interpretar Fox Mulder em “Arquivo X”. Aqui, ele é o escritor de um livro só, que passa por uma fase de depressão e bloqueio criativo. Viciado em sexo, ele é ainda apaixonado pela ex-companheira, com quem tem uma filha adolescente. Tentando recuperar sua família, ele acaba trocando as mãos pelos pés. Mete-se em encrencas, cria confusão, distorce as situações.

No elenco também estão Natascha McElhone, Madeleine Martin, Madeline Zima, Evan Handler, Pamela Adlon, Rachel Miner, entre outros. Os fãs de “The Nanny” vão levar um susto com a presença de Madeline Zima na série. Ela é a garotinha Grace na sitcom que tornou Fran Drescher famosa. Agora, ela é uma das amantes de Hank (Duchovny). A tentativa de fugir da imagem infantil que a tornou conhecida está dando certo, visto que o público não acompanhou de fato seu crescimento. Agora, mulher feita, quase irreconhecível, ela faz cenas de sexo quase explícito.

Quanto a “Bionic Woman”, infelizmente é o remake, não a série original que ainda não foi disponibilizada em DVD nos EUA, apenas alguns episódios na Inglaterra. Esta versão não foi bem sucedida com o público, já que foi cancelada com apenas 8 episódios produzidos. Para quem tiver curiosidade de conhecer a nova proposta, a série está sendo disponibiliza para locação. Em função do número baixo de episódios, está sendo divulgada como minisérie. Mas não espere um último episódio que finalize a trama.

Na nova versão, criada por David Eick e Laeta Kalogridis, temos Jaime Sommers, interpretada pela inglesa Michelle Ryan. Ela trabalha como garçonete e tem que cuidar de uma irmã problemática, Becca (Lucy Hale). Seu namorado, Will (Chris Bowers) é um médico, com quem ela não está mais conseguindo manter um bom relacionamento. A diferença da série original para a atual, é a presença de uma outra mulher biônica, vivida por Katee Sackhoff, de “Battlestar Galactica”, que está foragida e buscando vingança contra aqueles que a tornaram uma espécie de andróide assassino. Quando Jaime sofre um acidente de carro, ela é submetida a uma cirurgia que a transforma em biônica. A partir daí ela é obrigada a prestar serviços para uma agência ultra-secreta do governo. Também no elenco estão Miguel Ferrer, de “Crossing Jordan”, e Isaiah Washington, de “Grey´s Anatomy”.

O box traz opção de áudio e legendas em inglês e português, 2.0, com imagem widescreen para a região 4. O lançamento é da Universal, que agendou a disponibilização da venda do box para o mês de outubro.

Séries da Universal em DVD: Abril e Maio

A Universal brasileira prepara vários títulos de séries de TV para disponibilizar em DVD nos próximos dois meses. As datas foram agendadas mas as previsões do mês de maio ainda podem sofrer alterações.

As primeiras a chegar serão as minisséries “The Company” (foto acima) e “Starter Wife”, no dia 2 de abril. “The Company” tem como base o livro de Robert Littell, sobre as atividades da CIA desde os início da Guerra Fria até o final da União Soviética. Estrelada por Chris O´Donnell, que interpreta Jack, um idealista graduado em Yale, recrutado pela CIA, a minissérie traça um período de 40 anos dos bastidores da Guerra Fria. Também no elenco estão Alfred Molina, Michael Keaton e Natascha McElhone. Sob o título em português de “A Companhia”, a minissérie chega em três DVDs.

Já “Starter Wife“, estrelada por Debra Messing, a Grace de “Will & Grace” apresenta uma mulher divorciada de um magnata de Hollywood, que precisa refazer sua vida. Dirigida por Jon Avnet, de “Tomates Verdes Fritos”, e adaptada por Sara Parriott e Josann McGibbon, do livro de Gigi Levangie, a minissérie também traz no elenco Joe Mantegna, Judy Davis, Miranda Otto, Peter Jacobson, Stephen Moyer, Aden Young e Chris Diamantopoulous, de “Justiça sem Limites”.

A 1ª Temporada de “Friday Night Lights” chega em DVD ao Brasil no dia 30 de abril, conforme já tinha sido divulgado aqui. Eric Taylor, interpretado por Kyle Chandler, de “Early Edition”, é o treinador de um time de futebol americano, os Panthers. Sua missão é manter seus jogadores com a moral elevada apesar das fortes pressões que os garotos sofrem pelos demais moradores da pequena cidade de Dillon, Texas. Cobrando uma vitória a cada jogo, a cidade tem no time de futebol a esperança de sucesso, que muitos já perderam na vida.

No dia 28 de maio a Universal agendou o lançamento brasileiro de “Bionic Woman“, 1ª e única temporada desse remake de 2007, do clássico dos anos de 1970. Estrelada por Michelle Ryan, Jaime Sommers deixou de ser uma tenista profissional, como na série clássica. Agora ela é uma garçonete que tem, no primeiro piloto, uma irmã surda-muda e um namorado médico, de quem está grávida. Mas ela logo perde o bebê quando o casal sofre um acidente de carro, provocado por outra mulher que já passou pela transformação biônica. Jaime tem partes de seu corpo substituídos por membros biônicos e tornar-se alvo do governo e de agentes inimigos.

Quando a série foi ao ar, algumas mudanças foram feitas em relação ao primeiro piloto, entre elas, a da irmã, que deixou de ser surda-muda. Não há informações ainda sobre a presença ou não do primeiro piloto no box de DVD. No elenco também estão Miguel Ferrer, de “Crossing Jordan”, Katee Sackhoff, de “Battlestar Galactica”, Isaiah Washington, de “Grey´s Anatomy”, entre outros.

Para os fãs de séries clássicas a Universal volta a prometer o lançamento de “Contratempos/Quantum Leap” (foto), que já tinha sido anunciado no início do ano. A 1ª Temporada também está prometida para o dia 28 de maio. Produzida entre 1989 e 1993, a série traz Scott Bakula, de “Enterprise”, interpretando o cientista Dr. Sam Beckett, que viaja no tempo através de uma nova tecnologia com base na física quântica.

Tentando provar sua teoria de que o homem é capaz de viajar no tempo de seu próprio período de vida, Sam faz o Salto Quântico. Ele “encarna” nas vidas de pessoas existentes. Quem está ao seu lado, vê a imagem da pessoa com quem ele trocou de lugar, e vice-versa. Seu auxiliar nessas missões é Al Calavicci (Dean Stockwell) que aparece para ele em forma de holograma que somente ele pode ver e ouvir. Preso no passado, Beckett precisa consertar o que uma vez deu errado na vida daquela pessoa, para que possa fazer sua próxima transição, na esperança de que um dia consiga voltar à sua própria época e corpo.

Criada por Don Bellisario, a idéia da série surgiu em um episódio de “Galactica: Batalha nas Estrelas”, série na qual ele foi produtor executivo e roteirista. Ainda estou no aguardo de uma resposta da Universal a respeito da presença ou não da dublagem em português. Não há informações sobre Extras. A série já foi lançada na integra nos EUA após uma luta para ser liberada devido aos direitos autorais das músicas das épocas em que Sam viaja e são executadas nos episódios.

Adiantando o serviço, gostaria de informar que a Universal tem previsão de lançar entre junho e julho a primeira temporada de “O Incrível Hulk” (foto à esquerda), série estrelada por Bill Bixby e Lou Ferrigno entre 1978 e 1982. Nenhuma informação sobre o DVD foi divulgada ainda, sendo que a data é apenas uma previsão, podendo sofrer mudanças.

02/08/2007

às 18:08 \ Atores Convidados

Rapidinhas….

Linda Park (foto), de “Enterprise”, entrou para o elenco da série “Women´s Murder Club”, sobre quatro mulheres que se unem para solucionar casos de assassinatos. Estrelada por Angie Harmon, Laura Harris, Aubrey Dollar e Paula Newsome. Park está substituindo a atriz Elizabeth Ho que fez o piloto.

Bruce McGill, de “Profissão: Perigo”, entrou para o elenco do remake “A Mulher Biônica“, para interpretar um dos supervisores do projeto biônico.

Rapidinhas…


House: mudanças no elenco da série que entra em sua quarta temporada. Ao final da 3ª, os fãs se despedem do dr. Eric Foreman (Omar Epps), que decide deixar o hospial. Já o dr. Robert Chase (Jesse Spencer), é mandado embora por House que acredita que ele não tem mais nada a aprender. Dra. Allison Cameron (Jennifer Morrison) deixa o hospital por acreditar que House ficará muito bem sem ela. E assim, House ganha novos colegas. Os atores Kal Penn, Olivia Wilde, Peter Jacobson, Anne Dudek e Edi Gathegi estão em negociações para integrar o elenco da série a partir do quarto ano.

30 Rock: Jerry Seinfeld faz participação especial em um episódio da série. Ele será o próprio Seinfeld que terá problemas com o personagem de Alc Baldwin. Essa é a primeira participação de Jerry em uma série de TV desde que “Seinfeld” foi cancelada há nove anos. Até então ele tinha feito apenas participações em “Saturday Night Live” e no desenho “Dilbert”.

Brothers & Sisters: a série inédita na TV brasileira e com indicações ao prêmio Emmy está negociando a participação do ator Danny Glover. Se acertada, ele estará em alguns episódios interpretando um novo interesse romântico de Nora, personagem de Sally Field. A série é um drama que retrata a vida de uma família e seus relacionamentos.

Criminal Minds: confirmada a saída do ator Mandy Patinkin da série. Ele tinha, recentemente, faltado à leitura de texto de um dos episódios a serem gravados, o que gerou expeculação na imprensa de que algo não estava bem. Sua saída será vista em um episódio ainda a ser filmado, sendo que seu personagem será substituído por outro. Essa não é a primeira vez que Patinkin deixa uma produção. Se bem me lembro, o ator deixou o elenco de “Chicago Hope”, na qual interpretava o dr. Geiger, em função de diferenças criativas. O mesmo motivo que leva Patinkin a deixar o elenco de “Criminal Minds”. Com isso, ele estaria livre para voltar a interpretar Rube no filme que está sendo planejado para a série “Dead Like Me”.

Jericho: a série salva pelos fãs do cancelamento terá uma segunda temporada com sete episódios iniciais. Dependendo da audiência, a produção poderá continuar. A série dará um salto no tempo para continuar a contar sua história, as quais terão uma situação continuada e que deverá encerrar no sétimo episódio. Caso a série seja renovada, uma nova situação será criada. A série “Jericó” narra a história dos habitantes dessa cidade que, de uma hora para outra, se vê isolados do mundo após a explosão de bombas atômicas em território americano. Teria sido um ataque terrorista? Um acidente? Não se sabe. As comunicações foram cortadas, a radiação está presente, sair da cidade pode ser perigoso. Grupos de sobreviventes saqueiam cidades, carros e estradas. O caos tomou conta do país. Jericó é uma das poucas cidades que não foram afetadas pela destruição.

A Mulher Biônica: Katee Sackhoff, a Starbuck do remake de “Galactica” assinou contrato para fazer participações esporádicas no remake de “A Mulher Biônica”. A atriz já tinha filmado sua primeira participação no piloto da nova série, interpretando Sarah, um outra mulher biônica que se torna inimiga de Jamie Sommers. Quem também entra para o elenco fixo da série é o ator Isaiah Washington, que foi demitido do elenco de “Grey´s Anatomy” em função de seu comportamento preconceituoso em relação a um colega declaradamente homossexual. Embora sua saída tenha gerado polêmicas e acusações de discriminação racial e outras questões que não vem ao caso, a carreira do ator não foi prejudicada em função disso. Ele está no elenco de “A Mulher Biônica” onde interpretará um misterioso personagem que faz parte da organização científica que criou os membros biônicos implantados em Jamie.

Futurama: Matt Groening, criador de “Os Simpsons” e de “Futurama” revelou recentemente os planos de lançar quatro filmes de “Futurama” direto em DVD. A série animada também irá retornar com novos episódios em 2008 nos EUA.

Heroes: George Takei, de “Jornada nas Estrelas”, retorna como o pai de Hiro na série a partir dos primeiros episódios da segunda temporada. O personagem de Takei irá revelar seus poderes. A atriz Dana Davis, de “The Nine”, também entra para o elenco fixo da série interpretando uma nova super-heroína

Eric Braeden: o veterano ator alemão, hoje com 66 anos, colocou seu nome ontem na Calçada da Fama em Hollywood. Braeden atua na novela “Young and the Restless” há 25 anos. Mas, os fãs de séries clássicas lembram-se dele como o oficial alemão na série “Ratos do Deserto” e por sua participação em centenas de séries dos anos 60 aos anos 90. Entre elas, “Combate”, “Jericó”, “Os Guerrilheiros”, “O Homem de Virgínia”, “Missão: Impossível”, “Mannix”, “Glenn Ford é a Lei”, “McCloud”, “Havaí 5-0″, “A Mulher Maravilha”, “As Panteras”, “Hope & Faith” e “The Nanny”, para citar algumas.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados