Fernanda Furquim Nova Temporada

Nova Temporada

Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

sobre

Formada em Comunicação pela ULBRA, é jornalista e pesquisadora de séries de TV. Dentro deste tema, publicou o fanzine TV Land entre 1995 e 1997; a revista TV Séries entre 1997 e 2001 (que gerou um blog entre 2006 e 2010), e os livros Sitcom: Definição e História (2001) e As Maravilhosas Mulheres das Séries de TV (2008). Ministrou oficinas livres sobre a história da TV e das séries americanas.

Nova versão de ‘Dallas’ quer saber ‘quem matou JR’

Por: Fernanda Furquim

Ver comentários (0)

Quando a segunda temporada da nova versão de Dallas estrear no dia 28 de janeiro, nos EUA, o público terá a oportunidade de se despedir de JR, personagem interpretado por Larry Hagman, ator falecido em 2012. Segundo a imprensa americana, ele chegou a filmar seis episódios (alguns dizem que foram cinco), antes de falecer vítima de câncer na garganta. Passados esses primeiros episódios, a série tentará resgatar (ao menos em parte) o ‘auê’ que o episódio ‘Quem Atirou em JR’ provocou quando exibido na década de 1980.

Na versão original, quando Hagman entrou em disputa contratual com a Lorimar Productions, os roteiristas não sabiam se ele voltaria a interpretar JR, o vilão regular de Dallas. Desta forma, ao final da terceira temporada, o personagem leva um tiro. Ao longo dos três primeiros episódios da quarta temporada, o público aguardou impacientemente para descobrir, afinal, quem tinha atirado em JR, que sobreviveu ao atentado.

O episódio que revela a identidade da pessoa que atirou conquistou uma das maiores audiências da história da televisão americana. Os produtores da nova versão não devem estar esperando o mesmo tipo de audiência. Afinal, os tempos são outros e a TNT é um canal a cabo. Mas, com certeza, espera gerar burburinho nas redes sociais e elevar a audiência do episódio que revelará quem, afinal, matou JR. Sim, a alternativa encontrada pelos roteiristas para tirar o personagem da história foi a de recriar a tentativa de assassinato a qual, desta vez, será bem sucedida.

Os produtores também providenciaram as presenças de mais alguns dos personagens que passaram pela série original. Eles voltarão para o funeral de JR, o qual será exibido em março. Entre elas, Mandy Winger (Deborah Shelton, vista entre 1984 e 1987), amante de Cliff Barnes (Ken Kercheval) seduzida por JR; Cally (Cathy Podewell, vista entre 1988 e 1991), a segunda esposa de JR; Gary (Ted Shackelford) e Ray Krebbs (Steve Kanaly), irmão e meio-irmão de JR e Bobby; e Lucy Ewing (Charlene Tilton), sobrinha. Os dois últimos já tinham sido vistos rapidamente na nova versão.

Joan Van Ark, que volta a interpretar Valene Ewing, esposa de Gary, também será vista em três episódios. Entre os novos atores que serão vistos em participações recorrentes, a temporada introduzirá Judith Light, como Judith Ryland, mãe de Harris, ex de Ann; e Emma Bellque interpretará uma personagem chamada Emma.

Cliquem na foto para ampliar.

 

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*