Fernanda Furquim Nova Temporada

Nova Temporada

Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

sobre

Formada em Comunicação pela ULBRA, é jornalista e pesquisadora de séries de TV. Dentro deste tema, publicou o fanzine TV Land entre 1995 e 1997; a revista TV Séries entre 1997 e 2001 (que gerou um blog entre 2006 e 2010), e os livros Sitcom: Definição e História (2001) e As Maravilhosas Mulheres das Séries de TV (2008). Ministrou oficinas livres sobre a história da TV e das séries americanas.

Grimm Estreia no Canal Universal

Por: Fernanda Furquim

Ver comentários (7)

Esta noite, às 21h, estreia pelo canal Universal a série “Grimm“, uma das apostas da nova temporada do canal NBC americano.

Criada por David Greenwalt, de “Buffy” e “Angel”, e Jim Kouf, de “Angel”, a série é uma produção de Steve Oster (Carnivàle), Todd Milliner (Hot in Cleveland) e Sean Hayes (ator de “Will & Grace”), pela Hazy Mills Productions em parceria com a Universal Media Studios.

“Grimm” é uma série policial de entretenimento que explora o nome dos irmãos Grimm.

Ao contrário da abordagem inocente popularizada por muitos contos de fadas, os irmãos ofereciam histórias mais sombrias e realistas, que ao longo dos anos foram suavizadas para se enquadrar na categoria histórias infantis. A série optou pelo tom sombrio das histórias.

A produção faz parte da linha que vem sendo explorada pelo cinema e pela TV atualmente: o mundo da fantasia e do sobrenatural. Com isso, “Grimm” faz companhia a produções como “True Blood”, “The Vampire Diaries”, “The Walking Dead”, “Once Upon a Time”, “Game of Thrones”, “The Secret Circle”, “Supernatural”, “Teen Wolf” e “American Horror Stories”, entre outras que eu tenha me esquecido.

Nick Burckhardt (David Giuntoli) é um policial da Homicídios de Portland, Oregon, que descobre através de sua tia (Kate Burton) ser descendente de um um grupo de caçadores conhecido como Grimms. Sua missão: manter a humanidade a salvo das criaturas do mundo sobrenatural.

Assumindo seu destino, Nick descobre que nem todas as criaturas são inimigas. Eddie Monroe (Silas Weir Mitchell, de “Prison Break”), por exemplo, é um lobo mau reformado que mantém o controle de seus instintos assassinos com uma rigorosa dieta e exercícios de Pilates. Ele passa a auxiliar Nick sempre que este precisa investigar mais de perto casos relacionados às criaturas sobrenaturais.

No dia a dia, as criaturas são pessoas aparentemente normais, mas Nick é capaz de ver além das aparências, especialmente quando elas estão sob pressão ou estresse, revelando suas verdadeiras facetas. Para classificá-las, Nick conta com o auxílio de um livro, uma espécie de guia dos monstros, deixado por sua tia.

Mantendo sua verdadeira identidade em segredo, Nick tem como parceiro o policial Hank (Russell Hornsby, de Lincoln Heights). Ambos estão sob as ordens do Capitão Fox (Sasha Roiz, de Caprica). No elenco também estão Bitsie Tulloch (Quarterlife), como Juliet Lambert, a namorada de Nick, e Reggie Lee (Prison Break), como o Sargento Jennings.

A série estreou nos EUA em outubro registrando a média de 6.56 milhões de telespectadores ao vivo. Ao longo dos quatro episódios já exibidos, “Grimm” vem conseguindo manter a média de 7 milhões de telespectadores, com 2.3% entre o público alvo do anunciante, ao vivo.

A série, que tem 22 episódios encomendados para a primeira temporada, desenvolve uma situação por semana, com o mistério em torno da identidade de Nick como pano de fundo.

Infelizmente “Grimm” não faz jus ao nome que carrega. Neste primeiro momento, a série é só mais uma produção procedimental que apresenta ‘o monstro da semana’, estrelada por atores/personagens apáticos, vivendo situações e diálogos previsíveis, utilizando efeitos especiais toscos. “Grimm” pode ser melhor apreciada pelo público que chega em casa cansado do trabalho e busca uma história leve (apesar do visual sombrio) para acompanhar, sem exigir demais da atenção do telespectador.

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

  1. Deia

    Vejo que esta série trata de nossos medos mais antigos. Coloca à tona os nossos fantasmas escondidos do nosso racional. Adoro lidar com isto, com nossos medos ancestrais. Monstros particulares e secretos muito aflitivos. Parabéns aos criadores e demais responsáveis por ela.

  2. Deia

    Esta é uma das melhores séries em exibição na Universal Chanel. Adoro e sou fã de carteirinha. Por favor continuem.
    Um abraço e parabéns!!!

  3. Deia

    Acho o Capitão interpretado por SASHA ROIZ uma figura linda e um ótimo ator. Sem ele o seriado seria menos interesante e muito menos sensual. Ele é simplesmente instigante..

  4. paulo roseno

    É ótima essa série, adorei s2s2s2

  5. Giovanna

    ruim o c**** quero ver vcs consiguirem fazer uma serie melhor U_U

  6. Luciana

    Nossa, essa série é ruim demais!

  7. @thicovski

    É uma pena, porque a proposta é muito boa. Poderiam fazer algo bom com o material que eles têm.