Série Mulher, da Rede Globo, Chega à China

O jornal Folha de São Paulo informa que a Rede Globo fechou nesta quarta-feira um acordo com a China para a exibição da série “Mulher”, produção de 1998 a 1999. A série foi comprada após cinco anos de negociações. A produção será exibida pelo canal estatal CCTV8, que tem uma programação voltada para produtos internacionais, […]

O jornal Folha de São Paulo informa que a Rede Globo fechou nesta quarta-feira um acordo com a China para a exibição da série “Mulher”, produção de 1998 a 1999. A série foi comprada após cinco anos de negociações. A produção será exibida pelo canal estatal CCTV8, que tem uma programação voltada para produtos internacionais, atingindo cerca de 200 milhões de residências. “Mulher” seria a primeira produção brasileira a ser comprada pela China nos últimos 25 anos.

A série, que está atualmente na programação do canal a cabo Viva,  foi escrita por Álvaro Ramos, Antônio Calmon e Daniel Filho, entre outros, com base em ideia de José Bonifácio Sobrinho. Os roteiristas receberam a ajuda de Lynn Mamet, produtora americana de “Lei & Ordem”, trazida ao Brasil para prestar assessoria à produção.

“Mulher” teve sua primeira temporada filmada em película e a segunda em videoteipe. Foram produzidos 61 episódios, dos quais 19 foram lançados em DVD no Brasil. A China adquiriu um pacote com cerca de 26 episódios, que provavelmente correspondem à primeira temporada. Nesses episódios são discutidos alguns temas polêmicos, em especial para a sociedade chinesa, como o aborto, gravidez na adolescência, eutanásia, frigidez, adultério, violência contra a mulher e câncer de mama.

A história gira em torno de duas médicas, a experiente Dra. Marta Lopes (Eva Wilma) e a novata Dra. Cristina Brandão (Patrícia Pillar), ambas trabalhando em uma clínica particular especializada no atendimento à mulher.

A Globo costuma divulgar que “Mulher” é uma série pioneira por ter sido filmada em película. Mas não é bem esse o caso, visto que, nos anos 60, a produção independente, “O Vigilante Rodoviário”, já tinha feito isso. Um ano antes da estreia de “Mulher”, a Globo exibiu “A Justiceira”, outra série filmada em película. O pioneirismo talvez esteja no fato de que o último episódio de “Mulher” tenha sido gravado em HD, sistema também utilizado para gravar a minissérie “Caramuru – A Invenção do Brasil”, exibida em 2000 e lançada nos cinemas em 2001.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s