Blogs e Colunistas

Arquivo da categoria Pilotos de Séries

08/04/2015

às 13:52 \ Pilotos de Séries

AMC descarta ‘White City’

e Matt King em Marrocos durante as filmagens do piloto de 'White City' (Foto: Matt King via Twitter).

Tim Peper e Matt King em Marrocos durante as filmagens do piloto de ‘White City’ (Foto: Matt King via Twitter).

Anunciado em abril de 2013, o projeto de White City foi descartado pelo canal AMC, após a avaliação do piloto produzido em 2014.

Criada por Nick McDonell, John Dempsey, Chris Mundy (Criminal Minds) e Tom Freston (Low Winter Sun), a história girava em torno dos trabalhos de jornalistas e diplomatas vivendo no Afeganistão. Segundo os produtores, não se tratava de um drama sobre a guerra, mas sobre personagens tentando sobreviver em uma situação de conflito armado.

Jon Liston (Tim Peper, de Carpoolers) é um sujeito viciado em guerras que passou a última década morando em Cabul, capital do Afeganistão. Sem dar ouvidos aos conselhos dos funcionários da embaixada americana, ou de sua namorada, uma jornalista francesa, Jon tenta entrar em contato com os líderes insurgentes. Neste meio tempo, ele precisa lidar com seus sentimentos de culpa, frustrações e dúvidas.

No elenco também estavam Mercedes Mason (The Finder, 666 Park Avenue), como Lizzie Ghaffari, nova conselheira política na Embaixada americana de Cabul; Josh Pence, como Tommie Pierson, um jornalista do New York Times que vive em Cabul, onde se envolve com uma mulher; Ellen Woglom (vista em Californication) como Claire Summers, assessora de imprensa da Embaixada americana, amiga de Liston; Tim Ahern, como o Embaixador Gershorn; e Matt King, como George.

A produção era da AMC Studios, sendo que o piloto foi dirigido por Stephen Gaghan.

Entre os pilotos produzidos para avaliação, o canal ainda precisa decidir o futuro de Preacher.

Share

02/04/2015

às 11:21 \ Pilotos de Séries, Versão Televisiva

Novos projetos e pilotos – Abril 2015 – Parte 1

TheBoyintheSuitcaseAmazon

The Boy in the Suitcase (título de referência) – Projeto de Kirsten Sheridan, Joshua Maurer e Alixandre Witlin, que adapta a obra de Lene Kaaberbol e Agnete Friis, publicado este ano. A história gira em torno de Nina Borg, uma enfermeira da Cruz Vermelha, que recebe de Karin, um amigo distante, uma chave de um armário da estação de trem. Ao conferir o conteúdo do armário, ela encontra uma mala e, dentro da mala, um bebê de três anos, nu e drogado, porém vivo. Sem saber quem é este bebê, acreditando que ele possa ter sido vítima de tráfico, Nina decide protegê-lo quando descobre que Karin foi brutalmente assassinado. Enquanto tenta descobrir a identidade do menino e sua família, Nina precisa se manter longe do alcance a máfia do leste europeu. A produção é da City Entertainment.

Natchez Burning – Projeto de Tobey Maguire, Iles e David Hudgins (Parenthood), sendo que os dois últimos cuidarão do roteiro. A história acompanha a vida e os trabalhos de Penn Cage, um advogado e romancista que precisa defender seu pai, um renomado médico acusado de matar Viola Turner, uma enfermeira com quem ele trabalhou na década de 1960. Tentando descobrir a verdade, Penn começa a investigar o passado, o qual o leva a entrar em contato com membros da Ku Klux Klan. A produção é da Material, empresa de Maguire, em parceria com a Sony Pictures Television.

 

History Channel

The Boys of ’67 – Projeto de Jeb Stuart que adapta a obra de Andrew Wiest. A história acompanha o primeiro pelotão da 9ª Divisão de Infantaria da Charlie Company, servindo na guerra do Vietnã. A produção é da A+E Studios em associação com a Head First Productions e a Muse Entertainment.

 

Sem Canal Definido

Catwalk – Projeto de Jesse Collins que adapta a obra de Deborah Gregory. A história acompanha a vida de Pashmina, Felinez, Angora e Aphro, quatro amigas que vivem em Manhattan, onde frequentam uma escola para estilistas. A cada ano, os estudantes formam grupos que competem para oferecer o melhor desfile de moda, produzindo o evento e criando as peças que serão apresentadas na passarela. O vencedor ganha uma bolsa de estudo, um desfile profissional e a chance de iniciar uma carreira no mundo da moda.

CatwalkIngress – Projeto do Google em parceria com a The Sean Daniel Company que adapta o game de mesmo nome. Thriller político com elementos sobrenaturais, a história apresenta as atividades de uma equipe de cientistas internacionais que faz uma descoberta capaz de mudar o mundo. A ideia dos produtores é cruzar a série com o game, bem como livros, quadrinhos e websites, que seriam utilizados como apoio da trama televisiva.

Projeto de Couric, English e Pfeiffer – Desenvolvido por Katie Couric, apresentadora do programa Today, Diane English, criadora de Murphy Brown, e pela atriz Michelle Pfeiffer, o projeto está sendo oferecido a canais a cabo como o Showtime, HBO e AMC, bem como a site de streamings, como Netflix e Amazon. A comédia acompanha os bastidores de um programa matutino. Se a série for produzida, Pfeiffer interpretará a apresentadora do programa. O projeto poderá marcar o retorno da atriz à TV, onde ela iniciou carreira estrelando séries como Delta House e B.A.D. Cats, bem como episódios de Chips e A Ilha da Fantasia.

 

Share

26/03/2015

às 23:44 \ Pilotos de Séries, Versão Televisiva

TNT pede reformulação do projeto de ‘Cocaine Cowboys’

cocaine_cowboys

Cartaz do documentário de 2006

A TNT não ficou satisfeita com o piloto produzido para Cocaine Cowboys (título de referência), projeto que está sendo desenvolvido por Jerry Bruckheimer (CSI) e Michael Bay (The Last Ship).

Com roteiro de Michelle Ashford (Masters of Sex), o piloto tinha sido encomendado para avaliação. Se aprovado, o canal poderia ter encomendado a primeira temporada da série. Ao invés disso, a TNT pediu reformulação do projeto e um novo roteiro do piloto, segundo divulgado pelo Deadline.

Adaptação do documentário Cocaine Cowboys de 2006, o projeto foi originalmente desenvolvido para a HBO em 2008, com roteiro de Meredith Stiehm. Insatisfeita com o resultado, a HBO pediu um novo roteiro em 2011. Mas a HBO acabou rejeitando o projeto que foi então oferecido para a TNT.

O projeto apresenta uma história sobre o combate ao tráfico de drogas em Miami, situada entre as décadas  de 1970 e 1980. Com a reformulação do projeto, a história continuará a ser situada neste universo e período, mas deverá apresentar outros personagens.

No piloto descartado, Josephine Nickel (Elizaberth Perkins, de Weeds), mais conhecida como Jojo, é uma típica sulista, viciada em corrida de cachorros, que tem como maior ambição conquistar Corwin (Christopher McDonald, de Harry’s Law), o sogro de seu filho Bobby (Michael Stahl-David, de The Black Donnellys), um sujeito carismático e brilhante que fez sua vida vendendo maconha para um traficante cubano.

Bobby vive uma vida dupla, tanto profissional como familiar. Sua sócia Kat Wiseman (Kelsey Siepser) não sabe que Bobby vende drogas, mas mantém com ele um relacionamento amoroso, embora ele seja casado com Luanne (Kristen Hager, de Being Human), uma ex-Miss que não ama o marido, o que a torna indiferente à filha de oito anos.

Corwin, o pai de Luanne, é o proprietário de um império pesqueiro e vive com a esposa em um dos melhores bairros de Miami. O melhor amigo de Bobby é Julius Jackson (Matt Barr), seu sócio no crime. Ele entrou para o tráfico depois que voltou do Vietnã e tentou, em vão, se estabelecer.

No elenco deste piloto também estavam Adria Arjona, como a colombiana Maria Zorilla, uma das mais perigosas traficantes de Miami, apaixonada por tudo que é americano; Oscar Jaenada, como Jimeno, um traficante de cocaína; e Dan Buran como Rory, outro traficante.

A produção é da Jerry Bruckheimer Television em parceria com a Warner Horizon Television.

Share

25/03/2015

às 14:27 \ Pilotos de Séries, Versão Televisiva

Novos projetos e pilotos – Março 2015 – Parte 2

Let the Right One In

Cartaz da versão sueca de ‘Let the Right One In’

ABC Family

Famous in Love – Projeto de Marlene King (Pretty Little Liars) e Rebecca Serle, que adapta a obra de Serle. A história gira em torno de uma estudante (Bella Thorne) que se torna uma grande estrela de cinema quando estrela uma franquia cinematográfica. Agora ela precisa encontrar uma forma de lidar com a fama repentina. A produção é da Warner Horizon TV em parceria com a Long Lake Media.

A&E

Let the Right One In – Projeto de Jeff Davis (Teen Wolf) e Brandon Boyce, responsável pelo roteiro, que foi disputado com o canal Showtime. Trata-se de uma adaptação da obra de John Ajvide Lindqvist, já transformada em filme em 2008. O filme sueco ganhou uma versão americana em 2010, com o título de Deixe-me Entrar. A história acompanha a relação de amizade que surge entre Oskar, um garoto de doze anos, e Eli, uma vampira com séculos de idade, que vive na companhia de seu guardião em uma pequena cidade do interior. Quando uma série de assassinatos ocorre na cidade, a estranha amizade chama a atenção de um agente federal com um passado misterioso. A produção é da A&E Studios em parceria com a Tomorrow Studios.

Cinemax

Baghdad Country Club  - Projeto de Robert Downey Jr. e Susan Downey, com roteiro de Dave Andron (Justified). Trata-se da adaptação da obra de Joshuah Bearman, livro que teve seus direitos originalmente adquiridos pelo canal HBO. A história gira em torno de James, um ex-soldado e mercenário que, durante a guerra do Iraque, abre um bar na zona livre de Bagdá que se torna o ponto de encontro de diversos grupos. No Baghdad Country Club era proibido entrar armado, ainda assim, o lugar vivia sob constante tensão. A produção é da Warner Horizon Television e da Team, empresa de Downey e sua esposa.

HBO

Projeto de Snoop Dogg – Desenvolvido pelo rapper Cordozar Calvin Broadus Jr., mais conhecido como Snoop Dogg, com roteiro de Rodney Barnes (Everybody Hates Chris), o projeto é um drama situado na década de 1980. A história gira em torno de uma família que vê sua vida, aparentemente idílica, ser prejudicada quando interesses políticos atingem sua comunidade. Esta é a segunda tentativa do rapper de produzir uma série de TV. Em 2011, ele desenvolveu um projeto para a NBC que não chegou a ganhar a encomenda de um piloto para avaliação.

The Brothers GrimmHistory

Knightfall – Projeto de Don Handfield e Richard Rayner inspirado em história real. O enredo não foi divulgado, o que se sabe é que a trama apresentará a trajetória dos Cavaleiros Templários, desde o seu surgimento até sua queda. A produção é da A&E Studios em associação com a The Combine e a Midnight Radio, empresa de Handfield.

Sem Canal Definido

The Brothers Grimm – Projeto dos estúdios Miramax, com roteiro de Ehren Gruger, que adapta o filme Os Irmãos Grimm, de 2005. O filme já tinha sido produzido com a intenção de ser transformado em franquia, mas brigas entre os produtores teriam levado o estúdio a desistir do cinema e buscar a televisão como uma alternativa. A história acompanha as aventuras dos irmãos Wilhelm e Jacob Grimm, dois vigaristas que se deparam com situações sobrenaturais e fantásticas durante suas viagens, na Europa do Século XIX.

Share

14/03/2015

às 15:05 \ Pilotos de Séries, Versão Televisiva

Novos projetos e pilotos – Março 2015 – Parte 1

ShooterA&E

Impact – Projeto de Kimberly Peirce e Jason George (Nashville), inspirado no telefilme britânico de Matthew Graham e Nigel McCrery, exibido em 2002. Uma equipe investiga a queda de um avião comercial. Pressionados pela linha aérea, pela mídia e pelo público para declarar a queda um ato terrorista, o grupo luta contra o tempo para chegar à verdade. Quando uma das investigadoras descobre que seu filho era um dos passageiros, ela começa a desconfiar de todos que estão à sua volta. A produção é da All3Media America e A+E Studios.

NBC

California – Projeto de minissérie desenvolvido por Gregory Nava, Jennifer Lopez, Elaine Goldsmith e Barbara Martinez-Jitner. A história acompanha a vida de oito gerações de uma família que migra da Espanha para o México e depois para os EUA, vivendo diferentes situações históricas. A trama tem início no Século XVIII, encerrando nos dias de hoje. A produção é da Nuyorican Productions, empresa de Jennifer, e da Sony Pictures TV.

USA Network

Shooter – Projeto de John Hlavin (The Shield), Mark Wahlberg e Stephen Levison anunciado em setembro de 2014, quando ainda não tinha um canal definido. O projeto começou sendo desenvolvido para o TNT, mas acabou migrando para o USA, que encomendou a produção de um episódio piloto para avaliação. Trata-se de uma adaptação do filme Atirador, estrelado por Wahlberg em 2007. Este, por sua vez, era uma versão da obra de Stephen Hunter, Point of Impact. A história gira em torno de Bob Lee Swagger, um ex-fuzileiro que vive isolado. Ele volta à ativa quando descobre um plano para assassinar o Presidente. Na tentativa de evitar o atentado, ele é traído e acusado de ser responsável pelo crime. Assim, ele foge para tentar descobrir quem é o verdadeiro culpado. A produção do projeto é da Paramount TV.

Falling Water – Projeto de Gale Anne Hurd (The Walking Dead), Blake Masters e Henry Bromell, falecido em 2013, que ganhou a encomenda de um episódio piloto para avaliação, o qual será dirigido por Juan Carlos Fresnadillo. A história gira em torno de três estranhos que descobrem estar sonhando partes diferentes do mesmo sonho. A produção é da Valhalla Entertainment, empresa de Anne, e Universal Cable Productions.

three_days_of_the_condor

Sem Canal Definido

Dr. Del – Projeto de Katie Jacobs, Nick Wechsler e John Sayles, que cuidará do roteiro, inspirado na matéria Dr. Don, publicada no New Yorker e assinada por Peter Hessler. Trata-se de um drama médico que terá um piloto produzido de forma independente e depois oferecido a canais de TV no mês de junho. A história acompanha a vida e os trabalhos de Dr. Del Canyon (John Hawkes, de Deadwood) que, relutantemente, retorna à sua cidade natal para assumir o comando de uma farmácia, negócio de sua família na minúscula Isotope. A empresa é a única referência médica das redondezas, o que o leva a se tornar o curandeiro da região. Com isso, Del vive em conflito. Desejando se distanciar do seu passado doloroso, ele é incapaz de dar as costas a quem precisa de ajuda. Na cidade também vivem Brandy Sommers (Chloe Sevigny, de Big Love, BloodlineHit & Miss), uma ex-campeã de ski que, fugindo de seu passado, se torna a proprietária do único bar da cidade; Tanner Doggerty (Ted Levine, de Reaper), prefeito da cidade que tem sonhos de grandeza, tanto para a cidade quanto para si mesmo; Shayna Canyon (Leven Rambin), filha viciada de Del, com quem ele não tem um bom relacionamento, e mãe de Stinger, um menino a quem tem dificuldades de manter; Denny Roper (Don Harvey), xerife de Isotope e amigo de infância de Del; e Cody Roper (Nathan Reyes), filho de Denny e ex-genro de Del que se torna uma má influência para o filho Stinger.

Three Days of the Condor – Projeto de David Ellison, Jason Smilovic e Todd Katzberg, os dois últimos são os roteiristas. Trata-se de uma adaptação para a TV do filme Três Dias do Contor, de Sydney Pollack, lançado em 1975, que por sua vez era uma adaptação da obra de James Grady, Six Days of the Condor. Ainda não há informações sobre o enredo. O filme, um thriller político, acompanha a vida de um analista da CIA que se depara com uma conspiração quando todos seus colegas são assassinados. Ao longo de três dias, ele tenta solucionar o mistério. Vale lembrar que o canal AMC já exibiu uma série inspirada no filme. Rubicon teve uma única temporada produzida em 2010. O projeto está sendo oferecido a canais de TV. A produção é da Skydance Productions em parceria com a MGM TV e a Paramount TV.

Share

06/03/2015

às 15:21 \ Pilotos de Séries, Remakes, Versão Televisiva

Novos projetos e pilotos – Março 2015 – Parte 1

'Mi Gorda Bella Valentina'

‘Mi Gorda Bella Valentina’

Postagem atualizada no dia de sua publicação.

ABC Family

Valentina – Projeto de Aaron Kaplan e Jorge Granier (Jane the Virgin) que adapta a novela venezuelana Mi Gorda Bella Valentina, de Carolina Espada, exibida em seu país entre 2002 e 2003. Na história, a mãe milionária da jovem Valentina é morta em um acidente. Logo Valentina começa a desconfiar que sua mãe foi morta pelos parentes dela, que desejavam tomar o controle das empresas. Visto ser a única herdeira do império, Valentina teme ser a próxima vítima. Assim, ela foge e se mantém escondida por dez anos. Adulta, ela volta à cidade, completamente diferente da menina que era, com o objetivo de se vingar da morte da mãe e tomar o controle de seus negócios. A produção é da Kapital Entertainment.

 

AMC

Projeto de Braun, Kelly e Kealey  - Desenvolvido por Lloyd Braun, Thomas Kelly (Copper) e Darby Kealy, que cuidará do roteiro, o projeto é um drama de espionagem internacional. Quando uma atriz premiada é sequestrada pelo ditador de um país estrangeiro, ela se torna peça chave de uma disputa pelo poder. A produção é da Whalerock Industries em parceria com a MGM TV Studios.

 

BBC Scotland

Stop/Start – Projeto de Jack Docherty que adapta sua série radiofônica. A história acompanha a via de três casais em diferentes estágios da um relacionamento. Rob e Cathy, casados há anos, estão na fase em que não se suportam mais; Evan e Fiona estão na fase em que tudo o que fazem precisa ser grandioso, sejam as brigas, seja o sexo; David e Georgy formam um casal de gerações diferentes. Ele tem 60 anos de idade, ela tem 30 anos e todo mundo adora Georgy, menos as outras mulheres. O título refere-se à narrativa da história. Cada personagem é capaz de parar a trama para explicar para o público o que realmente está pensando. Apesar de existir uma série radifônica como referência, o canal encomendou um piloto que será exibido para testar a audiência. Além de Docherty, o elenco também é formado por John Thomson, Kerry Godliman, Nigel Havers, Laura AikmanSarah Hadland.

 

Fox

The_Expendables_2The Expendables – Projeto de Sylvester Stallone, Avi Lerner e Shane Brennan (NCIS: LA), com roteiro de Greg Coolidge e Kirk Ward que, se produzido, poderá ser uma minissérie. Trata-se da adaptação da franquia cinematográfica Os Mercenários criada e estrelada por Stallone. A história gira em torno das aventuras de uma equipe formada por mercenários no combate ao terrorismo. A intenção dos produtores é a de escalar atores que já foram protagonistas de séries no passado. A produção é da Lionsgate TV, CBS TV Studios e Rogue Marble, empresa de Stallone.

 

HBO

Madam X – Projeto de Anna Paquin, Stephen Moyer, ambos atores de True Blood, e Jack Black, com roteiro de Julia Hart. Trata-se de um projeto de minissérie que adapta a obra de Kate Manning, My Notorious Life. Situada na era vitoriana, em Nova Iorque, a história acompanha a vida de Axie Muldoon (Paquin), filha de imigrantes irlandeses que se viu forçada a se afastar de sua família para sobreviver. Assistente de obstetra, ela se casou com um homem rico com quem desafiou as leis para defender os direitos da mulher. A produção é da CASM, empresa de Paquin e Moyer, em parceria com a Electric Dynamite, empresa de Black.

Projeto de Baldwin, Brokaw e Tower – Desenvolvido por Alec Baldwin (30 Rock), Cary Brokaw e Wells Tower, que ficou a cargo do roteiro, o projeto foi disputado por diversos canais antes de ser adquirido pela HBO. Pelo contrato, o canal se compromete a encomendar a produção da primeira temporada. O que ainda não aconteceu. Por enquanto, a série está em fase de desenvolvimento de projeto, com um piloto previsto para ser filmado em setembro. Baldwin interpreta Joe Byrne, um bilionário e filantropo que fez sua fortuna no ramo imobiliário. Alvo favorito dos tablóides e da imprensa que cobre o mundo das celebridades, Joe é escolhido para substituir o prefeito de Nova Iorque, afastado por uma tragédia. Tentando manter seu passado escondido e incapaz de resistir a uma mulher, Joe enfrenta as pressões do cargo. A produção é da Universal Television em parceria com a El Dorado Pictures, empresa de Baldwin.

Ms. – Projeto de George Clooney, Grant Heslov, Bruce Cohen, Marisa Tomei e Kathy Najimy que, se produzido, será uma minissérie. A história narra a vida da jornalista e ativista feminista Gloria Steinem (Tomei), que em 1971 criou a revista Ms. em parceria com Bella Abzug (Najimy), publicação que se tornou um dos principais veículos do movimento feminista.

Wish – Projeto de Merritt Johnson (In Treatment), Doug Ellin (Entourage), Teri Weinberg, Jim Lefkowitz, Bruce Rubenstein e Shirly Brener  que adapta a série israelense Beit Ha’Mishalot criada por Haim Bouzaglo. A série original estreou em seu país em 2013. A segunda temporada tem previsão de exibição para este ano em Israel. A história é um drama psicológico o qual apresenta os trabalhos de um terapeuta que dá aos seus pacientes a oportunidade de reviver uma das suas experiências de vida. Alguns utilizam este momento para reviver algo que está escondido em seu passado, outros o utilizam para satisfazer seus mais profundos desejos. A produção é da CBS TV Studios. No vídeo, abertura da série israelense.

 

Sem Canal Definido

Dreadstar – Projeto de Jim Starlin e Ford Gilmore que adapta HQ criada por Starlin. A história gira em torno de Vanth Dreadstar, único sobrevivente da Via Láctea, que com o auxílio de sua tripulação tenta acabar com a guerra travada entre dois impérios: a Igreja da Instrumentalidade, de Lord Papal, e a Monarquia, do Rei Gregzor. A produção é da Universal Cable Productions em parceria com a Benderspink.

Enormous – Projeto de Andrew Poltkin e Adrian Askarieh que adapta HQ da 215 Ink. Situada no futuro próximo, a história apresenta a humanidade sofrendo uma crise planetária, quando um cataclismo ecológico fez surgir criaturas enormes que ameaçam a vida no planeta. Enquanto isso, Ellen Grace, uma ex-professora, lidera uma equipe de resgate que tenta encontrar um grupo de crianças órfãs que ficaram isoladas nas ruínas de uma cidade. A produção é da 20th Century Fox em parceria com a New Regency Television.

SexCriminalsSex Criminals – Projeto de Matt Fraction e Kelly Sue DeConnick que adaptam a HQ criada por Fraction e Chip Zdarsky. A história acompanha a vida de Suzie, uma bibliotecária, e Jon, um ator que trabalha em um banco. Os dois se conhecem em uma festa e acabam passando a noite juntos. Logo eles descobrem ser capazes de congelar o tempo toda vez que atingem o orgasmo. Assim, eles decidem roubar o banco onde Jon trabalha e usar o dinheiro para salvar a biblioteca onde Suzie trabalha. A produção é da Universal TV em parceria com a Milkfed Criminal Masterminds, empresa do casal.

The 49 Key – Projeto do ator John Barrowman (Torchwood, Arrow), Jeff Krelitz, David Boxenbaum e Jeremy Atkins que adapta a história de Erika Lewis, publicada em uma edição da revista Heavy Metal. Se o projeto for produzido, ele será uma minissérie. A história é inspirada em uma lenda do Século XVI, que trata da linguagem secreta dos anjos. Um arqueologista trapaceiro (Barrowman) e uma jovem autista atravessam a Inglaterra com o objetivo de levar um garoto mudo para casa. O menino é a chave entre dois mundos: o nosso e o de Enochia, um lugar mágico que existe abaixo da superfície da Terra, onde criaturas fantásticas e humanos altamente avançados vivem. A produção é da Barrowman Barker Productions.

Share

28/02/2015

às 17:03 \ Pilotos de Séries, Spinoff, Versão Televisiva

TBS e TNT: Lista de pilotos – Temporada 2015-2016

TNTA Turner Entertainment, proprietária dos canais TBS e TNT, está com a missão de reformular o perfil dos dois canais com o objetivo de elevar o valor dessas marcas no mercado nacional e internacional. Para tanto, a empresa conta com um novo presidente. Kevin Reilly assumiu o cargo no final de 2014 e logo iniciou a limpeza na grade de programação dos canais, que geravam baixa audiência e prejuízo para a empresa. Foram embora a nova versão de Dallas, Franklin & Bash e Perception, na TNT, Sullivan & Son, Men at Work, Cougar Town e Ground Floor.

Para a Temporada 2015-2016, o canal TBS já tem quatro novas séries encomendadas: Tribeca, Your Family or MineBuzzy’s e uma sitcom criada por Jason Jones e Samantha Bee, que ainda não tem um título definido. Entre os projetos, o canal, que só trabalha com comédias, tem dois pilotos sendo produzidos para avaliação.

Já o TNT, que renovou seis de suas séries, tem mais três já aprovadas: Proof, Public Morals e Agent X. O canal também planeja uma spinoff de Major Crimes, que terá seu episódio piloto exibido dentro da série para introduzir os personagens. Vale lembrar que Major Crimes já é uma spinoff de The Closer, que por sua vez é uma adaptação não oficial da britânica Prime Suspect (que também teve um remake oficial produzido para o canal NBC).

Segundo a imprensa americana, o TNT também está em negociações para encomendar o piloto de Titans, projeto que adapta a HQ  Novos Titans/Teen Titans da DC Comics.

Esta postagem será atualizada até o mês de abril, conforme novos pilotos forem sendo anunciados, bem como detalhes sobre enredos e contratação de atores.

 

TBS

Comédia

(DESCARTADO) Quality Time – Projeto criado por Paul Soter, Kevin Heffernan, Steve Lemme e Erik Stolhanske anunciado em dezembro de 2014.

A história gira em torno de quatro amigos que conseguiram manter a adolescência enquanto estiveram na faixa dos vinte anos. Agora eles precisam se tornar adultos para poder criar seus filhos.

Kevin (Heffernan) é um advogado, pai de três filhos, que representa a voz da razão do grupo (ao menos, em sua opinião); Steve (Lemme) é o malandrão do grupo que, casado com uma mulher mais jovem, espera o nascimento de seu primeiro filho; Paul (Soter) é um mal-sucedido empresário, neurótico e pai de duas meninas, que agora fica em casa cuidando delas enquanto sua esposa sai para trabalhar; e Dutch (Stolhanske), um recém divorciado que busca por um novo amor em sua vida.

Kevin é casado com Samantha (Gillian Vigman), uma obstetra extremamente paciente; Lizzie (Alexie Gilmore) é a esposa de Paul, empresária do ramo de software; e Nicole (Jessica Meraz, de Chasing Life) é casada com Steve, dez anos mais jovem que as demais esposas do grupo.

A produção é da Entertainment One.

 

 

Zach Cregger (Foto: Michael Buckner/Getty)

Zach Cregger (Foto: Michael Buckner/Getty)

(APROVADO) Wrecked – Projeto de Justin Shipley, Jordan Shipley e Jesse Hara, descrito como um cruzamento entre Lost e It’s Always Sunny in Philadelphia, ou quem sabe uma nova versão de A Ilha dos Birutas/Gilligan’s Island.

Na história, após um acidente aéreo em uma ilha remota, dois amigos e um grupo de sobreviventes precisam se adaptar ao ambiente, que oferece diferentes tipos de ameaças. Esta experiência se torna uma oportunidade para que Danny (Brian Sacca) e Owen (Zach Cregger, de About a Boy) se tornem o tipo de pessoas que eles sempre desejaram ser. Desprovidos de qualquer tipo de conexão com o resto do mundo, eles se tornam os líderes de uma sociedade sem redes sociais, wi-fi, água encanada ou fast foods.

Owen era um dos comissários do vôo que lutou a vida inteira contra a obrigação de assumir responsabilidades. A única razão pela qual ele arranjou este emprego foi para poder realizar seu sonho de conhecer o mundo. Seu amigo Danny, um aspirante a policial com ética duvidosa, era um dos passageiros que viajavam para a Tailândia.

Entre os demais passageiros estão Emma (Ginger Gonzaga), uma jovem que abandonou a faculdade de medicina para viajar com a amiga Florence (Jessica Lowe), uma pseud0-intelectual e feminista (ao menos na teoria) que adora imaginar como seria a sociedade ideal, mas não move um dedo para que ela se concretize; Chet (George Basil), um sujeito que morre de medo de avião, razão pela qual já estava bêbado quando a viagem iniciou e, com isso, nem percebeu que o avião caiu; Pack (Asif Ali), um agente esportivo que está ‘acorrentado ao seu celular’; Jess (Ally Maki), que viajava para a Tailândia na companhia de seu namorado Todd (Will Greenberg), um babaca com quem ela tem dificuldades de manter um bom relacionamento; Karen (Brooke Dillman), vice-presidente da Bing, empresa concorrente do Google; Liam (James Scott), um ex-militar que serviu dez anos com as forças especiais britânicas e agora organiza campanhas internacionais pelos direitos humanos e ajuda a crianças refugiadas de guerra; e Steve (George Basil), um sujeito boa praça que viaja com seu enorme cão Brimlow.

As filmagens do piloto foram realizadas em Porto Rico.

 

TNT

 

Drama

Justin Chatwin (Foto: Jon Kopaloff/FilmMagic)

Justin Chatwin (Foto: Jon Kopaloff/FilmMagic)

(DESCARTADO) Breed –  Projeto de John Scott Shepherd (Save Me), Scott Winant (Fargo) e Nicky Weinstock divulgado em abril de 2014.

Na linha de Luther, a história acompanha a vida de Cooper Wells (Justin Chatwin, de Shameless), um ex-agente do FBI que se muda para Tacoma, onde passa a trabalhar como detetive da polícia.

Apesar de sofrer de instabilidade emocional, Cooper é encarregado de investigar diversos crimes que ocorrem em uma região dos EUA, graças a seu conhecimento sobre assassinos em série. Mas a crueldade dos criminosos que persegue leva Cooper a pedir ajuda a Ruby (Nadia Hilker), uma poderosa e sedutora assassina, para localizar e capturá-los.

Ruby é a descendente de uma longa linha de caçadores europeus conhecidos como Avelytes, cuja vida é dedicada a matar perigosas criaturas que estão se infiltrando entre a população mundial.

O parceiro de Cooper na polícia é Teddy (Shaun Majumder, de Detroit 187), um homem que esconde segredos. Os dois estão sob o comando da Capitã Dennison (Aisha Hinds, de Under the Dome) que, cautelosamente, permite que Cooper siga sua própria linha de investigação.

No elenco também estão Amber Clayton, como Mandy, namorada que Cooper deixou em Nova Iorque. Ela decide encontrá-lo em Tacoma, onde passa a correr perigo, não apenas em função do caso que Cooper investiga, mas também pelos segredos que ela carrega; e Callie Thorne (Rescue Me), como Emme Haladjian, uma bela e carismática promotora que representa um grande perigo para Cooper e a cidade.

A direção do piloto é de Scott Winant, com produção da Invention Film Company.

 

 

Michael Stahl-David (Foto: Neilson Barnard/Getty)

Michael Stahl-David (Foto: Neilson Barnard/Getty)

(DESCARTADO) Cocaine Cowboys (título de referência) – Desenvolvido por Jerry Bruckheimer (CSI) e Michael Bay (The Last Ship), com roteiro de Michelle Ashford (Masters of Sex), o projeto foi anunciado em setembro de 2014. Este é um projeto que foi originalmente desenvolvido para a HBO em 2011, com base no documentário Cocaine Cowboy, de 2006. Quando a HBO o rejeitou, o projeto foi oferecido para o canal TNT.

A história narra o combate ao tráfico de drogas em Miami no período entre as décadas de 1970 e 1980.

Josephine Nickel (Elizaberth Perkins, de Weeds), mais conhecida como Jojo, é uma típica sulista, viciada em corrida de cachorros, que tem como maior ambição conquistar Corwin (Christopher McDonald, de Harry’s Law), o sogro de seu filho Bobby (Michael Stahl-David, de The Black Donnellys), um sujeito carismático e brilhante que fez sua vida vendendo maconha para um traficante cubano.

Bobby vive uma vida dupla, tanto profissional como familiar. Sua sócia Kat Wiseman (Kelsey Siepser), não sabe que Bobby vende drogas, mas mantém com ele um relacionamento amoroso, embora ele seja casado com Luanne (Kristen Hager, de Being Human), uma ex-Miss que não ama o marido, o que a torna indiferente à filha de oito anos.

Corwin, o pai de Luanne, é o proprietário de um império pesqueiro e vive com a esposa em um dos melhores bairros de Miami. O melhor amigo de Bobby é Julius Jackson (Matt Barr), seu sócio no crime. Ele entrou para o tráfico depois que voltou do Vietnã e tentou, em vão, se estabelecer.

No elenco também estão Adria Arjona, como a colombiana Maria Zorilla, uma das mais perigosas traficantes de Miami, apaixonada por tudo que é americano; Oscar Jaenada, como Jimeno, um traficante de cocaína; e Dan Buran como Rory, outro traficante.

 

 

Fiona Shaw (Foto: IMDB)

Fiona Shaw (Foto: IMDB)

Lumen – Projeto de Chris Black (Mad Men, Desperate Housewives) anunciado em setembro de 2014.

Na história, depois que Helen Royce (Wynn Everett, de The Newsroom), uma escritora de livros fantásticos, desaparece, Charlie (C.J. Valleroy,), um rapaz de dezesseis anos, se torna obcecado pela ideia de localizá-la. Sua busca o leva, e à sua família, ao reino de Lumen, um mundo alternativo onde eles descobrem que todas as situações fantásticas descritas na obra de Royce realmente ocorreram naquele universo. Mas ao tentar voltar para seu próprio mundo, a família se vê envolvida em uma guerra de magias.

O pai de Charlie é o Príncipe Dai (Neil Jackson, de Sleepy Hollow, Lightfields), soberano de Lumen. Anos atrás, ele esteve na Terra, onde conheceu uma mulher com quem se casou e teve Charlie. Mas Dai os abandonou para poder voltar para seu reino. Anos depois, sua ex-mulher se casou com Michael Hartman (Sam Jaeger, de Parenthood), um viúvo e pai de um adolescente. Agora que eles estão em Lumen, Dai se vê obrigado a revelar a verdade para a família.

Dai é filho da Imperatriz D’Laria (Fiona Shaw, de True Blood), que também é mãe de Jamie (Christina Cole).

No elenco também estão Zara Zoe, que interpretará uma personagem chamada Bailey; Simon Kassianides (The Shield) como Bevan Gravewood, o Capitão da Guarda Imperial; Nadja Bobyleva, como Nora, uma das servas no palácio que esconde sua ligação com as forças rebeldes; e Jon Brazier, como Thane, conselheiro da Imperatriz.

A produção é da Amblin Television, empresa de Steven Spielberg, em parceria com a TNT Original Productions, ABC Signature Studios e Full Fathom Five.

 

 

Jon Tenney (Foto: IMDB)

Jon Tenney (Foto: IMDB)

(DESCARTADO) Spinoff de Major Crimes – Projeto de James Duff e Mike Berchem, ambos de Major Crimes, anunciado em maio de 2014. O piloto será exibido dentro da série para introduzir personagens.

A história acompanha os trabalhos do agente do FBI Fritz (Jon Tenney), personagem recorrente de The Closer e Major Crimes, de Ann McGinnis (Laurie Holden, de The Walking Dead), ex-oficial das Forças Aéreas e a segunda em comando do departamento de operações especiais, e do Tenente Chuck Cooper (Malcolm-Jamal Warner, de The Cosby Show), personagem visto na segunda temporada de Major Crimes.

No elenco também está Hampton Fluker, como Jamey Perez, um ambicioso e determinado oficial da polícia de Los Angeles, que espera se tornar membro da S.W.A.T.

A produção é da Shephard-Robin Company em parceria com a Warner Brothers Television.

Share

22/02/2015

às 16:09 \ Pilotos de Séries, Versão Televisiva

HBO: Lista de pilotos – Temporada 2015-2016

HBONa lista dos mais respeitados canais da TV a cabo americana, a HBO tem a missão de oferecer séries que se igualem aos filmes do cinema, bem como vencer a concorrência, especialmente dos sites de streamings que ganham popularidade rapidamente.

Parte do grupo Time Warner, a HBO, que vinha há anos se mantendo no topo quase que isolada, começa a sentir o peso do investimento na produção original feita por outros canais e agora por sites de streamings.

O alerta vermelho soou quando Transparent (Amazon) levou o Golden Globe de melhor comédia. Considerando que, até agora, nenhuma série original de um site de streaming tinha conseguido levar o prêmio de melhor produção (entre as principais premiações americanas), podemos considerar que a concorrência dos sites está conseguindo chegar perto das produções da HBO.

Para se ter uma ideia, a HBO não leva um Golden Globe desde 2012, quando Girls ganhou o prêmio de melhor comédia. Na categoria série dramática, o canal não sai vencedor desde 2010, quando o prêmio ficou com Boardwalk Empire. O único refúgio da HBO vinha sendo as categorias minisséries e telefilmes, sendo que este ano a primeira ficou com Fargo (FX). Lembrando que ela disputava a estatueta com produções de peso como True Detective e Olive Kitteridge. A título de referência, entre 1993 e 2014, a HBO levou o Golden Globe nesta categoria dezessete vezes, perdendo em apenas quatro ocasiões.

No Emmy, a situação da HBO também não é boa. Desde 2001 ela não é premiada por uma série cômica; e desde 2007 ela não conquista o prêmio de melhor série dramática. A última minissérie a levar o Emmy foi The Pacific, em 2010. Quem tem se saído melhor são seus telefilmes, que vêm levando o Emmy nos últimos dez anos, perdendo apenas em uma ocasião durante este período.

Na soma das estatuetas ano a ano, a HBO ainda é uma das líderes do circuito de premiações (não podemos esquecer as demais categorias), mas em termos da melhor produção do ano, ela está enfrentando uma forte concorrência.

Em diversas entrevistas, os responsáveis pela programação dos sites de streamings (que oferecem produção original) apontam a HBO como uma meta a ser alcançada ou superada. Segundo Richard Plepler, presidente da HBO, o plano para vencer a concorrência é o de transformar os canais em um imã que irá atrair os melhores talentos do ramo.

Afirmando que os números da audiência não são sua prioridade, Plepler disse, em diferentes ocasiões, que seu foco é o de manter o nível de excelência conquistado pela empresa ao longo dos anos, independente de quantos canais ou sites estão investindo na produção original de qualidade. Uma das estratégias para manter esta excelência é a de fazer com que os talentos contratados pela HBO se sintam satisfeitos com o canal, a ponto de não desejarem trabalhar em outro lugar.

Entre os novos talentos que a HBO conquistou e que se preparam para estrear na Temporada 2015-2016 estão J.J. Abrams, produtor de Westworld, adaptação do filme Onde Ninguém Tem Alma, de 1973; Peter Moffat (The Village), que prepara Crime, remake de sua série britânica Criminal Justicesendo que a versão americana será estrelada por John Turturro; o diretor David Fincher (House of Cards), que irá dirigir o remake americano da britânica Utopia; além de Mick Jagger (History of Music, título provisório), e Tim Robbins (The Brink). A HBO também prepara para esta Temporada as estreias de Ballers, com Dwayne Johnson, e Vice Principals, que tem em seu elenco o ator Walton Goggins (The Shield e Justified).

No momento, a HBO tem dez pilotos em fase de produção para avaliação, dos quais sete são comédias e três são dramas. No meio deles estão nomes como Jenji Kohan (Weeds, Orange is the New Black), que já trabalhou com a HBO no humorístico Tracey Takes OnElton John, Sharon Horgan, Steve McQueen, Sarah Silverman e Helena Bonham Carter.

O processo de desenvolvimento de séries nos canais da HBO é lento e, dependendo da situação, pode levar algum tempo até que uma decisão sobre o futuro dos projetos seja tomada. Temos como exemplo Brothers in Atlanta, que estava sendo desenvolvido para a Temporada 2014-2015, mas teve seu enredo totalmente reformulado para que o projeto pudesse continuar a ser avaliado.

Esta postagem será atualizada até o mês de abril, conforme novos pilotos forem sendo anunciados, bem como detalhes sobre enredos e contratação de atores.

 

Comédia

Are Men Necessary? (título de referência) – Projeto de Whitney Cummings (Whitney, 2 Broke Girls) inspirado na obra de Maureen Dowd publicada em 2005, Are Men Necessary? When Sexes Collide.

Detalhes sobre o enredo não foram divulgados, o que se sabe que é que se trata de uma sitcom sobre relacionamentos, com base na natureza humana e nos hábitos sociais da vida moderna. A série utilizará elementos típicos da narrativa documental, entre eles depoimentos de especialistas que ajudarão os personagens a compreender as influências da biologia em seus respectivos comportamentos.

 

 

Diallo Riddle e Bashir (Foto via Facebook)

Diallo Riddle e Bashir Salahuddin (Foto via Facebook)

(APROVADO) Brothers in Atlanta – Projeto de Diallo Riddle, Bashir Salahuddin, ambos roteiristas de The Late Night with Jimmy Fallon, e Lorne Michaels, divulgado em junho de 2013, que já aparecia na lista de pilotos do canal para a Temporada 2014-2015. Pelo contrato, o canal se compromete a encomendar a produção da série. No entanto, o primeiro piloto produzido não agradou aos executivos da HBO, que pediram uma reformulação de enredo e um novo piloto para ser avaliado.

Quando desenvolvido para a Temporada 2014-2015, a história acompanhava a vida de Diallo (Riddle) e Bashir (Salahuddin), dois jornalistas negros que tentam se estabelecer profissionalmente em Atlanta.

Agora a história gira em torno de Langston (Riddle) e Moose (Salahuddin), dois artistas que lutam para se estabelecer na indústria do entretenimento de Atlanta. Langston sonha em se tornar um famoso DJ, mas sua falta de foco e seus planos mirabolantes para ganhar dinheiro fácil o levaram ao ponto de estagnação. Moose, recém chegado em Atlanta, é o backing vocal de Shirle (Maya Rudolph, em participação especial), uma cantora de R&B que fez sucesso na década de 1990. Apesar dos dias de glória já terem passado, ela continua agindo como uma diva. Moose sonha com o estrelato, mas sua incapacidade de manter a boca fechada nas horas mais impróprias o impede de subir na carreira. Seu rival é Walter (Finesse Mitchell), outro backing vocal de Shirle.

No elenco também está Jaden Smith (filho de Will Smith) como Curtis, um adolescente vizinho de Langston que nutre interesses estranhos e tem uma fonte de renda misteriosa.

O primeiro piloto foi dirigido por Jamie Babbit, este novo é dirigido por Tim Story. A produção é da Broadway Video Television.

 

 

Sarah Jessica Parker (Foto: Walter McBride/WireImage)

Sarah Jessica Parker (Foto: Walter McBride/WireImage)

(APROVADO) Divorce – Projeto da atriz e roteirista britânica Sharon Horgan (Dead Boss, Catastrophe) e Paul Simms (Girls, The Larry Sanders Show) divulgado em dezembro de 2014.

A proposta lembra Sensitive Skin, remake de série britânica que foi rejeitado pela HBO americana e entregue ao canal HBO Canadá, que a renovou para sua segunda temporada. Nos dois enredos temos uma mulher que começa a sofrer a crise da meia-idade, o que a leva a reavaliar sua vida e buscar um novo começo. Curiosamente, o remake de Sensitive Skin era um antigo projeto de Kim Cattrall, que lutou por muitos anos para conseguir que a HBO produzisse a série. Cattrall esteve em Sex and the City ao lado de Sarah Jessica Parker, que agora é a protagonista deste novo projeto da HBO americana.

A história acompanha cada etapa de um longo processo de divórcio pelo qual uma mulher que vive em Nova Iorque passa. Frances (Parker) é uma mulher aparentemente satisfeita com sua vida. Mas aos poucos ela começa a reavaliar sua trajetória, o que a leva a tomar a decisão de recomeçar. No entanto, os obstáculos que ela encontra pelo caminho são mais difíceis de transpor do que ela imaginava.

A decisão de mudar de vida surpreende seu marido Robert (Thomas Haden Church, de Wings e Ned & Stacey ), um homem que não imaginava que a esposa tivesse uma visão completamente diferente a respeito do casamento deles.

As melhores amigas de Frances são Dallas (Talia Balsam, vista em Mad Men e Homeland), que já enterrou um marido e se divorciou de outro; Diane (Molly Shannon, de Enlightened), uma mulher nervosa, casada com um homem bem sucedido, com quem vive em uma bela casa, mas não tem filhos; e Julian (Jermaine Clement, de Flight Of The Conchords), um professor de literatura que começa a sair com Frances quando ela toma a decisão de deixar o marido.

A produção é da Meriman Films, empresa de Horgan, em parceria com a Kapital Entertainment e a Pretty Matches Productions, produtora de Parker.

 

 

Issa Rae (Foto: Rommel Demano/Getty)

Issa Rae (Foto: Rommel Demano/Getty)

Insecure – Projeto de Larry Wilmore e Issa Rae, divulgado em agosto de 2013. O projeto é inspirado na webserie de Rae, The Misadventures of Awkward Black Girl, produzida entre 2011 e 2013.

A história gira em torno de uma mulher afro-americana que enfrenta diversas situações de preconceito.

Na websérie, Rae é J, uma mulher que trabalha no call center de uma empresa que vende comprimidos para perder peso. Além dos clientes, J precisa lidar com sua rival Nina, e decidir por quem ela está apaixonada, se por White ou por Fred. Nas horas vagas, J compõe músicas rap com sua amiga CeCe.

Ainda não está claro se o enredo da websérie será utilizado pela versão televisiva.

A produção do projeto é da 3 Arts.

 

 

 

Tyler Ross (Foto: Amanda Edwards/WireImage)

Tyler Ross (Foto: Amanda Edwards/WireImage)

(APROVADO) Living on Video – Projeto de David Fincher (House of Cards), Rich Wilkes e Bob Stevenson divulgado em dezembro de 2014. A história acompanha a trajetória de um homem dentro da indústria de vídeos musicais dos anos de 1980, meio no qual Fincher fez seu nome. Vale lembrar que o canal já tem aprovada uma série que narra os bastidores da indústria musical, criado por Mick Jagger e Martin Scorsese. A diferença é que o cenário musical desta produção é o da década de 1970.

Situada em Los Angeles, no ano de 1983, a história gira em torno de Robby (Tyler Ross, de The Killing), um sujeito que largou os estudos para realizar seu sonho em Hollywood: tornar-se diretor de um filme de ficção científica épico. Ele acaba arranjando emprego de assistente em uma gravadora que produz video clipes de música.

Lá trabalham o produtor Theo (Jason Flemyng), a sempre irritada diretora executiva Marcy (Kerry Condon), e Ashley (Elizabeth Lail), uma aspirante a cantora que por hora trabalha na produção de video clipes.

No elenco também está Sam Page (House of Cards) como um metereologista que tenta se tornar o apresentador de um game show.

 

 

Augustus Prew (Foto: Rob Kim/Getty)

Augustus Prew (Foto: Rob Kim/Getty)

(DESCARTADO) Mamma Dallas – Projeto de Mike White (Enlightened) e Dede Gardner. Este é o terceiro projeto de White para a HBO após o cancelamento de Enlightened, mas o primeiro a ganhar a encomenda de um piloto para avaliação. Os projetos anteriores giravam em torno de um assistente de chef, e de uma mulher que participa da seleção de modelos que posarão nas capas dos romances ‘água com açúcar’.

Neste, a história gira em torno de uma família conservadora do Texas que contrata Liberty (Augustus Prew, de The Village, Klondike e Os Bórgias) para a babá de seus três filhos, sem saber que ela é uma Drag Queen.

Atraente e sedutora, Liberty é uma mulher otimista que teve uma vida difícil. Quando ela era Albert, viveu da prostituição, o que a levou a passar algum tempo na cadeia. Consciente de que, se continuasse a seguir esse caminho ela destruiria seu futuro, Liberty decide mudar o rumo de sua vida e buscar um emprego em casa de família.

Esta é encabeçada pelo casal Carrie (Mary Catherine Garrison), uma decoradora perfeccionista, e Hugh Cox (Paul Fitzgerald, visto em Treme), um empresário bem sucedido que sonha em entrar na política, o que o faz temer qualquer possibilidade de se envolver em um escândalo.

Liberty namora Jesse (Nico Tortorella, de The Following e Younger), o proprietário de um desmanche de carros que, com a ajuda dela, costuma roubar carros de luxo para revender as peças. Machista, ele morre de medo que seus amigos um dia descubram que Liberty é um homem.

Além deles, o próprio White aparecerá como ator na série, caso ela seja produzida, tal como fez em Enlightened. Aqui ele interpreta a colega de quarto de Liberty, a drag queen Tammy, uma fumante inveterada que não tem qualquer ambição na vida.

 

 

Sarah Silverman (Foto: Jim Spellman/WireImage)

Sarah Silverman (Foto: Jim Spellman/WireImage)

Projeto de Silverman, Prebble, Atalla, Zvi e Hine – Desenvolvido pela comediante Sarah Silverman (The Sarah Silverman Program, Masters of Sex), a roteirista Lucy Prebble (Secret Diary of a Call Girl) e os produtores Ash Atalla (Trollied, Cuckoo), Amy Zvi e Dan Hine (Cuckoo), divulgado em dezembro de 2014. Este é o segundo projeto recente de Silverman para a HBO. O primeiro foi People in New Jersey, já descartado.

A história acompanha a vida de Jude (Silverman), uma mulher patologicamente honesta que entra na crise da meia-idade. Ela se envolve com Blake (Jack Davenport, de Smash), um britânico falido que vive em Seattle.

No elenco também estão Kerri Kenney (Reno 911!), como Melissa, irmã de Jude que luta para manter a família unida, sem saber que está cercada por mentiras. Ela é casada com um sujeito (Mark Cohen) confuso, porém de bom coração.

 

Drama

 

Devon Terrell (Foto: RGM Agency)

Devon Terrell (Foto: RGM Agency)

(APROVADO) Codes of Conduct – Projeto de Steve McQueen (diretor do filme 12 Years a Slave), Matthew Michael Carnahan (roteirista do filme Guerra Mundial Z/World War Z), Russell Simmons, Iain Canning (Top of the Lake) e Emile Sherman (Top of the Lake), com roteiro de McQueen e Carnahan, divulgado em outubro de 2013, quando ainda não tinha um título definido. O projeto demorou para ganhar a encomenda de um piloto pela dificuldade que os produtores encontraram para escalar o protagonista.

A história acompanha a vida de Beverly Snow (o australiano novato Devon Terrell), um afro-americano com um passado obscuro, que saiu do Queens e agora vive no meio da alta sociedade de Nova Iorque. Confiante, astuto e cruel, ele testa os limites de acesso e mobilidade social de sua época.

Neste meio circulam Esther Kaufmann (Helena Bonhan Carter, de The Worricker Trilogy), uma escritora e psiquiatra judia, divorciada e com dois filhos, que busca aproveitar o melhor da vida; Rebecca Rotmensen (Rebecca Hall, de Parade’s End), a filha de um bilionário que se torna rival de Beverly; e Jared (Paul Dano), irmão de Rebecca, um empresário altruísta que se torna responsável por levar Beverly para a alta sociedade.

A produção é da See-Saw Films.

 

 

The Devil You Know (ex-New World) – Projeto de Jenji Kohan (Weeds, Orange is the New Black), com roteiro de Kohan, Bruce Miller (Alphas, Eureka) e Tracy Miller, divulgado em dezembro de 2013.

Situado em Salém, o drama cobre o período da caça às bruxas, tema já explorado, de forma fantasiosa, pelo canal WGN America. As filmagens iniciam entre março e abril em Boston, Massachusetts.

A trama terá início com o julgamento de mulheres acusadas de bruxarias, no Século XVII. Thomas Putnam (Eddie Izzard, de Hannibal, Powers) é um conservador austero e puritano devoto, que controla sua família com punho de ferro. Líder comunitário de Salem, uma pequena cidade rural, ele enfrenta diversos inimigos. Thomas é casado com Ann (Ever Carradine), uma mulher enferma, com quem tem dois filhos, Ann Putnam Jr. (Nadia Alexander), uma jovem que ainda não definiu seu lugar no mundo, e Robert (Damien Molony).

No elenco também estão Julian Rhind Tutt, como o Ministro Samuel Parris, um puritano austero que ganha popularidade quando os julgamentos têm início. Ele é pai de Betty (Hannah Nordberg) e tio da personagem interpretada por Naian Gonzalez NorvindIsmenia Mendes, como Mercy Lewis, uma criada recém chegada do Maine, que é capturada pelos caçadores de bruxas; Matthew James Thomas é Henry Paine, um homem recém chegado da Inglaterra; Nigel Lindsay interpreta o Dr. Griggs, um homem dedicado à ciência e à razão; Ewen Bremner será Israel Porter, patriarca da família Porter, que exerce grande influência na região. Uma de suas filhas é Jane (Karen Gillan, de Doctor Who, Selfie); Zawe Ashton como uma escrava dos Parris trazida de Barbados, que criou Betty desde o berço, amando-a como se fosse sua filha; Will Pullen, como Moses Cooper; Kate Nash, como Bridget Bishop; Mary Mouser como Earth Fenn; Beanie Feldstein como Lydia Harris; James Masters (Buffy, a Caça Vampiros), como o Reverendo George Burroughs; e Seana Kofoed.

O piloto tem direção de Gus Van Sant (Boss). A produção é da HBO em parceria com a Lionsgate TV.

 

Peter Mcdissi (Foto: Isabelle Vautier/Comme au Cinema)

Peter Macdissi (Foto: Isabelle Vautier/Comme au Cinema)

Virtuoso – Projeto de Elton John, David Furnish e Alan Ball (True Blood, Banshee, Six Feet Under), com roteiro de Ball, Steve Hamilton Shaw e Peter Macdissi, ator companheiro de Ball visto em True BloodSix Feet Under. O projeto foi divulgado em agosto de 2014. O piloto será filmado em Budapeste.

Situada no ano de 1790, a história apresenta a vida de jovens músicos em uma academia de Viena dirigida por Antonio Salieri (Macdissi).

Entre eles, Leonid (Iva Babic), um violoncelista russo; Isidoro (François Civil), um flautista e violonista flamenco; Heinrich (Lindsay Farris), um pianista austríaco; Franz (Nico Mirallegro), um violinista austríaco autodidata; Battista (Alex Lawther), um castrato italiano; e Marie (Freya Mavor, de Skins UK), filha de uma importante família católica de Paris e a única mulher da turma.

No elenco também está Shannon Tarbet (Monroe, River), como Ina, uma jovem pobre que vive nas ruas de Viena com o namorado, um músico que toca em lugares públicos. Enfrentando todo o tipo de perigo, eles lutam para se manter vivos e juntos.

A produção é da Your Face Goes Here Entertainment.

Share

21/02/2015

às 16:22 \ Pilotos de Séries

FX: Lista de pilotos – Temporada 2015-2016

FXLogoCriado em 1994, o canal FX somente se estabeleceu junto à crítica e aos fãs de séries quando estreou em 2002 The Shield. A partir de então, ele vem crescendo, entre altos e baixos, no número de boas produções.

Em diversas entrevistas, John Landgraf, diretor do canal, disse que a principal missão do FX é a de  promover no telespectador um sentimento de constrangimento através de histórias e personagens complexos, em situações ou ambientes inexplorados. Assim sendo, cortejando ostensivamente o segmento de público masculino, o FX conseguiu estabelecer diversas séries ao longos dos anos, na busca pela audiência na faixa entre 16 e 60 anos.

Para a Temporada de 2015-2016, o FX tem três carros chefe: American Horror Story, que tem o apoio do público; The Americans, que tem o suporte da crítica; e Fargo, que conquistou público e crítica. Tem também Louie, série cult do canal que se estabeleceu junto à crítica, mas que já não gera tanto burburinho como quando estreou, embora continue participando do circuito de premiações (e conquistando estatuetas) e mantendo o respeito da crítica.

O canal também já tem aprovada a produção de quatro séries: The Comedians, remake americano da série sueca Ulveson and Herngren, exibida em seu país em 2004. Estrelada por Billy Crystal e Josh Gad, a série estreia nos EUA no 9 de abril; Sex&Drugs&Rock&Roll, comédia musical criada e estrelada por Denis Leary, que já trabalhou no FX com Rescue Me; American Crime Story, série que, a cada temporada, apresentará uma história diferente, tendo como tema crimes que ocorreram nos EUA, gerando grande repercussão na mídia; e Baskets, criada e estrelada por Zach Galifianakis (ator de Bored to Death), em parceria com Louis C.K, sobre a vida de um palhaço profissional.

O canal ainda tem guardada na gaveta a série estrelada por Tracy Morgan (30 Rock), que teve sua produção aprovada sem passar por um piloto para avaliação. Sem um título divulgado, a produção foi anunciada dois meses antes de Morgan sofrer um acidente de trânsito, do qual ele ainda luta para se recuperar. O FX anunciou que aguardaria o retorno de Morgan ao trabalho, ou uma decisão do comediante sobre o futuro da série.

O FX também tem várias minisséries em diferentes estágios de desenvolvimento.

O objetivo do FX Networks é, ao longo de 2015, colocar no ar até vinte e cinco produções originais divididas entre FX e FXX (que exibe comédias para um público mais jovem). Nesta meta constam as produções já existentes e aquelas que ainda não foram encomendadas. Considerando que o FX e o FXX já têm, juntos, um total de quatorze séries (não estou contabilizando as que encerram este ano), com mais quatro que ainda não estrearam, podemos concluir que Landgraf planeja aprovar para este ano até sete séries, para serem distribuídas entre dois canais.

Até o momento, o FX tem cinco pilotos, dos quais quatro são comédias e um é drama.

Esta postagem será atualizada até o mês de abril, conforme novos pilotos forem sendo anunciados, bem como detalhes sobre enredos e contratação de atores.

 

Comédia

Donald Glover (Foto: Michael Tullberg/Getty)

Donald Glover (Foto: Michael Tullberg/Getty)

Atlanta – Projeto criado e estrelado por Donald Glover (Community), em parceria com Paul Simms (Girls, Flight of the Conchords, NewsRadio) e Dianne McGunigle. Anunciado em agosto de 2013.

A história é uma comédia que acompanha a trajetória de dois primos no cenário musical de Atlanta. Glover é Earn Marks, um jovem que largou a faculdade para tentar realizar seu sonho de se tornar um rapper. Neste meio tempo, seu primo começa a fazer sucesso nesta área.

A produção é da FX Productions em parceria com a Schiff Company.

 

 

Pamela Adlon (Foto: Jeffrey Mayer/WireImage)

Pamela Adlon (Foto: Jeffrey Mayer/WireImage)

Better Things – Projeto de Louis C.K. e Pamela Adlon, ambos de Lucky Louie e Louie, anunciado em janeiro de 2015. Vale lembrar que Louis já tem duas séries em produção pelo canal. A primeira é Louie, a qual ele estrela, e a segunda é Baskets, que ainda não tem data de estreia.

Na história, Adlon interpreta Sam, uma atriz que luta para se estabelecer na carreira e criar suas três filhas.

A produção é da 3 Arts em parceria com a FX Productions e Pig Newton.

 

 

Bigfoot  - Projeto de série animada desenvolvido por Matt McKenna (American Dad) e Seth Rogen, com base nas novelas gráficas de Graham Roumieu, In Me Own Words, Me Write Book e I Not Dead. O projeto foi divulgado em abril de 2013, sendo que já constava da lista de pilotos do canal para a Temporada 2014-2015.

A história gira em torno do Pé Grande, uma criatura bipolar e romântica incapaz de expressar seus sentimentos ou opiniões. Enquanto aprende a lidar com os dilemas filosóficos da vida, ele precisa descobrir uma forma de controlar seus instintos animais.

A produção é da Point Grey Pictures, empresa de Rogen e Evan Goldberg, em parceria com a Mosaic e a Floyd County Productions.

 

 

Bill Burr (Foto: Bill Burr (Foto: David Livingston/Getty)

Bill Burr (Foto: Bill Burr (Foto: David Livingston/Getty)

Pariah – Projeto de John Chernin e Dave Chernin, ambos de It’s Always Sunny in Philadelphia, anunciado em outubro de 2014.

Na história, Joe Abbott (Bill Burr, visto em Breaking Bad) é uma personalidade temperamental da TV que sofre uma crise nervosa em um programa ao vivo. Afastado de seu meio, ele se vê obrigado a buscar uma forma de se integrar à sociedade da vida real, onde ele parece não ter qualquer talento que se aproveite.

No elenco também está Regina King (Southland), que ainda não teve seu personagem divulgado.

A produção é da RCG Productions em associação com a FX Productions.

 

 

Drama

Katey Sagal (Foto: Jeffrey Mayer/WireImage)

Katey Sagal (Foto: Jeffrey Mayer/WireImage)

The Bastard Executioner – Projeto de Kurt Sutter (Sons of Anarchy) e Brian Grazer (Arrested Development) divulgado em dezembro de 2013. O projeto já constava da lista do canal para a Temporada 2014-2015.

Situada no Século XIV, a história acompanha a vida de Wilkin Brattle (Lee Jones), um soldado da corte do Rei Edward III. Devastado pelos efeitos da guerra, ele decide largar as armas e buscar um outro estilo de vida. Mas logo ele se vê novamente envolvido com atos violentos quando começa a atuar como carrasco. Lidando com representantes da corte, bem como com pessoas do povo, ele enfrenta diariamente diversos dilemas morais.

No elenco também estão Katey Sagal (Sons of Anarchy) como Annora dos Alders, uma espécie de bruxa que oferece curas e poções para quem precisa; Stephen Moyer (True Blood) como Milus Corbett, superior de Wilkin no exercito que agora trabalha como seu camareiro, amigo, companheiro de bebida e justiceiro; Flora Spencer-Longhurst como a Baronesa Lowry Aberffraw Ventris, uma mulher astuta e bela, que se casou aos dezessete anos com o objetivo de proteger as terras de sua família; Sam Spruell como Toran Prichard, um ex-arqueiro que participou da última grande rebelião galesa e agora trabalha como fazendeiro; Darren Evans (Galavant) como Ash y Goedwig, um caçador amigo de Wilkin que cresceu sozinho nas florestas; Danny Sapani (Penny Dreadufl) como Berber the Moor, um fazendeiro que se converteu muçulmano, também amigo de Wilkin; Timothy V. Murphy como o Padre Ruskin, um ex-soldado que trocou a vida militar pela do seminário; Sarah White como Isabel Kiffin, dama de companhia e confidente de Lady Ventris; Sarah Sweeny como Jessamy Maddox, esposa de Wilkin; e o próprio Sutter, que interpretará o companheiro e guardião de Annora que raramente fala alguma coisa e cuja face permanece escondida.

O ator Matthew Rhys (The Americans) fará uma participação especial no episódio piloto interpretando Gruffudd y Blaidd, um nobre líder dos rebeldes galeses.

A produção é da Imagine TV em parceria com a Fox 21, FX Productions e Sutter Ink.

Share

20/02/2015

às 14:37 \ Pilotos de Séries

USA Network descarta ‘Evil Men’ e ‘Stanistan’

Dallas Roberts nas filmagens de 'Evil Men' (Foto: YRShoots)

Dallas Roberts nas filmagens de ‘Evil Men’ (Foto: YVRShoots)

O canal USA Network tinha, para a Temporada 2015-2016, apenas três pilotos encomendados para avaliação. Mas até o momento, ele já descartou dois.

O primeiro era Evil Men, projeto criado por Daniel Taplitz, Gary Fleder, Mary Beth Basile, Eric Tannenbaum e Kim Tannenbaum que ganhou a encomenda de um episódio piloto para avaliação em novembro de 2014.

Na história Harry Killas (Dallas Roberts, de Rubicon e visto em The Good Wife) é um pai de família, representante da classe média, que é escolhido por uma poderosa entidade para matar homens maus. Caso contrário, sua família e a cidade em que vivem serão destruídas. Sua primeira vítima é o psicótico Lazlo Kirk (Clifton Collins Jr., de The Event), que consegue se envolver com a família de Harry.

Esta é formada por Sarah (Parminder Nagra, de Plantão Médico), a esposa que acredita que o marido está tendo um caso; e Max (Daniel Zolghadri (Scorpion), o filho do casal.

Sem conseguir cumprir sua missão, Harry acaba fazendo amizade com Lazlo, que passa a lhe ensinar como lidar com sua situação.

No elenco também estavam Jessalyn Gilsig como Adela, ambiciosa assistente da promotoria amiga de Harry.

A produção era da CBS TV Studios e Universal Cable Productions.

Jennifer Carpenter (Foto: Jerod Harris/WireImage).

Jennifer Carpenter (Foto: Jerod Harris/WireImage).

O outro projeto descartado é Stanistan, que começou a ser produzido para a Temporada 2014-2015. Criado por Andy Parker, Richard Scarth, Mary Louise Vitellie e Maureen Ryan, o projeto era estrelado por Jennifer Carpenter (Dexter).

A história acompanhava a vida de funcionários americanos do Departamento de Estado, de agentes da CIA e de jornalistas que moravam em Stanistan, país do Oriente Médio, onde lutavam para manter o controle de uma situação delicada.

Entre eles, Marcie Post (Carpenter), que trabalhava como assessora de imprensa do Departamento de Estado; Phillip Guthrey (Zach Gilford), diretor de infraestrtura e amigo de Marcie; e Greg Weir (Jonathan Cake), um correspondente estrangeiro que mantinha um relacionamento complicado com Marcie.

Pouco tempo depois do projeto ser descartado, Carpenter anunciou estar esperando seu primeiro filho com o músico Sett Avett.

A produção era da Universal Cable Productions.

No momento, o canal tem apenas um piloto para ser avaliado: Queen of the South, estrelado pela brasileira Alice Braga. Na lista de novas séries já anunciadas estão Colony, Mr. Robot e Complications.

Share
 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados