Por onde anda Israel, o filho de ‘Daniel Boone’?

Quem acompanhou a série Daniel Boone (na TV ou no DVD lançado pela Focus Filmes) vai se lembrar do garotinho Israel, filho de Boone. Ele era interpretado por Darby Hinton, que na época tinha apenas sete anos. Apesar da pouca idade, Darby já era veterano. Ele começou fazendo comerciais quando tinha apenas seis meses de […]

Darby, Fess Parker e Patricia Blair em ‘Daniel Boone’

Quem acompanhou a série Daniel Boone (na TV ou no DVD lançado pela Focus Filmes) vai se lembrar do garotinho Israel, filho de Boone. Ele era interpretado por Darby Hinton, que na época tinha apenas sete anos.

Apesar da pouca idade, Darby já era veterano. Ele começou fazendo comerciais quando tinha apenas seis meses de vida.

Filho do ator Edgar Latimer Hinton Jr, mais conhecido como Ed Hinton, da série I Led Three Lives (década de 1950), Darby perdeu o pai em um acidente aéreo quando tinha quatorze anos.

Ao longo dos anos, Fess Parker, que interpretou Boone, tornou-se uma figura paterna para ele. Quando Parker morreu em 2010, Darby foi um dos que o homenagearam em seu funeral.

Darby conseguiu o papel de Israel por acaso. Naquele dia, ele foi aos estúdios da Fox para fazer testes para o papel do filho caçula do Capitão Von Trap do filme A Noviça Rebelde. Mas sua mãe se atrasou. Por isso, quando chegou no estúdio, ela deixou o filho na porta e foi procurar uma vaga no estacionamento.

Em 1978, com vinte e um anos

Darby correu para dentro do prédio e entrou na primeira fila de crianças que encontrou. Acontece que a fila era para fazer testes para o papel de Israel na série Daniel Boone.

Ele foi entrevistado pelos produtores e depois ficou aguardando sua mãe chegar. Quando ela o encontrou, percebeu que o filho estava no teste errado. Mas para sua surpresa, o menino já tinha sido escolhido para interpretar Israel na série.

Na concepção original da série, seu personagem era chamado de Nathan Boone, um dos dois filhos homens de Daniel e Rebecca (Patricia Blair). Mas quando a série foi aprovada, Nathan se transformou em Israel, irmão de Jemima (Veronica Cartwright).

A série foi produzida entre 1964 e 1970, com um total de 165 episódios exibidos pela rede NBC. Após seu cancelamento, Darby, então com treze anos, manteve sua amizade com Parker, que o orientou durante toda sua vida profissional e pessoal. Os dois voltaram a trabalhar juntos na produção de um documentário sobre Daniel Boone.

Em 1988 com trinta e um anos.

Darby estudou primeiro na Suíça e depois na World Campus Afloat Institute for Shipboard Education. Uma espécie de curso especial situado em um navio, que viaja pelo mundo levando seus alunos a estudarem e conhecerem de perto as diferentes culturas de cada continente.

Ele voltou a morar em Los Angeles em 1975, quando tinha 18 anos. Nesta época, Darby retomou sua carreira de ator fazendo participações especiais em episódios de séries.

Ao longo dos anos, Darby se tornou empresário e cineasta, além de manter sua carreira de ator. Seu trabalho mais recente é a peça The Manor, que ficará em cartaz em Los Angeles entre os dias 26 de julho e 30 de agosto.

A peça é inspirada em uma história real ocorrida na mansão Greystone na década de 1920. Na época, ela se tornou um escândalo ao revelar um homicídio duplo e um julgamento acompanhado de perto pela imprensa.

Darby em 2011 com cinquenta e quatro anos.

A montagem é feita na mesma mansão. O público, dividido em grupos, acompanha os atores em cada aposento, conferindo cada trama desenvolvida ao longo da peça.

Na primeira, Edward (Hinton) e Gregory (Grinnell Morris) disputam a atenção de Lucy (Shelby Kocee), noiva de Edward, enquanto sentem-se atraídos um pelo outro.

Na segunda, o pai de Edward se reúne secretamente com políticos para garantir os direitos de exploração de petróleo em uma reserva do governo, sem saber que eles estão negociando a mesma coisa com outros milionários.

Ainda não encontrei vídeos da peça, mas acho que os fãs de Daniel Boone vão gostar mais do vídeo abaixo.

Nele vemos Fess Parker, Ed Ames (que interpretou o índio Mingo) e Darby cantando a música tema da série. Ames, que é cantor, é quem puxa o coro. Divirtam-se!

Cliquem nas fotos para ampliar.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    beto

    SAUDADES DANIEL
    SAUDADES MINGO
    SEM PALAVRAS……..SEM PALAVRAS

    Curtir

  2. Comentado por:

    salomaoazevedosobrinho

    Eu tinha onze anos quando eu asistia a seri danielboone hoje estou com 52 anos e quando as isto o filme danielboo
    ne as amosos vem o que saudade cadê o migo o Israel uma sena que eu gostei muito quando Daniel lutava com o índio penago

    Curtir

  3. Comentado por:

    Magno Silva dos Santos

    Adorei. Cresci assistindo os filmes. Foi maravilhoso. Me emociono até hoje. Muita saudade. Foi uma fase ótima. Hoje tenho 51 anos. Fui muito feliz nesse período e hoje, tenho saudades. Parabéns pela obra. Deus nos abençoe.

    Curtir

  4. Comentado por:

    marcos.

    sao muitas emocoes. saudades de um tempo que nao volta mais.

    Curtir

  5. Comentado por:

    valdenir oliveira prates

    SAUDADES DANIEL
    SAUDADES MINGO
    SEM PALAVRAS……..SEM PALAVRAS

    Curtir

  6. Comentado por:

    GILBERTO

    Tempos que não voltam mais, tempo que curtíamos sem medo de ser feliz, Saudades.

    Curtir

  7. Comentado por:

    Marcos

    Tempos de ouro. É muito bom rever nossos heróis, que sempre ensinavam a resolver os problemas da melhor forma, isto é, sem violência. Fortes emoções. Saudades ……

    Curtir

  8. Comentado por:

    Alexandre

    Parabéns pela postagem. Sou fã da série!!!

    Curtir