Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A coragem vem do coração

Conhecer a etimologia das palavras nos ajuda a estabelecer entre elas relações que, mesmo estando às vezes na superfície, tendem a escapar. A relação entre coragem e coração, por exemplo.

Trata-se de uma ligação direta. O substantivo coragem, registrado em português desde meados do século XVI, foi importado do francês courage, vocábulo cinco séculos mais antigo (herdeiro do latim cor, cordis, “coração”) que começou sua carreira justamente como sinônimo de coração. Não do coração físico, designado em francês pela palavra coeur, mas do coração como “morada dos sentimentos”.

Poucas décadas depois a palavra tinha passado por uma expansão semântica para nomear “estado de espírito” e “desejo, ardor”, segundo o Trésor de la Langue Française. Coragem era força interior, um sinônimo de ânimo.

Como se sabe, coragem compreende em português uma penca de acepções positivas – e apenas uma negativa, de “desfaçatez”. As principais delas, segundo o Houaiss, são:

1. moral forte perante o perigo, os riscos; bravura, intrepidez, denodo;

2. firmeza de espírito para enfrentar situação emocionalmente ou moralmente difícil;

3. qualidade de quem tem grandeza de alma, nobreza de caráter, hombridade.

A coluna de hoje é uma homenagem à blogueira cubana Yoani Sánchez.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Claudinei Mendes

    Amigo Sérgio Rodrigues,
    são pequenas homenagens como esta que indicam um grande coração … e coragem. Parabéns pela homenagem.

    Curtir

  2. Comentado por:

    TANIA NAKANISHI

    Prezado Sérgio,
    Adoro sua coluna, é leitura quase que obrigatória para mim. Mas fiquei com uma dúvida quando a palavra “ombridade” pois já havia visto escrita com h – hombridade. Ou as duas estão corretas.
    um abraço
    Cara Tania, você tem toda a razão, claro! Dei um copiar/colar no Houaiss e caí do cavalo junto com o melhor dicionário da língua portuguesa, veja só. Hombridade se escreve com agá (ombridade é grafia do século XVIII). Peço desculpas aos leitores e lhe agradeço pela correção – como acho que a equipe do Houaiss, que costuma nos ler, também agradecerá. Apareça sempre. Um abraço.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Coração de Leão

    Parabéns!!! Esta justa homenagem ressalta uma das qualidades mais positivas de Yoani: a inteligência! Percebam que suas respostas desarmam facilmente os fascínoras que tentam intimidá-la.

    Curtir

  4. Comentado por:

    Angèlìka

    Infelizmente ela verá que “idiotas” há em qualquer lugar do planeta!
    Com certeza ela sentirá o coração apertado ao encarar os daqui- porque teem liberdade e não sabem aproveitar.

    Curtir

  5. Comentado por:

    Rosängela Maria

    Aqui encontro algo bem significativo sobre a Yoani. Legal!

    Curtir