Sobre Imagens - VEJA.com

Fotojornalismo, história da fotografia e algumas ideias sobre a imagem fotográfica.
Editado por Alexandre Belém
Fotojornalismo

Andreas Feininger

06/12/2011 às 13:33

O francês Andreas Feininger (1906-1999) se destacou como um dos mais importantes fotógrafos do século 20 em um ramo bem específico: a fotografia de arquitetura e industrial.

Filho de uma família americana de origem alemã, Feininger nasceu em Paris e passou a juventude na Alemanha, onde estudou arquitetura na famosa escola Bauhaus. No começo dos anos 30, focou sua carreira na fotografia. Em Paris, trabalhou para Le Corbusier e abriu uma agência especializada em fotografia de arquitetura em Estocolmo, Suécia.

Porém, foi em 1939 que sua vida deu uma guinada. Mudou-se para Nova York e, em 1943, entrou para a equipe da revista LIFE, onde ficou até 1962.

Feininger se tornou um dos mais importantes fotógrafos da revista e ajudou na consolidação daquela publicação como a maior referência do fotojornalismo mundial. Suas imagens são poderosas esteticamente e impecáveis na composição. Como gostava de afirmar, seus princípios eram “clareza, simplicidade e estrutura”.

Alexandre Belém

1 Empire State Building durante racionamento de energia, Nova Yortk – 1943. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

2 Federal Reserve Building (esquerda) e a Bolsa de Valores ao fundo, Nova York – 1944. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

3 Vista da região da rua 34 em Nova York – 1957. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

4 Ponte George Washington, Nova York – 1948. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

5 Times Square, Nova York – 1954. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

6 Avenida Broadway com a rua 45, Nova York – 1954. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

7 Garagens em Chicago – 1961. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

8 Detalhe de uma concha – 1948. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

9 Campo de petróleo perto de Long Beach, Califórnia – 1947. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

10 Campo de petróleo perto de Long Beach, Califórnia – 1947. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

11 Hall da ONU, Nova York – 1951. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

12 Hall do novo prédio da Time & Life, Nova York – 1960. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

13 Elevadores do novo prédio da Time & Life, Nova York – 1960. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

14 Depósito do exército no Brooklyn, Nova York – 1948. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

15 Hotel em Chicago, 1961. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

16 Prédios com projeto de Peter Stuyvesant, Nova York – 1949. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

17 Navio Queen Mary no rio Hudson perto da rua 42, Nova York – 1946. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

18 Porto de Nova York, 1946. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

19 Vista de Nova York a partir de Nova Jersey, 1945. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

20 Praia de Coney Island no feriado de 4 de Julho, Nova York – 1949. (Andreas Feininger/Time & Life Pictures/Getty Images)

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário. » Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

7 Comentários

  1. Ana S. - 08/01/2012 às 20:52

    Admirável!!!

  2. Renato Saboia - 29/12/2011 às 12:29

    O monocromatismo sempre enriquece formas e seus detalhes. Muito bom.

  3. Silvia - 16/12/2011 às 13:41

    Fiquei muito impressionada com as fotos. MARAVILHOSAS!

  4. ERASMO DE BOER - 11/12/2011 às 12:16

    Realmente fantástica a fotografia de Feininger, mestre em transmitir profundidade à imagem.

  5. Yoseph Rodzinski - 11/12/2011 às 9:25

    As fotos são fortes, com alto contraste, sendo fotografia de arquitetura, tem um tom de documentário, porém, as escolhas de Feiniger, do ponto de vista, do enquadramento. Aí existe então uma estética, do modernismo, da consolidação e ponto alto da industrialização nos Estados Unidos. Da industrialização e seus ícones, como as torres de transmissão de energia – como um decorrrente do trem e das estradas de ferro -, à arquitetura. A cidade de Nova Iorque no meio da fumaça das fábricas. As fotos, repito, são documentais, mas, principalmente foto-expressão, arte, subjetividade na escolha dos objetos, enquadramentos diferentes do normal.

  6. Karen Praetzel - 10/12/2011 às 15:23

    Que beleza de fotos. Fotografia é, sem dúvida, uma arte magnifica.

  7. Teresinha - 07/12/2011 às 16:29

    Maravilhoso: “clareza, simplicidade e estrutura”
    Deixou sim um “presente” para nossas emoções.