Blogs e Colunistas

01/04/2009

às 13:00 \ Treinamento

Treinamento Funcional. O que é e para que serve

Com o grande número de perguntas a respeito da tabela desenvolvida no artigo Exercícios? Eu não tenho tempo, achei que fosse interessante e útil discutir mais detalhadamente sobre o método de fortalecimento muscular denominado Treinamento Funcional (TF).

O TF utiliza materiais e técnicas que estimulam não só o fortalecimento de músculos, mas principalmente a funcionalidade dos movimentos. Isso significa que o aumento da força deve vir acompanhado de refinamento neural — a força tem de ser realizada de forma coordenada, com equilíbrio e velocidade, tudo isso da forma mais parecida possível com os movimentos exigidos pela modalidade esportiva praticada.

Por exemplo, um jogador de futebol pode ganhar muita força nas pernas realizando o agachamento no aparelho, mas precisa desenvolver explosão e equilíbrio para melhorar a potência e precisão de seu chute (veja uma demonstração). Um outro exemplo em que o TF ajuda muito é na prevenção de quedas por parte dos idosos. Ele oferece, em comparação com os aparelhos de academias, um grande estímulo para aprimorar a coordenação, equilíbrio e agilidade nas pessoas de idade avançada (veja uma demonstração).

O TF, além da possibilidade de trazer ganhos mais específicos, oferece uma variação grande de exercícios, tornando o treinamento de força bastante estimulante. Aliás, esse tipo de treinamento é uma ferramenta bastante universal, pois auxilia tanto pessoas que se lesionaram e passam por processo de reabilitação, quanto atletas das mais variadas modalidades e idosos. Por outro lado, o TF exige a supervisão constante de um profissional e, em alguns casos, o uso de alguns materiais específicos.

Sabendo de todas as vantagens do TF, a musculação tradicional com pesos e aparelhos deve ser descartada? A resposta é um sonoro NÃO! Anilhas, halteres e aparelhos oferecem maior segurança aos praticantes por se tratar de movimentos mais simples e controlados. Outra ponto a favor da musculação tem a ver com a sobrecarga, que pode ser mais facilmente quantificada e administrada, facilitando o controle do treinamento. E não podemos esquecer que a força geral e a massa muscular adquiridas através dos aparelhos será a base para ser aprimorada posteriormente pelo TF.

De qualquer modo, o intuito desta coluna é trazer informação e mostrar as boas opções disponíveis para melhorar a condição de nossos corpos.

Por Renato Dutra

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

14 Comentários

  1. -

    16/08/2012 às 20:09

    Meu médico me indicou fazer pilates ou idro,eu não gostaria de fazer
    idro,fiquei sabendo que proximo a minha casa tem uma cademia de TF, fiquei em duvida pois não conheço TF, o meu caso é que sinto muita dores no corpo meu médico acredita que pode ser fibromialgia,tb já tenho artrose, e só tenho 45 anos. Você acha que o TF vai me ajudar?

    Um abraço

  2. -

    16/08/2012 às 19:53

    Estou procurando uma academia e me falaram sobre p TF, mas fique em duvida pois não conhecia agora depois de lê esse material não tenho duvida de que vou fazer TF e não mas uma cademia comum.

    Obrigada por essa informação.

  3. Carlos Souza

    -

    27/02/2012 às 18:00

    Renato, eu sempre leio o Blog do Giuliano Lemes(giuice.com/o-que-e-treinamento-funcional), é bem interessante! Lá aprendo bastante sobre treinamento funcional!

    Abraços

  4. José Tadeu Ramalho

    -

    07/12/2011 às 18:29

    Eu adquire condropatia no joelho direito, e sobrecarregei o outro e constatou condropatia no esquerdo, fiz 21 sessões de fisio e agora estou na musculação, o meu personal fez o programa e estou malhando os membros inferiores e superiores, estar certo esse procedimento para o meu tratamento. Tadeu – Maraial,PE

  5. Armando Jr Largura

    -

    03/10/2010 às 0:03

    Caro Renato, a sobrecarga no TF é tranquilamente quantificada,não há nenhum problema nisso e pode-se desenvolver força geral (muito mais do que na musculação,já que no TF dificilmente se trabalha um músculo isoladamente) e tbém massa muscular,é só focar o treino em hipertrofia, assim como se faz na musculação.

  6. silvio kaloustian

    -

    07/06/2009 às 12:25

    Moro no Campo Belo/Broklin: há oferta de Treinamento Funcional no bairro? Pesquisei muito mas não encontrei academias/clubes. obrigado. silvio.

  7. eric

    -

    26/05/2009 às 23:31

    olá, sou Educador Físico, e tenho um aluno de personal que apresentou CONDROPATIA PATELAR, gostaria de saber se terei sucesso na recuperação do meu aluno caso eu realize um trabalho isométrico associado à um treinamento funcional visando um fortalecimento de todo grupamento muscular do quadríceps e adutores. Gostaria de uma resposta do amigo e professor Renato!!! Grande abraço, Eric – Belo Horizonte, MG

  8. g

    -

    07/05/2009 às 23:07

    leia

  9. Cchise Coelho de Figueiredo

    -

    18/04/2009 às 17:11

    Prezado companeiro Renato acabei de ler seus artigos e achei muito boa e interressante todas as reportagem Parabens. Eu sou um estudante da area, e e sempre bom ver que existem pessoas dedicadas em mostrar a importancia daEducaçao Fisica Rompendo limites

  10. josé Carlos rodrigues

    -

    08/04/2009 às 16:39

    muito boa e interressante a reportagem, assim como todas as outras. ok

  11. Alexandre Henriques de Paula

    -

    04/04/2009 às 22:29

    Prezado RenatoParabens pelo artigo. Mais uma vez estamos mostrando os valores da Educa¿¿o F¿sica.

  12. Renato Dutra

    -

    04/04/2009 às 16:33

    Marcelle,a prática do Karate e o fortalecimento são coisas distintas. É preciso abdicar do treinamento e investir no fortalecimento, ok?

  13. rodrigo

    -

    03/04/2009 às 9:47

    Obrigado pelo artigo!Foi de muita grande valia, desejo-lhes muito sucesso nesta área e que consiga todos objetivos.Quero ter acessos a outros arquivos se puder entre em contato.

  14. Marcelle Moreira

    -

    02/04/2009 às 19:06

    Olá Renato, sou estudante de Ed. Física ( Bacharel) 3º períodoe e atleta de karatê. Estava lendo sua coluna e achei muito interessante o TF. Gostaria que me ajudasse numa questão! Tenho uma recente cirurgia de artroscopia no joelho esquerdo e fui indicada para um fortalecimento muscular, devido ocupação do dia a dia, só tenho tempo para a pratica do karate em si. Queria muito saber como posso trabalhar o TF na mesma.No aguardo!Marcelle Moreira

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados