Blogs e Colunistas

07/03/2012

às 15:32 \ Saúde

Movimentos explosivos ajudam a envelhecer com saúde

(Foto: Thinkstock)

Musculação já foi tema desta coluna – um dos textos mais comentados, aliás, tinha como título: “Vantagens da musculação: força e saúde”. Persiste, porém, uma questão para quem pratica os exercícios na academia: os movimentos, afinal, devem ser executados de forma lenta ou explosiva?

De acordo com uma revisão bibliográfica recém-publicada no Exercise and Sports Sciences Reviews, há muito a se ganhar com os movimentos explosivos. E os benefícios não valem apenas para os praticantes jovens, mas principalmente para os atletas da terceira idade.

De acordo com as pesquisas, com o passar dos anos perdemos força e capacidade de recrutar rapidamente os músculos. Esta segunda, porém, declina de forma mais veloz que a perda da força. Em outras palavras, somos capazes de levantar um peso, mas quando precisamos fazer isso de forma rápida (brincar com os netos, saltar uma poça d’água, etc.), sentimos dificuldade. E é aí que, muitas vezes, ficamos vulneráveis a lesões ou quedas. A musculação com movimentos explosivos ajuda a melhorar essa agilidade.

Isso quer dizer que os exercícios realizados lentamente estão condenados? De forma nenhuma. Eles são indicados para aqueles que ainda estão em adaptação, pois tendões, ligamentos e cartilagens demoram mais tempo para responder aos estímulos. Após 4 a 5 semanas de adaptação podemos ficar mais explosivos, pelo menos na sala de musculação.

Por Renato Dutra

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

4 Comentários

  1. Luiz Carlos de Moraes

    -

    12/03/2012 às 14:58

    Bom artigo!
    A explicação é simples. Com o envelhecimento como já vimos em matérias anteriores do Renato o corpo perde massa muscular num processo chamado de, sarcopenia. De origem grega, sarcopenia significa “perda de carne” (sarx = carne, penia = perda) que no corpo humano pode ser de origem multifatorial sendo a idade um deles. O músculo humano que em linhas gerais é composto de fibras musculares de contração lenta e rápidas respectivamente vermelhas e brancas. As de contração rápida são as primeiras a perderem a sua função razão pela qual quando envelhecemos ficamos mais lentos. A musculação com movimentos rápidos visa estimular as fibras de contração rápida desde que, como citado seja precedido por um treinamento de base. Mais uma vez parabéns! Prof. Moraes

  2. Renato Dutra

    -

    12/03/2012 às 10:26

    Isso mesmo, Sandro. Para realizar os movimentos com maior velocidade, a carga deverá ser diminuída.
    Sds,
    RD

  3. Sandro

    -

    07/03/2012 às 23:09

    Tudo vai depender da quantidade de peso levantado. Pesos pesados não permitem movimentos explosivos. Então para treinar explosão o peso tem que ser moderado.

  4. Rodrigo Augusto

    -

    07/03/2012 às 16:30

    Bom texto, já treinarei desde já minha agilidade. Os tiros de corrida deve valer tbm.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados