Blogs e Colunistas

13/09/2011

às 20:14 \ Vasto Mundo

Crise financeira bate duro nos EUA: número de pobres é igual ao da população da Espanha

sem-teto-eua

"Sem teto, agradeço qualquer ajuda": nada menos do que 1 em cada 6 americanos vive na pobreza

O brutal impacto da crise financeira de 2008 em setores poderosos da economia dos Estados Unidos, como bancos e construção civil, deixa com frequência em segundo plano o sofrimento das pessoas naquele que é, e ainda vai continuar ser por muito tempo, o país mais rico e poderoso do mundo.

Por isso, é fundamental destacar um dado assustador divulgado hoje pelo governo americano como um dos resultados do censo de 2010, que já temos comentado no blog: o número de pessoas situadas abaixo da linha de pobreza aumentou no ano passado para 15,1% da população , chegando ao recorde de 46,2 milhões de cidadãos — mais do que uma Argentina inteira (40 milhões de habitanates), ou igual à população da Espanha!

Nada menos do que 1 em cada 6 americanos vive no que tecnicamente é definido, no país, como pobreza.

O maior percentual de pobres desde 1958

Trata-se do maior percentual de pessoas abaixo da linha da pobreza desde que os dados começaram a ser coletados, em 1958.

Contra os 15,1% aferidos em 2010, no ano anterior, 2009, 14,3% da população norte-americana vivia abaixo da linha da pobreza.

O que é a linha de pobreza nos EUA

A linha de pobreza é definida por um conjunto de cálculos e estudos realizados pelo Departamento de Saúde e Bem-Estar Social do governo federal. No ano passado, por exemplo, considerava-se o limite da linha de pobreza, para um cidadão, ganhar menos do que 10.830 dólares por ano (17.800 reais).

Para uma família de 6 pessoas, ter uma renda inferior a 29.530 dólares anuais (48.700 reais). Comparações com o Brasil não valem, devido às profundas diferenças entre o poder de compra entre o real e o dólar, o custo de vida em ambos os países e uma série de outros indicadores.

Não por acaso, tendo a crise desabado em 2008, o aumento percentual do contingente de pessoas consideradas pobres ocorre pelo terceiro ano consecutivo e é o maior desde 1993.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

72 Comentários

  1. Ailton

    -

    22/09/2011 às 23:22

    ‘Vivem a Dizer’ SERIA O CERTO, perdão pelo erro de concordancia; “Vivem a dizerem” lapso terrível de minha parte.

  2. Ailton

    -

    22/09/2011 às 22:26

    Li muitos comentaristas, eles “vivem” a dizerem que a miséria daqui (no Brasil) é diferente da que existe nos EUA, porém, pelo visto, acho que não, segundo imprensa, existem 50 milhões de estadunidenses a viver miséria, um em cada cinco norte americano (EUA) vivem dos alimentos doados pelo governo daquele país.

    Fonte;
    .
    http://www.averdade.org.br/modules/news/article.php?storyid=408
    .
    http://www.lawrei.eu/MRA_Alliance/?p=3192
    .
    http://opiniaoenoticia.com.br/internacional/estados-unidos-canada/estados-unidos-experimentam-fome/

  3. Corinthians

    -

    21/09/2011 às 16:22

    Claro, delírio.
    Plano Real, Proer, privatizações tudo delírio.
    Real mesmo é o Brasil do cartório, com sistema implementado de defesa contra desastres naturais, como vimos no início do ano, sem mensalão, com Minha Casa Minha Vida 1 entregue e finalizado, com UPAs entregues, com PAC terminado, com infraestrutura boa, aeroportos funcionando perfeitamente e faculdades de papel com esgoto correndo a céu aberto, além dos Enems falhos, aumento dos analfabetos do país, piora da saúde, entre outros.
    Bom mesmo é ficar citando salário mínimo em dólares quando me convém e falar que faço parte de uma pesquisa que não se comprovou nas urnas, por que eu gosto de govenro populista.

  4. Ailton

    -

    21/09/2011 às 14:34

    Corinthians;

    O resto, é um delirio de sua parte,

    Queria vê-lo a receber aqueles U$70,00(salario minimo) que eu e voce recebia para sobreviver, queria ver se você ainda tinha todo esse gas para defender o governo que nos provocou tantas dificuldades.

    começo a desconfiar que voce era um elitista, que voce fazia parte dos 4% que estavam bem de vida na era tucana.
    Amigo, 96% estavam descontentes com o governo tucano daqueles dias, isso devido as dificuldades impostas pela falta de conhecemento que tinham de como se administra um país.

  5. Corinthians

    -

    21/09/2011 às 0:17

    E o resto ?

  6. Aailton

    -

    20/09/2011 às 19:52

    Claro Amigo Corinthians!! foi um lapso de minha parte, aceite as minhas retratações, realmente a inflação não foi gerada na era do PSDB, até o anos de 1995, PSDB não era governo, ela (inflaçao) foi gerada pelo MDB(PMDB), ARENA-PDS-PFL (e hoje o DEM) e PRN.

    Abraços.

  7. Corinthians

    -

    20/09/2011 às 17:57

    Ailton,
    O proselitismo está distorcendo os fatos novamente.
    A inflação não foi gerada pelo PSDB, foi domada pelo PSDB – Plano Real (isso é um projeto, uma aÇão que mudou os números, e não somente apresentar números de início e fim). Não foi só uma mudança de moeda, foi uma mudança na economia como um todo, implementando com sucesso o tripé macroeconômico que mantém a estabilização do Brasil até hoje, onde Lulla precisou assinar uma “Carta aos Brasileiros” dizendo que não iria alterar isso para poder ser eleito.
    Fora isso, já foi dito – Bolsa Escola, Auxílio Gás, Bolsa Alimantação, atendendo 5 milhões de famílias em menos de 2 anos, PROER saneando o sistema bancário e criando as regulamentações hoje copiadas pelos países desenvolvidos, privatizações provendo bens de consumo para a população, estimulando a inovação e concorrência, Lei de Responsabilidade Fiscal, refinanciamento da dívida dos estados, provendo a oportunidade de reinvestimento por parte das unidades da federação, entre outros, incentivou a indústria interna, inclusive a naval (que como já lhe provei com as datas, seu próprio emprego é devido às atitudes do governo FHC e não de Lulla).
    Isso são ações.
    Incentivo às exportações – esse comentário é patético, pois retoma a fracassada política externa do Brasil, que conseguiu se tornar o único país a poder ser processado pela China quando reconheceu esta como uma economia de mercado. As exportações subiram devido o incentivo dado por FHC, principalmente na área de commodities, quando aumentou o capital privado na Petrobrás, privatizou a Vale e reforçou o agronegócio brasileiro que tanto empregos e renda gera. Apesar de o governo Lulla ter aberto embaixadas e assinado acordos com outras nações, o que é válido, por motivos xenófobos deixou os principais jogadores de fora, justamente os EUA e Europa, onde poderíamos ter muito mais exportações no momento. Aliás aumentar o IPI de carros importados já vai nos colocar como réus na OMC e mostra a inépcia do governo em tratar deste assunto.
    O saláro mínimo medido em dólares chega a ser patético – o aumento do salário mínimo em porcentagens foi um pouco acima do que o provido por FHC. Nenhuma pessoa que ganha salário mínimo compra comida em dólar.
    A reserva cambial também não foi “criada” por Lulla – mais uma mentira petista – ela faz parte das políticas implementadas pelo Plano Real – o tal tripé macroeconômico já citado – que o Lulla teve que assinar que jogava fora tudo o que ele havia falado antes e que iria manter na tal “Carta aos Brasileiros. A ponto de aceitar a recomendação de Henrique Meirelles para o BC feita por FHC.
    Pagou a dívida externa uma pinóia – a dívida externa ainda existe, e aumentou e muito, em época de economia pujante no mundo, a dívida pública, esta sim a que importa, pois conta ambas as dívidas, interna e externa. Dívida é dívida.
    A canetada diminuindo os índices de pobreza no Brasil, repetida por Dillma para a extrema pobreza, não faz mágica (talvez só no cartório), principalmente quando falamos de classe média. A retirada das famílias da pobreza tem mais relação com o Plano Real do que com qualquer atitude de Lulla. É até bom verificar neste post qual são os índices usados nos EUA, um país desenvolvido e sério.
    O Fome Zero mencionado aqui é piada né ? Foi um fracasso total, onde Lulla teve que mentir mais uma vez, jogando fora tudo o que ele falava do Bolsa Família e adotando este projeto, criado no governo de FHC e re-batizado de Bolsa Família por sugestão de um membro do PSDB, o principal carro chefe de sua administração. Mesmo com uma redução drástica na fiscalização. Contando desde a criação o aumento do Bolsa Família no governo FHC é muito superior ao aumento do Bolsa Família no governo Lulla, ano a ano.
    Criou 17 milhões de empregos ? O funcionalismo público anda tão em alta assim ? Está contando o caso do Lullinha ? Achei que a indústria, as empresas, os serviços e o agronegócio criavam empregos. Não sabia dessa mágica. Qual foi o plano ?
    Incluiu o Brasil no G-7 ? Po, que legal, muitos benefícios.
    Quando você fala em ser sétima potência, você leva em consideração que a modernização da economia foi realizada no governo FHC, assim como a estabilização dos estados, certo ? Que Lulla não fez nada certo ?
    Indústria automobilística falida vendendo 900 carros por ano ? Você tem certeza do absurdo que está falando ? Não vou nem contestar isso, deve ter sido um erro de sua parte, não pode ser má-fé.
    Este item 14 também é muito ruim. Estes aumentos se deram no governo FHC, e não no governo Lulla. O aumento de vendas da linha branca no governo Lulla se deu somente durante o ano de 2009, quando foi reduzido o IPI, mas eles já voltaram este ao normal e o consumo se retraiu novamente.
    Milhões receberam residência do VIVER MELHOR ? Só pode ser brincadeira, agora começo a achar que é má-fé mesmo.
    Você caro Ailton, acho que deve voltar a rever as coisas – veja que seus comentários são feitos de números iniciais-números finais, sem dizer as ações efetivas. Não existiu um PAC dos empregos por exemplo – foi a indústria que em uma economia mais previsível, estabilizada, sem inflação entregue por FHC através do Plano Real (plano/ação efetiva) que cresceu, recebeu mais investimentos e se aproveitou do ciclo sem crises. A outra parte é formada ou de coisas irrelevantes – como o aparecer no G-7, como se fosse algo imprescindível para a população e que não fosse acontecer com outro governante, ou são mentiras deslavadas, como os 900 carros vendidos anualmente ou o programa VIVER MELHOR ter entregue “milhões” de casas. Daqui a pouco você vai falar que o PAC já foi feito e que o Monha Casa Minha Vida também entregou o que prometeu – aliás criaram as versões 2 destes programas sem terem entregues as primeiras versões. Nem cumpriram prazos e metas…

  8. Ailton

    -

    20/09/2011 às 11:45

    Corinthians

    Referente ao navio João Câmara, fiz um texto na coluna do amigo Ricardo Setti, Política & Cia
    Titulo: “Vejam que coisa extraordinária: um senador de oposição fazendo… oposição. E dizendo que palavras de Dilma foram “mentirosas”

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/vejam-que-coisa-extraordinaria-um-senador-de-oposicao-fazendo-oposicao-e-dizendo-que-palavras-de-dilma-foram-mentirosas/

    Primeiro vamos às realizações do PSDB,

    1- Criou um programa de estabilização da Inflação, (INFLAÇÃO gerada por: ARENA, PMDB, PDS, e PSDB).
    2-Mudou o nome da moeda mais uma vez, já que, nos últimos 20 anos (antes) de de 1995 o país conhecera seis mudanças no nome de sua moeda.
    3- ???( não criou mais nada, com isso veio o desemprego, e 40 milhões foram para a miséria
    4- entregou o que restava do BRASIL ao PT, a ultima de suas realizações

    AGORA AS REALIZAÇÕES DE PT:

    1-Abriu os Portos a todas as nações, antes fazíamos comércio unicamente com os EUA, fora os americanos, apenas com o México, porém não mais que 2,5% dos U$8,0 bilhões exportados anualmente.
    .
    2-Incentivou as exportações a ponto de elevá-las ao montante de U$220,0 bi anuais, no governo do PSDB eram de apenas U$8,0 bi, a maior foi registrada no ano de 1999 e de apenas 12,0 bi de dólares
    .
    3-Elevou o salario minimo de U$70,00 para U$345,00.
    .
    4-Criou a maior reserva cambial nunca vista no Brasil, reservas são de U$350,0bi, a ultima realizada com o nosso dinheiro foi em 1972, depois desse ano, todas as reservas eram montadas com o dinheiro emprestado do FMI. 4-Pagamos os empréstimo que os tucanos fizeram, U$220,0 bi de dólares.
    .
    5-, Pagou a divida externa avaliada em U$550,0 bi. Divida Inciada de 1960 a 2002.

    .6-Reabriu todos os estaleiros criados por mega empresários estrangeiros e nacionais, montados ainda nos governos de: João Baptista de Figueiredo e Sarney, durante década de oitenta e posteriormente fechados no governo da década de noventa.
    .
    6-Retirou 40 milhões de brasileiros da absoluta miséria.
    .
    7-Aumentou a classe média, recebeu uma classe média com 18 milhões e aumento para 105 milhões, transformou o Brasil na segunda maior país das Américas.
    .
    8-Criou o fome zero, retirou 30 milhões da condição de famélicos, hoje apenas 11 milhões ainda. dependem do governo para ter um prato de comida na mesa, antes 41 milhões passavam fome, sem ter futuro, nem alimentos,
    .
    9-Criou 17 milhões de empregos em nove anos.
    .
    10-Incluiu o Brasil no G-7, hoje G-8 com entrada da Índia,
    .
    11-Transformou o Brasil na sétima potência mundial, antes eramos a 22ª.
    .
    12-Tucanos recebem o PIB em U$675,0 bi do ITAMAR, e entrega esse mesmo PIB em U$550,0bi para Lula e esse entrega a Srª Dilma em U$2,20 trilhões.
    .
    13-Recebeu uma industria automotiva desmontada e falida, com produção de apenas 900 unidades nos últimos oito anos da era tucana. Incentivou o mercado interno, incentivou as exportações e agigantou o mercado interno com reduções de impostos, como o IPI, COFINS, além de esticar o crédito pessoal, com isso, vendeu 30 milhões de veículos em nove anos.
    .
    14- criou um gigante mercado interno, Aumentou o consumo de eletroeletrônico e linha branca em 320%, hoje toda as residencias tem duas ou três TVs, Geladeiras e carros etc favoreceu assim as industrias internas, que empregou milhões para atender a demanda.
    .
    14- milhões receberam residencia do VIVER MELHOR. Financiado pelo governo federal.
    15-Brasil passa de importador de navios para exportador de super petroleiros, deixa no Brasil U$30,0 e mais U$60,0 bi de futuras entregas(até 2018) , U$90,0 bi seriam enviados para Cingapura, se governo ainda fosse dos Tucanos.
    .
    16-Incluiu o BRASIL no G-7
    .
    17- tornou esse país na 7ª potencia mundial , era apena a 22ª
    .
    18- Virou credor dos EUA,
    .
    19-Reduziu os riscos “Brasil” de 2.700 pontos para apenas 47.
    .

    Caro Timão, se hoje é dificil viver com esses valores que voce mencionou, e olha que são apenas 11 milhões que estão na miséria, imagine 40 milhões de pessoas sem nada, sem nenhum prato de comida á mesa? como era nos anos noventa.
    40 milhões de brasileiros estavam na mais absoluta miséria, e apenas 18 milhões na classe média, hoje somos 105 milhões com renda entre R44,0 e 5,0 mil. e apenas 51% recebem um salario minimo, no seu goveno eram 89% os que recebiam U$70,00 de salário minimo, INCLUSIVE EU;

  9. Corinthians

    -

    20/09/2011 às 5:39

    Setti,
    Discordo, acho que as comparações são sim bem-vindas para acabar com a falácia que há por aí.
    Aqui no Brasil temos 40% de carga tributária e um custo de vida muito alto, principalmente de bens de consumo de tecnologia (claro com algumas exceções escolhidas a dedo pelo governo).
    Aqui no Brasil se não me engano a linha de pobreza é de quem ganha menos de R$ 130 reais. A de extrema pobreza é e R$ 70.
    Lá uma pessoa que ganha US$ 902,50 é considerada pobre – ou US$ 410,14 para uma pessoa de uma família de 6.
    Com carga tributária menor. Com custo de vida menor.
    Falta é vergonha na cara do nosso governo ao falar nestes números, como se alguém que ganha um salário mínimo fosse classe média. E ainda vem com esses números novos sópra falar que alavancou X pessoas para uma nova classe…

  10. Corinthians

    -

    19/09/2011 às 19:51

    Ailton,
    Ainda espero a lista de ações do governo Lulla que seriam responsáveis pelo números.
    Tirando a popularidade claro – se bem que não teve pesquisa que segurasse um Maracanã de vaias. Hugo Chaves também teve recordes de popularidade, assim como Getúlio … por isso se chama o governo de populista ou populismo … muita fala e pouca (ou nenhuma) ação.

  11. Kleyner Arley

    -

    19/09/2011 às 15:54

    Setti,
    Eu alteraria o trecho:
    “naquele que é, e ainda vai continuar ser por muito tempo, o país mais rico e poderoso do mundo.”
    por
    “naquele que é, e ainda vai continuar ser por ALGUM tempo, o país mais rico e poderoso do mundo.”

  12. Ailton

    -

    18/09/2011 às 12:58

    Srª Katia “Valente” Lins.

    Para que tanta virulencia , calma respira, conte até dez, olhga o infarto.
    Engraçado! Os tucanos agem sempre com muita falta de educação com os outros não-tucanos, xingam até para elogiar.

    Triste falta de berço, ou seria falta de ninho?

    E, mesmo com os xingamento, obrigado pelo reconhecimento.
    Só sabe quem foi o governo de noventa quem foi atingido por eles. apenas 4% sairam ilesos dessa sanha destruidora, daí a aprovação de 96% para o metalurgico garanhunsense e 4% para o sociólogo das coberturas suntuosas.

    (Acho que só o pessoal que foi governo, nos anos de noventa não foi atingido pelas barberagens dos tucanos.)

  13. Corinthians

    -

    18/09/2011 às 8:29

    Ailton,
    Você fugiu de novo da pergunta. Mas não tem problemas, eu sei que ninguém consegue responder aonde está a responsabilidade de Lulla nos números de antes e depois apresentados, sei que é impossível.
    Quanto ao caso do Banestado, tem que ser investigado e principalmente punido sim.
    Nunca tive vergonha de condenar Arruda e outros, nem de reclamar do Alckmin aparecendo ao lado de Maluf ou Quércia, enquanto que você é incapaz de pedir punição para Dirceu, Genoíno ou Delúbio. Quando o pede, pede usando aquele “mas”, “se”. Além disso também tem que tirar alguns exageros. Aliás, falando em exageros, você tem idéia de que a acusação dos Vedoin contra o Serra é o caso da compra do falso dossiê pelos “aloprados” não sabe ? Essa acusação, que saiu na IstoÉ foi justamente o “abre-alas” para a outra matéria que seguiria, com o falso dossiê. Pena que pegaram os petistas com 1,7 milhões no hotel antes da compra.
    Falando nisso, o post nem é sobre corrupção, mas a tentativa de rebater argumentos e críticas ao governo petista com denúncias do governo anterior já mostra que o que o move é a cegueira ideológica.
    Eu poderia, aliás vou, questioná-lo sobre este caso:
    http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/prefeita-do-pt-e-presa-acusada-de-matar-vereador-em-alagoas/n1597206258901.html

    Outra coisa que recomendo é você verificar o que é realmente ser “neoliberal”, ou “progressita”, ou qualquer outra “ideologia” pré Muro de Berlim. O governo de FHC nunca foi “neoliberal” nem “liberal”, é só verificar as regras bancárias que foram impostas, como a alavancagem dos empréstimos limitada, a lei de responsabilidade fiscal, entre outras ações – justamente o que está sendo copiado agora nos EUA e na Europa por causa da crise dos bancos.
    Aliás mais uma vez chegamos ao ponto – você diz que vai ser uma “marolinha” aqui no Brasil, mas não sabe listar os motivos. Se listar os motivos, verá que tudo que mantém o Brasil respirando foram as políticas implementadas nos governos Itamar/FHC.
    Enquanto isso, o navio comprado pela Petrobrás por mais que o dobro do preço não é entregue, já que não pode navegar por ter sido malfeito.
    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/chega-ate-quando-certa-imprensa-vai-insistir-em-dizer-a-verdade-ou-o-navio-apedeuta-do-apedeuta/
    Enquanto isso, a política de estatais e planificação da economia adotada por Hugo Chavez mostra que distribui pobreza ao invés de riqueza:
    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/vasto-mundo/venezuela-vejam-como-a-estatizacao-de-hugo-chavez-e-um-desastre-monumental/
    A idéia fixa não corresponde com a realidade. Não funcionou em nenhum lugar do mundo – por que há de funcionar aqui ?

  14. Kátia Valente Lins

    -

    17/09/2011 às 17:34

    Ricardo Setti.

    É com muita dor na alma, tenho muita vontade de dizer tudo difenrente, mas:

    Esse tal petralha Aílton tem toda a razão, o Brasil é outro com esse pernostico. Sou contra essa corja, não gosto deles, não voto neles, nem votaria, más o PSDB foi muito incompetente, tinham tudo para fazer desse país uma grande nação, uma nação mais justa para os eus filhos e noentanto não fizeram, e o que e pior deixaram para o PT fazer, acharam que Brasil ia falir com eles e não faliu, CRESCEU!!!
    FHC deu ouvido a políticos que queriam aparecer mais do que ele próprio e simplesmente deixou o Brasil ao Deus dará, o governo do FHC foi uma briga de foices para dividir as vaidades de cada um, e resultado foi, UM DESASTRADO GOVERNO.
    Sinto muito em dizer, mais esse petralha Ailton, tem toda razão em falar o que diz.
    Deram U$70,00 de salario minimo por toda a sua vida e agora o carinha ganha (segundo ele) cinco mil Reais,com o governinho dele, ele só podia dizer o que diz, e nos temos mais é que ficar calado,PSDB desgraçou o país isso eu reconheço, eu mesma sou uma vitima deles, perdi tudo durante esse tempo em que estiveram no governo, vivi dificuldades extra humana, só agora consegui recuperar o mesmo padrão de vida que tinha durante a era Itamar, depois do Mineiro e seu topete charmoso, só veio desgraças para minha vida financeira.
    Agora tudo começa a mudar outra vez, sou justa e não posso mentir).

  15. Ailton

    -

    16/09/2011 às 20:02

    Caro Corinthians, aceite esse contário (Ailton-16/09/2011 às 19:59) ele foi escrito dirigido a sua pessoa.

    Abraços.

  16. Ailton

    -

    16/09/2011 às 19:59

    Sim!!! continuo com a idéia fixa, idéia de que, se Brasil ainda fosse neoliberal, hoje estariamos a completar dezessete anos de crises economicas, falencias, demissões em massa, nove anos de desespero entre as familias. Essas crises se agravariam ainda mais nesse momento, com os problemas financeiros da Europa e EUA.
    E no entanto, a crise dos neoliberias vai ser outra marolinha para nós(Brasil), tal qual a de 2008, e voces não acreditaram, acharam que Brasil ia se dissolver como um SORRISAL nas água da crise de 2008.
    Enganaram-se.

  17. Ailton

    -

    16/09/2011 às 19:50

    Caro CORINTHIANS.

    PETISTA NUNCA LAVARIA SANITÁRIOS DE IMPERIALISTAS…

    Não foi o PT quem arrombou os cofres do BANESTADO e ARAUCVÁRIA e De lá, roubaram U$30bi de 1995 a 1998 como afirma a PF ou U$147,0 bi como afirma o MPF, segundo a PF, 300 políticos: 180 do PSDB e 118 do PFL(DEM) e dois do PMDB retiraram esse roubo em 413 mil contas abertas em nomes de laranjas brasileiros e de outros 413 mil laranjas americanos, e seu admirado, levou sozinho U$5,0 bilhões, dinheiro foi depositado nos bancos de Nova York e Miami USA.

    Como foi o caso BANESTADO?
    Tucanos e outros pefelistas aplicaram um grande golpe contra o Banco BANESTADO e ARAUCÁRIA, golpe aplicado lesou o estado SP em U$ 30 bi. diz a PF que 180 políticos do tucanato e 120 do PFL(DEM) foram os protagonizadores de um desvio bilionário, desvio de U$30,0 bi, dinheiro saiu do país via contas CC-5.

    Porque a CPI do BANESTADO NÃO FOI A FRENTE??
    Não foi, devido 65% do congresso nacional (PSDB, PFL(DEM) e PMDB, ou seja, 300 deputados estarem envolvidos nesse escandaloso roubo de U$30,0bi, e tem mais caro Corinthians, segundo o MPF, o roubo teria sido de U$147,0 bilhões e não apenas a bagatela de U$30,0bi como disse a PF.
    No relatório, caro Timão, aparecem nomes, nomes como Bornhausen e ainda surge o nome SSerra, como o mentor de toda a operação para retirar esse dinheiro do país sem chamar a atenção das autoridades policiais, SEGUNDO O RELATÓRIO, coube ao Sserra, a fatia de U$5,0bi.
    .
    O ESQUEMA:
    Como cada brasileiro pode viajar com U$2,7 mil dólares, e cada estrangeiro que trabalha em nosso país também pode enviar essa quantia mensalmente, essa brecha criou um facilidade incrível, os golpistas do BANESTADO e ARAUCÁRIA simplesmente “arrebanharam aproximadamente 413 mil pessoas no Brasil, criou contas em bancos de NY e Miami, já nos EUA, voltou a arrebanhar outras 413 mil pessoas para receber esses depósitos mensais de U$270mil, todos enviados por contas conhecidas como CC-5, as CC-5 são contas rapidamente criadas para quem queira viajar ou para estrangeiros que trabalham aqui e precisam enviar dinheiro ao seus parentes no país de origem.
    Descoberta essas facilidades, então os lalaus emplumados aplicaram essa gigantesco golpe contra os PAULISTAS e PARANAENSES.
    Qual seria o verdadeiro valor do roubo, U$147,0BI de dólares, segundo MPF, ou apenas a bagatela de U$30,bi como afirma a PF?.
    OBS: Todos os fatos aqui relatados, foram retirados dos relatórios do MPF e da PF. portanto há extensa base jurídica e legal no que acabei de escrever.
    RICARDO SÉRGIO:
    O dinheiro PULVERIZADO EM CONTAS DE LARANJAS, foi outra vez reunido, dessa vez em três contas do grupo, por um tal de RICARDO SÉRGIO, já ouvistes falar esse nome?
    .
    http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EDG58451-6009,00-DOSSIE+DO+CASO+BANESTADO+TRAZ+NOMES+DE+POLITICOS.html
    .
    http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/7926_OS+NOMES+E+AS+PROVAS+DO+DOSSIE+DA+PF
    .
    http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/10345_ESQUENTA+A+CPI
    .
    http://www.conjur.com.br/2003-jun-15/mp_acusa_bornhausen_lavar_us_bilhoes_exterior
    .
    http://www.muco.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=467

    MAIS ESCANDALOS -I !!!!
    E além de tudo caro Timão, Paulo Preto entregou um esquema onde a DERSA perdera R$5,0 milhões para um certo Sr SSerra, amigo desse Sr de nome Paulo Preto.
    Inclusive, muito magoado com a falta de lembranças do SSerra, Paulo disse uma celebre frase:
    “Afinal! Não se esquece um amigo no lixo”
    ..
    MAIS ESCANDALOS II !!!
    O CASO SANGUESSUGAS:
    E por ultimo os VEDOÍNS entregam todos os chefões dos SANGUESSUGAS.
    Os VEDOINS, dupla de empresários(pai e filho) que negociavam AMBULÂNCIAS para o governo da década de noventa, negociação entre a federação os Estados, e fornecedores.
    Afirmam os VEDOÍNS que o Sr. SSERRA era o CHEFÃO da quadrilha conhecida como OS SANGUESSUGAS”(palavras da famíglia Vedoin). O ministro Serra coordenava os desvios de verbas que seriam destinados à compra dessas ambulâncias.
    Fonte:
    http://www.istoe.com.br/reportagens/4776_OS+VEDOIN+ACUSAM+SERRA

  18. Corinthians

    -

    16/09/2011 às 17:35

    “UM PETISTA NUNCA LAVARIA SANITÁRIOS DE COLONIALISTAS, NEM, VENDERIA A SUA ALMA E SUA DIGNIDADE AO CAPITALISMO SELVAGEM DE AMERICANOS, EM TROCA DE PÃO!!!.”
    Um petista faz pior. Ele assalta os cofres públicos e diz que é em nome do bem comum. Ele despreza os pobres quando quebra seu sigilo bancário. Ele despreza as instituições quando quebra o sigilo fiscal e espiona adversários, chegando ao ponto de tentar comprar falsos dossiês. Ele atenta contra a democracia quando compra parlamentares com dinheiro público.
    Um petista se diz arauto do bem comum, mas não faz bem à ninguém. Aliás estes que se supões arautos do bem comum não ligam para as leis.

  19. Corinthians

    -

    16/09/2011 às 14:36

    Amigo Ailton,
    Sei que você ainda tem sua fixa idéia. O que não muda o fato de que a única coisa que você pode apresentar são números de antes e depois, e não as ações e projetos que levaram os números a sair do “antes” para o “depois”.
    Considerar o governo de FHC como neoliberal, acreditar nas mentiras que Lulla registriu em cartório (como o sistema anti-desastres naturais que não saiu do papel, as UPAs que não sairam do papel, as casas e obras do PAC que não sairam do papel) que só mostra o quanto o lulopetismo é disposto a mentir para enganar o eleitor é cegueira “ideológica” – apesar de você também não conseguir definir sua ideologia, visto que é incapaz de criticar as privatizações realizadas por Lulla e Dillma.
    Acredito este ser o quarto ou quinto post que peço que me informem as ações de Lulla para atingir os resultados que são mostrados, e o que temos é silêncio.
    Afinal, nem Henrique Meirelles no BC foi idéia original delle…
    Quanto à suas opiniões xenófobas, bairristas e ridículas contra os EUA, não vou nem comentar, visto o absurdo que elas representam.

  20. Ailton

    -

    16/09/2011 às 14:10

    Falei tanto só para dizer:

    UM PETISTA NUNCA LAVARIA SANITÁRIOS DE COLONIALISTAS, NEM, VENDERIA A SUA ALMA E SUA DIGNIDADE AO CAPITALISMO SELVAGEM DE AMERICANOS, EM TROCA DE PÃO!!!.

    .

    Para escovar vasos sanitários dos imperialistas, seria necessário ficar de joelhos, e ficar de joelhos, seria, literalmente estár de joelhos para o capitalismo selvagem dos ianquies.
    Isso seria o mesmo que derrubar todas as cidadelas que portegem a dignidade HUMANA.
    Seria o APOGEU do colonialismo sobre o colonizado, seria, virar um animalzinho de estimação diante do capital truculento que “tudo pode”! um capital indecente,imoral e aniquilador de personalidades. um capital desmedido, um capital que estica uma das mãos para dar o que sobrou em seu prato e com a outra dar chicotadas DEVASSALADORES para desbotar o que restou do escondido sentimento que todos os humanos devem manter aceso, o sentimento de dignidade própria…
    Tem gente que não se importa ou mesmo não percebem o que existe por trás do simples ato de americanos só dispensarem esses nichos, fazem para SOBREPUJAR; SUPLANTAR as vontades dos imigrantes.
    Triste:
    Mas, Quem vive as sombras do que outros construiram, nunca perceberia isso.
    Ser suplantado, vencido, derrotado por esse capital selvagem e ainda não perceber, não se dá conta, depois achar que faz sucesso em terras elheias, só por ganhar U$18,75 a hora trabalhada, como lavador de banheiros é muito triste.

    Triste mesmo;

    Abraços

  21. Ailton

    -

    16/09/2011 às 10:35

    Marina Silva,
    Acho que você não leu até o fim o que foi escrito!
    Os trabalhadores latinos são sempre recebidos pelos americanos, com muita subjugação, fazem isso para degradar a alma latina, é uma forma (pequena)de demonstração da sua pseudo superioridade ‘ariana’.
    Na Europa, minha cara, recebem-se latinos de uma outra forma, lá, o imigrantes tem mais possibilidade de trabalhar no que gosta, no que se preparou durante os 16 anos(~) de sua vida, até porque é em continente de maioria LATINA.
    Ser faxineiro, porteiro, jardineiro etc. em nada diminui o ser humano, em nada mesmo, como havia dito, porém existem muitos simbolismos nas relações entre americanos e latinos.
    Ser faxineiro, limpar e escovar vasos de sanitários no mais degradante limbo americano, isso depois de frequentar anos a fio de estudos para ter uma vida sem atritos com a sua própria existência, essa condição seria o fim de qualquer auto estima..
    Atirar imigrante, e ainda latinos em seu LIMBO, é uma forma desse povo manter a sua ‘superioridade’ imperialista, sua superioridade ariana sobre os diferentes povos que acorrem aquele país em busca de trabalho.

    Todos que um dia saíram do país, ao falar com seus familiares, um dia mentiram, mentiram sobre a sua real condição, sempre diziam que estavam a trabalhar em escritórios, disseram que eram corretores de imóveis, analistas financeiros etc. embora a sua verdade, seja trabalhar em nichos que (na mentalidade americana) só cabem mesmo aos imigrantes e de preferencia, latino.
    Exibem uma condição totalmente diferente, não os culpo, querem apenas preservar os familiares, querem polpar os seus de mais essa preocupação, afinal, família ajudou em seus estudos, preocupou-se junto, sofreu junto, choraram juntos para ver o seu filho formado, e depois saber que usa luvas de PVC e é visto como escória em terras distantes. é de doer o coração de uma mãe e um pai..
    Raro o emigrante, que, ao chegar ao país de destino, encontra um tão trabalho sonhado. um trabalho que um dia se preparara para ele.
    Todos falam maravilhas, fala de uma realidade que só existe em sua cabeça, só para esconder a sua própria decepção, raro são os que realmente falam a verdade, cometam o que encontraram ao desembarcar no destino.

  22. marina silva

    -

    16/09/2011 às 8:27

    Esqueci de te informar outra coisa Ailton,nao sei se nos EUA a coisa funciona assim porque sempre vivi na europa depois que imigrei os EUA conheço de passeio e de turista nao se pode avaliar com decencia essa classe de coisa,aqui na Espanha os ESTUDANTES UNIVERSITARIOS DE CLASSE MÉDIA em suas férias escolares fazem faxina,limpam banheiro,levam caes para passear(recolhendo com saquinho plastico o coco que porventura façam!)e trabalham em restaurantes como garçons para ganhar um dinheiro extra no qual vao economizando para viajarem,comprarem um carro novo,roupas o que seja(onde moro a menina que lava as escadas do edificio e a portaria 3x na semana é estudante de psicologia por ex.).É diferente a mentalidade de país que foi escravagista para que nao foi…Aí todo mundo tem faxineira aqui nao tem mao de obra para isso porque quase TODOS sao o que o governo ptista chama de classe média,nao há pobres que cobrem baratinho para limpar nossa latrina e como nao há cada um limpa seu proprio banheiro e nao discrimina seja quem seja engenheiro ou nao que limpe uma latrina para ganhar um extra para um carro novo ou uma viagem,é diferente aqui companheiro,nao dá para comparar,se melhor ou pior depende do que cada um veio fazer no mundo e com sua vida!Saludos de Espanha para ti e mais uma vez PARABÉNS por seguir acreditando e investindo no nosso país pagando seus impostos,eu NAO TIVE ESSA PACIENCIA,SINTO MUITO!

  23. marina silva

    -

    16/09/2011 às 8:11

    Prezado Ailton nao há mais imigrante garçon nem faxineiro porque com a crise esse tipo de trabalho foi praticamente extinto por aqui(Espanha).Eu sou fisioterapeuta especialista em pacientes com grande grau em demencia,com vários cursos em minha área,falo 4 idiomas e nem sempre quem imigra é por necessidade financeira.Também nao há nada que faça menor um engenheiro(a),advogado(a)ou professor que sirva mesas ou limpe casas ou banheiros,é um trabalho honesto e bem remunerado porque é bem dificil de se fazer,o problema é o velho conceito escravagista do nosso país que quem limpa banheiro é um trabalho menor isso aqui nao existe,aqui só há 2 tipos de trabalho o honesto e o desonesto!Quanto essa coisa de que TODO imigrante é ilegal,limpa latrina e aí passava fome é puro conto,eu por exemplo imigrei porque ENCHI O SACO,SATUREI DE ACREDITAR QUE O BRASIL TERIA FUTURO,passei ANOS esperando a ditadura terminar e quando entrou a democracia com a madre superiora no comando já se via a classe de futuro que me esperava aí…Homologuei meu curso universitario,estudei italiano e espanhol e FUIIIIIIIIII deixando o futuro para quem quisesse ficar aí acreditando como em Portugal ainda se cre na volta de Dom Sebastiao.Para mim o final de miseria aí é como a chegada de Dom Sebastiao,eu espero,mas BEM LONGEEEEEE!Parabéns por acreditar no futuro aí e me desculpe por minha descrença!

  24. Ailton

    -

    15/09/2011 às 22:17

    De onde tirastes essa idéia que eu tentei emigrar?? Eu jamais tentei EMIGRAR, eu jamais escovaria um vaso de sanitário para americanos, não importa o salario que paguem!!!!!.
    Estaria a corromper todo meu âmago existêcial, toda a minha essência humana, me sentiria o lixo da humanidade, isso seria a sintése do colonialismo a crfavar os seus grilhões em minha alma.
    Não me sentiria bem, não pelo trabalho emn sí, mas pelo SIMBOLISMO que isso representa para mim.

  25. Ailton

    -

    15/09/2011 às 21:57

    Queria ter visto se o governo do Lula fosse um grande fiasco, uma quebradeira sem tamanho, se governo fosse cercado de crises, fome, desemprego e salarios miseráveis e ainda, se 105 milhões de brasileiros fossem atirados na mais absoluta miséria.
    Só queria ver se alguém como o caro Corinthians, sairia a dizer que tudo isso seria mérito, ou melhor, demérito do governo do PSDB, que todo esse quadro posto, ainda é fruto do governo dos tucanos, como vive a dizer, que são meritos dos tucanos, o grande governo que o LULA realizou.

    Naninha só quer nana!!

  26. Ailton

    -

    15/09/2011 às 21:50

    Ao recorrer aos cartórios para registrar suas realizações em papéis, registras os icones de crescimento, as realizações. o crescimento salarial para U$345,00(é pouco, más gostaria de lembrar que já foi U$70,00 um dia), os 17 milhões de empregos gerados, a ascenção de 105 milhões de brasileiros á classe média, a cifra de U$220,0 bilhões anuais em exportações quando era de U$8,0 ou mesmo U$12 bilhões, a construção de uma reserva avaliada em U$350 bi, reservas que país não conhecia desde o ano de 1972 e ainda ser o quarto maior credor dos EUA, aquele país nos devem U$200,0 bilhões desde dezembro de 2010.
    Registrou a façanha de receber um PIB avaliado em U$550,0 bi em 2003 e ter entregue a Srª Dilma um outro avaliado em U$2,20trilhões de dolares em 2011.
    Registrou porque sabia, que um dia surgiria passoas a consfiscar, ou mesmo a retirar os seus méritos para entregar aos tucanos.
    Queria ter visto se o governo do Lula fosse um grand efiasco, uma quebradeira sem tamenho, se governo fosse cercado de crises, fome, desemprego e salarios miseráveis e ainda 105 milhões fossem atirados na mais absoluta miséria.

  27. Ailton

    -

    15/09/2011 às 21:28

    Perdão outra vez pelo “macisso”, o certo Seria “MACIÇO”.

  28. Ailton

    -

    15/09/2011 às 21:24

    perdão pelo “prepar”, queiram entender “PREPARAR”!!

    Abraços.

  29. Ailton

    -

    15/09/2011 às 21:22

    Um dia, mais exatamente no ano de 2008, diziam que o Brasil estava arruinado, que seria a bola da vez na crise banco/imobiliária americana, e que o crescimento do nosso PIB, não seria nada além de 2,5% para aquele ano. Dai vem o fim de 2008 e Brasil cresce 5,5%, depois o ano de 2009, e crescimento foi de 7,1% e por ultimo, o ano de 2010, Brasil cresce 7,7% e hoje o nosso PIB é avaliado em U$2,20 trilhões, isso garantiu uma posição de respeito no mundo, garantiu a sétima posição das nações mais ricas para o Brasil.
    Fato que garantiu até uma inédita cadeira no seleto clube dos G-7, hoje chamado de G-8 com a entrada da India ao clube das oito nações mais ricas do planeta.
    Diziam os arautos da destruição brasileira, que seria o fim de uma era prospoera para o nosso país, apesar do presidente Lula dizer que tudo era apenas uma marolinha, e como realmente foi, estava certo o garanhunsense do Pernambuco.
    Essa nova crise só vai quebrar mesmos os neoliberias, hoje os EUA são apenas o nosso sexto parceiro comercial, na era do neoliberalismo eram os primeiros, absolutamente os primeiros, representavam 65% de todo o comercio exercido pelo Brasil e olha que nosso comercio naquela epoca era de apenas U$8,0 a 12,0 bilhões de dolares, hoje, apesar dos U$220,0 bilhões anuais em exportações brasileiras, os EUA são parceiros em apenas 21%.
    Quebramos de vez com a dependencia anacrônica ou mesmo doentia que mantinhamos com aquele país.
    Abrimos o leque de países parceiros comerciais e o Brasil cresceu o volume em exportações.

  30. patricia m.

    -

    15/09/2011 às 21:11

    E so para deixar mais um fato claro (desculpa a verborragia, Setti): eu sai do pais assim que o Lullalau entrou no poder. E nao tenho a menor vontade de voltar. Fiquei por 4 meses ai esse ano para voltar correndo para ca. Como diz a Marina Silva da Espanha, uma vez fora, meu, voltar nem pensar.

  31. patricia m.

    -

    15/09/2011 às 21:07

    Ah, e dos meus amigos aqui e na Europa nao tem nenhum MEDICO, nem ENGENHEIRO, nem ADVOGADO trabalhando como faxineiro. OS faxineiros brasileiros que eu conheco nao tem nem diploma universitario (de boas faculdades, logicamente, nao estou falando de faculdade de Prouni e assemelhadas).

  32. patricia m.

    -

    15/09/2011 às 21:06

    Ailton, sem mais comentarios, eu saquei ja a razao do seu deslumbramento com o governo petralha. Voce faz parte da nova classe media brasileira, aquela que subiu devido às politicas “neoliberais” de FHC.
    .
    O seu preconceito eh ridiculo. Meu amigo, nem todo brasileiro que esta aqui nos EUA esta lavando prato nao, viu. Voce parece que tem dor de cotovelo: porque tentou emigrar uma vez e nao conseguiu, acha que todo mundo que foi embora eh “traidor da patria”.
    .
    Por ultimo, pontuacao em um texto eh essencial para a boa compreensao. Sugiro frases mais curtas com sujeito, verbo e predicado (nessa ordem) e as pessoas te entenderao de uma forma mais facil.

  33. Ailton

    -

    15/09/2011 às 20:56

    Cara patricia m.

    Porque eu nunca quis conhecer os EUA, ou mesmo morar lá??

    Eis aqui o motivo:
    Depois de muito me prepar, fazer muitos cursos, muitas especializações, e mesmo assim, só conseguir encontrar trabalhos em subempregos, naquela epoca me preparei tão bem e só conseguia emprego para ganhar aquela infâmia de salario, isso devido as politicas neoliberais a que o país estava submetido desde 1994, caso só agravado a partir de 1998, nesse ano começa a real debandada fabril, Brasil presenciou o apogeu do êxodo industrial, fenômeno se completa em 1999, em 2002 o país já estava esvaziado e abandonado, quem ficou experimentou a falência e a decadência, naquele período era impossível receber um centavo além do salario minimo, naqueles dias, só não quebrou quem conseguiu se retirar do Brasil, rumo aos países vizinhos, ou mesmo, rumo ao México e isso provocou um grande e macisso desemprego no nosso país, voce estava nos EUA, não viu e nem sentiu essa tragédia.

    Mesmo com muita dificuldades naquele período neoliberal, Eu nunca pensei em sair, ou melhor, eu nunca fui capaz de abandonar o meu país, ainda mais para ser copeiro, lavar pratos em terras alheias, tampouco limpar banheiros de americanos.
    Todos sabem que, apesar de imigrante brasileiro ser: Engenheiros, médicos, economistas, advogados e outras profissões prestigiadas aqui no Brasil, lá fora, esses mesmos profissionais (que saem do país), só conseguem lavar pratos, limpar sanitários, ser garis, porteiros ou ser jardineiro, sómesmo nesses setores da economia americana, que imigrantes latinos conseguem trabalho, conseguem ganhar a vida nos EUA(nada contra esses trabalhadores, são tão honestos e merecedores de nossos respeitos como qualquer um outro, porém seria o ápice da humilhação, depois de estudar tanto, me especializar, investir alto, eu ter que sair do Brasil para trabalhar no limbo de países alheios.

    Por isso, resisti um pouco mais a sanha destruidora do PSDB,sabia que estavam perto do fim e quando foram derrotado nossos estaleiros navais foram reabertos em 2003,e por não haver profissionais especializado para esse setor, já que tudo havia ruido, tudo havia sido “dissolvido”, com os novos horizontes que começava a surgir, aproveitei o momento, fui outra vez me especializar, dessa vez em metalurgia naval, e isso mudou radicalmente a minha vida, hoje sou técnico de estrutura navais em uma dessas 12 empresas navais brasileiras, e tenho um salário de R$5,70 mil/Mês.

    (*)Pobreza, mas é claro que se usa o ‘Z’ para escrever essa palavra, apenas uma delas saiu com esse erro de grafia. Foi um lapso de minha parte. Gostaria que a cara patrícia m. verificasse também os seus próprios erros ortográficos. já que acontecem a todos os textos.

    Obrigado pelo conselho para ler mais jornais, minha “amiguinha”, por força do meu trqabalho sou ‘obrigado’ a ler todos os jornais de lingua inglesa, francesa, e alemão.
    não preciso nem mencionar os nosso mais importantes jornais e revistas que circulam no país, sem essa leitura não posso exercer a minha profissão, ganho bem más as exigencias tambem são enormes.
    Por isso fui refescar a mente em seis cidades da Europa no mes passado, coisa que nunca pensei em minha vida que um dia faria.
    só mesmo esse barbudo para dar um outro padrão de vida aos brasileiros, como eu.

  34. Ailton

    -

    15/09/2011 às 20:19

    Amigo Corinthians,

    Ainda tenho a fixa ideia, que, se nos ainda estivéssemos a rezássemos na cartilha do neoliberalismo, estaríamos nesse momento em uma das mais profundas crises financeira de todos os tempos, estaríamos destruídos, assim como os demais países neoliberais estão.
    Dizer, caro Timão, que Lula foi a continuação do governo do PSDB, é um dos seus delírio! Como poderia ser a continuação? Se em 2002 país estava totalmente arruinado, o dólar chegava aos R$4,78 para cada U$1,00. A inflação batia na casa dos 12%aa. Desemprego chegava a 21,54% da mão de obra ativa e quem estava empregado, recebia apenas um salário minimo miserável, recebia U$70,00, nunca um percentual dos que recebiam um minimo foi tão alto, 89% dos brasileiros recebiam apenas um salario minimo, cenário era desolador, acho que até você recebia esses U$70 dólares pel om~es trabalhado.
    Brasil estava com as reservas zeradas, aliás , elas nem haviam sido formadas nesses últimos 40 anos.
    O panorama social era o mais deplorável já vividos em toda a historia do Brasil, 42 milhões de brasileiros foram empurrados para mais absoluta miséria, o desemprego assolava, quem estava empregado, era remunerado com migalhas (Um salario minimo de U$70,00 era a única coisa que lhes restavam).
    O Itamar havia passado o governo ao PSDB com PIB nacional avaliado em U$687bi. de dólares, e o PSDB entregara esse mesmo PIB, com redução, entregou ao Lula um PIB de apenas U$550bi.
    Indústria automobilística estava no fim de sua permanência no Brasil, a VW já havia decidido abandonar o país, a Scânia automóveis se foi, a Volvo veículos, veio e se foi na mesma década, a Kia desistiu, adiou seus planos de vir para o nosso país naquele período.
    desastres eram constantes em nossa Petrobras, afundaram a P-36, derramaram centenas de milhares de barris de petróleo em nossa duas maiores baías: Guanabara(RJ) e Todos os Santos(BA), destruíram vários rios no Paraná, com esses mesmos derramamentos.

    É! caro Corinthians, decididamente, o governo do Lula não foi mesmo a continuação do governo dos tucanos. senão já estaríamos a viver esses problemas desde o ano de 2003.

    PROER, caro amigo Corinthians, o PROER remendou os rombos deixados pelos banqueiros, eles retiraram bilhões de Reais dos seus cliente e governo tampou o buraco, aliás, meu caro, nunca banqueiros saíram de um escândalo tão ou mais ricos que, no período em que foram dono de seus bancos, muitos deles foram curtir a vida nas ilhas do Caribe com o dinheiro do povo, estão melhores hoje que na época de banqueiro com os U$27,8 bilhões que embolsaram dos brasieiros.

  35. Corinthians

    -

    15/09/2011 às 18:22

    Nunca achei que diria isso, mas a marina silva está certa – pelo menos a do comentário abaixo.
    Acho que seria relevante colocar também que se os BRICS vão crescer entre 4% e 11% (o que é falso por que vamos crescer menos de 4%), devemos lembrar que o que menos crescerá é o B mesmo…

  36. Paulo Bento Bandarra

    -

    15/09/2011 às 18:11

    Pois é, patricia m., e tem gente que se queixava da ditadura onde morria menos! Onde morreu por ela, um quinto do que morreu da guerra civil do Getúlio Vargas. As outras milhares de mortes, mortos por esta democracia corrupta e inépta, não faz cócegas nos falsamente auto-intitulados “democratas”, mas apenas do capital alheio.

  37. patricia m.

    -

    15/09/2011 às 12:32

    Brasil, o pais maravilha registrado no cartorio do Lula. Eh incrivel como esse pessoal gosta de se enganar.
    .
    So mais uma questao em relacao a pobreZa, nivel de vida, etc e tal. Enquanto aqui em Novba Iorque eu ando sozinha pelas ruas a noite, na maior seguranca, no Brasil 50 mil sao mortos por ano. Tudo isso pela maior maravilha do mundo! Eh incrivel como os lullopetralhas dizem que o pais esta quase desenvolvido (provavelmente a maior maravilha do mundo moderno) com um nivel de seguranca pior que o do Iraque. Incrivel!!!

  38. patricia m.

    -

    15/09/2011 às 12:29

    Corinthians, faco minhas as suas palavras. Esse pessoal (esquerdalha na maioria) que acha que os paises desenvolvidos estao na pior enquanto os BRIC’s (na minha opiniao uma colecao absurda de paises que nao tem nada a ver um com o outro) estao na melhor, e dentre esses o Brasil eh o bam-bam-bam, bem esse pessoal, como bem dizem os americanos, “they are drinking from the kool-aid”. O problema eh quando a dura realidade bate as portas. E meu amigo, vai bater mais cedo do que esses sonhadores acordados imaginam. A comecar pela bolha imobiliaria. So nao ver quem nao quer.

  39. marina silva

    -

    15/09/2011 às 8:28

    Uma pequenita informaçao,vivo em Espanha,os pobres aqui recebem uma ajuda social de 440 euros mensais,mais alugueis em vivenda social a 50 euros ao mes e vales comida e até brinquedos,a escola é publica E DE BOA QUALIDADE PARA TODOS.Já aí com toda essa milagrera ptralha a ultima vez em que estive aí estava de dar medo a quantidade de gente pedindo ou assaltando no meio da rua.Sao pobrezas totalmente distintas a norte americana,européia e a nossa aí só vivendo fora uns tempos como imigrante que se ve que nao há maneira de festejar o fim da pobreza aí é tudo pura propaganda!

  40. Corinthians

    -

    15/09/2011 às 3:17

    Ailton,
    Mais uma vez vamos iniciar uma discussão que você vai abandonar sem mais nem menos, ao fim de seus argumentos.
    Aliás sua definição dos americanos sobre hamburguers em saco de papel é algo bem xenófobo. Imagino alguns americanos radicais como você falando do Brasil, onde muitas pessoas ainda comem com as mãos, principalmente na Bahia.
    Você vem com as definiÇões pré-Muro de Berlim e o proselitismo político e se esquece de falar as atitudes que foram tomadas pelos governos para que a situação do Brasil hoje seja a que se encontra – que aliás não é tão boa e tão exagerada como você coloca.
    Fica muito claro que se temos uma boa economia hoje, foram pelas ações como Proer, Plano Real, Lei de Responsabilidade Fiscal, saneamento da dívida dos estados, entre outros, que colocaram o Brasil onde está hoje, enquanto que o governo petista nada fez – só manteve o tripé econômico tão criticado por eles anteriormente.
    Aliás o PT me parece ser o partido que mais frauda os eleitores – na eleição são várias promessas que não são cumpridas, são vários discursos desditos depois.
    Hoje o país está passando por uma desindustrialização absurda devido ao regime de impostos que foi ainda mais distorcido pelo governo petista, que conseguiu mesmo em tempos de bonança econômica não fazer praticamente nada. Podemos contar aí somente as ações do assassino de privacidade bancária de caseiros, o Pallocci (aquele consultor dos apartamentos luxuosos) que aumentou o crédito. De resto, não fizeram nada.
    Basta analisar o que ocorre na Europa. Deram vários governos para os “esquerdistas” e “socialistas” – eram 13. Conseguiram então realizar a tal “distribuição” de renda, dando bolsas e benefícios sem fim – caso mais claro seria o da Grécia e o da Espanha. Quebraram seus países, e agora para consertar o problema, os eleitores estão elegendo governos “direitistas” ou “liberais” – os “esquerdistas” são só 5 agora.
    Sei que você acredita em mágica – “o Brasil cresceu, o presidente é Lulla, então Lulla fez o país crescer” – mas as coisas não são bem assim. São necessárias ações, projetos, planejamento. Coisas que vemos que o governo petista não tem. Tudo o que você falou, das reservas, só foi possível devido à ação saneadora de vários projeto e leis implementadas no governo FHC. Aliás até o Henrique Meirelles no Banco Central deve ser atribuído à FHC, já que foi indicação dele.
    Enquanto você fica aí torcendo contra os EUA, já que não gosta daquele país, nossa infraestrutura vai por água abaixo, a educação é patética e só piora, a saúde virou desculpa pra criação de novo imposto (vale lembrar aqui que durante o governo FHC, com 7 crises, terminamos com CPMF e uma carga tributária de 35%, agora temos uma carga tributária de 39% sem CPMF e eles não conseguem financiar a saúde ?), e a indústria só encolhe.
    Já estamos vivendo a herança maldita de um governo esquerdista, que só não é pior por que o líder é preguiçoso. Não quero nem ver no final deste governo Dillma. Já vi hoje que o “planejamento” da gerentona, que faz parte do governo há tempos, para a “urgência” de resolver os problemas dos aeroportos (ela só viu o relaxa e goza ontem acho, por que a gerentona ficou anos sem fazer nada pelo Brasil e ainda foi contra a privatização dos aeroportos, coisa que vai fazer agora, apesar de ter prometido o contrário na campanha) já adiou a entrega de obras.

    Falar de inflação de 1998 à 2002, sendo que em 2002 a culpa da inflação foi o risco Lulla de fazer todas as abobrinhas que dizia, e ainda falar do maior responsável pela implementação do plano Real que domou a hiperinflação é tão absurdo que nem merece contestação.

  41. patricia m.

    -

    14/09/2011 às 23:49

    Ailton, mas menino, quanta bobagem voce fala! De onde voce tirou que o Brasil (o B do seus BRIC’s) vai crescer 4% esse ano, heim? Ate o Bacen ja se rendeu, ja abaixaram isso ai, meu filho, vai se informar, vai viajar, vai ler jornal, para com a sua ideologia de esquerda que nao te levara a lugar nenhum.
    .
    Quanto a sua ideia de que americano so come hamburguer e hot dog, bem, o que posso dizer nao eh? Voce como brasileiro so deve comer arroz e feijao. Tenho dito. Generalizacoes sao os piores argumentos em qualquer discussao. Pior ainda eh o papinho mole esquerdalha de “neo-liberal” pra ca, “neo-liberal” pra la. Leia o texto do Corinthians e veja se voce aprende algo. Nenhum pais NO MUNDO se desenvolveu seguindo a cartilha comuno-fascista, meu “amigo”. Nenhum. Quanto a sua Europa querida, veja os que se deram pior: a Grecia e a Espanha sao socialistinhas. Estao na pior. Que chato, nao, como o socialismo so leva a breca…

  42. sergio

    -

    14/09/2011 às 22:58

    Mas Setti, ao que me consta o custo de vida do Brasil é até mais alto que nos EUA, ou não ?

    Tudo o que eu vejo aqui custa mais (em USD) do que nos EUA…Carros, livros, eletrônicos, gasolina, etc….

    um “pobre” lá compra um bom carro (lá) com a renda anual. O “pobre” daqui não compra nem uma bicicleta. Perdi alguma coisa ?

    As comparações são complicadas. O fato é que essa “linha de pobreza” é uma definição oficial, que parte de dados e pressupostos específicos dos Estados Unidos. Minha impressão geral, como alguém que esteve muitas vezes no país, a trabalho ou não, é — sem ter nenhum dado que eu haja pessoalmente apurado — de que os pobres no Brasil têm uma vida muito pior do que os de lá. Até porque, mesmo havendo muita oposição da opinião pública ao Welfare State, existe uma forte rede de proteção social lá, sem contar que no país tudo funciona melhor — os transportes públicos, por exemplo.
    Abração

  43. Ailton

    -

    14/09/2011 às 22:11

    Corinthians,

    Diante do seu comentário, tecido para o amigo Meireles; vou ponderar;

    Perdão, mas volto a lembrar ao amigo, que só os paises neoliberais estão quebrados, os demais vão muito bem em suas economias, principalemnte os BRICS, eles conhecerão crescimentos entre 4% a 11%, enquanto os neoliberais vão estagner ou diminuir os seus PIBs, lembro que toda a Europa é neoliberal, e nesse momento estão em muita dificuldades.
    Lembro ainda que vivemos um periódo em que o Brasil foi neoliberal, possuiamos um PIB de apenas U$550,0 bi e hoje, progressista possui esse PIB em U$2,20 trilhões dedolares, por ter sido neoliberal, naquele periódo falimos 12 vezes, quebramos oito vezes, nunca formamos uma reserva cambial decente, precisamos até tomar U$220 bi ao FMI para forma essas reservas a ponto de estagnar a inflação que crescia vertiginosamente, inflação chegava a 14,7%aa em média nos anos de 1998 a 2002. só ficou contida com o saldo das reservas formadas pelo dinheiro do FMI.
    Aliás reservas que Brasil só conheceu até 1972, depois daquele ano nunca mais formamos outra, só agora, apartir de 2008 que voltamos a formar uma e de valor de U$350 bilhões, dinheiro de trabalho, nenhum centavo emprestado para formá-las.
    Por ter sido neoliberal, quase todos os parques industriuais se retiraram do Brasil, quem ficou conheceu a falência, as dificuldades em trabalhar e produzir, os que sairam foram para Argentina ou México, só retornaram com o novo governo, com o governo progressista dos anos de 2003 até agora.

    Onde há preseletismos de minha parte? por acaso não é exatamente isso que aconteceu no passado e não está á acontecer nesse momento com os países neoliberais?

  44. Carlão

    -

    14/09/2011 às 21:53

    Para apimentar um pouco mais esta discussão:
    Pelo critério dos EUA, metade do Brasil seria pobre.
    Façam o cálculo…
    Depois leiam a origem da informação:
    http://blogs.estadao.com.br/radar-economico/2011/09/14/pelo-criterio-dos-eua-metade-do-brasil-poderia-ser-pobre/

  45. Ailton

    -

    14/09/2011 às 21:49

    Caro Ricardo Setti;
    O americano sempre vive no limiar da fortuna e da miséria
    Boa parte dos cidadãos americanos hoje é bem de vida, tem carros, casa luxuosa, lanchas e um bom salário.
    Porém, se perder o emprego, já no outro dia estará na mais absoluta miséria, terá perdido tudo e vai para as ruas como qualquer outro mendigo, rapidamente a fome lhes baterá a porta, más que porta? Até isso ele perderá.

  46. Ailton

    -

    14/09/2011 às 21:40

    Patricia m.
    Nunca fui ao EUA por vontade própria, não gosto daquele país, a prova disso é que em Agosto, fui tirar as minhas féria na Europa, fui conhecer o velho continente.
    Acredite, não aguentaria ver alguém almoçar hamburguer e hot-dogs dentro de sacos de papel, na Europa pelo menos, usam-se garfos e facas e refeições vem em pratos como no Brasil.

  47. Ailton

    -

    14/09/2011 às 21:33

    Caro Bandarra,

    Você não deve ter percebido, mas sempre oferece capim aos demais comentaristas.
    Quase na totalidade de suas participações você faz menções subliminar dessa erva, ofende jocosamente todas as pessoas que participam desse espaço jornalistico do amigo Ricardo Setti, com opiniões contrárias as suas.
    Quis fazer você perceber o quanto gosta de ofender aos outros.
    Presunção sua, em dizer que sou anonimo, sim, sou, então, o que és tú, se não um anonimo igual a mim?

    abraço.

    Foi só isso, meu caro;

  48. Corinthians

    -

    14/09/2011 às 19:48

    Marcelo Meireles – 14/09/2011 às 12:39
    Desculpe mas seu comentário é um absurdo.
    basta verificar as políticas implementadas pela dita “esquerda” (que na verdade é nada mais que uma sopa de ideologias falidas que se provaram falhas após a queda do Muro de Berlim) são falhas e distribuíram é pobreza.
    Enquanto morreram milhões de fome na China e da URSS, enquanto Cuba estatizava seus meios de produção, enquanto vemos a Venezuela, Equador, Bolívia se afundarem cada vez mais, o ocidente malvado concentrador de renda tirou mais pessoas da miséria, aumentou a produção, aumentou os empregos, aumentou o bem estar da população.
    A China só tornou-se o que é hoje quando resolveu aderir, vejam só, ao mercado capitalista. A Rússia só conseguiu melhorar a situação da população depois da Perestroika. A comparação da Alemanha Oriental com a Alemanha Ocidental deixou claro o que a política “essquerdista” é capaz.
    Tão capaz que foram as políticas “esquerdistas” de distribuição de renda e bolsas qualquer-coisa que colocaram a Espanha na situação que está, a Grécia, Portugal, entre outros. Recomendo até a ler uma reportagem muito interessante na Veja desta semana, sobre o que ocorreu com as empresas estatizadas por Hugo Chaves na Venezuela.
    A história mostra que seu argumento é errado.

    patricia m. – 14/09/2011 às 19:20
    Está corretíssima Patrícia. mas o Ailton normalmente entra aqui para fazer proselitismo, me parece que a veracidade dos argumentos não importa para ele.

  49. patricia m.

    -

    14/09/2011 às 19:33

    Consertando, vai *checar* o IRF…

  50. patricia m.

    -

    14/09/2011 às 19:24

    E Setti, me desculpa, mas tenho que concordar com os outros comentaristas abaixo: da SIM para comparar a renda de uma familia brasileira com a de uma familia americana. Outro dia mesmo voce nao estava comparando o preco da banana aqui em Nova Iorque com o preco da banana em Sao Paulo?
    .
    Para que existe PPP (Purchasing Power Parity)? Eh para comparar o poder de compra da populacao!
    .
    Quanto à foto do latino: os EUA estao sim numa crise que por enquanto so nao eh maior que a de 1929. Ha 12 milhoes de imigrantes ilegais segundo varias fontes por ai. A grande maioria sem grandes qualificacoes que estava trabalhando na industria da construcao civil que foi a mais atingida. Voce acha o que, que esse povo vai fazer o que? Oras, uma das solucoes eh voltar aos paises de origem, nao? Duvido que isso aconteca, pois se eu fosse mexicana preferiria pedir esmola em Nova Iorque do que ser assassinada no Mexico, que virou praticamente um Estado falido.

  51. patricia m.

    -

    14/09/2011 às 19:20

    Ailton, voce nunca esteve aqui e eh muito mal informado. Os americanos sao a populacao que MAIS DOA dinheiro para a caridade. Aqui, meu “amigo”, ser voluntario de qualquer organizacao de caridade eh uma OBRIGACAO praticamente, a galera comeca na High School e nao para mais. Falta total de informacao da sua parte, vai chegar o IRF (a Receita Federal dos EUA) e ver QUANTO os cidadaos doaram para a caridade, vai, ao inves de citar programinha barato de tv… Ah, e pobreZa eh com Z. Z!

  52. Paulo Bento Bandarra

    -

    14/09/2011 às 16:35

    Caro Setti, acho que comentários vazios de simples desrespeitos aos demais comentaristas, como o do AILTON 14/09/2011 às 16:15, deveriam ser eliminados. Anônimos que não querem discutir e argumentar só baixam o nível.

  53. Ailton

    -

    14/09/2011 às 16:15

    Caro Bandarra;

    ???China, Cuba? Afinal, o que temos a ver com os problemas desses países, eles que os resolvam, assim como resolvemos os nossos.
    .
    CAPIM:
    percebo que o amigo é um arduo admirador do capim, em todos os seus textos o nobre sempre faz uma homenagem a esta erva! homenagem muito á maneira bandarriosa para essa graminea, más faz.
    Até parece que ela esteve presente em diversas ocasiões nos seu momento mais intimos, mais felizes.

  54. Paulo Bento Bandarra

    -

    14/09/2011 às 15:57

    Pois é, Marcelo Meireles, onde a esquerda faz Distribuição de Renda se ela não consegue gerar? Onde está o industrial de esquerda ou o grande político que está metendo a mão no bolso para fazer esta sua fantasia generosa? Onde existe este teu outro mundo possível? Seria o Dominique Strauss-Kahn?

  55. L C Lemos

    -

    14/09/2011 às 15:02

    Se as empresas americanas não fizessem outsourcing empregando indianos para call centers (motivo de um desenho dos Simpsons e um sitcom que é mostrado no canal Warner), diminuiria (não muito, tenho certeza) o desemprego e o nº de pobres. Enquanto isto a Índia agradece.

  56. Paul

    -

    14/09/2011 às 13:01

    Essa crise deve ser uma marolinha do Lula. Não se preocupem, é só gastar.

  57. SergioD

    -

    14/09/2011 às 12:44

    Caro SergioD, obrigado pelo texto. Será publicado como Post do Leitor no máximo no final de semana.

    Obrigado e um abraço.

  58. Marcelo Meireles

    -

    14/09/2011 às 12:39

    Viva o “consnenso de Washigton”, certo ?
    -
    Viva o “mercado auto-regulado”, certo ?
    -
    Viva tb é claro, a “Guerra ao terror” ?
    -
    Pois é, Ricardo. Apesar de vc ter me dado um nó dias atrás, rsrs qdo eu disse que não havia “Direita Civilizada” e vc me citou 3 exemplos; eu volto na tecla.
    -
    Não há nenhuma política da Direita, nenhuma, em nenhum lugar do mundo, que não esteja umbilicalemnte ligada à Concentração de Renda.
    -
    Distribuição de Renda, infelizmente ainda é coisa “de Esquerda”
    -
    E veja só, Obama até que tenta dar uma fortalecida na visão social do Estado. Mas a Direita não deixa.
    -
    Toda essa crise foi causada pelas idéias “de direita”.
    -
    Um bolha imobiliária ( já houvera uma bolha na Nasdaq antes )causada por que por quais pilíticas ?
    -
    A ainda no meio disso, graças à “fome petrolífera” juntada com a “fome sionista” da Direita Americana, o sr Bush e seus falcões republicanos, torram 4 bilhoes de dolares numa Guerra.
    -
    E ainda tentam “rachar a conta” com o resto do mundo.
    -
    O resultado está ai.

  59. Paulo Bento Bandarra

    -

    14/09/2011 às 12:07

    “apenas 11 milhões estão na pobresa, porém com farta comida na mesa.” Puxa, nos precisávamos ensinar este milagre para os cubanos que vivem numa completa faltura, e os Chineses, que não possuem nem aposentadoria nem serviço de saúde de graça (estas maluquices inventada pelos milicos)! Na Coréia do Norte até capim virou salada.

  60. Kleyner Arley

    -

    14/09/2011 às 11:52

    Setti, sugiro que escrevas um post comentando o auxílio do BRIC à União Européia.

    Sim, estou me informando mais para ver se escrevo algo. Obrigado pela sugestão, de todo modo, amigo Kleyner.
    Abração

  61. Samuel Vidal

    -

    14/09/2011 às 11:31

    Caro Setti,
    Avaliando a paridade do poder de compra, já é mais caro viver no Brasil do que nos Estados Unidos, então comparações com o Brasil valem sim, enquanto a família que tem renda de 4 mil reais nos Estados Unidos é pobre, que ganha 1200 reais no Brasil já é classe média,um equívoco na minha visão.

  62. Ailton

    -

    14/09/2011 às 11:11

    Amigo Ricardo Setti,
    Veja como todas as mazelas americana sempre é representada por negros ou latino! Se é em filmes, todos os assaltantes são negros, todos os traficantes são Dominicanos ou cubanos e cafetões são sempre afro-americanos.
    E agora, a foto acima, ela é de um latino, que tanto pode ser um boliviano ou um paraguaio.
    Americanos sempre ‘filtram’ as sua mazelas, e protege os ‘quatrocentões”, nunca veinculam imagens do americano branco, loiro e de olhos azuis em cenas degradantes, sempre usam negros e latinos para isso, como mostra a foto.
    E no entanto, se a miséria apertar ainda mais, os latinos rapidamente debandam daquele país.

  63. Ailton

    -

    14/09/2011 às 10:55

    Carlão,
    A solidariedade latian a que me referí, foi a farta distribuição de alimentos que esse grupo de imigrantes fazem aos necessitados que moram em caixa de papelão nas ruas de NY.
    TVs locais ficaram impressiopnadas, como mostrou a Globo no JN e Jornal da Globo.

  64. Marco

    -

    14/09/2011 às 10:54

    Amigo Setti: Pois é Setti, tu sabe q tenho sérias dúvidas em relação a esses indicadores, de atender necessidades básicas da população, 1 temos q separar consumo privado ( alimentos, abrigos, vestuário e etc… ) de serviços públicos ( Água potável, saneamento,saúde e facilidades educacionais ). Pq faço isso ? Senão vira uso político em querer converter consumo privado em bens e serviços fornecidos pelo governo. O governo tem q oferecer seviços q ajudem a longevidade e alfabetização. Esse na minha opinião seria o melhor indíce de bem estar para aliviar a pobreza. Pq senão vai terminar q nem aqui,desencorajando o exito do trabalho sem direitos de garantias, para transformar o papel do estado em fornecedor de provisões !
    Abs.
    Ps; A gripe chegou com tudo por aqui.

  65. Ailton

    -

    14/09/2011 às 10:51

    Carlão, meu amigo
    Ainda ontem a rede Globo de TV, em seu diario JN, mostrou pessoas a morar em caixa de papelão e a receber sopão de imigrantes brasileiros e outros, os ameiroicanos não tem espirito solidário, lá, as pessoas só valem o que tem, se estiver na miséria lá vão ficar, pois eles não ajudam a ninguém. A solidariedade dos latinos em sua maioria, chamou a atenção das grendes redes de TV americanas, eles ficaram impressionados como nos distruibuimos comida de graça a quem precisa, não compreendem porque fazemos isso sem nehum retorno.

  66. Ailton

    -

    14/09/2011 às 10:44

    Temos U$700 bi entre reservas e papéis recebíveis para emprestar a quem necessitar, memos para os americanos, eles já nos devem U$200bi e vão nos dar calote, vão pedir moratória a qualquer momento.

  67. Ailton

    -

    14/09/2011 às 10:40

    Veja Caro amigo Ricardo Setti, como é a vida, até 2002 o Brasil teve 49 milhões de miseráveis kilometros abaixo da linha da pobreza gente sem nem um pão para comer pela manhã e hoje, apenas 11 milhões estão na pobresa, porém com farta comida na mesa.
    E Estados Unidos que não tinha niguém na linha da pobresa, hoje tem esses 40 milhões na mais absoluta miséria.

    Tudo por uma questão de administração, Os Busch destruiram os EUA com a sua sanha belicosa, achou que o dinheiro nunca ia acabar, prefeiram despejar misséis de U$20 milhões em barracos de U$20 dolares pelo mudo afora, agora recebem a conta desse genocídio: U$14,8 trilhões em dividas só para matar 1,2 milhões de iraquianos e afegãos.

    Uma pequena conta nefasta, cada ÁRABE MORTO, CUSTOU AO TESOURO AMERCANO A BAGATELA DE U$12,333 MILHÕES DE DOLARES.

  68. Carlão

    -

    14/09/2011 às 10:23

    1.Para sua informação, hoje em dia é muito mais barato viver nos US do que no Brasil.
    E 2. lembro também que pobre nos EUA é quem tem uma renda familiar abaixo de US$ 22 mil por ano. Isso equivale a cerca de R$ 3 mil mensais no Brasil. Quantos brasileiros estariam na miséria se os critérios aplicados por Washington fossem usados por Brasília?

  69. Octávio

    -

    14/09/2011 às 10:13

    Ser pobre nos EUA ainda é bem diferente do que ser pobre no Brasil.

  70. Paulo Bento Bandarra

    -

    14/09/2011 às 9:00

    Para seu conhecimento do andamento:
    .
    Foi entregue na tarde desta terça-feira, à 3ª Auditoria da Circunscrição Judiciária Militar em Santa Maria, a denúncia do caso de sexo no Parque Regional de Manutenção, em 17 de maio deste ano. Na ocasião, quatro militares da unidade do Exército teriam feito sexo com um soldado de 19 anos.
    .
    O jovem afirmou, à época, ter sido estuprado. O teor da denúncia não foi divulgado, porém, sabe-se que são seis acusados. O sexto acusado, conforme o promotor Jorge Cesar de Assis, da Procuradoria de Justiça Militar de Santa Maria, trata-se de um sentinela que estava de plantão no dia do crime e nada teria feito para evitar o ato na unidade militar.
    .
    Assis não informou a qual crime que os militares responderão, porém, em entrevista concedida no último dia 1ºao jornal Diário de Santa Maria, afirmou que a denúncia seria concluída por atentado violento ao pudor – com o soldado como vítima – ou por pederastia, quando há sexo consentido.
    .
    Lauro Bastos, advogado do soldado que se diz vítima de estupro, reclamou das restrições impostas pelo Exército para o acompanhamento do Inquérito Policial Militar (IPM). Bastos reafirma que seu cliente foi vítima.
    .
    O caso – O soldado que denunciou o suposto estupro prestava serviço militar obrigatório desde o início do ano. Ele foi transferido de unidade após o incidente, mas estaria afastado para tratamento de saúde com acompanhamento psicológico.

  71. Marcelo Meireles

    -

    13/09/2011 às 22:59

    Viva o “Consenso de Washington”, certo ?
    -
    Viva os “mercados autorregulados”, certo ?
    -
    E viva tb, é claro; a “Guerra ao terror”, certo ?
    -
    E dias atrás, noutro post; vc clamava pela necessidade de uma “direita civilizada”.
    -
    Até me deu um nó, citando 3 exemplos.
    -
    Mas aí é que tá, meu caro Ricardo Setti. Não há nenhum conceito da Direita, que não seja umbilicalmente ligado à Concentração de Renda.
    -
    Obama tenta através do Estado ( coisa típica de Esquerda ), distribuir riqueza, no caso específico dele, pela Saúde Pública.
    Quem tá embaçando ? A Direita.
    -
    A mesma Direita que deixou a ganancia do mercado correr solta, e ainda torrou quase 4 trilhoes numa Guerra ( diga-se de passagem, com “alto teor sionista”)
    -
    Certo ?

  72. Paulo Bento Bandarra

    -

    13/09/2011 às 22:25

    Acho que vai bater de frente nos pobres. Mas imagina o que irá bater em Cuba! Já vinha pelas caronas, agora com a crise mundial vai piorar.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados