Blogs e Colunistas

22/11/2014

às 15:30 \ Tema Livre

“Virgem aos 30 anos”: bela ex-modelo venezuelana faz sucesso com livro contando como e por quê

Vivian em foto como modelo: sexo, só quando enfim encontrar o amor

Post publicado originalmente a 21 de dezembro de 2012

Que razões levariam a uma bela e desejada mulher heterossexual, que chegou a trabalhar como modelo e aspirar a Miss Venezuela, a manter ferrenhamente sua virgindade aos 30 anos de idade?

Princípios religiosos? Repulsa ao sexo? Falta de libido? Trauma de infância?

Bom, definitivamente não é da minha, nem da sua conta.

Tratado íntimo transformado em livro

Mas acontece que para Vivian Sleiman, esta morenaça de 1,79 metro de altura e a trinca de medidas consideradas por muitos como “perfeita” (90 centímetros de busto, 60 de cintura e 90 de quadril), a resposta precisava ser dada a todos os ventos.

E não poderia ser mais simples: Vivian só vai, em suas palavras, “se entregar”, quando encontrar um grande e verdadeiro amor.

“O hímen não tem religião, credo, nada”, diz. “Se você me pergunta se acredito em príncipes encantados, te digo que sim. Não posso viver sem magia, sem fantasia”.

Vivian com seu livro: defendendo o direito de só “se entregar” ao príncipe encantado

Cansada de ouvir a mesma pergunta e incomodada com o ceticismo de quem escutava a resposta, ela resolveu contar em um livro os porquês de ter abraçado a castidade.

E está fazendo um tremendo sucesso.

Uma ironia uma bela mulher defender a virgindade num país que é líder de gravidez precoce na América do Sul: espantosos 20% dos 500 mil nascimentos anuais provêm de gravidez de adolescentes, um grave problema social da Venezuela.

Recorde de vendas

Na verdade, esta filha de imigrantes libaneses, caçula e única mulher entre cinco irmãos, delibera publicamente sobre sua “não-opção” sexual desde os 18 anos, quando criou um blog. Mas a cartada para atingir um público maior disposto a escutar suas ideias foi a publicação do livro Virgen a los 30, pela filial venezuelana da Editora Planeta.

Lançado no mês passado, teve sua tiragem inicial de 8.000 exemplares esgotada em dias. Um sucesso de vendas para o acanhado mercado editorial da Venezuela — pelo menos quatro vezes maior do que a média do que vendem livros considerados exitosos. Para um manuscrito que demorou apenas quatro meses em ficar pronto, então, o resultado não poderia ter sido melhor. Novas edições já estão sendo preparadas.

O livro da ex-modelo causou frenesi da mídia: Vivian não para de conceder entrevistas

A publicação do livro provocou o previsível frenesi da mídia: Vivian não sai do noticiário, sobretudo em blogs, e dos programas de entrevista na TV.

Abre-se uma nova e aparentemente improvável porta profissional para Vivian, que, entre sua tentativa de ganhar o concorrido Miss Venezuela, em 2001, e a estreia como escritora, chegou a trabalhar como modelo por sete anos, professora de ginástica, locutora e “marqueteira” em empresa de eventos.

Pelo menos vinte namorados

Em tom informal, Vivian transita por diferentes vias para defender sua insistência em continuar virgem – agora aos 31 anos – até a aparição do tal príncipe, por enquanto apenas platônico.

Ao crer que as virgens “desenvolvem a espiritualidade e o sexto sentido”, manifesta misticismo; resvala no ressentimento (desistiu de ser miss depois que um jurado de concurso quis impor-lhe o execrável “teste do sofá”), contornando as frustrações amorosas de quem namorou pelo menos vinte homens – alguns famosos em seu país -, todos, diz, obcecados por sua “condição”.

Com alguns teve “intimidade”, mas jura que “nunca houve nenhum tipo de penetração”.

O direito de ser virgem

Em meio à salada de razões e divagações sobre um assunto tão íntimo, Vivian encontra espaço para uma espécie de reivindicação cívica, insólita mas totalmente legítima, o que tem feito inclusive pelo Facebook — muito acessado por causa de suas fotos pessoais: a de desfrutar do direito à virgindade.

Vivian na praia, em uma das fotos de seu Facebook

“Peço clemência aos que lutam pela vida e por suas convicções, peço respeito aos gays, respeito aos heterossexuais, respeito aos virgens, respeito à humanidade. Simplesmente isso, respeito”, afirmou recentemente.

Trata-se de uma bandeira no mínimo curiosa e – certamente – vendável, esta levantada por Vivian. Se o porte físico da autora importa uns 99% no conjunto da obra?

Ora, não é preciso de nenhum sexto sentido para se responder a esta pergunta.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado

57 Comentários

  • Carlos Eduardo Krass

    -

    23/11/2014 às 10:40

    Virgindade ou não, isso pouco importa. O problema é que as pessoas acham que são centro do universo, e os demais estão aí para discutir se é virgem ou não, se comeu rabada de bode, almoça fora etc. As pessoas estão nem aí para os outros, principalmente quando envolvem essas questões íntimas.

  • Augusto

    -

    22/11/2014 às 18:40

    Mas nem o n.2 nem o n.3?
    Chose de loque.

  • adilson

    -

    23/6/2014 às 20:23

    Seu comentário inconveniente e grosseiro foi deletado.

  • Donaciano Sabino

    -

    15/6/2014 às 3:20

    Epa ixto realmente é espantoso …
    Virgem aos 30anos de idade …

    Qui cuidados ela tem em…

  • neil ferreira

    -

    3/6/2014 às 18:11

    Sr, Editor,
    Peço licença para dar no seu democrático blog uma opinião que, espero, não ofender a nenhum leitor de nenhuma crença religiosa.
    Com licença:
    Tenho mais de 70 anos, vivi várias vidas, muitas plenas de paixões eternas enquanto duraram.
    Daí, penso que sinto que minhas vidas me deram a convicção de que virgem hoje em dia, nem mais a Virgem Maria.
    Desculpem-me por pensar assim.

  • Letícia

    -

    2/6/2014 às 15:33

    É no mínimo estranho. Eu também não quis ter relação sexual (nem qualquer outro contato físico erótico) até os meus 24 anos porque não havia encontrado até então um homem que me deixasse à vontade para tal (mas era o meu segredo). Também estudei com um cara que foi virgem até os 19. Até o meu marido acho que era pouco experiente.
    Lógico que não é muito “normal”… É excesso de timidez, um pouco de insegurança, etc, e até uma certa fantasia mesmo com um par perfeito.
    Mas daí a pessoa querer expor isso num livro… lol Eu vou escrever um livro: Tenho direito de cortar as minhas unhas do pé.
    Espero que ela não se demore a esquecer a ideia do príncipe encantado, porque é a maior roubada. hehe

  • Carruagem de Fogo

    -

    1/6/2014 às 19:34

    Não excluo como natural e lógica, a acertada opção das pessoas ao auto-determinismo a valores pessoais intrínsecos,porém,a “moça” em questão,pela sua exposição e pela vangloria do que lhe é caro,não me parece verdadeira.Uma moça com convicção verdadeiramente natural,não usaria tal predicado, para a vangloria.

  • duvida

    -

    8/5/2014 às 1:42

    O que de fato seria a virgindade para uma mulher? Há mulheres que dizem preservar a virgindade até o casamento e praticam sexo anal.

  • Anônima

    -

    26/1/2014 às 0:14

    Eu acredito, pois tenho 26 anos e sou virgem também, porém, ao contrário dela, nunca namorei e não espero príncipe encantado. Sempre fui muito tímida, quase desmaiei no meu primeiro (e último) beijo. Essa timidez toda fez com que eu ficasse camuflada perante os outros: evitava eventos sociais e conversava o menos possível com as pessoas. Tratei de compensar essa frustração com os estudos e as artes. Hoje já sou formada e realizada profissionalmente, perdi parte do meu medo de gente, mas fiquei por tanto tempo nessa condição de virgem que já até me sinto bem nela.

  • aparecido f.

    -

    29/12/2013 às 11:33

    A moça que teve vinte namorados e intimidades…ora…deve ter mais experiencia que muitas mulheres normais….sobre isso há muitas histórias deliciosas… vou contar só três… Um famosíssimo cirurgião plastico brasileiro começou sua carreira no Rio de Janeiro na década de cinquenta.. fazendo refazimento de hímen de moças, que depois de uma bela temporada nas praias do Rio, precisavam arranjar um paulista rico para casar…Outra muito engraçada… um pastor muito severo , depois que sua filha de quinze anos arrumou namorado.. levava todo mês a moça ao ginecologista para verificar se a virgindade era preservada…E mês a mes a coisa estava intacta.. sem uso…até que o ginecologista, muito esperto, resolveu ampliar a área do exame…a moça só operava na cozinha….Outra muito engraçada também… a mãe leva a jovem, de família muito conhecida de uma cidade média do interior paulista, ao médico para verificar sua virgindade.. como era de praxe na época… e o médico confirmou.. O himem já estava falecido…A mãe respondeu secamente ao médico… isso eu já sei…o que eu quero é DOIS atestados.. um que ela não é mais virgem… e o outro que ela é virgem…. o médico vendo a situação difícil e constrangedora disse que não poderia fazer um atestado falso, mas assim mesmo perguntou o porque desses dois atestados…A mãe então disse.. Não há problema nenhum doutor…o primeiro é para fazer o noivo a casar com ela…e o segundo é para esfregar na cara dos vizinhos !!!!!!!!!!!!!!!

  • arilson sartorato

    -

    26/12/2013 às 11:18

    O que as pessoas não fazem para ganhar dinheiro,até mentem descaradamente,escrevendo livro para vender e faturar.”Virgem” !!!conta outra.rsrsrs

  • What's up?

    -

    26/12/2013 às 11:12

    Logo logo teremos outro livro: O príncipe encantado afirma que o seu consultor viu sinais de bisturi no tal cabaço.

  • Paulo Mendonça

    -

    26/12/2013 às 11:07

    Vivian e Nanda, 1:20, quanta coragem !
    Continuem com suas autenticidades e
    crenças. Coisas maravilhosas acontece-
    rão. Vocês não imaginam a quantidade de
    admiradores silenciosos que possuem.

  • flavio

    -

    25/12/2013 às 12:28

    Isto é crime de lesa-humanidade (ou, ao menos de lesa-meia-humanidade).

  • joão gabriel

    -

    24/12/2013 às 15:00

    Dulce disse tudo, um negocio tão particular como esse tratado dessa forma…essas mídias cada vez mais ridículas, fazem tudo pela audiência e algumas pessoas fazem ainda mais pela fama e dinheiro…daqui a pouco vai ter famosos debatendo nas mídias se já fez oral, se cospe ou engole.

  • Nanda

    -

    24/12/2013 às 1:20

    “Não sabe o que está perdendo”. Ah, sabe sim, só que está esperando a melhor parte. Tenho 32 anos e sou virgem também. Não espero por um príncipe encantado porque ele não existe, sou mais realista. Espero por um homem decente, trabalhador, honesto, fiel, carinhoso. Esses são alguns princípios básicos que espero no homem, o resto a gente conquista se conhecendo. Não ligo a mínima para quem me tacha de apelidos, sou mais feliz do que esses que deram o rabo sem amor. Quem foi infeliz na primeira transa não vai desejar que o outro seja feliz, por isso dizem..’não sabem o que estão perdendo”.

  • Dulce Regina

    -

    22/12/2013 às 21:42

    Esse tema é tão íntimo e particular, que chega ser ridículo ela tornar público. Cada um tem sua opção para ganhar dinheiro. Ela diz que teve 20 namorados e intimidades, parece ” conto da carochinha “. Talvez essas ” intimidades “, sejam muito mais constrangedoras, do que a perda da virgindade, que para mim não se limita sòmente a perda do hímen ( ou penetração, como ela diz ), e sim o respeito, cuidado e valorização do nosso corpo.

  • Roberta

    -

    22/12/2013 às 4:45

    Virgindade é moeda de troca mesmo… até pra falta de pauta. Pelo amor de Deus…

  • Symon

    -

    22/12/2013 às 0:49

    Putz! q coincidência, a minha avó tb é virgem.

  • NERVAL DA COSTA

    -

    21/12/2013 às 20:45

    LADEIRA ABAIXO! Chega um momento em que a indignação se transforma em asco pela repulsiva figura do Lula e sua quadrilha, travestida de partido politico. Dona Dilma não se envergonha de subir em palanques como uma vulgar militante, e não, como deveria ser, a presidente de todos os brasileiros! Além de ex-poste, incompetente. Mudaram a politica herdada de Fernando Henrique Cardoso, e os resultados já começam a aparecer: Pib minúsculo, a volta da inflação, cambio descontrolado, BNDS, salvando o superávit primário, a produção do etanol abandonada, e a Petrobras tendo que importar combustíveis; sem falar na divida interna crescendo em ritmo assustador, etc… Querem, agora, censurar os meios de comunicação que apenas transmitem os fatos – ou seja: mate-se o mensageiro, mesmo ele sendo somente o portador da mensagem! O Capo, até agora, nem uma palavra sobre sua namorada, Rosemari Noronha… Carlos Vereza

  • Santana*100

    -

    21/12/2013 às 17:48

    Ela tem o direito de ser virgem até o dia em que ela quiser. Não entendo o porquê de tanta admiração. Será que ela vai ser castigada pela mídia só por que é virgem?

  • Maria J

    -

    28/6/2013 às 19:20

    Acho que cada um é livre para fazer o que bem quiser. Os homens se enganam quando falam “não sabe o que está perdendo” pq eu perdi minha virgindade aos 28 anos (tenho 29 agora) e não mesmo gostando muito, o meu pensamento não foi esse, muito pelo contrario, achei que valeu muito a pena a espera. Homens que pensam assim são justamente aqueles que mantem relacionamentos por sexo e não por amor, não entendem que para nós o sexo tem que estar ligado a sentimento e que nosso prazer não é igual ao deles.

  • Grasiele Nunes Ferreira

    -

    27/5/2013 às 14:41

    tenho 21 anos e também sou virgem mas ñ vejo problema nisso porque é uma escolha minha quero em valorizar para mim só depois do casamento.

  • augusto

    -

    21/4/2013 às 15:21

    tenho 47 anos fui casado a 15 anos e ela não era mais virgem e não conscegui viver com isso infelismente.
    hoje sou divorciado e se Deus colocar uma moça em minha vida se ele achar q eu mereço, vou agradecer essa moça pro resto de minha vida por ter me esperado.

  • Tati

    -

    20/4/2013 às 16:05

    Tenho 20 prestes a completar 21 anos e também ainda sou virgem, nada contra quem não é, afinal cada um tem o direito de fazer de sua vida o que acharem melhor. No meu caso achei melhor esperar, não por um príncipe encantado mais por um homem que me valorize e ai sim poderei me entregar por completo. E não considero esperar uma perca de tempo, porque quando se encontra a pessoa certa o tempo que se passou abstendo-se não é nada comparado ao que se pode sentir sendo amada e valorizada.

  • PAULINO RENZ

    -

    1/2/2013 às 15:07

    SE FOSSE SEGUIDO O EXEMPLO DESTA MOÇA TUDO SERIA DIFERENTE:
    1. OS HOMENS DEPOIS DE CASADOS NUNCA PODERIAM DIZER AS ESPOSAS: “VOÇE JÁ ERA UMA BISCATE QUANDO SE CASOU COMIGO”;
    2. NÃO HAVERIAM MILHARES DE ADOLESCENTES MÃES SOLTEIRAS COMO AGORA. QUE POR SEREM MISERÁVEIS SÃO ATENDIDAS PELO SUS, PAGO POR NÓS QUE TRABALHAMOS;
    3. NÃO HAVERIAM MILHÕES DE AIDÉTICOS DANDO GASTOS AO GOVERNO PARA SE MANTER VIVOS;

    SE UM DIA EU FOR PRESIDENTE DO BRASIL QUEM FIZER SEXO TERÁ QUE PAGAR AS CONTAS PARA CRIAR OS FILHOS E TODOS OS GASTOS DA GESTAÇÃO E DO PARTO. CHEGA DO POVO PAGAR A CONTA DE QUEM SE “DIVERTE”.

  • rafael

    -

    14/1/2013 às 16:04

    “ser ou não ser, eis a questão”

  • Ronaldo

    -

    13/1/2013 às 10:14

    Esta mulher não sabe o que está perdendo. Ela namorou com 20 incompetentes ou sofre de frigidez. A presença ou ausência do hímen não muda o caráter da mulher em si, ela está valorizando um fragmento de mucosa que é um obstáculos as bactérias existentes no meio ambiente e qque protege as crianças de doençs. Prá mim ela é uma anormal. Ao invés de escrever um livro sobre esta situação particular, deveria ler os grandes autores da literatura internacional.

  • Maurício

    -

    4/1/2013 às 13:42

    Virgem aos 30. Cada um, principalmente educada como Vivian deve ser, tem o livre arbítrio para decidir sobre como conduzir sua vida. Mas nem tanto ao céu nem tanto ao mar. Amor e sexo se completam. São frutos de uma mesma árvore de um paraíso. Não daquele paraíso proibido, paraíso da serrrpente de Adão e Eva. Mas desse paraíso mortal e carnal, que podemos e devemos desfrutar, com respeito, saúde e prazer.

  • Eduardo

    -

    23/12/2012 às 16:10

    Cada um escolhe seu modo de viver. Depois ela recupera o tempo perdido.Linda demais!

  • Virgem de Alma

    -

    22/12/2012 às 18:12

    Os conventos estão cheios de virgens que abdicaram da vida mundana. Nada de mais. Tem milhões de mulheres virgens no mundo e que não estão interessadas em divulgar pra faturar. Se eu fosse virgem não estaria contando aos 4 cantos do mundo. Isto é coisa íntima e pessoal, mas hoje virou comércio. Esdrúxula demais.

  • Jessica

    -

    27/11/2012 às 22:59

    Boas. Foi engraçado encontrar este post. foi meio por aquela curiosidade de ver se n era a única no mundo…sei q n sou tenho amigas de amigas que tb o são e isso me deixou mais a vontade.
    Honestamente o problema é que as pessoas não respeitam que cada um é livre de fazer o que bem entende. se é virgem é porque ainda não se proporcionou. no meu caso é assim. ainda n tive um homem q me atraísse. sei q n vou morrer virgem nem vou esperar até casar mas também não vou ter relações sexuais só por ter :) mas o facto de poder ser julgada por uma pessoa q me interesse nesse campo é algo q me assusta um pouco.

    QUANTO AOS MÁS LÍNGUAS. SEJAM FELIZES PORQUE ANORMAIS SÃO VOCÊS QUE JULGAM! NORMAIS SÃO AQUELES QUE SEGUEM A SUA CABEÇA E NÃO A DA SOCIEDADE!

  • amiga

    -

    15/9/2012 às 11:40

    Nossa achei ser a única,tenho 27, confesso que tenho muita vergonha, minhas amigas acham que não sou mais, pois se me perguntam não tenho coragem de contar, eu já tive oportunidades e deixei passar por medo e vergonha até os 21 foi uma escolha: Casar virgem…Sou evangélica des de criança, a partir dos 22 em diante, aa vontade só aumentou e deixei passar muitas oportunidades por medo do que pudessem falar, e por medo de ir pro inferno(pois era isso que diziam na iggreja0…e vergonha,pois sou gorda.Apesar dos carinhas me chamarem de gostosa, pela abundancia dos seios…mas nao gosto do meu corpo, confesso cheia de complexos, e tudo piorou depois que iz 27 pois morro de medo de chegar aos 30 virgem, nunca tive um namorado….

  • men

    -

    5/9/2012 às 16:20

    Comentários horrorosos e cafajestes como o seu eu não publico. Pode desistir.

  • jani correa pacheco

    -

    7/8/2012 às 22:29

    ola garotas meus paraben pra voces que se manten assin meus parabens mesmo pensamentos de casamento fiel dentro dos planos de deus pois e assin que ele gosta miss venezuela espero por voce google jani pacheco tou la pode me conhecer entrar contato por email ok aguardo retorno ….

  • Marco Luki

    -

    19/6/2012 às 23:50

    30 ANOS VIRGEM. QUE DESPERDICIO DE VIDA POIS PERDEU OS MELHORES MOMENTOS DA VIDA SEM FAZER SEXO. AOS 30 A MULHER ESTÁ COM O PEITO MOLE, TUDO CAINDO, COM RUGAS E CHEIO DE NEURAS COM RELAÇAO A SEXO. PREFIRO UMA DE 20 AINDA VIRGEM, TUDO AINDA DURINHO, NOS TRINKS.

  • João Lavador.

    -

    13/1/2012 às 8:20

    No meu entendimento: Totalmente humana e, claro, Totalmente sexy! Saúde para o príncipe que conquistar o coração dessa beldade total!

  • Ana Luiza

    -

    10/1/2012 às 12:57

    Que triste estes comentários masculinos. Também sou virgem e tenho 27 anos, sou bonita, bem sucedida e não sou religiosa. Foi uma escolha, da qual não me envergonho nem me orgulho. Não me iludo que vou encontrar um príncipe mas não vou dormir com o primeiro só para me sentir mais ‘normal’ e aceita pela sociedade. Ao menos sinto que continuo sendo honesta com meus sentimentos, podem criticar e desacreditar. Cada um sabe o que é melhor pra si.

  • al

    -

    5/1/2012 às 23:24

    Maluca!

  • Fernando Figueiredo

    -

    29/12/2011 às 12:15

    Já nem deve gostar mais dessas coisas.

  • Rafael

    -

    28/12/2011 às 17:03

    Agora se precisarmos do sangue de uma virgem para acalmar um deus já sabemos onde ir.

  • Mara

    -

    28/12/2011 às 9:05

    Não sei porque o mundo acha que não existem mais virgens, tenho 27 anos e ano passado DEI MEU PRIMEIRO BEIJO. Quando conto isso tem gente que rir e não acredita. Eu não sou a única minhas amigas tem idades iguais a minha e a maioria perdeu recentemente ou ainda é. (sim ainda existem MUITAS mulheres virgens no mundo, não nos achamos melhores do que ninguém, deixe-nos ser quem somos em paz.

  • GlorInha de Nantes

    -

    25/12/2011 às 19:24

    Lamentável! Integridade e ética colocadas, distorcida e erroneamente, numa nobre ârea das relaçōes de afeto.
    .
    Entretanto, a “obra literária”, aventura a que se entrega a ex-modelo, ex-futura-miss, em breve ex-virgem e ex-jovem, certamente, consagrará a alto preço, implícito na jogada publicitária, a balzaquiana cuca-ôca. Além de render a ela o efêmero rótulo de “celebridade”, inúmeros programas televisivos, entrevistas de três perguntas, e um indefectível filme.
    .
    Mais um previsível, ridículo, imbecilizado e banal sub-produto do espírito dos tempos. Na Era da Mediocridade, quantos mais veremos?!
    .
    Humilham-me! Humilham-nos! A todos!

  • Marcelo Dornelas

    -

    24/12/2011 às 4:06

    Não estou aqui pra julgar ninguém,mas ela disse que com alguns teve intimidade,a depender desta intimidade ser ou não virgem é até subjetivo,porque tem mulheres que fazem quase tudo,mas se abstém de algumas coisas para dizer que são virgem.

  • Ismael

    -

    22/12/2011 às 17:20

    Setti, deixo nesse post que é a sua cara, porque voce é um amante da beleza feminina e um rapaz de bom gosto, minha mensagem de Natal:
    FELIZ NATAL.
    O Natal celebra a vida. Não importa se você crê ou não crê, pois os valores primordiais da vida, como a amizade, a ética, o respeito ao próximo e pela natureza, assim como pela família, estão na raiz de uma vida plena e feliz.

    A todos, meus votos de um Feliz Natal e próspero ano novo.

    Muito obrigado por sua mensagem tão gentil, caro Ismael.
    Desejo também tudo do melhor da vida para você e as pessoas a quem você preza.
    Obrigado por visitar o blog. Espero que volte sempre.
    Abraço

  • Carlão

    -

    22/12/2011 às 15:26

    Ricardo, meu caro

    O estranho é que ninguém se espanta ao ver uma menina de 15 anos já com filho no colo, mas uma mulher (bonita, diga-se) virgem aos 30 é motivo de comoção nacional.

    Tempos estranhos, não?

  • celsoJ

    -

    22/12/2011 às 10:21

    Se for verdade, é muito desperdício…

  • Think tank

    -

    22/12/2011 às 8:39

    Mesmo que tivesse postado uma foto com as “membranas” intactas como prova, hoje haveria margem para argumentar que não passa de “virgin again” feita via cirurgia cosmética… Mas seja verdade ou não, cuidado, Drácula já levantou vôo na Transilvânia.

  • Luciano

    -

    22/12/2011 às 7:18

    Hahaha dá zero pra ela!

  • Hélio

    -

    22/12/2011 às 0:26

    AH, se eu não fosse fiel à minha namorada, já ia correr pra embarcar no primeiro voo pra Caracas….

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados