Blogs e Colunistas

20/11/2014

às 19:35 \ Tema Livre

FOTOS E VÍDEO: os maiores iates reais do mundo

Post publicado originalmente a 1º de maio de 2011

Há registros do uso de navios suntuosos por soberanos desde a Antiguidade – com Cleópatra, 222 anos antes de Cristo, e com os incas, no Lago Titicaca, antes da chegada dos espanhois à América, em 1492. Com o passar dos tempos, os barcos foram ficando cada vez maiores e mais luxuosos, até que a I Guerra Mundial impôs limites à ostentação das famílias reais. Mesmo assim, especialmente os britânicos continuaram tratando bem, nesse quesito, sua realeza.

Na lista abaixo, você pode conferir os seis maiores iates reais ainda em uso no mundo. O ranking não inclui o famoso Britannia – onde o casal Charles e Diana passou a lua-de-mel em 1981, servidos por 22 oficiais e 254 marinheiros –, que, obsoleto, foi desativado em 1997, após 44 anos de uso.

1 – Dubai

Dubai

Com 162 metros (531 pés) de comprimento,o iate Dubai, do sheik Mohammed bin Rashid Al Maktoum, governante do pequeno emirado do mesmo nome, é o maior barco real em uso atualmente. E o segundo maior iate do mundo, logo após o Eclipse, de 170 metros — dimensões de um navio de cruzeiro de pequeno porte –, pertencente ao bilionário russo radicado em Londres Roman Abramovitch.

Avaliada em 300 milhões de dólares, a embarcação, pronta em 2006 depois de 10 anos de construção, se destaca por sua decoração exclusiva e luxuosa, que inclui 5 quartos vips, 6 cabines de hóspedes, um heliporto, um submarino, um salão de beleza, uma moderna academia e uma sala com capacidade para 80 pessoas. Para completar, propicia aos viajantes uma piscina no convés principal, com uma queda d’água que cai no convés do piso inferior.

2 – Al Said

Com 155 metros de comprimento e capacidade para hospedar mais de 60 convidados, o Al Said, do sultão Qabus bin Said, de Omã, é o terceiro maior iate do mundo. Encomendado pela família real em 2006, o barco dispõe até de uma luxuosa sala de concertos com capacidade para 70 visitantes.

3 – Prince Abdulaziz

O iate Prince Abdulaziz, de propriedade da família real saudita, tem 147 metros de comprimento e foi considerado o maior do mundo durante mais de vinte anos. Desde sua construção, em 1984, circulam notícias, nunca confirmadas pela fechadíssima monarquia absolutista da Arábia Saudita, de que a embarcação possui os mais variados tipos de equipamento de defesa de última geração, incluindo lançadores de mísseis. Mas sabe-se que ele possui um heliporto e um potente motor que lhe permite navegar a mais de 22 nós de velocidade, cerca de 40 quilômetros por hora.

4 – Norge

O iate real da Noruega, construído em 1937, tem 80,2 metros de comprimento e 54 tripulantes durante a temporada de verão – no inverno, a equipe é reduzida a 20 pessoas. O barco é utilizado em visitas de Estado à Grã-Bretanha e às comunidades ao longo da costa norueguesa. Nos últimos anos, o rei Harald também tem usado o Norge em uma série de regatas em águas européias.

5 – Stargate

Este megaiate de 80 metros, entregue em 2001 ao monarca do Catar, o emir Hamad bin Khalifa Al-Thani, é cópia idêntica do Constellation – também de propriedade da família real do Catar. Os dois retiros ambulantes de luxo incluem uma suíte exclusiva para o proprietário, 4 suítes vips e 6 cabines de hóspedes.

6 – Dannebrog

Encomendado em 1932, o iate real da Dinamarca, batizado com o nome da bandeira nacional do país, tem 78,43 metros de comprimento e, apesar de carregar 57 tripulantes, não é essencialmente um navio para longas distâncias. Suas viagens se restringem ao Mar do Norte, em visitas aos países vizinhos ou às diversas ilhas dinamarquesas, como a Groenlândia. Assim como o Britannia exerceu no passado, o Dannebrog tem um papel duplo de iate real em tempos de paz e navio-hospital durante a guerra.

O ex-iate real Britannia, agora aposentado e ancorado no porto de Leith, em Edimburgo, na Escócia, virou um museu a céu aberto para turistas do mundo inteiro, como você pode conferir no vídeo abaixo:

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

7 Comentários

  1. analu

    -

    21/11/2014 às 19:05

    Os iates são belíssimos. Visitando o “aposentado” Britannia, fico imaginando como não serão os outros seis, principalmente os mais modernos, Dubai e Al Said, fabricados já no século XXI!
    Enquanto isso, mais de 50% da população do planeta não tem saneamento básico…. É chocante!

  2. Luis Machado

    -

    21/11/2014 às 2:08

    Lindíssimos.

  3. Esiel

    -

    20/11/2014 às 20:40

    Faltou o maior de todos, da Dilma e do Lula – o JOÃO CÂNDIDO.

  4. andrey

    -

    09/11/2012 às 0:23

    Ahh o dono é um Bilhonario Russo

  5. andrey

    -

    09/11/2012 às 0:22

    O o Eclipse, considerado o maior iate privativo do mundo.

    navio privativo tem 536 pés de comprimento, espaço para 30 convidados, submarino, vidros anti-bala, detector de mísseis, duas piscinas e dois helipontos

  6. ELOÁ COSSA

    -

    01/05/2011 às 20:17

    Realmente são lindos…

  7. Paulo Bento Bandarra

    -

    01/05/2011 às 19:47

    É uma amostra de como a realeza está fora de compatibilidade com o mundo atual! Um acinte ao contribuinte e ao cidadão. Sem referir a enorme transferência de bens nacionais para as posses pessoais da nobreza e dos reis. Locais que deveriam sofrer uma Revolução Francesa para evoluírem um pouco.
    .
    E pensar que teve brasileiros defendendo a volta da monarquia para o nosso país!!!

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados