Blogs e Colunistas

18/04/2013

às 18:45 \ Tema Livre

EM FOTOS tiradas do espaço, maravilhas e mistérios da Terra, o nosso planeta

1-chris-hadfield-twitter

"Teerã, Irã - brilhando na noite. Alguém sabe o que é o circulo azul brilhante é?", postou em seu twitter o o astronauta Chris Hadfield, ao que usuários responderam ser o aeroporto da cidade (Foto: Chris Hadfield)

Diferentes entre si, surpreendentes e sempre belas, essas fotos da Terra a partir do espaço foram feitas por astronautas e satélites da NASA, a agência espacial norte-americana. Lá, da imensidão, detalhes pequenos chegam a ser misteriosos, como o pequeno círculo brilhante, na foto acima de Teerã, capital do Itá.

Nas fotos ainda podemos ver vulcões, desertos, ilhas do Caribe, uma imensidão de gelo, fucarões, a aurora boreal, no Polo Norte…

As imagens captadas pelos astronautas Thomas Marshburn, americano, e Chris Hadfield, canadense, foram feitas a partir de a partir da Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês).

Arte da areia: Hadfield twittou essa foto com a legenda: "Se você der ao vento e à areia suficiente tempo juntos, eles criam arte" (A região não foi identificada)

Arte da areia: Hadfield twittou essa foto com a legenda: "Se você der ao vento e à areia suficiente tempo juntos, eles criam arte" (A região não foi identificada)

-

Cápsula Soyuz: "Nave espacial Progress em aproximação final, pronta para para atracar. Você pode ver os propulsores queimando, como pequenas fontes" (Foto: Chris Hadfield)

Cápsula Soyuz: "Nave espacial Progress em aproximação final, pronta para para atracar. Você pode ver os propulsores queimando, como pequenas fontes" (Foto: Chris Hadfield)

 -

"A Terra tem problema de pele, um estourado, o outro não" (A região não foi identificada) (Foto: Chris Hadfield)

"A Terra tem problema de pele, um estourado, o outro não" (A região, com vulcões impressionantes, não foi identificada) (Foto: Chris Hadfield)

-

Poeira no mar: nuvens de poeira na costa da Líbia e sobre o Mar Mediterrâneo (Foto: satélite Aqua da NASA)

Poeira no mar: nuvens de poeira na costa da Líbia e sobre o Mar Mediterrâneo (Foto: Jeff Schmaltz / Satélite Aqua da NASA)

-

Na ilha da Indonésia, vulcão Paluweh é obscurecido por nuvens (Foto: Observatório da Terra / NASA)

Em uma das mais de 17 mil ilhas da Indonésia, o vulcão Paluweh é obscurecido por nuvens (Foto: Observatório da Terra / NASA)

-

Gelo glacial no Atlântico em águas profundas do Sul Argentina (Foto: Chris Hadfield)

Gelo glacial no Atlântico, em águas profundas do sul da Argentina (Foto: Chris Hadfield)

-

Cumes africanos, em foto de Chris Hadfield

Cumes africanos, em foto de Chris Hadfield

-

Perspectiva única: formas incríveis em região não identificada, na foto de Chris Hadfield

Perspectiva única: formas belas e misteriosas em região não identificada, na foto de Chris Hadfield

-

Grande tempestade com força de furacão e rajadas de vento batendo o nordeste dos EUA, pela segunda vez em quatro meses (Foto: Observatório da Terra / NASA)

Grande tempestade com força de furacão e rajadas de vento batendo o nordeste dos Estados Unidos (Foto: Observatório da Terra / NASA)

-

Neve no nordeste dos Estados Unidos (Foto: Observatório da Terra / NASA)

Neve no nordeste dos Estados Unidos (Foto: Observatório da Terra / NASA)

-

Nuvens matinais na costa chinesa (Foto: Chris Hadfield)

Nuvens matinais em algum ponto da costa da China (Foto: Chris Hadfield)

-

Fim do dia tranquilo: "O Caribe e o ISS compartilharam essa noite" (Foto: Thomas Marshburn)

Fim do dia tranquilo: "O Caribe e a Estação Espacial Internacional compartilharam essa noite" (Foto: Thomas Marshburn)

-

"Final de noite: O Sol no horizonte e silhuetas complexas da nossa atmosfera" (Foto: Chris Hadfield)

"Final de noite: o sol no horizonte e silhuetas complexas da nossa atmosfera" (Foto: Chris Hadfield)

-

Luzes da Aurora Boreal: Luzes dos Estados Unidos, do Canadá e o universo acima (Foto: Chris Hadfield)

Luzes da Aurora Boreal, lá no fundo. Em primeiro plano, luzes de cidades do Canadá e, depois, do Alaska (Foto: Chris Hadfield)

 

LEIAM TAMBÉM:

FOTOS E VÍDEO: grandes metrópoles fotografadas a partir da Estação Espacial Internacional

Fotos do espaço: um espelho da nossa extraordinária pequenez

Fotos raras e interessantes: os mais de 1.000 botões de controle de um ônibus espacial

Uma pausa nas notícias chatas: fotos estupendas do astronauta-poeta

 

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

11 Comentários

  1. david

    -

    05/11/2014 às 4:07

    ROCKFELLER COMANDA
    abraço

  2. getson coelho

    -

    08/10/2013 às 15:40

    Caro Setti, Já que partiu para o espaço nessa magnífica viagem fotográfica, por que não polemizar um pouco a questão, e abordar os aspecto “sigilosos” que giram em torno do assunto “UFO-OVNI”???
    A Humanidade vai ter que continuar à sombra de informações mantidas sob “segredo de estado” e de “segurança nacional” até quando, sobre esse tema que diz respeito ao direito de todo cidadão do planeta ter livre acesso?
    O que há de tão importante envolvendo esse assunto, que tenha que permanecer confinado às “esferas autoritárias” das forças armadas e dos estados, contradizendo frontalmente a ‘LIBERALIDADE” sendo promovida pela GRANDE MÍDIA sobre os demais TABUS do passado que ora estão sendo focados?
    Quer dizer que a farsa da retórica utilizada de que “tem coisas” que são INADIÁVEIS para discussão pela sociedade, que afetam nem 1% da humanidade passam NECESSARIAMENTE a TEREM PRIORIDADE sobre o esclarecimento sobre TABUS MIDIÁTICOS QUE DIZEM RESPEITO a 100% da POPULAÇÃO TERRESTRE?
    Poderia me explicar melhor como ISSO funciona, e quais são as PROPOSIÇÕES, HIPÓTESES e TESES que fundamentam essa atitude GLOBALIZADA DA MIDIA A NÍVEL INTERNACIONAL?
    Pelo que se observa, verifica-se que a MÍDIA muda de retórica como LHE aprouver, sem qualquer compromisso com as VERDADES,… ou estaria enganado?

    Meu caro Getson, em mais de 40 anos de trabalho em diferentes grupos de comunicação, os mais variados, JAMAIS recebi ou vi alguém receber qualquer instrução para não abordar esse tema. Não conheço um só colega, entre milhares, que me tenha dito algo nesse sentido a seu respeito.

  3. daniele guimaraes

    -

    08/08/2013 às 17:31

    muito interesante me ajudou muito na prova :)

  4. nilza moreira da silva

    -

    26/05/2013 às 21:50

    eu gostaria de conhecer o espaço….deve ser emocionante e ao mesmo tempo sinistro…

  5. STEFANY

    -

    07/05/2013 às 13:41

    Já pedi cem mil vezes aos amigos leitores que não escrevam comentários só em maiúsculas. Veja as regras para publicação de comentários no blog neste link, por favor: http://goo.gl/u3JHm

  6. Zaratrusta

    -

    30/04/2013 às 17:52

    Caro Setti,
    • Acho que seja muito pouco provável, mas desde que exista a possibilidade de estar desinformado neste ponto, informo-o que entre 1980 e 2005, ocorreu uma gigantesca concentração das mais de 50 organizações midiáticas então existentes nos EUA, ao se transformarem em apenas 5 (cinco) grandes conglomerados de notícias.
    • Além da ocorrência desse oligopólio concentrador midiático americano até então INÉDITO (e que, visto a sua idade, certamente não deve ter lhe passado despercebido), é já de longa data de conhecimento público que são apenas as poucas grandes distribuidoras de notícias internacionais europeias de propriedade do grupo Rothschilds (Wolff (desde est. 1849) na Alemanha, Reuters (desde est. 1851) na Inglaterra, e Havas (desde est. 1835) na França) que DETERMINAM orquestradamente QUAIS as notícias que serão repassadas a TODAS as demais redes regionais de notícias mundial, numa das mais restritivas e seletivas formas já criadas de controlar o que se pode e deve ser discutido a nível global. Isso sim é uma verdadeira “Arte (secular) de Reduzir as Cabeças” a nível mundial não? (quiçá não seja devido ao longo tempo de “incubação” desse processo, que não seja essa a hora programada da implantação da NOM devido estarmos percebendo tantas inconsistências simultâneas nesse momento?)
    • Assim, meu caro, pode até ser que sua resposta ao meu comentário anterior apresente alguma fidelidade da sua parte. Entretanto ela depõe contra seu vasto, respeitável e invejável currículo ao estar passando recibo de desconhecimento de ALGO tão significativo, e que é de pleno domínio público dentro do universo da carreira que abraçou, não te parece?
    • Dessa forma, por acreditar que não seja apenas um “inocente útil” inconsciente do cenário em que está inserido e no qual ganhou toda sua vida, sou obrigado a deduzir que a resposta dada ao meu comentário anterior seja apenas uma evasiva pontual, para tentar desvencilhar-se de um comentarista inconveniente que insiste em checar sua credibilidade em sua “mera atividade comercial”. Lamento informa-lo, que infelizmente para vc. nesse caso, considero de extrema importância o trabalho que realiza, pois com sua capacidade e experiência, conseguiu aglutinar espontaneamente uma nata intelectual de alto nível, que não pode e nem merece continuar sendo desviada através de técnicas e artifícios midiáticos manipulativos dos cernes das questões que as angustia que você aborda no cotidiano e que precisam ser enfrentadas sob uma ótica mais consistente do que a de seu blog se transformar apenas numa sala de catarse e dissipação de tensões.
    • Sabes perfeitamente que hoje quem procura seu blog (ou qualquer outro) está fugindo da asfixia imposta pela Grande Mídia, sendo uma REAL covardia cortar-lhes o oxigênio, com subterfúgios que, irremediavelmente alguém, em algum momento, assim como eu, poderá acusa-lo de estar procedendo! No meu entendimento naturalmente, vejo sua responsabilidade como sendo enorme e importantíssima nesse contexto em que se inseriu! Sendo seu direito querer ou não aceitar a responsabilidade agora explicitada, só me cabe respeitar sua decisão. Espero sinceramente perceber alguma mudança.
    • Devido a natureza desse comentário, publique-o apenas se assim achar conveniente
    • Um abraço e não deixe de assistir o documentário!

  7. Zaratrusta

    -

    30/04/2013 às 14:18

    Caro Setti, Já que partiu para o espaço nessa magnífica viagem fotográfica, por que não polemizar um pouco a questão, e abordar os aspecto “sigilosos” que giram em torno do assunto “UFO-OVNI”???
    A Humanidade vai ter que continuar à sombra de informações mantidas sob “segredo de estado” e de “segurança nacional” até quando, sobre esse tema que diz respeito ao direito de todo cidadão do planeta ter livre acesso?
    O que há de tão importante envolvendo esse assunto, que tenha que permanecer confinado às “esferas autoritárias” das forças armadas e dos estados, contradizendo frontalmente a ‘LIBERALIDADE” sendo promovida pela GRANDE MÍDIA sobre os demais TABUS do passado que ora estão sendo focados?
    Quer dizer que a farsa da retórica utilizada de que “tem coisas” que são INADIÁVEIS para discussão pela sociedade, que afetam nem 1% da humanidade passam NECESSARIAMENTE a TEREM PRIORIDADE sobre o esclarecimento sobre TABUS MIDIÁTICOS QUE DIZEM RESPEITO a 100% da POPULAÇÃO TERRESTRE?
    Poderia me explicar melhor como ISSO funciona, e quais são as PROPOSIÇÕES, HIPÓTESES e TESES que fundamentam essa atitude GLOBALIZADA DA MIDIA A NÍVEL INTERNACIONAL?
    Pelo que se observa, verifica-se que a MÍDIA muda de retórica como LHE aprouver, sem qualquer compromisso com as VERDADES,… ou estaria enganado?

    Você se refere à “mídia” como se fosse um bloco único e mundial. Como isso não existe, não há como responder à sua pergunta.
    De nossa parte, nada do que está ocorrendo no último parágrafo de seu comentário ocorre.
    Saudações

  8. Dalberto

    -

    19/04/2013 às 21:53

    É o que somos, tão pequinos porque não buscar a paz e a hrmonia sempre…!!!
    Parabens, todas as pessoas deveriam ver tamanha imensidão, e isto é só o nosso planetinha hein..!!
    Deus é maravilhoso, como é bom saber que faço parte de toda essa criação, somos só um pontinho no Universo como mostrou em um video o saudoso “Carl Segan” me perdoem se escrevi o nome dele errado.
    Abraços..!!
    Deus seja louvado sempre.

  9. Ismael Pescarini

    -

    19/04/2013 às 13:50

    Grande Setti, viver com amente aberta é uma terapia.

  10. Gilberto

    -

    19/04/2013 às 10:40

    Que privilégio dos fotógrafos.
    As duas últimas fotos, são belíssimas.

  11. Marco

    -

    18/04/2013 às 21:28

    D. Setti; Encantável!
    Abs.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados