Blogs e Colunistas

09/02/2012

às 18:15 \ Política & Cia

Dilma afirma ser “categoricamente” contra anistia a PMs rebelados da Bahia. Mas como, assim? Ela sancionou lei em outubro anistiando policiais baderneiros de 13 Estados!

Policiais militares em greve marcham diante da Assembleia Legislativa da Bahia observador por militares do Exército (Foto: Marcelo Casal Jr. / Agência Brasil)

Vocês viram o que disse a presidente Dilma sobre os PMs que fazem greve ilegal na Bahia, depois de se dclarar “estarrecida” por assistir as gravações em vídeo entre líderes de movimentos da PM baiana divulgadas pela Rede Globo na noite desta quarta-feira?

Pois ela declarou ser totalmente contra qualquer anistia aos rebelados.

“Não considero que aumento de homicídios na rua e queima de ônibus sejam uma forma correta de conduzir o movimento”, declarou a presidente durante a vistoria de obras da ferrovia Transnordestina no interior de Pernambuco – e foi, na verdade, branda. Deveria ter dito que se trata de uma forma ilegal de “movimento”, e que deve ser reprimida.

De todo modo, é um grande progresso que Dilma tenha se declarado “categoricamente” contra a anistia a policias grevistas da Bahia. “Por reivindicar, as pessoas não têm de ser presas nem condenadas”, seguiu a presidente, dizendo o óbvio numa democracia. E prosseguiu: “Mas por atos ilícitos, por crimes contra o patrimônio, crimes contra a pessoa e contra a ordem pública, não podem ser anistiadas. Se anistiar, aí vira um país sem regra. (…) Não concordo em alguns casos, de maneira alguma, com processo de anistia que parece sancionar qualquer ferimento da legalidade, não concordo e não vou concordar”.

Puxa, que bom. A presidente Dilma é contra a anistia a baderneiros e insubordinados!

Que grande novidade!

Porque até pouquíssimo tempo a presidente era uma anistiadora convicta de baderneiros das PMs e dos bombeiros. Mais exatamente, até outubro passado.

Explico em seguida, mas, antes, devo dizer que a presidente não está sozinha. Sucessivos presidentes fizeram com que greves e insubordinações várias ao longo da nossa história recente terminaram de forma frouxa para o Estado de Direito e para a ordem pública, com as poucas punições havidas sendo anuladas e os punidos, anistiados.

Por demagogia, para passar a mão na cabeça de corporações numerosas que dão votos, os governos — estaduais e o federal, com diferentes presidentes — acabam deixando tudo pra lá.

Foi o que ocorreu, se vocês bem lembram, com a sedição dos bombeiros do Rio, quando, no começo de junho, 2 mil homens da corporação ultrapassaram todas as normas disciplinares e legais, invadiram e ocuparam o quartel do comando-geral, na Praça da República. O BOPE, batalhão de elite da PM, terminou entrando em ação, invadiu o quartel e prendeu mais de 400 bombeiros e dois PMs, que foram processados conforme a lei.

O governador Sérgio Cabral (PMDB) também ordenou processos disciplinares supostamente “rigorosos” contra os infratores da lei.

Passada a crise, porém, lá foi correndo o Congresso, por iniciativa de vários senadores, depois corroborada pelos deputados, aprovar projeto de lei de anistia, que a presidente Dilma não hesitou em sancionar, livrando a cara de todo mundo.

Dilma vistoriando as obras da Transnordestina, em Pernambuco: agora, contra anistia que concedeu em outubro passado (Foto: Roberto Stuckert Filho / Presidência da República)

Repito: que a presidente Dilma NÃO HESITOU EM SANCIONAR. O governador Sérgio Cabral (PMDB) deixou a firmeza de lado, também afrouxou e assinou, previamente a Dilma, uma anistia administrativa que livrou todos os rebelados das punições da corporação e, também, de seu julgamento pela Justiça Militar por sedição.

Não bastasse aliviar a barra dos bombeiros rebelados do Rio, a lei do Congresso à qual Dilma conferiu seu OK passou a borracha na ficha de envolvidos em movimentos ilegais de 13 Estados e do Distrito Federal — deixando como letra morta eventuais punições ocorridas desde o ano de 1997!

Desde 1997!

A leizona-mãe abrangeu rebelados – PMs e bombeiros – de Alagoas, Bahia, Ceará, Mato Grosso, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins e Distrito Federal, ao incorporar outra lei, de 2010, sancionada adivinhem por quem?

Isso mesmo: Lula.

É a lei nº 12.191, de 13 de janeiro de 2010.

Para quem não se lembra, algumas das rebeliões, em diferentes anos, foram gravíssimas, com trocas de tiros e ameaça de correr muito sangue, como no Ceará, em Pernambuco e em Minas Gerais.

Pois Dilma não mobilizou a chamada “base governista” e muito menos deixou de sancionar a lei.

Se você não acredita, leia com seus próprios olhos o que diz a lei nº 12.5015, de 11 de outubro de 2011.

É como já escrevi antes: quem afrouxa diante da baderna, cria precedente e estimula novas rebeliões.

Dilma já afrouxou com essa lei. Agora fala duro.

Qual das duas Dilmas vai prevalecer para enfrentar não apenas a greve na Bahia, mas a ameaça de alastramento por outros Estados, com consequências que só Deus sabe?

 

 

Leia também:

Com o Rio, vírus da greve da PM baiana se espalha. É enorme a responsabilidade do governador Sérgio Cabral

Greve ilegal de PMs acaba sendo teste decisivo para Dilma: sua firmeza é para valer ou é uma lenda urbana? 

Santayana: “Greve de PMs da Bahia é insurreição contra o Estado e a República e deve ser contida sem hesitações”

Greve absurda de PMs na Bahia é BADERNA. O Congresso precisa ter coragem de votar emenda à Constituição que proíba e puna severamente esses movimentos 

PEC-300: policiais e bombeiros, responsáveis por nossa segurança não ganham o suficiente para dar segurança a suas famílias

Exclusivo: PMs e bombeiros de todo o Brasil relatam vidas dramáticas

PEC-300: presidente da Câmara diz que não é possível votar piso salarial de PMs e bombeiros em curto prazo, mas deputados continuam pressionando

As bombas que os governistas ameaçam detonar em Dilma

PEC-300: representantes de PMs e bombeiros propõem Fundo de Segurança, com base no IPI e no IR, para bancar piso salarial nacional

PEC-300: PMs e bombeiros pró-piso salarial nacional aguardam, acampados na Câmara, audiência com o presidente, Marco Maia

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

75 Comentários

  1. andré

    -

    22/04/2014 às 19:59

    setti,quem sabe num futuro não distante este policial baderneiro a qual você intitulou não salva a sua vida e de sua família,há já ia me esquecendo dos meus irmãos os bombeiros,porque a luta é deles também.

  2. agnoel

    -

    17/04/2014 às 17:32

    Brasil é o país das inversões de valores, lutar por melhorias para ter uma vida digna é ser baderneiro por causa de uma lei retrógrada copiada do RDE, que em nada tem haver com atividade policial. É descompensador trabalhar motivado.

  3. anndre luis

    -

    28/01/2013 às 21:45

    Incrível na chamada democracia um artigo com este tentar continuar oprimindo uma classe de trabalhadores como a dos policiais militares,tentar negar o direito de se manifestar. Falam até em proibir mais ainda as manifestações dessas classes.
    Quem fala assim faz de conta que não conhece a realidade e as necessidades desse profissionais mas, na verdade só querem dá continuidade a política de escravismo dos trabalhadores impondo medo e punindo.

  4. Sgt Paulo

    -

    04/09/2012 às 16:46

    Setti, Como disse anteriormente noutra data, em 1997, havia um ditado que quartel era um lugar que o filho chorrava e a mae não ouvia, o movimento por melhorias salariais, foi um grito mais alto para que nossa mae, chamada, sociedade ouvi-se nosso clamor, foi então que conseguimos, alcançar a posição de cidadões, em 1997/MG, não eramos tratados como cidadãos, pense bem e me responda o que você faria se os representantes de sua classe, solicita-se aumento diferenciado apenas para a diretoria, deixando de estender os menores se assim podemos dizer, pois quem colocava a mão na massa nesta epoca era os praças. Como disse anteriormente, sou homem de bem, gosto de me sentir guardião de segurança publica, se caso for necessario e designado para tal, ficaria acordo na porta de sua casa preservando sua integridade fisica, digo caso isso fosse necessario, a Lei 12.505/11 serve para os PMS leais e desleais, os desleais não permanecem por muito tempo, tropeçam nas proprias pernas, vc Setti nao respondeu a minha MSG anterior, me responda essa agora: Como bombeiro socorro a vida de qualquer um até mesmo de parentes de Cel PM que me excluio, entro em suas casas e eles não sabem, mas eu também nao deixo de lembra-los, contudo era impedido de exercer a profissão que escolhi Policial Militar, a ferida esta sendo curada agora apos 13 anos com lei 12.505/11. Conheça-nos melhor Setti, e escreva algo sobre nós os “B”olicias Minas Gerais. Só quero de volta o que é meu. para encerrar: e se fosse vc Setti?

    Caro Sargento Paulo, não sei o que faria na hipótese que você descreveu. Mas eu não descumpriria jamais a lei.

    Espero que a situação dos PMs e bombeiros do país receba a devida atenção dos governantes e que vocês tenham a justa remuneração e condições de trabalho e de treinamento adequados.

    Abração

  5. Jeremias Duarte Oliveira

    -

    10/05/2012 às 19:51

    Caro colunista, concordo com 1% de seu comentário e discordo os 99% restantes.Pois, sou filho de bombeiro militar em Minas Gerais e durante toda a minha infância convivi com meu pai dando um duro danado para salvar vidas alheias, enquanto em nossa casa passávamos fome.E não acho justo o termo “baderneiros” ser atribuído a essa massa de “heróis” que saem de casa para defender cidadãos como o sr enquanto sua família fica em casa à mercê de políticos com linhagem de pensamento semelhante à sua.Esses homens saem todos os dias por amor à sua farda e à sociedade e por acreditarem que seu trabalho um dia resultará em uma sociedade mais justa e limpa. Apesar de que isso dependa mais dos nossos governantes do que daqueles. Sei que o sr é especialista no assunto e eu sou apenas um carteiro de 22 anos de idade com um fraco 2º grau e não possuo argumentos tão bons quanto os seus. Mas quando eu estava em uma rápida consulta às notícias não pude deixar de perceber o seu comentário. Se falei algo que não o agradou, peço desculpas.No entanto, não poderia de expor minha opinião.Grato pela atenção e se possível gostaría de seu comentário a respeito do meu.

    Caro Jeremias, tenho apoiado as reivindicações de melhores condições de vida e de trabalho para PMs e bombeiros em dezenas de posts.

    Mas greve de corporação armada pelo Estado é inadmissível. É imoral. O armamento atua, ainda que indiretamente, como forma de pressão absolutamente intolerável. Ele se destina a proteger a sociedade. Quem o recebe só o faz com essa específica missão.

    Não se pode admitir greve no Exército, por exemplo, não é? Porque seria na Polícia Militar?

    O comentário mais adequado que eu faria em resposta ao seu seria pedir que você lesse alguns dos inúmeros posts em que defendi os valorosos profissionais a que vc se refere.

    Um deles está no link

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-os-responsaveis-pela-nossa-seguranca-nao-ganham-o-suficiente-para-dar-seguranca-a-suas-familias/

    Um abraço

  6. Sgt Paulo

    -

    17/04/2012 às 12:15

    Setti, acredito que você foi extremamente feliz com seu comentario a respeito da anistia expedida pela P. Dilma, pois gerou polemica entre todos e com certeza é isto que ira gerar proveitos ou conhecimento de suas opiniões em meio a sociedade, sabendo disso não posso te contra atacar, devo na verdade te agradecer pela oportunidade de me manifestar a respeito, atualmente sou sargendo do corpo de Bombeiros de Minas Gerais, mas nem sempre foi assim me ingressei na PMMG em 1993, não foi facil ingressar nesta organização, foram quatro tentativa e duas vitorias, mas houve necessidade de subsistencia, meu amigo em 1996 e 1997 havia uma associação que nos supria de cestas basicas sorteadas entre os mais necessitados, pois tinhamos realmente necessidades basicas não supridas, sou orindo de uma familia de oito irmaos, meu pai analfabeto minha mae ficava conosco, em 1997 ja cabo da PPMG fui convidado a fazer parte da passeata em BH MG, fui juntamente com a massa, digo de passagem totalmente ordeira e mais apoiada pela sociedade, não houve baderna tudo transcorreu normalmente ao chegarmos no predio do comando fomos tratados de maneira hostil e desrespeitosa, na epoca o Gov Eduardo Azeredo estava como posso dizer decepcionado com a atitude que o levou nessa situação. Meu amigo fomos provocados na quela epoca, foi concedido aumento salarial diferenciado em relação aos oficiais e praças, (porcentagem), mas covardemente o Gov. Eduardo Azeredo determinou a exclusao de todos os possiveis identificados, eu fui excluido da corporação, antes mesmo de entrar na PM era vigilante de transporte de valores e ainda possuia carteira de habilitação “D”, não arrumei emprego, mas Graças a Deus surgiu o Gov. Itamar Franco, uma Gov que merecia ter seu rosto estampado em praças pois foi um politico que cumpriu o prometido, nos retornando para a PM, ou seja CBMMG, acreditava que esta sitiação seria por um momento mas ja faz 11 anos que estamos fora de nossa profissão real ser policial militar, essa lei conclui a justiça,, estabelece e cura a ferida que outros abriram segundo seu proprios interesses. Pense bem eu posso salvar sua vida nas ruas,posso realizar uma manobra RCP em um filho de coronel ou de governadores ou de quem QUER que necessite, mas não posso prestar segurança para estas mesmas pessoas, ME AJUDE A ENTENDER, a anistia serve para mim meu amigo, vou me sentir realizado profissionalmente, pois fui isso que escolhi para minha subsistencia, cuidar de voce e sua familia em quanto voces dormem ou se divertem, a ANISTIA E UMA BENÇÃO, ja entramos com nossos processos. Deus Seja Louvado pela vida da P Dilma. PAULO BOMBA.

  7. Edval Pontesdeneiro

    -

    26/02/2012 às 10:35

    Barderneiros uma ova, os governantes prometem reajustar salarios e não cumpre e nós é que somos barderneiros.

  8. ANTONYU DA CYLVA LYMA

    -

    21/02/2012 às 19:31

    MYTONS & MYTONS PAYY FYLHU UNYFYCADU (EZPYRYTU SANTU)
    GOVERNANTA (DYLMA ROUSSEFF)OBYCERM MUYTU BEM ? ERRÁR TOUDUZ UZ POVUZ A UMANYDADY EM GERAL DENTRU DA PROGRAMAÇÃU DU NOZÇU PAY CELESTYAL MYTONS DEUS TOUDUZ NÓZ PODEMUZ ERRÁR,MAYZ PERMANYCER LÁ DENTRU DUZ ERRUZ É OUTRA YZTÓRYA, A PREZYDENTA (DYLMA)ERROU ? MAYZ DEU AZ ÇUAZ MÃUZ AZ PALMATÓRYAZ RECONHECENDU AZCYM U CEU ERRU LÁ DU PAZÇADU BEM PRÓCYMU,POURQUE ELA DEVY OLHAR OBYCERVAR QUE DENTRU DA VERDADEYRA REAL DEMOCRACYA.

    QUE É UM GOVERNU MYLYTAR CENTRALYZADU ORGANYZADU Y PROGREZCYZTA,U POUVU NÃU PUDER Y NEM É ÇUBERANU,

    NA VERDADEYRA REAL DEMOCRACYA ÇOCYAL U POUVU É APENAZ UM YNZTRUMETU DU PROGREZÇU,UM MOUDELU DUZ PUIDERYZ REAYZ DEMOCRÁTYCUZ,Y U POUVU NÃU Y NEM UZ PUDERYZ (ENMANAM) DU POUVU.

    PUDERYZ-TOUDUZ UZ PUDERYZ EMANAM DU NOZÇU PAY CELEZTYAL MYTONS DEUS,Y EM CEU NOMY (MYTONS)CERÁ EZERCYDU REZUMUZ.
    AZC.
    MYTONS DEUS
    ANTONYU DA CYLVA LYMA
    PAY Y FYLHU UNYFYCADU
    U EZPYRYTU SANTU
    JESUS.

  9. Luiz carlos gomes

    -

    20/02/2012 às 9:59

    nobre Jornalista, espero que possa responder meu email,me explicando porque o termo ” baderneiros”,a classe policiais vem desde pos ditadura,amassada e humilhada por diversos setores da sociedade e várias instuições que fortalecem democracia deste país.Direitos Sociais e garantias fundamentais expressas na magna Carta de 1988..são ignoradas a esta classe de servidores. Espero que como bom jornalista que é faça um estudo cientifico sobre a evolução dos fatos sociais de quem garante os seus direitos fundamentais de ir e vir e expressar e reveja seus conceitos de baderneiros.

    espero respostas com sensatos argumentos de um leitor e um jornalista.

    fraternal abraço dê: luiz carlos gomes

    Prezado Luiz Carlos, escrevi dezenas de posts defendendo melhorias para policiais militares e bombeiros e criticando a demagogia e enrolação praticados por políticos com a PEC-300.

    Verifique entre os posts mais comentados, à direita da home page, mais embaixo, que dois deles se referem a esse tema.

    Recebi milhares de mensagens de PMs e bombeiros de todo o país agradecendo o fato de eu manter sempre em pauta os problemas das duas categorias profissionais.

    Concordo com você sobre a absoluta falta de prioridade que enxergo na maioria dos governos em relação aos policiais.

    Mas greve de corporação armada é, por definição, imoral — e baderna, porque quem arma essas corporações, em defesa da sociedade, concedendo-lhes o virtual monopólio legal da violência (se necessária), é o Estado, em nome desta mesma sociedade.

    E o Estado não pode ser chantageado por corporações que, mesmo que se manifestem eventualmente desarmadas, têm acesso a arsenais que lhe foram conferidos para defender a sociedade.

    Fazer greve, nesse sentido, para mim é baderna, sim.

    Defendo esta tese — que os leitores mais antigos do blog já conhecem de há muito — simultaneamente à ferrenha defesa de melhores condições de vida, salário, trabalho, esquipamento, treinamento (e também constantes aferições sobre o desempenho) de PMs e bombeiros.

    Abraços

  10. Robson Aguiar

    -

    15/02/2012 às 23:52

    Parece que o amigo esqueceu que a Dilma foi também anistiada de seus crimes contra o governo. O que seria dela sem a anistia?

  11. adauri furtado

    -

    15/02/2012 às 17:58

    um soldado que ganha 1,031 reais,trabalha 72 horas semanais,não pode sindicalizar,reclamar de escala é transferido,de salário preso,sem garantias e direitos de todo cidadão..faz caminhadas pacificas..vai a brasília varias vezes sendo enrolados..congresso e o governo são os maiores responsáveis..ví que o colunista não conhece as mazelas de um quartel,e não conhece o RDPM;onde vc fica preso semdireito de defesa e ao contraditório

  12. Sandro

    -

    15/02/2012 às 13:39

    Esses ao que o sr. Ricardo se refere é o “povo de farda”. Eles vem das classes mai simples da sociedade, soldados pm ou bm com salários incompatíveis com suas jornadas de trabalho, que nao há previsao legal nenhuma nem minima nem maxima tiram jornadas de 24 horas de serviço e ficam mais 12 horas obrigatórias. Ficam 36 horas de serviço sem ver sua familia. E isso que vcs da veja chamam rebeliao é a quebra de paradigma de que nao precisa uma policia ser militar e outra civil isso é resulfado da ditadura.

  13. Wilson

    -

    14/02/2012 às 22:37

    Não publico comentários ofensivos. Se você tivesse lido o blog anteriormente verificaria que escrevi dezenas de posts expondo a difícil situação de PMs e bombeiros e defendendo uma grande melhoria em suas condições de trabalho, treinamento, equipamento e vida.

    Mas greve de corporação armada pelo Estado, que, em nome da sociedade, arma essa corporação e lhe confere poder de, em caso necessário, agir com violência, é CHANTAGEM e, sim, BADERNA.

  14. Fabiano Villardo

    -

    14/02/2012 às 17:33

    Não custa lembrar o Código Florestal, aprovado pelo governo Dilma após “articulações” que custam milhões, todos sabem, que anistiam ruralistas que derrubaram florestas inteiras em áreas da Amazônia, comtetendo crimes ambientais, sujeitos a multas milionárias e processos criminais. Isso é anistia, ou não?

  15. Lucia Sweet

    -

    14/02/2012 às 12:56

    Ricardo, fico tristíssima de saber que esses policiais e bombeiros, que estão passando fome com o salário que recebem e que estão presos (em Bangu 1 !!!) por terem feito uma greve motivada pelo desespero, são os honestos porque os corruptos não estão nem aí. Recebem dinheiro do tráfico de drogas, da contravenção, de toda a sorte de ilícitos, estão ricos, andam em carros caríssimos, moram em apartamentos de luxo e ficam impunes. A banda podre não precisa de greve para sustentar as famílias… O Brasil é um país de cabeça para baixo. A toda hora cai um ministro da Dilma por corrupção e ninguém vai preso, ninguém devolve o dinheiro que furtou. Nossos políticos estão riquíssimos, tem desembargador ganhando 600 mil reais por mês, a Dilma dá UM BILHÃO para Cuba do dinheiro dos impostos exorbitantes (o Brasil do PT adora ditaduras). O BNDES financia obras faraônicas que nunca terminam e a população morre nas filas do SUS, sem educação, sem saneamento básico, sem cultura, sem emprego, mas com a esmola da bolsa família… Corrupção nos três poderes… Não sei onde vamos parar. Cadê a indignação com essa barbárie que estamos vivendo depois que o PT et caterva ocupou o Brasil? Os fins justificam os meios, já dizia Maquiavel, mas que “fins”? Sextuplicar o lucro dos bancos entre outras coisas execráveis? Não que eu seja a favor da greve, só estou observando e lamentando profundamente a derrocada da ordem pública e do estado de direito no Brasil. Abs sweets

  16. JOAQUIM KINCAS

    -

    14/02/2012 às 12:50

    É a crença na memória do povo (leia-se, memória curta). O usuário do “bolsa esmola” está anestesiado com a esmola que recebe, e aqueles que formam opinião, estão arrefecendo os ânimos. Menos eu, menos você, menos Reinaldo Azevedo, menos Augusto Nunes e tantos outros. Lutemos!!!!! Não arrefeçam.

  17. Eliete

    -

    14/02/2012 às 12:43

    Invocar o Código Penal Militar para punir policiais que lutam por melhorias e condições dignas de sobrevivência, é no mínimo, desumano. Como podem os governantes maltratar pessoas que trabalham com a vida do ser humano, sob o estigma de que “não podem fazer greve”, e usar isso para deixá-los à mingua?, e ainda por cima, taxá-los de baderneiros? Se, legalmente não conseguem seus direitos, como poder fazer valer, então?

  18. Luiz C.D.Wille

    -

    14/02/2012 às 9:32

    Anistiar; Guerrilheiros,Homicidas,Assaltantes de Bancos,Sequestradores,Receberem Indenizações Milionárias,Políticos envolvidos em Fraudes Bancárias e ONGS; Pooooode. Manifestações por Justas Causas e Meritórias “Não Poooode”

  19. leoni pinheiro

    -

    14/02/2012 às 1:52

    Aposentado de SM, tá faceiro com o aumento de 14%??? Pois aproveite bem, pq qdo. eles enquadrarem a maioria do aposentados nessa FAIXA, eles vão desvincular o INSS do SM. Veja como eles(luladrão, Zé do Seu, Dilmafiga…) já pensavam nisso em 2003… “”PT ABRE, DE NOVO, SEU SACO DE MALDADES PLANALTO ESTUDA SEPARAR PREVIDÊNCIA DO SALÁRIO Publicou a Folha de São Paulo, de 14.12 O vice-presidente José Alencar reacendeu ontem uma das maiores polêmicas do governo Luiz Inácio Lula da Silva. O vice, que acumula a chefia do Ministério da Defesa, afirmou que “há um propósito muito grande” dentro do governo de desvincular os reajustes anuais do salário mínimo das correções dadas aos aposentados da Previdência Social. “Está sendo feito um estudo, porque todo mundo sabe que esse problema do salário mínimo vinculado à questão do déficit da Previdência tem que ser examinado todas as vezes”, disse Alencar, numa referência aos reajustes anuais do mínimo. “Então, há um propósito muito grande de verificar isso e acabar com essa vinculação no futuro. Isso está prejudicando, vamos dizer, um salário mais digno”, completou ele, que participou ontem de um encontro nacional de prefeitos eleitos pelo PL, que é o seu partido. A proposta de desvinculação do salário mínimo foi defendida no primeiro semestre pelo ministro José Dirceu (Casa Civil) e foi apoiada posteriormente pelo próprio presidente Lula. O problema é que a reação contrária esfriou a articulação 23/04/2004
    Colbert defende desvinculação do mínimo da ativa do pago pelo INSS
    Por: Valéria de Oliveira
    O deputado Colbert Martins (PPS-BA) defendeu, nesta sexta-feira, a desvinculação do salário mínimo pago aos trabalhadores da ativa do valor usado para corrigir as aposentadorias. “Enquanto mantivermos a dependência estipulação do salário mínimo com a capacidade do governo de pagar os aposentados vamos ter limites. A desvinculação não tem o objetivo de punir os aposentados, mas de garantir que aqueles que trabalham posam ser mais bem remunerados”, explicou Colbert. A posição, lembrou o deputado, foi defendida pelo PPS na última reunião reunião do partido….
    .”” ATENÇÃO APOSENTADOS PELO SALÁRIO MÍNIMO!!! Estes também devem brigar e precionar pelo aumento para os que ganha acima do piso(ameaçando e votando contra vereadores e prefeitos da base aliada do governo), pelo simples fato de que o governo pretende fazer com que 90% dos aposentados se enquadrem na faixa do salario mínimo e depois desvincular o Salário Mínimo do INSS, criando um outro mecanismo(menor do que o do SM) para aumentar toodos os benefícios do INSS. Essa intenção não é só da Dilma e sim do pt e do ex-atual-presidente lula.Procurem na web e acharão publicações como esta….ISTO SIGNIFICA: Então se não existir mais necessidade de aumento REAL pra quem ganha acima do piso(porque serão pouquíssimos) o governo desvinculará o SM do INSS e “TODOS” os aposentados terão seus benefícios corrigidos por “ÍNDICE MENOR”. Se não houver um aumento real pra quem ganha acima do piso até as eleições de 2012, vote CONTRA candidatos a prefeito e vereador pertencentes a BASE NACIONAL!!!!!!!!

  20. Maria Ivete Becker

    -

    13/02/2012 às 23:41

    Soa muito estranho o que ela diz!
    No passado, não muito distante agia da forma que hoje coíbe!

  21. Valter Alves

    -

    13/02/2012 às 17:45

    Interessante é o Senhor Ricardo, sentadinho em sua cadeira, com seu salario de ar condicionado chamar-nos de baderneiros por lutar por salários e condiçoes dignas de trabalho, naturalmente o Sr nao sabe o que é ir para a rua sem a mínima condiçao de trabalho e colocar sua vida na corda diariamente sem ao menos poder usar a farda para ir para casa com medo de ser morto…Naturalmente que sou contra atos de vandalismo, mas lutar por salários??? desmilitarize a polícia? transforme tds e civis. Sabe porque nao acontece? o Estado nao quer perder a coleira que controla o militar…Isso o Sr nao fala né??

  22. Márcia PEREIRA

    -

    13/02/2012 às 10:53

    Bom dia,todos os militares que estão presos são concursado e por esto motivo tem todo o direito de ter um salario digno; Não são como a maioria dos politicos do BRASIL;Que votam os seus proprios salarios enquanto a maioria do povo brasileiro passa fome;;sem saude sem educação sem saneamento basico;SEM NINGUEM PARA DAR A ELES O MINIMO DO MINIMO;;;;;;;;;;

  23. PMMT

    -

    12/02/2012 às 22:40

    Baderneiros E assim que o sr. se refere aos policiais que buscam uma melhora no salario, para assim poderem ter uma melhor qualidade de vida para a familia?

    Dos que foram anistiados, acredito que deva sim ter algum que exagerou, mas nao se pode generalizar.

    O pais ja esta uma baderna…principalmente em Brasilia, entre os verdadeiros baderneiros deste pais. Antes de mais nada, quem deveria estar preso em Bangu I era aquele italiano assassino que Lula anistiou, nao o CB Bombeiro. Uma covardia.

    Caro PMMT, repito aqui resposta que dei a comentário de outro leitor que fez crítica semelhante ao blog.

    Antes, quero dizer que concordo com você em relação ao ex-terrorista italiano Cesare Battisti.

    Vamos lá à resposta que mencionei:

    Publiquei dezenas e dezenas de posts mostando a difícil e intolerável situação de PMs e bombeiros e expondo a vergonhosa atitude de políticos e governos de empurrar com a barriga a questão da PEC-300, que em primeiro turno, na Câmara dos Deputados, foi aprovada pela unanimidade dos deputados presentes na ocasião — mas cujo segundo turno não se coloca mais em votação.

    Recebi milhares — sim, milhares — de comentários favoráveis de PMs e de bombeiros. Confira a lista dos posts mais comentados do blog, à direita da home page, na parte inferior, e você verá que dois desses posts sobre a PEC-300 estão entre eles.

    Meus posts sobre a PEC-300 foram publicados em dezenas de blogs de entidades de PMs e bombeiros de vários Estados brasileiros.

    Não considero ninguém baderneiro até que faça baderna. Os PMs que integram uma corporação armada pelo Estado — que o faz em nome da sociedade — e fazem greve são, sim, a meu ver, baderneiros. Existe proibição de greve de policiais em vários países adiantados do mundo e nem por isso eles deixam de utilizar outras formas de reivindicação que não seja a chantagem de quem detém força armada em nome da sociedade.

    Minha posição contra a greve de PMs e bombeiros foi seguidamente exposta AO MESMO TEMPO em que o blog defendia uma solução para a PEC-300.

    Quem lê o blog há tempos sabe disso, sabe que sou coerente.

    Acabo de voltar de Barcelona e a polícia local da Catalunha, os Mossos d’Esquadra, estão fazendo um movimento pacífico de reivindicação de aumento salarial e outros direitos que consideram ter. Mas não um só bandido que não seja perseguido se cometa um crime, mesmo durante o movimento. A polícia está nas ruas, atendendo aos cidadãos, e ao mesmo tempo informando sobre suas reivindicações. E todo mundo que eu via se aproximar dos “Mossos” se solidarizava com eles.

    Greve, porém, nem pensar! Dá expulsão da corporação e cadeia.

    Abraços

  24. Razumikhin

    -

    12/02/2012 às 19:45

    Ih. A cumpanhêra se esqueceu-se. Isso só pod ter cido obra da impremça goupista.

  25. Edgard Parpinelli

    -

    12/02/2012 às 9:09

    O Petê não sabe governar. Todos esses fatos são a prova disso. Vira Brasil, sai fora dessa enganação!

  26. jefferson

    -

    11/02/2012 às 14:38

    Abaixo as palavras de nossa presidente, que no passado manifestou-se políticamente efetuando atos aniticonstitucionais, a qual defendia com todas as formas de violência seus interesses pessoais e políticos. FOI PERDOADA, juntamente com todos esses políticos que se encontram hoje no poder, através de uma anistia política. Por que hoje se nega a anistiar políciais? Será que ela não se lembra mais de seu passado? Que incoerência da sua parte, nossa presidente abra teus olhos e seja justa pois tu foi anistiada e hoje sóis o poder. A change de teu perdão foi concedido quando encontrava-se fora de seu País ¨BRASIL¨.
    “Não concordo em alguns casos, de maneira alguma, com processo de anistia que parece sancionar qualquer ferimento da legalidade, não concordo e não vou concordar”, enfatiza.
    “Há outros interesses envolvendo toda essa paralisação”, completa.

  27. AUGUSTA

    -

    10/02/2012 às 19:25

    Boa tarde, a todos os brasileiros,

    Temos que de fato votar a PEC 300/08, não há mais justificativas. Os nossos impostos pagos aos governos: federal, estaduais e municipais, não voltam para o povo, nem ao menos como salários dignos, para policiais e bombeiros.

    Há aqueles que trabalharão muito e foram reformados ou aposentados e perderão as suas gratificações. Há também outros que perderão suas vidas e hoje as pensionistas (viúvas)desses policiais e bombeiros vivem com dificuldades financeiras e até de saúde.

    Os policiais e bombeiros estão mais exposto acidentes nos seus trabalhos que outros categorias de trabalhadores. Normalmente quando acontece a lesão com os policiais e bombeiros. O que acontece com ele? É afastado e perde as gratificações. Tendo ai mais um problema.

    Nós brasileiros precisamos de pelo menos segurança. Ninguém o brigou que quer que seja ser presidente da república, governador ou prefeito. Os policiais e bombeiros juraram sobre as constituições federal e estaduais,também sobre as mesmas juraram todos os políticos empossados.

    Já que os governos não honram com a educação e com a saúde. Que honre com estes homens e mulheres que dão as suas vidas pelas nossas vidas, de nossas famílias e etc. Se os governos tivessem trabalhando como deveriam, hoje não estaria nesta situaçãoa segurança pública. Pelo contrário os governos federal eestaduais, trabalhão contra a PEC 300/08.

    Os Brasileiros trabalham quase que a metade de um ano para pagar impostos. O Brasil, tem dinheiro para: 1 bilhão de reaispara Cuba construir porto (Fidel e Raul Castro – ditadores); o Brasil tem 22 bilhões de reais para trem bala de Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro (isto é urgente ?); O Brasil tem 10 bilhões de reais para emprestar ao Fundo Monetário Internacional – FMI(que ferrou os brasileiros e parte das nossas vidas) falta agora querermos salvar a europa; Petrobrás – Bolívia – Prejuízo dequantos milhões de reais; O Brasil paga por dia 2 bilhões de jurosde dívida; Chávez levou mais U$ 673 milhões do BNDES para construir um estaleiro dos países da ALBA? E por vai saindo o dinheiro que deveria ser da nossa segurança, saúde e educação.

    No Brasil o menor que matar qualquer pessoa o que acontece com este chamado então de infrator? A resposta é sua. A família da vitima e que se dane com a sua dor, os menores saem rindo das vitimas, das famílias enlutadas, das policias e do estado. E vão atrás de outras vitimas.

    Também aumentou o uso do crack e drogas em geral, da prostituição, do latrocínio, estupro, assalto, roubo, sequestro e etc… O que os governos tem feito para evitar isto? Resposta do leitor.

    No Brasil fez a Lei 12.403/11, para soltar nada menos que 80 mil pessoas egressas do sistema penitenciário (mais querem prender policiais e bombeiros, que contrariam os governos. Já basta os cidadãos presos em suas casas e carros refém da inerciados governos). O estado não tem interesse/condições derecuperar presos. Ressalto que quem recupera presos são os religiosos. O Estado até hoje quantos presos recuperou?

    Vamos relembrar o empenho do governo (que quer punir os policiais e bombeiros) o uso da estrutura do poder para advogar acausa do italiano ex-ativista político italiano Cesare Battisti. Não é muito contraditório? Para o governo brasileiro e o Supremo Tribunal Federal Cesare Battisti era santo. Para parte de nossa justiça quem não concordar com o governo é o diabo.

    No Brasil tem sido assim quando é de interesse dos brasileiros, o governo diz: estamos trabalhando, criamos uma comissão para analisar o caso…e vamos aguardar para dar uma solução.

    vejamos a saúde, quando morreu por falta de atendimento em hospitais particulares do DF o secretário de recursos humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira na noite dequarta-feira (18/1), aos 56 anos, após sofrer um infarto. O Governo disse vamos apurar. Abrir processo por que isto não pode aacontecer. Caro leitor coloque no Google “faltam médicos” e veja quase 1 milhão de reportagens sobre este problema no Brasil. Mais amando do governo federal só faltou abrir uma CPI mista, para investigar um problema de saúde que a emenda 29 poderia ajudar a ressorver parte.

    Que se puna com o rigor dos nossos votos de eleitores. Quem for contra a PEC 300/08.

    Os brasileiros não aceitam mais, de governos que diz “FAÇAO QUE EU DIGO, MAS NÃO FAÇA O QUE EU FAÇO”.

    A PEC 300/08 faz parte da nossa segurança.

    PEC 300/08 e para quem tem escrúpulos.

    A PEC 300/ 08 é para quem tem amor pelo próximo e pelo Brasil.

    “barriga vazia não tem ouvidos”

    AugustaF. Fonseca

    “AMÃE DA PEC 300/08”

  28. Zacarias

    -

    10/02/2012 às 17:02

    Todo o comando da PM da época estava lá no QG dos bombeiros. Dois coroneis foram agredidos pelos amotinados. O comandante do batalhão de choque teve fraturas e outro coronel de nome Milagre escapou de morrer quando uma marretatada quase o acerta na cabeça. Ele foi salvo por um cabo da PM do Choque. Todos comandados pelo Comandante Mário Sérgio, que negociou por mais de dez horas com o Daciollo e com ninguém menos que Janira Rocha, que dava orientações para a “revolução”, como ela chamava. Mas o comandante da PM comandou pessoalmente a retomada do quartel das mãos dos revoltosos. Botou todo mundo em forma e prendeu 436. Foram mais de doze horas de quartel dominado e inviabilizado para socorrer a população. por sorte não houve um grande sinistro, pois se houvesse estava tudo sob controle do motim

  29. Reynaldo-BH

    -

    10/02/2012 às 16:53

    Setti, seria ótimo deixar um link neste comentário para o que foi pulicado por você por ocasião da greve dos bombeiros. Não foi um exercício de futurologia. Como sempre, foi uma demonstração de sensatez, equilíbrio e interpretação.
    A mudança de visão de alguns, que defendiam greves e manifestações (fossem etas quais fossem) é brutal. Agora se fala em “greves” e greves. Agora depende da “natureza” dos grevistas. Ou seja, como uma repetição monótona, cada situação muda de acordo com a defesa que se pretende fazer.
    Manter coerência é o que menos importa.
    Até Dilma demonstra – cabalmente – esta mudança de posição.
    Os lulopetistas sempre derivam para novos argumentos (novos?) evitando o tema em debate.
    A única certeza continua sendo: aos nossos, tudo. A eles, tudo ao contrário.
    Abraços.

    Obrigado pela sugestão, amigo Reynaldo. Estamos tentando linkar os novos posts a posts anteriores sobre os mesmos temas. Dá um trabalho danado, mas é importante — para o leitor se informar, para a gente, os colunistas, mostrar coerencia, e também para a audiência geral do site de VEJA.

    Um abração

  30. ANTONYU DA CYLVA LYMA

    -

    10/02/2012 às 15:56

    Caro Antonyu, não dá para publicar um comentário, como o seu, escrito em uma espécie de código quase incompreensível. Não é justo para os demais leitores.

    Sinto muito.

  31. Pedro Luiz Moreira Lima

    -

    10/02/2012 às 14:40

    Grazina? não sei se é homem ou mulher.
    Comunista quem? EU? me conhece?sabe se sou ou fui filiadao a algum Partidos Comunistas?
    Conforme escreveu faz parte da turma HISTERICA e COLERICA que vê comunistas embaixo da cama,viu comunistas comendo criancinhas ora esse tempo passou.Os Partidos Comunistas estão na legalidade e a Pluralidade de Opinão é garantido.
    Não sou comunista por uma questão de desconhecimento do que seja o COMUNISMO como TEORIA FILOSÒFICA E ECONOMICA.
    Para se ler MARX,ENGLES e cia é necessario um cabedal de leitura de FILOSOFIA pesado.Infelizmente por erro do “não ter saco” nunca fui leitor de filosofia – tentei ler O CAPITAL e não saí das primeiras paginas,daí por desconhecimento nunca me me afirmei COMUNISTA para não passar vexame intelectual, até para me manter VIVO e poder seguir uma vida profissional. tranquila.
    Não sei sua idade mas conheci uma cara que tinha igual a voce – um HISTERICO E COLERICO horror a comunistas – estudava comigo:Foi ao Min do Exercito e dedurou 1 comunistas,recebendo em troca uma semana de graça em Buzios.Empolgado dedurou mais 1 comunista e ganhou 2 semanas de ferias numa praia de S.Catarina.Empolgadíssimo fou ao Exercito e dedurou seu terceiro comunista – foi preso,morto e ao que parece é desaparecido – motivo?CONHECER COMUNISTA DEMAIS!
    Viu Grazine – tome cuidado ao apontar comunista por todo os lados e lembre-se: sempre tem um mais HISTERICO E COLERICO que voce e te pega por conhecer COMUNISTAS DEMAIS – é o grande MAL das DITADURAS TODOS SÃO SUSPEITOS.
    Pedro Luiz

  32. Sergio

    -

    10/02/2012 às 14:01

    Tão verdadeira a declaração, como aquela que as concessões dos aeroportos não foram privatizações.
    Quem tem minha idade deve se lembrar como começou o movimento que derrubou o comunista João Gulart, em 64. Rebelião de soldados, sargentos, desobediência à hierarquia e deu no que deu.

  33. tercilio de souza

    -

    10/02/2012 às 13:30

    só não anistia por vingança, porque quem já foi terrorista, assaltante de banco , e foi anistiada, então não vejo porque não anistia-los.

  34. Erlane Pereira

    -

    10/02/2012 às 13:28

    Gente vamos lutar por um melhor salario para a policia ao inves de R$566.00 deveria ser R$5.666,00 minimo, e um sonho possivel.Comeco uma campanha hoje: NAO VOTE EM NINGUEM NAS PROXIMAS ELEICOES, EM NENHUMA INSTANCIA , EM NENHUMA INSTITUICAO, ASSOCIACAO OU COLEGIADO, VAMOS ACABAR COM A CORRUPCAO ATRAVES DO NAO VOTO.Bote fogo no congresso e nos deputados e nas familias deles. ANARQUIA!!!!!!!!!!!!!!!!! JA.

  35. joão

    -

    10/02/2012 às 13:14

    A Presidente tem mesmo é de ser contra a anistia de policiais que ultrapassarem limites durante a greve. Caso contrário – passando a burracha em tudo, anistiando todos a baderna estará instalada.

  36. Erlane Pereira

    -

    10/02/2012 às 13:13

    ela deveria ser radicalmente contra um salario de R$566,00 destes pobres policiais, que com suas vidas suportam e protegem estes corruptos politicos.

  37. gerson

    -

    10/02/2012 às 12:47

    A Dilma falou hoje que é contra a anistia dos manifestantes, que se o pais anistiar os cabeças da manifestação o Brasil vira um país sem lei,REALMENTE, a DITADURA perdeu a oportunidade de CORTAR as cabeças de movimentos GREVISTAS quando podia, agora, essas cabeças estão no PODER fazendo mandes e desmandes!!

  38. Juan Alvez

    -

    10/02/2012 às 12:25

    OU é um país democrático ou autoritário ou democracia ou ditadura
    Num regime ditatorial o cidadão perde seu DIREITO de ir e vir na hora e dia que o mesmo deseja só podendo fazer tal coisa na hora em que é PERMITIDO e ALGUM REPRESENTANTE de tal regime pode impedir a PASSAGEM de qualquer cidadão em um lugar PÚBLICO e é exatamente isso que acontece em qualquer movimento grevista TOMAM os lugares públicos ,TRANCAM ruas ,estradas e avenidas isso não por acaso teria outra denominação que não seja descarada e abertamente uma DITADURA tirando o DIREITO do cidadão comum que nada tem a ver com o assunto.
    NENHUM tipo de serviço público deveria ter o direito a greve já que o salário dos mesmos é pago com o dinheiro do cidadão comum que eles estão tirando o direito de ir e vir.
    A SOLUÇÃO é simples,quer 15% de aumento não consegue ,TRABALHE 15% á menos,quer 20% paralise 20% de tempo de serviço.
    A paralisação só deveria ser considerada LEGAL numa fábrica ou numa industria.
    Caro Setti você que vive no mundo da INFORMAÇÃO imagine por um momento como ficaria a economia mundial com somente 20% de toda a classe política federal ,estadual e municipal ,quánto dinheiro sobraria para aplicar na EDUCAÇÃO,SAÚDE e SEGURANÇA PÚBLICA.
    Existem pessoas que passam 8,10,12 anos estudando as leis e a legislação e todos nós SABEMOS que não são eles que criam e votam as leis e emendas ,são os políticos do partido X que “negociam” com o partido XX para beneficiar aqueles que financiarom suas campanhas mas NUNCA o povo.

  39. Luiz

    -

    10/02/2012 às 11:56

    NUNCA!!! JAMAIS!!! escreva o que um PETISTA fala… NUNCA!!! JAMAIS!!! espere COERÊNCIA de um PETISTA…

  40. Arlindo

    -

    10/02/2012 às 11:39

    RECORDANDO “Mas por atos ilícitos, por crimes contra o patrimônio, crimes contra a pessoa e contra a ordem pública, não podem ser anistiadas. Se anistiar, aí vira um país sem regra. (…)”
    O que Dilma e toda essa turma de “heróis” da luta armada fez à nação durante anos, senão os crimes a que ela se refere?
    Não só foram anistiados, como recebem a “bolsa terrorismo”.
    É muito cinismo.

  41. carlos nascimento

    -

    10/02/2012 às 10:31

    Caro Ricardo,
    Sem floreios, escrevamos aos nossos amigos e leitores da Coluna, preto no branco, o resumo da ópera bufa que está no salão, o momento que o País atravessa,reflete o resultado da obra prima que o ali-babá nos legou em seu reinado – lullato – como vc brilhantemente batizou, ou seja, está indo para o caos anárquico, em várias frentes, no campo político, jurídico e social, os exemplos são berrantes, só não enxerga quem tem neurônio atrofiado.
    O apedeuta – batismo de RA – após o estouro do mensalão, partiu para o tudo ou nada, fez alianças de todos os tipos e níveis, até Maquiavel duvidaria que pudesse ocorrer, deu no que está dando, adicionada com os diversos exemplos de IMPUNIDADE, ACOBERTAMENTO, etc. etc. etc…… os valores estão sucumbindo, todo mundo quer tirar proveito, o quadro pintado está mas para Van Gogh do que Picasso, como vc bem sabe “Van” não era muito bom da cabeça.
    Vejo atualmente na Coluna alguns comentários pra lá de esquisitos, turvos, será que essa turma conseguiu se infiltrar por aqui.
    Carlos Nascimento.

  42. JUMENTOLOGO

    -

    10/02/2012 às 9:56

    PETISMO,SEMPRE UMA PIADA PRONTA,O PETISMO É SEMPRE OPORTUNISTA,O PETISMO É SEMPRE INCOMPETENTE,O PETISMO É FIGURINHA CARIMBADA ,FÁCIL DE LOCALIZAR,O PETISMO SEMPRE TENTA PROPOR A CENSURA ,O PETISMO É VAZIO EM SUA ESSÊNCIA ,O PETISMO É TÃO RUIM PARA O BRASIL E DOENTE QUE O MELHOR REMÉDIO É ERRADICA-LO E O LIXO É TÓXICO DE ALTO RISCO E DEVEMOS SEGUIR TODOS OS PROCEDIMENTOS ECOLÓGICO PARA O DESCARTE ,O PETISMO ESTÁ EM FIM DE CARREIRA ,AS MAZELAS DE MAIS DE 30 ANOS DA DOENÇA DO PETISMO ,FLORAM SEM PARAR ,O PETISMO NÃO TEM LUZ NO FIM DO TÚNEL ,ADEUS AO PETISMO SERÁ A MAIOR ALEGRIA DESSE BRASIL JAMAIS VISTA NADA IGUAL.

  43. terceira via

    -

    10/02/2012 às 9:46

    Estarrecida com os puliça??? e com as bomba que ela e a turma dela mandou em cima de gente inocente???? num tá estarrecida ,não????? uuéééééé´.

    Não tenho procuração para defender ninguém, sobretudo a presidente, mas ela cumpriu integralmente a pena de prisão a que foi condenada na época do regime militar, depois de ter sido torturada por um mês.

  44. Dionizio Gonçalves

    -

    10/02/2012 às 9:44

    Errar a primeira vez é humano! Errar pela segunda vez é burrice. e pelo visto a Sra. Dilma não é nenhum pouco burra.
    Mandou baixa a ripa nos vaqabundos que queria destruir a bahia

  45. Mari Labbate *44 Milhões*

    -

    10/02/2012 às 9:16

    Querido Setti, você considera que a “Dama de Pedra”, por ter ficado presa uns poucos anos, já pagou o que deve ao Universo? Pelo fato de ter limpado e distribuído armas; e elaborado planejamentos de atos-criminosos, disponibilizando dinheiro, para a sua consecução, ELA TORNOU-SE CONIVENTE. É uma criminosa! Portanto, não é necessário pegar a arma e atirar, para assassinar um irmão. BASTA LIMPÁ-LA! Você tocaria em uma arma, consciente de que, com a sua intervenção, mataria uma pessoa? José Serra expressou o seu descontentamento com a ditadura de extrema-direita, pelo diálogo. Foi aceito pelo Universo esse movimento adequado de expressão, pois não matou ninguém. O senhor Luiz I (com todo respeito ao tirano-cubano) e a senhora Diluíza II (com todo respeito à tirana-cubana) são esquizofrênicos: não conseguem enxergar um irmão, porque ainda estão na fase egocêntrica do Ser Humano. Através do Processo Evolutivo, a que todos estamos sujeitos, um dia tornar-se-ão Mentores de Luz, que auxiliam a Humanidade, no Progresso do Planeta Terra. Não é maravilhosa a Criação Divina? Sendo bem-nascida, não experimentou as dificuldades da vida que esses valorosos profissionais enfrentam, no dia a dia, com risco de morte. Todos os trabalhadores têm direito à greve, senão transformam-se em escravos. Os vandalismos ocorrem pela incompetência dos governantes, que fazem promessas, na Campanha Eleitoral, e depois de eleitos bloqueiam os diálogos. A situação tem mesmo que explodir! Afinal, a LIVRE-EXPRESSÃO é o ponto máximo da Fraternidade: o Respeito e Amor ao próximo. Pelo piso-salarial-militar-nacional! JÁ! Não podemos esquecer-nos que acima da justiça dos homens existe a Justiça de Deus: essa não erra! JAMAIS! Você aceita destinar esse texto ao “Post do Leitor”, para que todos possam refletir melhor? O título seria: Justiça Igual Para Todos! Grazie tante! Abbraccio!

  46. Quaker

    -

    10/02/2012 às 8:24

    Ela só é a favor da lei de anistia dos guerrilheiros e guerrilheiras da época dela e ou dos vagabundos petistas.

  47. Airdel

    -

    10/02/2012 às 8:12

    Ano de eleições, faz as pessoas esquecerem o passado. Palavra de político? Alguem ainda acredito neles? É o Brasil deles e não o nosso. Frase do Jobim: os idiotas perderam a vergonha

  48. Observador100

    -

    10/02/2012 às 6:42

    Grande Setti! É isto aí meu caro, não “refresque” não. É “pancada” nesta corja todo dia. É o que eles merecem.
    abraço

  49. simonia oliveira

    -

    10/02/2012 às 6:12

    A dona Dilma ” tão estarrecida” com a postura dos militares, deveria voltar um pouco no tempo e se ver enquanto detonadora de bombas e outras ações subversivas. Ela tem é que ficar bastante estarrecida mesmo e com o nível de corrupção do governo, “nunca visto na história deste país”,assim como ficar também estarrecida com o assassinato do prefeito Daniel, mensalão, Casa da Moeda, dar dinheiro para Cuba ao invés de investir em nossas áreas carentes, etc, etc, etc. Nos meus 65 anos eu é que estou ESTARRECIDA! tanto com a situação como com a minha mísera aposentadoria, depois de trabalhar 40 anos!!!!! Mudanças já!

  50. GRAZINA

    -

    10/02/2012 às 1:30

    PEDRO LUIZ MOREIRA LIMA DAS 23:42- Vocês comunistas desinformados, mal intencionados não param de falar inverdades e jogar tudo de ruim que acontece no país, nos militaresa, que não deixaram vocês Marxistas transformarem o Brasíl em um CUBÃO. Antes de 64, da tomada de poder pelos defensores da democracia, as polícias militares, já eram militarizadas. Portanto não foi obra do militares do regime, que mesmo pelo lado avêsso da história, salvou o povo brasileiro de passar o mesmo que o povo Cubano tem passado.

  51. Corinthians

    -

    10/02/2012 às 1:13

    Não estou surpreso… desde quando podemos confiar em petistas ? Desde quando cumprem as promessas, dizem o que pensam ?
    Ou alguém aí vai me dizer que a Dillma realmente vai construir as creches, vai terminar o PAC (1 e 2), o Minha Casa Minha Vida (1 e 2 também), é contra o aborto, é contra privatizações ? Até em diploma e curso universitário eles mentem…

  52. Paulo Murilo

    -

    10/02/2012 às 0:26

    Caro Paulo Murilo,

    A seu pedido, não publico sua mensagem, mas agradeço a gentileza de me enviar o link do New York Times.

    Um grande abraço

  53. Pedro Luiz Moreira Lima

    -

    09/02/2012 às 23:56

    Amigo Setti – com seu consentimento vou colocar essa carta aberta da PM do Maranhão a toda população.
    É uma nota de cidadania que todas as PMs do Brasil deveriam publicar.
    Pedro Luiz
    MOMENTO HISTÓRICO NO MARANHÃO.
    POLICIAIS EM GREVE ADMITEM E PEDEM DESCULPAS POR ABUSOS COMETIDOS CONTRA MOVIMENTOS SOCIAIS, APÓS MANIFESTAÇÃO DE APOIO DA POPULAÇÃO E DE VÁRIOS SEGMENTOS DA SOCIEDADE.
    ENQUANTO ISSO GOVERNO DO ESTADO AMEAÇA À TODOS COM O EXÉRCITO E FORÇA NACIONAL NAS RUAS.
    http://hugo-freitas.blogspot.com/2011/12/documento-historico-em-carta-aberta.html
    DOCUMENTO HISTÓRICO: Em “Carta Aberta à População”, Policiais Militares pedem desculpas por excessos históricos

    Uma visita inesperada de cerca de 100 manifestantes quilombolas à sede da Assembleia Legislativa, onde estão acampados os militares grevistas desde o último dia 23/11, se constituiu num momento histórico nas relações entre policiais e integrantes de movimentos sociais.

    Os quilombolas foram à AL demonstrar seu apoio ao movimento de PMs e bombeiros, que reivindicam melhores salários e condições dignas de trabalho há uma semana.

    O ato de união se deve a um manifesto emitido pelos militares, no dia 29/11, no qual a classe reconhece ter cometido abusos contra organizações populares.

    Por meio de Carta Aberta, os policiais militares pediram desculpas aos quilombolas, assim como aos indígenas, homens e mulheres do campo, além de lamentarem o passado turbulento de conflitos entre militares e os agrupamentos sociais.

    Confira, na íntegra, a carta aberta dos militares à população:

    Carta aberta à população brasileira

    Hoje, quando a nossa categoria está em greve em todo o Maranhão, está chegando a São Luís grupos de quilombolas e de lavradores sem terra. Eles, que após sucessivos acampamentos, vem novamente à nossa capital, desta vez para tratar com o presidente nacional do INCRA.

    Sabemos que, historicamente, a relação entre a Polícia Militar e as organizações populares em nosso país não é boa. Porém, neste momento importante da história, onde lutamos por dignidade e melhores condições de trabalho, achamos oportuno falar desta outra luta, travada pelos homens e mulheres do campo. Primeiro, temos que lamentar pela violência, oriunda dos conflitos de terra. Infelizmente ela acontece e nós, ao longo do tempo, tivemos nossa parcela de responsabilidade neste problema. Admitimos os nossos excessos e, agora, pedimos desculpas por eles.

    Por outro lado, agora, quando grande parte da sociedade maranhense está sendo solidária conosco, queremos também deixar clara a nossa solidariedade com a luta dos quilombolas, dos índios, dos sem terra! Somos o mesmo povo, vítimas da mesma opressão, da mesma exploração que se alastras pelos quatro cantos do Maranhão!

    É importante, antes de tudo, reconhecer que nós somos todos irmãos!

    Hoje, nós estamos acampados na Assembléia Legislativa, querendo condições de trabalho para sustentar nossas famílias, enquanto eles querendo a terra, também para comer e sustentar os seus filhos. É nosso desejo que – nesta circunstância absolutamente atípica – se possa tentar inaugurar um novo momento entre os servidores públicos militares do Maranhão e as organizações sociais do campo e da cidade.

    Achamos importante dar este exemplo para o Brasil, mostrando o verdadeiro valor do nosso povo, a grandeza da nossa gente e gritando bem alto que hoje, no Maranhão, não se consente mais esperar!

    São Luís, 29 de novembro de 2011
    Associação dos Servidores Públicos Militares do Maranhão

    Hugo Freitas

  54. Claudio

    -

    09/02/2012 às 23:55

    A maioria fica comentando sobre partido político, o PM não tá nem aí pra PT, PSDB, PMDB…Ele é servidor público concursado. O problema é receber tão pouco por um serviço muito arriscado, pouco valorizado pela sociedade, agora vem uns imbecis e dizem que tem que ser preso, etc e tal…isso não vai resolver. Tem que oferecer um salário digno para o policial e isso tudo acaba, todos saem ganhando. Tenho 29 anos de serviço trabalhado honestamente na PM e sofri muitas privações nesses anos todos. Se fosse para entrar hoje na PM garanto que não entraria mais nessa corporação tão desvalorizada, mas que tem uma nobre função de proteger vidas e ninguém reconhece.

  55. Pedro Luiz Moreira Lima

    -

    09/02/2012 às 23:42

    Amigo Setti
    a militarizacáo das Policias Militares foi um ato da Ditadura Civil Militar de 1964,no ano de 1970.
    Um ato de uasr a policia na Repressáo dos Movimentos Sociais.
    Náo temos ainda uma FORCA ARMADA a servico das Instuicóes e o Respeito Absoluto ao Povo Desarmado.
    A greve de qualqur categoria [e normal – dentro da mentalidade ainda de um Estado Militarista de nossa FAs,so podem ocorrer atos como ocorreram na Bahia.
    Abra;os
    Pedro Luiz

  56. Valter Portalete

    -

    09/02/2012 às 22:15

    Não acredito que a presidente Dilma falou isso. Logo ela que somente reivindicava com bombas, metralhadoras e sequestros. Se fosse por seus atos, ela jamais seria anistiada nem os seus companheiros.

  57. Alberto

    -

    09/02/2012 às 22:14

    ESTARRECIDO estou eu e boa parte do povo brasileiro, vendo “essa coisa” na presidência da República e o arrastão de corrupção que tomou conta do país. O Brasil é uma farsa.

  58. J.B.CRUZ

    -

    09/02/2012 às 22:09

    JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA,(O MAIOR ESTADISTA QUE O BRASIL JÁ TEVE)enfrentou logo no começo de seu governo duas(2) rebeliões (uma do EXÉRCITO e outra da AERONÁUTICA por motivos políticos..Magnânimo,moderador e generoso, JUSCELINO anistiou a todos…J.K aceitou apoio para vencer as leições de todas as corretes políticas da época, até do comunista LUIZ CARLOS PRESTES,mas, quando foi eleito disse: “NÃO GOVERNO PARA PARTIDOS(POLÍTICOS)E SIM PARA TODOS OS BRASILEIROS”"…E assim se cumpriu e o BRASIL viveu uma época diferente de todas as outras…”OS ANOS DOURADOS”….

  59. José Paulo de Resende

    -

    09/02/2012 às 21:35

    Engraçado não é caro e prezado jornalista Ricardo Setti. Quando eram oposição ( PT e sua turma ) faziam de tudo por uma boa greve e incentivavam a mesma. Agora que são situação são contra e são de uma incoerência tamanha.Tenho certeza que quem estivesse no Poder fosse outro partido que hoje se encontra na Oposição e sempre criticado pelos petistas eles estariam colocando fogo na lenha desta greve. A senhora Dilma ( que ainda presta continência e obedece ao Lula ) não tem competência para governar. Uma decepção como presidente da República. Primeira mulher a governar o Brasil mas de uma total incompetência.

  60. joca

    -

    09/02/2012 às 21:31

    a demagogia de equiparar com os salários do DF é de estarrecer. Aliás, todo o DF é de estarrecer. Para uma população de 2 milhões, tem mais de 100 mil funcionários – salários e benefícios de Finlândia e produtiviade de Zambia.Mais de 100 mil, fora os terceirizados.Essa é a grande “boca”.E fora o resto. Quem paga é o Tesouro Nacional, ou seja nós,os tontos, desde o RS até Roraima.

    Caro Joca, a PEC-300, que estabelece piso nacional salarial para PMs e bombeiros, e já foi aprovada em primeiro turno pela Câmara dos Deputados em 2010, inicialmente previa essa equiparação.

    Depois, sofreu transformações e, por acordo de líderes partidários, combinou-se — sem documento escrito — que o piso não mais partiria dos salários da PM e dos bombeiros do DF, mas seria por volta de 3.500 reais. De todo modo, a emenda à Constituição remete o problema a uma lei futura.

    Abraço

  61. Jorge

    -

    09/02/2012 às 21:31

    Não existe greve para militares!!! O que estão fazendo é MOTIM!!!
    Prende, processa e exonera esse bando de baderneiros, começando pelos líderes, que essa insurgência cessa em pouco tempo.
    Ninguém é obrigado a ser PM, entram através de concurso público, se estão insatisfeitos com o que ganham façam concurso para outras carreiras melhor remuneradas! Que se cumpram as leis nesse país.

  62. PAULO DE TARSO

    -

    09/02/2012 às 21:21

    Como sempre acontece :não se deve acreditar em palavras de petistas ,pois o que eles falam não fazem .Se estão na oposição são a favor do quanto pior melhor , sempre foi assim e sempre será , não tem jeito para este pessoal .

  63. Junior

    -

    09/02/2012 às 21:18

    É uma falta de respeito com o povo brasileiro,com nossa inteligência,a Presidente com seu partido apoiou sempre greve,grevistas estes que sempre incomodou a ordem Publica.Ocupou rua,impedia o transito em horarios de pico,fizeram quebra_quebra,invadiram repartiçoes públicas e privadas,deram comida,transport e apoio aqueles que pertencia a seu grupamento político.

  64. scholo

    -

    09/02/2012 às 21:02

    ´É muito cara de pau, então vamos anular todas as anistias, ai a primeira a ser presa e a delinquente nº 1 Dilma ( a terrorista), nº2 Lula, ( o vagabundo oportunista) , nº 3,4,5… Franklin Martins ( terrorista), Dirceu (terrorista de araque) e etc etc etc.

  65. GalenoJosé de Moraes

    -

    09/02/2012 às 20:54

    A velha impunidade de sempre mas, devemos lembrar que a baderna grevista começou com o pt; Vale lembrar também que a excia petista não foi tão correta assim nos seus tempos de oposição aos governos(sic!) militares. Volto a dizer: se sou governo tudo pode desde que seja de acordo com a minha cartilha mas, se sou oposição, a coisa muda de figura e muito. A história, pra quem lê, ( a verdadeira e não a imposta nas escolas), nos mostra muita coisa que aconteceu. VAMOS PENSAR POVO BRASILEIRO.

  66. Marisa

    -

    09/02/2012 às 20:28

    Ela deve mandar pra cadeia os ministros corruptos que roubam o dinheiro do povo miseravel e famintos . Bolsa familia não resolve o problema da fome,falta de moradia, saude e educaçao. Os corruptos são formadores de criminosos.

  67. carlos mattos

    -

    09/02/2012 às 20:24

    Quem dera se nao tivessem anistiado esta terrorista, estaria nas masmorras ate hoje, e nao teriamos o desprazer de te-la como pau mandado do luladrao, energumeno, nine fingers

    Caro Carlos, a presidente Dilma nã estaria nas masmorras até hoje, porque cumpriu integralmente a pena a que foi condenada.

  68. Jefff

    -

    09/02/2012 às 20:22

    O PT está provando do proprio veneno! Como os governadores do PSDB também querem evitar greves em seus estados um grande acordão entre PT e PSDB está a caminho. Agora um estado seja ele qual for que não consegue pagar R$ 2.000,00 a um policial nem deveria existir. Essa historia de que o Distrito federal paga bem porque é sustentado pelo governo federal é marola. Dos R$ 3.000,00 reais que um policial recebe no DF R$ 1.000,00 reais é custeado pela união o resto é bancado pelo DF.

  69. Almir Bohana

    -

    09/02/2012 às 20:17

    Com Dilma Rousseff é assim. Dança conforme a músi-
    ca. O passado dela não a qualifica a julgar qual -
    quer pessoa ou entidade, ou corporação ou outra
    qualquer reinvidicação.
    Já estou de saco cheio desse pessoal. Corruptos,
    malandros, formadores e dirigentes de quadrilhas, mentirosos, cinicos, canalhas.
    Maior exemplo é o apedeuta e sua gang, da qual
    Dilma faz parte. Só querem roubar e prejudicar
    a sociedade.
    É ESSA A GERONTONA? DE QUE? não tem moral e cacife
    para cobrar nada de ninguém. É uma pobre coitada, de alma e de espirito, que conseguiu enganar o povo
    brasileiro.
    Fora Dilma Rousseff e sus gang.

  70. Dexter

    -

    09/02/2012 às 20:11

    Pois é! Esse é só mais um exemplo do oportunismo de quinta categoria que rege o PT.
    Uma solução saneadora seria passar no JN uma reportagem como essa sua, complementando e esclarecendo uma parcela que não tem acesso ou não recebe outro tipo de informação.
    Com todos os quase 200 milhões de brasileiros informados não tem bolsa-esmola que resista.

  71. Davi

    -

    09/02/2012 às 20:00

    Muito bem! Nos países cujas democracias estão consolidadas, não há greve de militares. De policiais há sim, conforme notícias veiculadas de tempos em tempos. Entretanto, nesses países, os governantes não usam a disciplina militar para matar de fome os seus militares. Seus governantes são responsáveis o suficiente para evitar que seus militares cheguem à miséria. Mas aqui é Banânia, país da jabuticaba, e, vejam só, os governantes não só deixam seus militares e policiais morrerem de fome, como ainda vão fazer turismo quando esses setores estão para explodir, cansados de serem enrolados pelos dignos políticos, e, barrigas próprias e dos filhos roncando, resolvem ir à greve como última alternativa. As greves sempre ocorrerão, toda vez que as condições para sua deflagração surgirem, sejam greves de serviços essenciais ou não. Assim é na Europa, América, Ásia ou qualquer lugar do mundo. Irresponsáveis são os políticos cuja omissão ao longo do tempo faz com que os fatores que levam às greves surjam e se acumulem. Ademais, quem faz greve na polícia é a banda boa, pois depende do salário para viver. Para a banda podre das forças policiais, o salário é bico, pois ganham muito mais com a corrupção. Assim, somos forçados a torcer para que os grevistas da polícia alcancem o salário digno que pretendem. É do interesse da sociedade, do nosso interesse.

  72. ROSANA

    -

    09/02/2012 às 19:23

    Falsa,como todo petista, só isso Setti.

  73. Comunista Até a Alma

    -

    09/02/2012 às 19:12

    Dilminha, minha musa do Foro de São Paulo. Você está fazendo tudo certinho segundo os planos do Foro. Excelente contribuição para o continente soviético!

  74. Comunista Até a Alma

    -

    09/02/2012 às 18:56

    Não queira coerência! Somos comunistas, vemos apenas o nosso lado e o que é bom para nós.
    E foram vocês da esquerda democrática (isso existe só no lápis e papel, jamais na prática) que nos botaram no poder.
    Ôôôôô, a democracia acabou, a democracia acabou, a democracia acabou, ôôÔõÕõÔÔÕÕõÕõÔ!!!

  75. Mari Labbate *44 Milhões*

    -

    09/02/2012 às 18:49

    Mas o Tirano LUIZ I e a Guerrilheira-Tirana, Dilma-Luíza-Estela-Vanda DA SILVA, não foram anistiados? ORA… Olhem para o próprio rabo! TODOS os trabalhadores têm direito à greve! Pelo piso-salarial-militar-nacional, para podermos VIVER! Segurança é Prioridade Máxima, no Brasil! Quem ainda não foi assaltado? Então, será!

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados