Blogs e Colunistas

09/12/2014

às 15:30 \ Política & Cia

ACREDITE SE QUISER, E VEJA O VÍDEO: O MST seleciona jovens brasileiros para cursar Medicina em Cuba. E depois essa turma quer tratar de doentes no Brasil

"O socialismo é o futuro. Espero voltar para meu país e implantar esta semente revolucionária que estou aprendendo aqui e que está me nutrindo"

“O socialismo é o futuro. Espero voltar para meu país e implantar esta semente revolucionária que estou aprendendo aqui e que está me nutrindo”

Post publicado originalmente a 13 de maio de 2013

Campeões-de-audiência“O socialismo é o futuro. Espero voltar para meu país e implantar esta semente revolucionária que estou aprendendo aqui e que está me nutrindo”, diz a garota brasileira no final deste vídeo postado no YouTube por Dárcio Bracarense.

Como outros jovens do vídeo, eles foram selecionados pelo MST — sim, pelo “Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra” — estudar Medicina em Cuba.

Antes de ir, os jovens são “avaliados” pelo próprio MST e pela Embaixada de Cuba no Brasil.

Mérito? Currículo? Passagem obrigatória pelo ensino fundamental, básico, terceiro grau, colegial etc etc?

Não se fala nisso. A única coisa que parece interessar nesse peculiaríssimo método de seleção é o fervor por Cuba.

E depois essa turma vai querer revalidar o diploma para trabalhar no Brasil… Já pensaram?

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado

104 Comentários

  • blindado

    -

    12/12/2014 às 12:57

    O cadáver ambulante fidel copiou a máxima dos nazistas de que repetindo-se uma mentira,você a transformará em verdade.Isso contaminou os idiotas petistas que durante algum tempo enganaram o Brasil e brasileiros;mas,hoje isso é muito manjado,e apenas os idiotas não percebem.A medicina cubana não existe; é uma piada grotesca e cadavérica.O Chávez,apesar de toda sua idiotice inflamada,era macho e coerente com o que defendia:Não procurou o Sírio ou Suíça para se tratar,entregou a sua vida aos curandeiros cubanos…E se fu.eu!.

  • blindado

    -

    12/12/2014 às 12:19

    Vem implantar a tal “semente”aqui perto onde estou camarada inteligente,que tu vai ver como é que se deve tratar ******* ********** que só querem mamar nos frutos do trabalho alheio.Muitos comunistas/caviar acham que o lugar ideal para implantar a tal semente,é em Paris nos Champs Elysées.Por mim,esses obsoletos crônicos podem enfiar a tal semente no furico da mãe; e levá-la para pastar,por ter colocado tamanha imbecilidade no mundo.

  • JOSUÉ

    -

    11/12/2014 às 22:26

    As regras para publicação de comentários no blog, conforme relembrei aos amigos leitores incontáveis vezes, não aceitam textos escritos somente em maiúsculas, em respeito à boa educação, aos leitores e seguindo uma norma internacionalmente praticada na web.
    Como presumo que você saiba, palavras em maiúsculas significam palavras gritadas, não é mesmo?
    99% dos leitores escrevem assim, como neste texto, em maiúsculas e minúsculas.
    Peço que você faça o mesmo das próximas vezes.
    Confira as regras no link http://goo.gl/u3JHm
    Obrigado

  • bolivio maduro

    -

    10/12/2014 às 20:31

    Vamos eliminar esses burgueses e implantar o socialismo bolivariano. Sem papel higienico os burgueses vao se mudar em peso para Miami.

  • Matheus

    -

    10/12/2014 às 18:01

    E eu aqui me matando em cursinho… aiaiai, vou começar a invadir propriedades do Lula lá em Parauabepas-PA, Santana do Araguaia-PA, Benevides-PA, Rio Verde-GO, Barra do Garças-MT, Rondonopolis-MT, etc. Todas elas para que o MST me ajude a ir à Cuba estudar medicina.

  • Simonassi G Eliana

    -

    10/12/2014 às 10:22

    Brasil e Cuba , são países com sistemas diferenciados complexos. Medicina no Brasil e em Cuba , também com critérios diferenciados . Ao falar de Cuba não é como falar de São Paulo, EUA, Inglaterra.Temos aqui em nosso país, as melhores e mais estruturadas universidades que oferecem cursos de medicina. São quase 10 anos da vida de um cidadão que se propõem a fazer o curso e enfrentar uma população bem heterogênea. Portanto quando o assunto da pauta é educação e saúde, viramos o quadro e olha o que se depara: os disparates. Do outro lado, miséria, e falta de educação escolar. O que têm a ver o … com a calça. Ah! mas têm muito a haver para quem não se alimenta bem, para quem toma chazinho da Dona Maria e quando o circo pega fogo procura o médico, quando não sabem nem como descrever aonde dói , quando joga a receita fora porque não têm como comprar ou ganhar do governo, quando coloca a boca no trombone e culpam os médicos na mídia, sem dó e piedade, quando processam eles por negligência… Ora Bolas um país aonde o povo não sabe nem votar, vão ao médico por falta de higiene , cheios de verminoses e viroses? Companheiro, O MST. precisa fazer um Curso de cultura geral, medicina 10 anos e de educação para habilitar esses jovens, antes de doutrina-los. Não vejo ninguém do EUA fazendo curso de medicina em Cuba. TÊM? Se têm , alguma coisa está por trás disso. Os nossos cursos aqui, são bons. Se a intenção é dar oportunidades aos menos privilegiados, bom, mas é preciso como base , educa-los. Verminose virose por falta de higiene é caso de educação . A cartilha é outra meu amigo. Invadir terras é a sua ocupação? E invadir a cabeça do povo com falsas ideologias ? Dizem que não existem perguntas imbecis, mas respostas são as mais diversas. Amigo do Governo, sabe porque os médicos não se fixam nas cidades do interior ? Eles respondem . E muito Bem. Algumas capitais do Brasil já não comportam tanta gente que vêm de fora para tentar viver, buscarem recursos. Isso ficou drástico. O nosso conjunto de problemas é cultural, econômico, governamental… O governo petista gosta mesmo é de colher frutos podres. Esses garotos que vão fazer medicina em Cuba, estão fugindo de quê? E entrando em quê ? Meu amigo brasileiro você pode e deve fazer o seu curso em qualquer lugar do mundo. Se não deu aqui. Ora faça como está fazendo mas venha com competência e sem essa porca ideologia de que Cuba é bom demais? Então fique ai e medique o povo que você abraça. Aqui quem têm excelentes planos de saúde pagam caro, ainda encontram obstáculos e burocracias. Imagine quem quer abrir um consultório? Os miseráveis e semianalfabetos, são acariciados pelo governo no período das eleições. Na atual conjuntura, o a grosso modo digo: a prioridade aqui é corromper, buscar explicações no passado , passar um rolo com água, suja e sabão caseiro no lixo que não foi criado pelo povo , mentir e não criar um projeto de desenvolvimento para os jovens que estão ai sendo doutrinados a revelia , se drogando , cometendo crimes…Se Cuba não têm nada dessas sandices, fique ai. Vai ser melhor para todos. Medicina curativa não funciona aqui. A nossa infecção é outra, nem o antibiótico que o governo deu de graça, graça uma ova, pagamos impostos, não resolve mais nem em dose cavalar. A infecção generalizou-se e foi preciso buscar nos EUA uma ajuda urgente. O sistema imunológico do governo está com um quadro bastante complicado. Não percam a esperança. Tirar as esperanças, as oportunidades dos jovens é crime mas engana-los é muito pior. Enquanto esse governo que culpa A e B pelos desatinos deles estiverem aqui, o retrato é esse. Tanto para nós como para vocês.Os Hospitais de Cuba Como são? Aqui você têm medo de entrar até para tomar vacina. Os médicos? Como podem trabalhar em hospitais postos de atendimentos desaparelhados? ALOOOOOO.

  • razumikhin

    -

    10/12/2014 às 7:44

    Entra sem concurso (comcurçu). A única prova é um exame de comunismo.

  • JB Figueiredo

    -

    10/12/2014 às 1:55

    A ditadura nazipetista bolivariana avanca rapidamente como avisei antes das eleições, se a Dilma fosse eleita. E so uma questão de tempo ate vir a ser obrigatório que brasileiros de vários setores, incluindo forcas armadas e policiais, façam cursos em Cuba para exercer a profissão no Brasil. O projeto de poder do Foro de Sao Paulo envolve toda a America Latina. Esqueçam impeachment porque o congresso e judiciario estão sob controle do nazipetismo. Em breve ficara obvio que realizar eleições e uma perda de tempo. Os favelados de classe media serão atendidos por técnicos de saúde batizados como “medicos” pelo nazipetismo. Cuba tem 22 escolas de “medicina” mas os formandos são sistematicamente reprovados em países que exigem exames para avalia-los. E verdade que Cuba tem cuidados de saúde preventivos muito eficazes mas a qualidade da medicina assistencial e muito baixa. Prevencao e mais eficaz e deveria ser praticada amplamente por governos, como e feito pela Gates Foundation.

  • Bia

    -

    9/12/2014 às 23:55

    Há muitos anos atrás Cuba era realmente exemplo a ser seguido na medicina, mas o tempo passou e pelo que sei hoje, pela boca de amigos cubanos, Cuba já não forma mais bons médicos. Essa história de usar a fama de país avançado nesta area, está fazendo com que Cuba mande para alguns países centenas de médicos sem capacidade para exercer a profissão, podendo por em risco a vida de muitas pessoas.
    A vida em Cuba, como todos sabemos, não é esta maravilha que esses jovens neste vídeo tentam mostrar , se fosse pessoas não se arriscariam morrer para chegar aos EUA. Nos porões das cadeias estão centenas de pessoas presas, pessoas que ousaram fazer oposição aos irmãos Castro. Cuba vive essa ditadura comunista tão reverenciada por nossa presidenta Dilma.

  • Fernando Maciel Rodrigues

    -

    9/12/2014 às 23:13

    Caro Ricardo:
    Fico perplexo diante da nossa passividade.
    Estamos descendo, cada vez mais velozmente, os degraus do progresso, do desenvolvimento.
    Médicos formados em três anos? Hospitais desaparelhados, exceto para o comandante?
    Terão tempo para “estudar medicina”? Estes brasileiros pobres, de bens materiais, e de espírito, também, serão os revolucionários aqui no nosso país? Será que é assim, mesmo? Devo ter entendido mal. Espero. Mas, na dúvida, acautelemo-nos!
    Pobre Brasil!

  • Kitty

    -

    9/12/2014 às 23:06

    Pois é meu caro Ricardo Setti, é o Foro de São Paulo em plena ação…e se não tivermos um Congresso atento e zeloso para manter a democracia em alta, o Brasil seguirá o regime bolivariano-castrista como está acontecendo na Argentina. Estão inculcando o socialismo ou comunismo nos jovens, não mais pela revolução armada, mas pela persuasão e adoutrinamento que ONGs e Movimentos ditos sociais, como o MST estão fazendo…!!! Só de pensar me dá calafrios! Um abração -Kitty

  • Mirta

    -

    9/12/2014 às 20:41

    Ricardo Setti, faz tempo que assisti este vídeo na internet (postado no youtube no primeiro semestre de 2013).
    Seria bom que o jornalismo investigativo fosse atrás para informar se ainda pensam assim.

  • alberto santo andre

    -

    9/12/2014 às 20:33

    tendo tido minha cunhada asistida por um medico cubano na cidade de jandira ,com um tumor nas costas ,que lhe era extremamente doloroso ,e com o mesmo estando aumentando de tamanho e estemedico apenas lhe receitandopomadas e anti inflamatorios ,ate que a filha dela conseguiu uma consulta em um hospital estadual ,onde foi constatado a necessidade de intervençao cirurgica ,que se tornou mais complexa devido o enorme tempo passado ate a cirurgia ;;;;;;;;;;;;;;,e como diz um colega meu ,cirurgiao de um grande hospital aqui em sao paulo,simplesmente corrobando o que se diz em todos os paises onde existem medicos cubanos ,pela qualificaçao e formaçao destes ,os mesmos etao mais para curandeiros que medicos ,pois alguns pages de tribos indigenas conseguem ter mais conhecimento de medicina alternativa quue estes cubanos que si estao ,tanto mais queate agora dos que fugiram para outros paises menos de dois por cento deles conseguiram ter sua revalidaçao do diploma de medicina e assim mesmo apos mais de dois ans fazendo cursos especificos das ares nestes paises ,pois qualidade la e coisa que nao existe em qualquer area da sociedade ,e principalmente em medicina ,tanto mais que o medico cubano que contraiu ebola ,foi tratado na suecia. ,

  • chagas

    -

    9/12/2014 às 19:20

    Caro, faça seu comentário e aborde os fatos que transcreveu no texto que deletei. Este espaço é destinado exclusivamente a comentários dos leitores e não transcreve textos publicados por outros veículos.

  • marize

    -

    9/12/2014 às 17:19

    Porque voces não colocam o video, dos hospitais em Cuba.Mostrem para esses palhaços, no que eles vão se meter. Se for só para dar apalpadelas nos pacientes, está de bom tamanho. O fundo do poço, está longe.

  • Mairalur

    -

    9/12/2014 às 16:27

    Discutiu-se, discutiu-se, os pobres escravos vieram e já fizeram das suas. A última foi um senhor, na Paraíba, ter tido de amputar uma das pernas por erro do competente facultativo hermano.

  • Marcos F

    -

    9/12/2014 às 15:49

    Estes “pobrezinhos” vão olhar alguma coisa sobre terrorismo disfarçado lá em Cuba, e em 3 meses voltarão com o diplominha pronto para validação pelo Planalto.
    Falei pobrezinhos, porque encontrei muitos petistas na Europa, vivendo “à larga”, enviados para os melhores lugares com tudo pago pelo Planalto. Na Piazza della Rotonda, no Pantheon em Roma, num sábado à noite, sentei ao lado de uma petista psicóloga, paga, inventando histórias maldosas dos opositores do governo.
    No avião que fui, tinha um cara que nem sabia português, pago para ir a Torino para estudar. Tudo pago.
    Minha consolação, é que isso não dá certo, e se dá, dá para melhor. O PT nunca conseguirá ludibriar a todos.

  • salvador

    -

    9/12/2014 às 15:43

    JOÃO PEDRO STEDILE,o maior pelego do brasil,um biltre
    que usa os desvalidos pra proveito proprio,o espanto
    é esse sujeito não estar preso,SÓ NO BRASIL”

  • JB Figueiredo

    -

    9/12/2014 às 15:35

    Em breve nao sera necessario revalidar diploma para os formados em Cuba e os brasileiros formados em faculdades no Brasil terao que estagiar em Cuba para poder graduar e exercer a profissao. Viva a republiqueta bolivariana da america latrina!

  • karoline

    -

    26/2/2014 às 17:54

    Olá.gente meu sonho é cursar medicina,mas moro em uma pequena cidade e minha familia não tem condições de pagar para mim adoraria estudar em cuba mas como faço a pré seleção não sei por favor me ajudem adoraria realizar meu sonho e voltar para minha pequena cidade ajudando na saudade de todos,obrigada!

  • rosa oliveira

    -

    4/12/2013 às 22:00

    Vcs deixem o povo em paz. Finalmente o sol brilha para um pobree vai ter a chance de parar de passar fome i vo cs fantasiando o bicho papão

  • Carlos Carneiro

    -

    18/10/2013 às 6:50

    A ordem constitucional em nosso país já era. Em todos os postos de governo tem ogros no lugar de humanos, que estão desconstruindo a democracia e colocando no lugar a ditadura populista.Temos o genocídio instalado que leva a morte violenta 40.000 pessoas por ano. As escolas estão bagunçando e idiotizando as cabeças a partir da infância.Tudo isso que esta acontecendo é profético, mas, o que não sabem é que tudo vai desmoronar e virar pó. Os grupos por trás das organizações internacionais que estão instalando esse caos sabem da profecia – diferente dos humanoides que militam em campo a fim de que a coisa toda aconteça.

  • Bruno

    -

    27/9/2013 às 15:05

    Mentira, reportagem ridícula e tendenciosa. Vocês estariam falando alguma coisa se eles fossem estudar nos Estados Unidos ? Claro que não! Como é em Cuba, esses “babões” dos americanos ficam distorcendo os fatos.

  • Mônica Corrêa

    -

    18/9/2013 às 23:22

    Na hora de se tratar todas as autoridades vão para SP,no Sirio, Einstein…não vão pra Cuba.

  • Agnaldosantosfleck

    -

    23/8/2013 às 16:40

    Não publico nada que pregue, defenda ou seja simpático a uma ruptura da ordem constitucional.

  • SERGIO

    -

    22/8/2013 às 0:23

    Me diverte ver aqui, os neo-liberais defensores da economia de mercado querendo criar barreiras protecionistas aos médicos importados. médico é uma profissão como qualquer outra, infelizmente no Brasil foi mantida como “reserva de mercado” para os ricos, pelo histórico e tradicional status que a profissão confere. Se o Brasil estivesse precisando de Bombeiros (soldados do fogo) ninguém se importaria com a nacionalidade deles (deles também depende nossa vida). Mas não precisamos de bombeiros (por enquanto) precisamos de médicos, e a única solução no momento é a “importação” que na verdade é mais um estímulo a migração, importação é pejorativo, estamos falando de seres humanos. os EUA também “importam” faxineiros do Brasil, é a lei de livre mercado, a máxima expressão do capitalismo, somente gente de “visão estreita” vê algo de comunismo nessa “transação” internacional e capitalista.

  • SERGIO

    -

    21/8/2013 às 23:23

    Foi quebrada a grande barreira finalmente, que venham os médicos cubanos, o Brasil precisa de médicos que saiam de trás da mesa e atuem em campo, visitando pacientes em casa e avaliando as condições de saúde como um todo. chega da medicina laboratorial que somente reconhece diagnósticos computadorizados e tratamento através de remédios produzidos pela indústria farmacêutica internacional com seus pesados royalties. sejam bem vindos cubanos!

  • roberto

    -

    5/8/2013 às 10:04

    Nietzche ficou perplexo e profundamente abalado com o que se sucedeu, em Paris, com a comuna! Houve uma destruiçao de valores mais caros da civilizaçao francesa. Agora estamos nos aqui no Brasil, com essa rale que da as ordens ha quase 11 anos. Da pior especie! Vem muito a calhar tudo isso com essa historia do “Mais medicos”. Absurdo!!!

  • Glória B

    -

    4/8/2013 às 15:40

    Não há problema em estudar em Cuba, Bolívia, EUA, Inglaterra etc. O problema está em acabar com o Revalida, que é uma exigência do próprio MEC. O Revalida é um exame para avaliar se os médicos formados em outros países podem exercer a medicina no Brasil. Esse exame foi aplicado a estudantes de medicina brasileiros da UFRN, que obtiveram 70% de aprovação. A aprovação dos cubanos foi de 10%. Nosso governo, simpático a ditaduras, está tentando emplacar a ideia de importar médicos para resolver o problema da saúde no Brasil. Isso não é política de saúde, é política partidária. O PT tentou aprovar a lei de imprensa para calar a sociedade e não conseguiu. Agora quer trazer médicos para o Brasil, que não irão denunciar as condições precárias do SUS. Quando me formei há mais de 20 anos, os jovem médicos queriam trabalhar no serviço público onde estavam os serviços de qualidade. Hoje, quem vai querer trabalhar no SUS, onde falta tudo e o médico tem que explicar aos doentes o inexplicável? Os jovens buscam empregos na medicina privada, onde a remuneração também não é adequada à profissão, mas as condições paro exercício da medicina são melhores. Lembram do hospital universitário do fundão no RJ, que quase caiu e teve parte do prédio implodido? Não foi por falta de médicos para sustentar o prédio; foi a má administração do governo e do MEC.

  • Leandro Figueiredo

    -

    17/7/2013 às 23:03

    Sr Ricardo Setti, desculpe-me o “Riacardo Setti”.

  • Leandro Figueiredo

    -

    17/7/2013 às 22:16

    Caro Riacardo Setti. De todos os cerca de 6 mil médicos estrangeiros que virão para o Brasil, a grande maioria é de brasileiros que foram se formar na Bolívia e Argentina (os brasileiros que foram estudar na Bolívia podem vir sim, mas os bolivianos não), além dos MST´s de Cuba, em faculdades de fachada, sem hospitais ou até sem laboratórios de anatomia. Após terminarem os 3 anos de permissão de trabalho, por serem brasileiros, vão requerer permissão permanente para exercerem a medicina no Brasil, já que o fizeram por 3 anos, então que mal há em continuarem. Com isso conseguirão driblar a exigência de revalidação do diploma, sem prestarem o Revalida, onde aproximadamente 90% destes “médicos” jamais conseguiriam ser aprovados, nos moldes atuais. Além dos revolucionários do MST, este é mais um dos duros golpes aos alunos que estudaram muito para passar no vestibular, cursaram cerca de 9 anos (graduação + residência), e agora serão obrigados por um governo autoritário a dividirem sua atividade com pessoas que foram para o exterior exatamente por não terem conseguido fazer o mesmo aqui no Brasil. Isso já é um grande indício da insegurança jurídica que enfrentaremos se este governo continuar com seus desmandos autoritários, agora na medicina, no futuro nas demais áreas. Cuidado senhores juízes, o PT já está ensaiando afrontá-los. Ah, outra coisa, eu sou Médico sim, formado no Brasil por uma faculdade de excelência, e com muito esforço pessoal. Sei do que falo. Obrigado.

  • Anderson Silva

    -

    16/7/2013 às 23:53

    Vejo mto ignorante aqui falando que esses mal preparados que vão estudar em Cuba nao sao filhinhos de papai etc e tal… Só sendo descerebrado pra dizer isso afinal nao tem a noção que medico é um dos profissionais que mais faz campanha e trabalho voluntário que já começa na faculdade. Dos 6 anos os 2 últimos já sao em atendimento no SUS de graça, sendo que nas faculdades particulares os filhinhos de papai pagam cerca de 3 mil reais por mês pra atender o povo brasileiro. Aí o animal vem e diz que o medico deixa o povo morrer no interior. Primeiro quem deixa é o governo e segundo que num falta só medico! A pessoa que escreve aqui essas piadas com certeza tem mãos e já que está sugerindo ao médico ir pro interior e abdicar dos seus sonhos de carreira e de vida porque não suja as mãos pra ir construir casa pros desabrigados e leva sua família pra morar num local onde sua esposa não terá emprego e seus filhos não terão escola? Bando de descerebrado petista nojento!

  • Dra. Sandra Regina

    -

    14/7/2013 às 13:06

    Vá passear em Cuba, doutora, e me deixe em paz.

  • Trivela

    -

    14/7/2013 às 6:49

    Já existe a universidade do MST. Já existem as bases legais para que os “movimentos sociais e partidos” indiquem pessoas para o ingresso nas universidades federais – fora do vestibular. A cota de inclusão é uma clara brecha nesse sentido. Não podemos esquecer que no modelo cubano o ingresso na universidade DEPENDE da ADEQUAÇÂO SOCIAL do aluno – nota no “vestibular / processo seletivo” relativa a adesão do aluno ao regime (seu valor social). Sem “indicação”, ninguém estuda em Cuba.

  • Danilo

    -

    13/7/2013 às 22:22

    Caro Ricardo Setti, este é mais um “Acordo de cavalheiro” que será, a todo e qualquer custo, cumprido. Busque pelos argumentos contra a vinda dessas pessoas e verá que essas tentativas de trazê-los se iniciaram em 2010 quando o exame Revalida foi “fabricado” pelo Ministro Padilha (e sabidamente pré-candidato de São Paulo) e o Fernando Haddad, curiosamente no ano de formatura da primeira turma. O índice de reprovação nos testes desses “militantes” é de 92%. E tenha certeza de uma coisa: eles virão de algum jeito, o acordo de cavalheiro com Cuba NUNCA será quebrado. Repito: NUNCA será quebrado. Existem 3 formas de se burlar um concurso: com as respostas prévias; auxílio durante a prova; gabarito preenchido; e acesso ao servidor. Aguardem!

  • Ismar Gavilán

    -

    13/7/2013 às 19:57

    porque será que não consigo ver o vídeo? dá sempre problema, estranho…

    Acabo de testar e, em meu computador, assisti ao vídeo perfeitamente. Talvez seja algo com sua aparelhagem.
    Boa sorte e um abraço.

  • Adriana

    -

    27/6/2013 às 21:42

    O PT está ha anos tentando trazer esses médicos de Cuba, pois foi um acordo com o MST. Enquanto não temos investimento em qualidade de atendimento e gestao de gastos. Não fará diferença termos três médicos assistindo um paciente se o mesmo não tiver um leito limpo, gaze para fazer curativos, remédios pra tratar a dor ou a infecção. Na maioria das ezes colocam a culpa da falta de atendimento, por falta de médico, mas não dá para atender sem maca de atendimento, não dá para internar, sem leitos. Então muitos médicos escolhem ficar nos grandes centros e se submeter as regras dos planos de saúde, a se aventurar nas regiões pobres do Brasil, mesmo com altos salários, pois é proibido praticar curanderismo.
    A Dilma usou de oportunismo as reivindicações de saúde e tenta trazer esses médicos, sem necessidade de revalidação dos diplomas. Isso porque é para atender os pobres, duvido que ela aceitaria ser atendida por um desses formandos.

  • Regilmar

    -

    27/6/2013 às 18:04

    Parabens aos alunos do MST por ter essa coragem de sair do seu país para procurar se preparar melhorar e assim ajudar o nosso Brasil.

  • jm

    -

    11/6/2013 às 18:56

    Quem paga a conta.

  • Milton Simon Pires

    -

    7/6/2013 às 11:00

    Caro Milton, desculpe-me, mas as regras do blog vedam a transcrição de íntegras de textos publicados em outros veículos. Não posso abrir exceção.
    Abraço

  • Danilo Morais

    -

    7/6/2013 às 6:10

    Primeiramente, ao Milton Simon Pires: meu caro, não exagere as proporções, por favor! Esta teoria da conspiração realmente é muito fantasiosa para nossa realidade brasileira, não faz o menor sentido considerando que o PT é o partido socialista menos socialista da história.

    Agora, não vejo problema algum do MST financiar estes estudos, mesmo por que estes estudantes muito provavelmente NÃO trabalharão na rede de saúde privada, pois estão estudando em Cuba, um país socialista, portanto deverão trabalhar para o povo, e não apenas para quem paga.
    Se tratando da medicina preventiva, acho justo que estes profissionais, quando retornarem ao Brasil, trabalhem em postos de saúde que atendem as regiões mais carentes, que de certa forma apresentam bastante atraso em relação aos hospitais de ponta, igualando-se então às condições cubanas de se praticar medicina.
    A questão que fica é a seguinte: será que os salários da rede pública de saúde manteriam estes profissionais?
    Eu realmente não sei, mas descarto moralismos e a meritocracia como contra argumento, uma vez que o país carece, E MUITO, de médicos em todos segmentos da área de saúde.

  • irma morais

    -

    6/6/2013 às 16:24

    Muito positivo mandar estudar em cuba e depois voltar para trabalhar no Brasil.Não é assim que fazem filhinhos de papai que vão estudar em outros países com $$$$ do papai ou outros jovens com bolsa do governo?

  • doug

    -

    4/6/2013 às 22:17

    Esquerdista é isso. Gente frustrada, medíocre e que se acha mais do que é. Não se adapta e quer que o mundo o engula. Quer um mundo só de medíocres para não sentir inveja de ninguém.

  • Milton Simon Pires

    -

    4/6/2013 às 14:15

    Monitorização de Pacientes – O desgosto de ser Médico no Brasil

    Para todo mundo que é medico, monitorizar pacientes significa conectá-los a equipamentos eletrônicos capazes de fornecer, em tempo real, os seus sinais vitais. Pressão, frequência cardíaca, respiratória, e temperatura nos são apresentados de uma maneira contínua com o objetivo de saber como estão evoluindo os doentes. Há quem diga que, dentro de uma unidade de terapia intensiva, a quantidade de oxigênio carregada pelo sangue é o chamado “quinto sinal vital”.
    Fiz essa introdução para dizer que a medicina do Brasil petista acaba de inventar um sexto parâmetro a ser levado em conta – a monitorização política dos doentes. Li, estarrecido, que a presidente Dilma Rousseff tem em seu computador a possibilidade de ver, em tempo real, como estão sendo atendidos os doentes nos serviços de emergência em doze grandes hospitais brasileiros. Nem mesmo George Orwell, em “1984”, foi capaz de imaginar algo assim! Não vou aqui gastar a paciência do leitor escrevendo sobre a privacidade das pessoas, a sensação de insegurança provocada nos profissionais ou o custo desse tipo de coisa. Um governo que vigia médicos, enfermeiras, técnicos de enfermagem e, por último mas em primeiro lugar – pessoas doentes, não merece que eu escreva sobre isso. O que precisa ficar claro, e esse é o objetivo do artigo, é a gravidade de uma medida assim quando colocada no contexto dos demais atos do Partido-Religião.
    Em 10 anos de governo, o PT desarmou toda população brasileira que, sem ter como se defender ficou a mercê do crime organizado, propôs formalmente o controle do judiciário pelo congresso nacional em represália a Ação Penal 470 e vem, sistematicamente, destruindo os valores da família brasileira com campanhas abertas em favor do aborto, do casamento gay e da facilitação total do divórcio. Afirmo, mais uma vez, que se aproxima o momento da liberação geral das drogas por parte do PT. Quem controlar a massa de viciados há de ter controle total do país.A atual campanha contra a internação involuntária, feita com a ajuda de pseudomédicos (na verdade militantes do partido) serve para acelerar esse processo. Mantendo estas pessoas nas ruas o governo esconde a falta geral de leitos hospitalares para qualquer tipo de internação, mantém um mercado consumidor permanente para seus aliados no narcotráfico, e cria mais uma polêmica capaz de distrair a sociedade dos seus verdadeiros problemas.
    Gostaria de propor à presidente da república que instalasse dentro de seus ministérios câmeras para que os doentes que estão nos serviços de emergência pudessem assistir o que fazem seus ministros, ideia sugerida por um colega de profissão, e que não deixa de ser genial.
    Vigiando aquilo que não deve e fechando o olho para o que é gravíssimo, Dilma apresenta-se agora como a nossa grande líder capaz de controlar como o “povo” está sendo atendido por aqueles que não tem mais o direito de serem incluídos nessa classificação – profissionais de saúde que, de tão desonestos e perigosos, precisam ser vigiados constantemente como os piores bandidos!
    Chegou a época da Big Sister salvar o Brasil, não só trazendo médicos cubanos, mas também vigiando os brasileiros – cereja que faltava no bolo de desgosto que é fazer medicina no Brasil petista.

    Porto Alegre, 3 de junho de 2013

  • Nando SP

    -

    4/6/2013 às 7:03

    Vão confundir os bisturis com as foices e martelos?

  • Paulo Marques

    -

    3/6/2013 às 17:14

    Pessoal, sejam sensatos, pelo menos. O curso de medicina oferecido pelas universidades de Cuba está entre os melhores do mundo.
    A burguesia brasileira, desesperada por sua constante perda de espaço e influência, ataca tudo sem nenhum critério ou discernimento.
    O socialismo ainda não se aplicou como uma forma libertadora, mas o capitalismo só causa pobreza e destruição.

    Em Cuba inteira, somados, meu caro, não existem 2% dos aparelhos de última geração para exames de todos os tipos existentes apenas nos hospitais Sírio-Libanês e Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo.
    A medicina de Cuba inteira, somada, não produz o volume de pesquisas feitos pelo Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.
    A medicina de Cuba é basicamente preventiva. A curativa está 20 anos atrás dos hospitais de ponta do Brasil.

  • denizania

    -

    30/5/2013 às 18:23

    a medicina em cina mutas coisa tipo,cirugia quero oprende, muito mais sobre a medicina pós pretendo passa no curso que estou fazendo para logo, logo mim torna uma medica ortopedista
    espero te muitas dica sobre a medicina.

  • Jujuba Salgada

    -

    30/5/2013 às 12:19

    Como tem jovens sem nada na cabeça ,são recrutados por um movimento terrorista o MST ,sustentados pelo PT e as Farcs .Vamos guardar bem os nomes destes futuros zumbis-socialistas.

  • Anderson Rodrigues

    -

    30/5/2013 às 9:25

    “Cretinagem”… Que reportagenzinha cretina…

    Não deletei seu comentário, como deveria, para que os demais leitores vejam seu nível.

  • João Leopold

    -

    27/5/2013 às 11:39

    É estranho esta lenda que Cuba é evoluída na medicina tanto preventiva como a imediata. Os arautos propagadores desta lenda procurem uma máquina de ressonância, tomografia e outros. Dentista lá ainda utiliza aparelhos de baixa rotação.
    MST escolhendo quem poderá fazer curso de medicina? É um programa de humor?

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados