Blogs e Colunistas

22/01/2014

às 0:01 \ Política & Cia

A nova corrida do ouro em Serra Pelada — sem as tensões, o sofrimento e as cenas bíblicas dos anos 80

Operários da mineradora canadense no túnel escavado recentemente em Serra Pelada. A terra rica em partículas de ouro será retirada e levada à superfície por máquinas (Foto: Antônio Milena / Milenar)

Operários da mineradora canadense no túnel escavado recentemente em Serra Pelada. A terra rica em partículas de ouro será retirada e levada à superfície por máquinas (Foto: Antônio Milena / Milenar)

Reportagem de Leonardo Coutinho, de Curionópolis, publicada em edição impressa de VEJA 

Texto originalmente publicado a 12 de novembro de 2012

A NOVA CORRIDA A SERRA PELADA

No local onde existiu o maior garimpo do mundo, ainda há muito ouro. Em 2013, esse tesouro começará a ser explorado de forma organizada e com o uso de tecnologia moderna

Vinte e cinco anos depois do fechamento do maior garimpo do mundo, Serra Pelada voltará a produzir ouro. No lugar dos 100.000 homens de todas as partes do Brasil que se amontoaram nos terraços enlameados de uma cratera cavada no sul do Pará em busca do metal precioso, em condições precárias, haverá máquinas modernas operadas por funcionários com carteira assinada e protegidos por equipamentos de segurança.

 

Nos anos 80, a terra retirada no garimpo era carregada em sacos no ombro dos garimpeiros e a escavação se fazia com pás e picaretas (Foto: Luis Novaes - 1982 / Folhapress)

Nos anos 80, uma cena bíblica: a terra retirada no garimpo era carregada em sacos no ombro por milhares de garimpeiros, e a escavação se fazia com pás e picaretas (Foto: Luis Novaes – 1982 / Folhapress)

Em vez de garimpeiros agachados em frente a uma fogueirinha fervendo mercúrio em uma panela para separar as partículas de ouro da terra, serão utilizados complexos processos não poluentes de decantação, flotação e fundição para produzir barras de ouro de 25 quilos com 80% de pureza.

Nas próximas semanas, a mineradora canadense Colossus Minerals, que está investindo 700 milhões de reais em Serra Pelada, concluirá a medição da reserva ainda intocada, que escapou às escavações artesanais dos garimpeiros na década de 80.

SEM MERCÚRIO -- No processo industrial, a separação será feita com técnicas não poluentes como a decantação e a fundição -- na foto, em fase experimental (Foto: Antonio Milena / Milenar)

SEM MERCÚRIO — No processo industrial, a separação será feita com técnicas não poluentes, como a decantação e a fundição — na foto, em fase experimental (Foto: Antonio Milena / Milenar)

Em 2010, quando a cooperativa dos garimpeiros ganhou do governo federal o direito de retomar a exploração de seu tesouro, os técnicos do Ministério de Minas e Energia estimaram em 50 toneladas a quantidade de ouro ainda existente no local. Se o cálculo se confirmar, será mais do que se conseguiu extrair nos sete anos em que o garimpo funcionou, entre 1980 e 1987 (40 toneladas).

Os velhos métodos, contudo, não servem mais. O ouro remanescente encontra-se misturado em uma camada de argila, a 200 metros de profundidade, que se estende a sudoeste da cratera aberta nos anos 80.

Os garimpeiros não sabiam disso e, depois de retirar o ouro que estava mais próximo à superfície, continuaram cavando na vertical. Em vão.

Eles já não conseguiam encontrar uma quantidade significativa do minério e acabaram atingindo um lençol freático, que começou a inundar o garimpo. O governo, então, mandou interromper as atividades no local.

COM MERCÚRIO -- Na década de 80, os garimpeiros usavam metal tóxico para isolar o ouro das impurezas (Foto: Claudio Laranjeiras)

COM MERCÚRIO — Na década de 80, os garimpeiros usavam metal tóxico para isolar o ouro das impurezas (Foto: Claudio Laranjeiras)

Para retomar a exploração, a cooperativa teve de criar a Serra Pelada Companhia de Desenvolvimento Mineral, uma joint venture com a empresa canadense. Os 38.000 garimpeiros cooperados não precisarão fazer nada além de dividir entre si 25% dos lucros da operação.

Na Vila de Serra Pelada, situada no município de Curionópolis, há uma gameleira de 15 metros de altura que serve de ponto de encontro de homens que há trinta anos sonham com a reabertura do seu Eldorado.

A árvore ganhou o apelido de “Pau da Mentira”, por causa das histórias improváveis contadas à sua sombra, mas bem que agora poderia ter seu nome mudado para “Pau da Esperança”.

CLIQUE NA IMAGEM PARA VÊ-LA EM TAMANHO MAIOR

José Mariano dos Santos, de 58 anos, acredita que a nova fase de Serra Pelada poderá garantir a ele e seus colegas uma renda mensal de 20.000 reais. No passado, Santos chegou a acumular 411 quilos de ouro, o equivalente a 47 milhões de reais em valores atuais, o que fez dele o segundo homem mais rico do garimpo.

Esbanjou tudo em festas, em viagens extravagantes e em investimentos desastrados. Hoje ele sobrevive do salário mínimo que recebe como aposentadoria.

Os representantes da mineradora se preocupam com as expectativas dos seus sócios brasileiros. “Não temos dúvida de que esta mina tem potencial para se tornar uma das mais produtivas do mundo, mas infelizmente não será capaz de enriquecer esses 38.000 homens”, diz a canadense Ann Wilkinson, vice-presidente da Colossus.

ALAGADA -- Na cratera escavada nos anos 80, os garimpeiros que eram donos de "barrancos" contratavam outros homens para ajudá-los a retirar a terra com ouro. O lago que se formou no local tem uma área equivalente à de dois estádios do Maracanã (Foto: Antonio Milena / Milenar)

ALAGADA — Na gigantesca, impressionante cratera escavada nos anos 80, os garimpeiros que eram donos de “barrancos” contratavam outros homens para ajudá-los a retirar a terra com ouro. O lago que se formou no local tem uma área equivalente à de dois estádios do Maracanã (Foto: Antonio Milena / Milenar)

Para atender à remuneração sonhada pelos garimpeiros, a mineradora teria de atingir uma média de extração anual dez vezes a das principais minas do mundo. Isso é impossível, mesmo com a alta concentração de ouro que os técnicos estão encontrando em Serra Pelada.

A média confirmada até agora é de 20 gramas de ouro por tonelada de terra. Em comparação, a média na maior mina em operação no Brasil, em Paracatu, em Minas Gerais, é de 0,45 grama por tonelada.

Durante a fase de prospecção, os geólogos descobriram que as imagens de enormes pepitas de ouro, que ajudaram a fomentar a corrida a Serra Pelada nos anos 80, não se repetirão. Essas pedras já eram raras naquele tempo, e, agora, mais ainda.

Cada terraço retangular é um "barranco", medida de propriedade dos garimpeiros na década de 80 (Foto:  Grislaine Morel / Gamma)

Cada terraço retangular é um “barranco”, medida de propriedade dos garimpeiros na década de 80 (Foto: Grislaine Morel / Gamma)

O ouro em pó que sobrou está diluído no solo argiloso. Para que se chegue aos pontos de maior concentração do metal, foi construído um túnel de 1 600 metros de extensão e 5 metros de largura.

Mesmo que haja alguma pepita em meio às 150 toneladas de terra que serão recolhidas diariamente por pequenas escavadeiras, ela acabará triturada no processo mecânico de separação do metal.

A dificuldade técnica e o alto custo da extração na “nova” Serra Pelada são compensados de duas formas. Primeiro, o ouro não é o único tesouro do local.

Há quantidades significativas de platina e paládio, metais de grande valor industrial e para a confecção de joias. “Só são conhecidas outras duas minas no mundo onde o ouro vem acompanhado desses metais”, diz o presidente da Colossus, o canadense Claudio Mancuso.

NOVA ILUSÃO -- O garimpeiro José Mariano dos Santos, o Índio, achou 411 quilos de ouro, tornando-se um dos homens mais ricos de Serra Pelada (no detalhe, no auge). Perdeu tudo. Ele sonha em receber 20.000 reais mensais com a parcela que lhe cabe na repartição dos lucros da mineradora com a cooperativa dos garimpeiros

NOVA ILUSÃO — O garimpeiro José Mariano dos Santos, o Índio, achou 411 quilos de ouro, tornando-se um dos homens mais ricos de Serra Pelada (no detalhe, no auge). Perdeu tudo. Ele sonha em receber 20.000 reais mensais com a parcela que lhe cabe na repartição dos lucros da mineradora com a cooperativa dos garimpeiros

A segunda compensação é a crescente demanda pelo ouro, motivada pela desvalorização do dólar e pela instabilidade nas bolsas de valores. No ano passado, o metal acumulou uma alta de 16%, enquanto o índice Bovespa caiu na mesma proporção, e os bancos centrais compraram 440 toneladas de ouro, quase seis vezes mais do que em 2010.

O aumento da procura fez o preço da onça troy (equivalente a 31 gramas) saltar de 300 dólares, em 1998, para 1 710 dólares, na semana passada.

Da preferência dos investidores do século XXI à febre que levou milhares de brasileiros a abandonar a família para tentar a sorte em Serra Pelada nos anos 80, o ouro é desejado por uma razão simples. Ele é raro. Todo o ouro já extraído no planeta, 160.000 toneladas, caberia em apenas 64 piscinas olímpicas.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado

72 Comentários

  • alexandre

    -

    21/11/2014 às 22:57

    como faso para me candidata a garimpeiro

  • mauro

    -

    8/10/2014 às 16:53

    do mesmo jeito que fizeram com serra pelada tao fazendo com a telexfree… por isso q p PT ta fora

  • mauro

    -

    8/10/2014 às 16:51

    o governo sao tudo um bando de sem vergonha, tomando o ouro dos pobres!

  • eudo alves 30-09-2014

    -

    30/9/2014 às 14:58

    para m tem q essas pessoas,firma devolver logo o que e dos dos garimpeiros(serra pelada) 0bs tem q parar de ficar enrolando e devolver p eles, pois e de direito.

  • Paulo Mosca

    -

    29/9/2014 às 13:39

    Creio que ainda há muito ouro em serra pelada. Meu pai já garimpou por lá nos anos 80, foi malandro, ralou uns 3 anos e adquiriu imóveis na epoca aqui no RJ. Hoje ele tem um fortuna avaliada em 15 milhões. Estamos pensando em comprar um terreno em serra pelada e fazer escavações clandestinas… Meu pai era apaixonado pela Rita Cadilac.

  • maycon

    -

    28/8/2014 às 12:12

    isso que e complicado quando si acha uma riqueza ou quando si tem o governo sempre d um jeito de privatizar ou si apossar do que vc tem ,na verdade so temos uso e fruto porque quando si tem algo de valor desapropriam e vc perde .ouro nosso sendo retirado por empresa de fora !

  • valter helio webber

    -

    23/7/2014 às 19:06

    é uma pena que foi entregue serra pelada .deveríamos nos brasileiros ,organizado e elaborado uma forma de exploração humana e racional com divisão justa de lucros entre garimpeiros e governo.Mas aqui é brasil……

  • malon brelaz

    -

    25/6/2014 às 15:31

    prami o ouro,e dos brazileiros,ou dos garimpeiros da serra pelada.
    prami a palavra garimpeiro vem do garimpo,onde os garimpeiros trabalham a terra com suas proprias mao,e ai que ta a graça ea emoçao de ser um garimpeiro.pos e ali que ta o sonho de algus.

  • MARLON BRELAZ

    -

    25/6/2014 às 14:58

    As regras para publicação de comentários no blog, conforme relembrei aos amigos leitores incontáveis vezes, não aceitam textos escritos somente em maiúsculas, em respeito à boa educação, aos leitores e seguindo uma norma internacionalmente praticada na web.
    Como presumo que você saiba, palavras em maiúsculas significam palavras gritadas, não é mesmo?
    Confira as regras no link http://goo.gl/u3JHm
    Obrigado

  • gilmar lima nunes

    -

    15/5/2014 às 17:26

    Boa tarde , o CCBM na UHE BELO MONTE e o OURO de SERRA PELADA é mais um desvio do PT quem tem coragem denuncia.
    Atenciosamente,
    Gilmar lima nunes
    86 – 8881-5444

  • gilmar lima nunes

    -

    15/5/2014 às 17:20

    Boa tarde , o CCBM na UHE BELO MONTE **** *** ***** a folha de ponto dos funcionários e o governo federal sabe disso , agora vem essa empresa CANADENSE dizer que está falida é mais um golpe do PT , quem nunca comeu mel no dia que come se lambuza vão todos parar na cadeia se AÉCIO for eleito.

  • reginaldo

    -

    9/5/2014 às 19:08

    na verdade eu quero é que todos eles vao é se fuder, se aiki ta milionario é porque o pai dele foi inteligente, enquanto os trouxas ficaram la se fudendo ..agora me diz quem trabalha fica rico????que eu saiba nao….vejo so filho de politico e traficante em, colegio particular, fazendo faculdade ,enquanto o cara que trabalha 10.12 horas por dia so se fudendo…….

  • yago

    -

    6/5/2014 às 12:32

    mais uma ves ha uma esperança no fundo do tunel boa sorte para eles

  • sou vitor dias de carvalho

    -

    24/4/2014 às 16:43

    Procuro ulices dias de carvalho que foi pro garimpo na década de 80 se alguem souber alguma informação favor me informar (31)9843 0762

  • Maria aparecida dasilva

    -

    23/4/2014 às 17:33

    Por favor se algum garimpeiro que conheceu dois irmão gêmeo moreno José Luis e jequinha por favor ligar para 11968772210 1147558425 sou filha dele e já tem muitos anos que nao vejo mas ou menos nos anos 1980 que eles foram pro garimpo ate aí nao sei se estão vivos ou já falecerão obrigada

  • fernanda

    -

    23/4/2014 às 14:41

    nao podia fazer isso e muito feio sor porque tinha ouro

  • Maria aparecida dasilva

    -

    14/4/2014 às 21:19

    oi vera Lucia da Silva negrão meu pai se chama José Luis da Silva e seu irmão gêmeo e o zequinha sou do Paraná campo Mourão minha mãe se Chama Joana josefa de Carvalho tenho 2 irmãos marcelo. E Luiz que me lembre vc e minha prima Verinha eu lembro que tinha o padrinho do meu irmão taide ele era seu tio vendia mel se for vc Vera moro em sao Paulo itaquaquecetuba rua Londres 36 pq Macedo Cp 08595360 tel 01147558425. Cel oi 968772210 bjs

  • sintia

    -

    30/3/2014 às 15:08

    Boa tarde meu avô foi para sete garainpo 30 anos atrás o nome dele e JOVINIANO MEDEIROS DA SILVA se vçs teivere contato dele entre em contato por favor.

  • Sergio Ribeiro Lobo

    -

    20/3/2014 às 9:28

    Gostaria de solicitar ao orgão competente que preste conta a população Brasileira, do NIOBIO TUNGUISTENIO URANIO OURO. Que é publico e notorio em nosso pais que sai por debaixo do Pano. Aos politicos que tem um pingo de compaixão com os brasileiros enteder que quem esta no poder é a população, não os servidores publicos. Porque não podemos explorar o que nos pertence, caminhando com nossas pernas e arrancando com nossos braços. Tenham um pingo de respeito por vocês mesmo e concideração com os brasileiros, não destrua o nosso pais que é tão lindo, com incopetencia e irresponsabilidade, não deixe que o complexo de inferioridade de vocês politicos destrua os Brasileiros. Roupa suja lava em casa porque dividir com estrangeiros. Esta manifestação não significa que estou generalizando. Obrigado pela atenção.

  • vera lucia da silva negrao

    -

    11/3/2014 às 19:20

    Eu sou da seguinte opinião, mesmo sendo leiga sobre o que aconteceu em serra pelada, o brasileiro precisa ser Patriota lutar pelo que é seu proteger seu País,parar de se lamentar depois de ser lesado se atualizar não se vender por tão pouco.

  • vera lucia da silva negrao

    -

    11/3/2014 às 19:09

    peço que se algum garimpeiro que ler esta coluna e tenha conhecido dois irmãos gemeos; Jose e Zequinha que chegaram em Serra Pelada em 1980 +- com suas famílias me deêm noticias se souberem dos mesmos.Desde já
    agradeço.

  • Thiago

    -

    11/3/2014 às 18:45

    As regras para publicação de comentários no blog, conforme relembrei aos amigos leitores incontáveis vezes, não aceitam textos escritos somente em maiúsculas, em respeito à boa educação, aos leitores e seguindo uma norma internacionalmente praticada na web.
    Como presumo que você saiba, palavras em maiúsculas significam palavras gritadas, não é mesmo?
    Confira as regras no link http://goo.gl/u3JHm
    Obrigado

  • redleh

    -

    8/3/2014 às 0:41

    Mude essa linguagem cafajeste para publicar algo neste espaço,meu caro, porque o blog não é lata de lixo.

  • LCDM

    -

    2/2/2014 às 13:21

    A empresa “ALL ORE” pode assumir os negócios segundo fontes não oficiais. codigo da empresa na bolsa de valores.: AORE3.

  • edeni

    -

    1/2/2014 às 1:32

    Acho que já se esperou muito tempo e agora deveria ser resolvido, mais meu ponto de vista acho que o garimpo é dos garimpeiros

  • Paulo J

    -

    1/2/2014 às 1:05

    Temos que colocar para fora de nossas divisas esses Canadenses, e devolver a quem de direito ” O povo brasileiro”
    O GOVERNO VINGE não ver!
    VERGONHA!!!!!

  • nelio

    -

    27/1/2014 às 1:05

    o Brasil esta sendo Roubado

  • maria celia

    -

    26/1/2014 às 3:12

    Quanto tempo esperamos para que se tornasse público o já sabíamos a tanto tempo, os garimpeiros e suas famílias sendo enganados durante todos esses anos sem que a justiça atuasse com veemência e nos dessem o devido valor. esperamos que agora as coisas andem no mais pleno caminho da justiça e nos conceda pegar no que nos pertence de fato e de direito.

  • Eder/Paulista

    -

    26/1/2014 às 1:19

    Trabalhei em serra pelada de 1983 até 1985 tenho minha carteira do Garimpo de Serra pelada e do sindicato. Dos garimpeiros e também foto que provam que trabalhei na cava ,tenho algum direito a receber?
    Grande abraço

  • edclei

    -

    25/1/2014 às 9:37

    Porque deram pra uma empresa de fora tirar ouro
    Era pra ter deixado os garimpeiros trabalhando, colocava uma empresa brasileira e deixa os homens trabalhando normal
    Mas Brasil e isso ,alguém tem que ta ganhando por fora

  • tonny

    -

    25/1/2014 às 0:27

    Grande abraço e exelente reportagem

  • tonny

    -

    25/1/2014 às 0:26

    Como sempre os mais pobres sendo passado pra tras para mim os trabalhadores da antiga mina e suas familias tinham que ser beneficiadis e logo pois ja se passaram 25 anos irão ter que passar mas quantos pra isso acontecer

  • erica

    -

    24/1/2014 às 13:28

    bando de bestas seus pais avos que trabalharam em serra pelada já morreram e só vocês i la na amazônia que vocês van ver eles ta

  • penha

    -

    23/1/2014 às 12:16

    eu sou filha de um garinpeiro chamado domingos cardoso da cruz ele sumil sera que eu tenho direito de ser indenizada com estes 25% e tanbem gostaria de encomtra meu pai q nao vijo a mais de 20 anos guando ele sumil nois morava en vila valerio es minha mae desse q tudo q eles tivero foi atraves do garinpo ala disse q ele ficava ate 3 meses no garinpo so q ela veio nae pra capital de vitoria e nunca mais eu vi meu pai se alguem tiver noticia dele entra em contato no Email estou aguardando

  • Eder/Paulista

    -

    23/1/2014 às 0:58

    Trabalhei em Serra Pelada 82 até 85 será que tenho direito a aposentadoria ?tenho a carteirinha da Serra e a do sindicato que prova ,
    Grande abraço
    Eder
    Donbei@bol.com.br

  • virgulino peixeira

    -

    22/1/2014 às 21:00

    Uai, so! A empresa canadense faliu portanto nao vai ter dinheiro para ninguem. Mais um sonho que acaba em triste realidade.

  • Andrei Solano

    -

    22/1/2014 às 12:06

    não se pode mudar a direção do vento; mas pode se ajustar as velas…

  • Ismael Pescarini

    -

    22/1/2014 às 11:41

    Prezado Setti, as cartas abaixo são um enorme manancial de dramas que poderiam rendem, somente elas, um bom romance. Uma grande bola dentro esse post.

  • Eduardo

    -

    22/1/2014 às 8:36

    “José Mariano dos Santos, de 58 anos, acredita que a nova fase de Serra Pelada poderá garantir a ele e seus colegas uma renda mensal de 20.000 reais. No passado, Santos chegou a acumular 411 quilos de ouro, o equivalente a 47 milhões de reais em valores atuais, o que fez dele o segundo homem mais rico do garimpo.”
    .
    Não me interessa se José gastou tudo. Era dele, e ponto final. Posso achar que fez besteira. Mas isso não vem ao caso.
    .
    Interessa-me saber, e gostaria de ouvir a opinião abalizada de quem entende, a razão pela qual 38 mil garimpeiros têm direito. Estou dizendo que não têm? Não, estou perguntando por que são sócios!
    .
    Certamente deve haver boas e sólidas razões jurídicas, social é que acho não existir, ainda que possa ser uma atitude notável da empresa Canadense.
    .
    A propósito, o Sr. José quando deitava a rolava com 411 quilos de ouro foi tão generoso quanto “… sonha em receber 20.000 reais mensais com a parcela que lhe cabe na repartição dos lucros da mineradora com a cooperativa dos garimpeiros”?

  • analista de mercado

    -

    22/1/2014 às 2:36

    Infelizmente a Colossus Mining entrou em concordata em 14 de janeiro 2014. O pau da mentira continua de pe.

  • Antonio Caldas

    -

    24/12/2013 às 20:57

    Também desde 2008, também aqui na reserva garimpeira em carnaíba – Bahia, quase nos aplicaram o mesmo golpe que conseguiram aplicar nos garimpeiros de Serra Pelada. Violaram nossa concessão de lavra ministerial, para concederem o nosso garimpo para a cooperativa CMB, nos manifestamos a tempo, e hoje na 17º Vara de Justiça Federal em Brasília, em breve será restaurada nossa Portaria 119/1978. Mai detalhes acessem o blog: cooperativa-ccga.blogspot.com.br

  • alessandro zampollii

    -

    3/11/2013 às 10:02

    acho engraçado que a record ea globo etc nada falem sobre esse assunto,sera medo.

  • Francisco

    -

    20/7/2013 às 0:04

    Dirija-se ao diretor da revista VEJA, Eurípedes Alcântara, pelo email veja@abril.com.br
    Você não tem que exigir nada, mas pode, sim, sugerir.

  • Thelmo de castro

    -

    25/6/2013 às 21:09

    Espero q esta firma canadence, seja justa c os garimpeiros, pois eu sei eles não tem uma visão correta do certo e do errado, quando se fala em ouro se transforma começão a viver em outro mundo o mundo da ilusão, digo porque já passei por isso, mas me curei.

  • vitor (fogoió)

    -

    13/6/2013 às 10:35

    fui garimpeiro e trabalhei no barranco do velho Camilo que tinha um filho, o Raimundo que capotou uma brasilia na estrada que ia para a serra dos carajás logo depois do trinta. que foi quem descobriu a serra pelada pois, ele era amigo do Genésio dono da fazenda.eu perdi minha carteira que era num 21.940 será que eu Tenho algum direito?? ao menos de aposentadoria. se alguém puder me ajudar, eu agradeço

  • vera lucia da silva negrao

    -

    11/5/2013 às 19:44

    procuro meus tios são gêmeos Jose luiz e Zequinha forão para Serra Pelada, com suas espossas e filhos JUaninha e Celina em 1978 +- e nunca mais ouvimos falar deles favor quem souber deles (11)27429579.sp

  • antonia m.vale lima

    -

    5/5/2013 às 19:32

    meu deus, procuro meu irmão luiz gonzaga martins do vale, filho de francisco assis do vale e arina m. do vale ambos de altos piaui, ele foi para serra pelada em 1982 e até hoje nós nãotem noticia dele. por favor me ajude fone 021- 3371-8267 rj ivete vale.

  • edson

    -

    4/5/2013 às 22:18

    Deus é maior que tudo e de todos!!!!!!!!!!!!!!! E queles que pensa que são felizes com o suor dos garimpeiro, abusando da sua autoridades; DEUS não dorme,sua hora vai chegar, porque DEUS é fiel.

  • Osmar Firmino

    -

    23/4/2013 às 19:00

    alguem poderia informar como faço para receber minha porcentagem do ouro de serra pelada trabalhei la por 6 anos e pagava a cooperativa dos garimpeiros na epoca e sai de la pois fecharam e nao soube dessa coomigasp, como faço para acertar ou me tornar membro dessa cooperativa pois tenho tudo registrado? desde ja agradeço alguma resposta

  • vicente paulo de rezende

    -

    15/4/2013 às 8:30

    o indio trabalhei com ele no barrando 22 da planada velha e ele nao gastou tudo nao um gerente do banco sul brasileiro levou o dinheiro dele e de outros .

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados