Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Paulo vence e garante liderança provisória no Paulista

Apesar da vitória sobre o São Caetano, clube perde Luis Fabiano por contusão

Na tentativa de esquecer o drama que vive seu maior ídolo, Rogério Ceni – que pode ficar seis meses afastado do futebol por um problema no ombro direito -, o São Paulo manteve o bom retrospecto do início do Campeonato Paulista ao derrotar o São Caetano por 2 a 1, no estádio do Morumbi, na abertura da 3ª rodada da competição. O ex-corintiano Moradei abriu o placar para os visitantes, mas Luis Fabiano e Lucas garantiram a terceira vitória do Tricolor na competição.

Com o resultado, o São Paulo chega a nove pontos e saldo de seis gols na classificação do Paulistão. O Tricolor aguarda o fim da rodada para saber se continua na ponta da tabela. O São Caetano sofre a primeira derrota e segue com quatro pontos.

Na próxima rodada do Campeonato Paulista, o São Paulo volta a jogar no estádio do Morumbi. Na quinta-feira, enfrenta o Guarani, às 19h30. No dia anterior, o São Caetano atua contra o XV de Piracicaba, às 17 horas, no estádio Anacleto Campanella.

O Jogo – A primeira chance da partida partiu do São Caetano, em três minutos de disputa. Aproveitando espaço deixado no meio-campo Tricolor, Anselmo avançou e mandou uma bomba que raspou o poste direito de Denis. O Azulão queria manter a tradição de ser um adversário indigesto ao Tricolor no Morumbi.

A resposta do São Paulo veio aos oito minutos. Acionado na área, Luís Fabiano girou o corpo e chutou cruzado. Caprichosa, a bola beliscou a trave direita do goleiro Luiz e não entrou. Na resposta do São Caetano, Betinho chegou a driblar Denis dentro da área, porém perdeu o ângulo e não conseguiu finalizar. O confronto estava aberto.

Os ataques confirmaram a boa produção e proporcionaram um gol para cada lado. Aos 16 minutos, o São Paulo abriu o placar, com Luís Fabiano, que completou a tabela com Fernandinho e desencantou na temporada. Um minuto depois, Moradei aproveitou as costas de Cortez, invadiu a área livre, driblou Denis com facilidade e empatou.

Além das dificuldades em campo, o São Paulo ganhou um desfalque de peso. Aos 31 minutos, Luis Fabiano sentiu uma contusão muscular e acabou substituído. Em função da dor, ele precisou de auxílio para deixar o gramado. Willian José passou a ser o comandante do ataque tricolor.

O São Paulo encerrou o primeiro tempo com maior posse de bola. Aos 38 minutos, Willian ficou muito próximo de marcar o segundo em chute da entrada da área. Em contrapartida, o Tricolor seguia instável na defesa. A intervenção de Denis no chute de Geovanni evitou a virada aos 44 minutos.

Para o segundo tempo, Leão apostou na entrada de Maicon no lugar de Denilson. A alteração não mudou, todavia, o panorama em campo. O São Paulo tinha, aliás, mais dificuldades em criar.

A última tentativa de Leão foi a entrada de Casemiro na vaga de Cícero. No primeiro lance, o volante foi personagem de uma grande confusão: ele sofreu uma pancada no rosto de Geovanne em um lance no meio-campo. Mesmo com a troca de empurrões, o árbitro evitou punições.

No fim, a individualidade resolveu em favor do São Paulo. Aos 32 minutos, Lucas mandou uma bomba da meia direita. A curva do chute do são-paulino enganou o goleiro Luiz: 2 a 1.

(Com Gazeta Press)