Sobre progressistas, cabritas desavisadas e viuvinhas. Ou: o papador da reputação alheia e da história

Lula concedeu uma entrevista a blogueiros que se classificam como “progressistas”. Entendo! Os “regressistas” não estavam presentes. Alguns desses amantes do progresso são, na prática, pagos por vocês, embora o patrão dos entrevistadores, para todos os efeitos, seja o entrevistado. Ainda que eu quisesse, creio que ele não falaria ao meu blog não-progressista. Ocorre que […]

Lula concedeu uma entrevista a blogueiros que se classificam como “progressistas”. Entendo! Os “regressistas” não estavam presentes. Alguns desses amantes do progresso são, na prática, pagos por vocês, embora o patrão dos entrevistadores, para todos os efeitos, seja o entrevistado. Ainda que eu quisesse, creio que ele não falaria ao meu blog não-progressista. Ocorre que eu não quero. “Ah, tá com inveja!?” Exatamente de quê? Lula finge muito.

A sua melhor e mais sincera entrevista ainda é aquela concedida à Playboy em 1979, onde afirma que, na direção do sindicato, cuidando da área de Previdência, ficava de olho nas “viuvinhas ajeitadas” dos “companheiros” mortos. Quando conheceu o sogro de Marisa Letícia, cujo marido havia morrido, ele pensou com sua ética costumeira: “Ainda vou papar a nora desse velho”. Papou, mas ela deu sorte, né? Um dia, olhou para Brizola e Arraes e pensou: “Ainda vou papar a base política deles”. No governo, olhou para FHC e pensou: “Ainda vou papar o Plano Real dele”. Lula é assim: vai papando o que encontra pela frente: as viúvas, as biografias alheias, a história… Na entrevista à Playboy, ele também aborda folguedos sexuais com animais — mas não me alongo a respeito porque este, não sendo um blog progressista, também é de família, editado por um rapaz católico… Adiante.

Blogueiros progressistas não têm leitores. Assim, a repercussão da entrevista fica por conta dos grandes portais, dos jornais e, bem…, deste blog,  hehe.  Há pelo menos três coisas a destacar neste texto (a quarta, que é o nefando, fica para post específico) sobre a  fala do valente — que, vocês sabem, foi inquirido com grande energia…

Serra
Lula começou a fazer campanha eleitoral em 1980 e não parou mais. Já são 30 anos. E continua. Referindo-se à agressão de que o então candidato tucano, José Serra, foi vítima no dia 20 de outubro, afirmou: “Foi uma desfaçatez. Eu perdi três eleições […], e jamais teria coragem de fazer uma mentira daquela. Fiquei decepcionado porque tentaram inventar uma outra história, um objeto invisível. […] O Serra tem que pedir desculpa ao povo brasileiro”.

Como se nota, está insistindo na versão inicialmente apresentada pelo SBT, segundo a qual o tucano teria sido agredido apenas por uma bolinha de papel. A própria emissora já se redimiu da mentira, diante das evidências. Mas e daí? O SBT, cumPre lembrar, pertence ao grupo Silvio Santos, o mesmo que detém o controle do Banco Panamericano, onde a CEF enfiou R$ 700 milhões, embora o banco estivesse quebrado. Silvio e Lula haviam se encontrado no dia 22 de setembro, quando o BC já sabia que o banco estava podre.

Os promotores da confusão em Campo Grande, no Rio, que resultou na agressão a Serra,  são ligados ao PT. Abaixo, nós os vemos em ação naquele dia e ao lado do Babalorixá de Banânia. Uma entrevista feita a sério teria de abordar essas imagens. Eis Lula, já em campanha para 2014. Ninguém deve se iludir: seu objetivo é destruir a oposição, e a isso vai se dedicar mesmo fora do poder — e um dos instrumentos possíveis será a reforma política. Mas falo sobre isso em outro texto.

agressor_021

agressor_04agressor_01Copa
Contra todas as evidências e contra o testemunho do próprio ministro dos Esportes, Lula assegurou, sem contestação, que as obras da Copa do Mundo estão no prazo, que tudo corre às mil maravilhas. E, acreditem!, criticou o governo de São Paulo por causa das dificuldades encontradas com o estádio do Morumbi. Toda essa negociação foi conduzida pelo governo federal e pela CBF — o governo do Estado não tem nada com isso. Limitou-se a dar uma declaração correta: não iria pôr dinheiro público no empreendimento, o que faz muito bem. Mas esse é o papador de viuvinhas distraídas: conta a história conforme lhe dá na veneta.

Imprensa
Estimulado pelos “blogueiros progressistas”, que têm mais ódio da “mídia” do que o próprio patrão que entrevistavam, Lula se disse fruto da liberdade de imprensa, mas largou o porrete na… imprensa!!! Eu também acho que ele deve muito ao jornalismo, sempre tão bonzinho. É seu lado “marxista” — o marxismo “groucho”, naturalmente: ele não respeita clube que o aceite como sócio.

Sobre a imprensa, fez um, vá lá, raciocínio curioso: “Sou resultado da liberdade de imprensa no Brasil. O que eles [imprensa] se enganam é que o povo não é mais massa de manobra, o povo está mais inteligente e vamos trabalhar cada vez mais para democratizar a mídia eletrônica. (…) Parte do noticiário da imprensa brasileira, se você ler, não sabe o que acontece no Brasil. Quando sai pesquisa com 80% aprovação, eles não sabem que o tempo todo trabalharam contra isso. O povo brasileiro já não se deixa mais levar por revista que, muitas vezes, está com menos interesse de contar o fato em si do que mostrar sua visão sobre assunto.”

Interessante! Lula se tornou um líder justamente no tempo em que, segundo ele, próprio a imprensa enganava as pessoas. É, talvez faça sentido, não é mesmo? Quanto ao resto, dizer o quê? O Apedeuta realmente acredita que os 80% de aprovação — segundo os institutos de pesquisa ao menos — significam carta branca. E as urnas deixaram claro que não. Lula pode torcer o verbo o quanto quiser e não conseguirá mudar uma evidência: o eleitor corrigiu a valor de mercado, que é o valor REAL, a  bolha especulativa da sua popularidade. Dos 135 milhões de eleitores, apenas 41% votaram na candidata do PT. Os outros 59% ficaram com a oposição, anularam ou votaram em branco ou, ainda, arrumaram coisa mais interessante para fazer naquele dia.

Lula não se conforma que haja aqueles que não aceitam se comportar como cabritas ou viuvinhas desavisadas? Pois é… Não vai nos “papar” como “papa” os “blogueiros progressistas”… E, acreditem,  esse não foi o seu pior momento.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Rex

    Reinaldo, boa tarde; parabéns pelo cálculo dos 41 por cento. É um cálculo devastador.
    Quem sabe algum dia o PSDB fale sobre ele (o cálculo) em alguma entrevista.
    Ele é o preposto do diabo para o Brasil. A voz dele é a voz do diabo.

    Curtir

  2. Comentado por:

    FLAVIO DIMAS FRANZOI

    Reinaldo, Esta foto deveria ser tirada em BANGU 3 o da extrema direita tem o mesmo olhar do MARCOLA, o olhar de quem esta escorado no PODER, REPAREM COM ATENÇÃO A FOTO É EMBLEMÁTICA.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Angelo

    Senhores,esse é o “Carcará barbudo” nome lulês(carcarius barbituricus” da familia de papadorius enganavius,mas que não vingou em São Paulo.

    Curtir

  4. Comentado por:

    MINEIRIN INVOCADIN

    REINALDO,SERÁ QUE esse sujo sujeito,O “PAPADOR PAPUDO”,PAPOU OU FOI PAPADO NO EPISÓDIO DO MEP? AH,E OBSERVANDO BEM AS TRÊS FOTOS,NOTEI QUE NA ÚLTIMA O PAPUDO(OU SERIA PAPADO?)PARECE CEDER AOS ENCANTOS DE DOIS REPRESENTANTES DE DUAS RAÇAS:UM AFRO-DESCENDENTE,MAIS ASSANHADO E ÍNTIMO,E O OUTRO,COM CARA DAQUELE “CORONEL” CORNO DA “PRAÇA É NOSSA”! DIZE-ME COM QUEM ANDAS E TE DIREI QUEM ÉS!

    Curtir

  5. Comentado por:

    Riva Mendes

    Sabe o que me deixa na maioria das vezes indiferente ao que Lula diz? É que esse senhor já entrado na 3ª idade, de criatividade cada vez mais “pitoresca”, passará, será esquecido primeiro por seus bajuladores atuais, e depois pelo ideário popular, ao qual se dirige com desenvoltura.
    Entrará para os livros de história escolares (já que esse não fazem avaliações morais propriamente ditas) como mais um desenvolvimentista populista (se socialista, pós-liberal, pragmático, conciliador ou mesmo “neoliberal” repaginado, para marxistas mais convictos, ficará ao critério do editor) com seus erros e acertos. Mas suas “espirituosidades” não serão registradas! Seus admiradores de agora não terão memória para registrá-las, porque são ditos que não marcam, de efeito fátuo – adj. definido na net como vaidoso, presumido, pretensioso, insensato, néscio.
    Não haverá nenhum site de frases na net com alguma expressão sua, pois elas não têm nenhum valor para o pensamento humano, ou para avaliar com propriedade a história brasileira. Quem se interessará em visitar seu museu? Quem comprará sua biografia? Talvez nem os petistas. A de Vargas é muito mais interessante, pois ele viveu em meio a conflitos pesados, desafios reais e vivenciou os próprios erros.
    Fora a peculiaridade de ser o primeiro membro das classes menos favorecidas (leia-se um sindicalista iletrado)a se tornar presidente da nossa nação, o único valor histórico de Lula para registro ficará sob a abordagem econômica (com os efeitos negativos próprios de todo modelo desenvolvimentista que já estão presentes mas serão melhor vistos mais adiante, depois de acalmadas as paixões ideológicas) pois a política atual está diluída em comodismos, fisiologismos, conformismos. Talvez isso fique registrado também nos livros didáticos, como uma característica da era do “lulismo”.

    Curtir

  6. Comentado por:

    pentefino

    Pelegos bloguistas. PELEGOS, PELEGOS, PELEGOS…
    Escória da internet. Cabritinhas mamateiras do psicopata n.1 fo PORQUIL porquilheiro.

    Curtir

  7. Comentado por:

    Zeli

    Finalmente conheci as ovelhas orwellianas! Bah! Argh! Vocês conseguiram ouvir ao fundo os méééééé?!méééé!!!
    Ah! Em relação ao Impeachment proclamado pelo leitor Leoni: lembrar de incluir na lista todos desmandos e descumprimento da Constituição e demais leis, em especial no período pré-eleitoral!

    Curtir

  8. Comentado por:

    Luizelite

    Permito-me acusar uma pequena falha em sua matéria, quando afirma que “Lula começou a fazer campanha eleitoral em 1980 e não parou mais. Já são 30 anos.”.
    Pelas informações que guarda minha surrada memória, Lula associou-se ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC em 1968. Já no ano seguinte, participou da chapa vencedora da eleição da entidade, passando a ocupar uma Diretoria.
    A partir daí, pelo que sei, sua vida transformou-se numa campanha eleitoral perpétua que compreende seus dois períodos na Presidência da República. Jamais voltou ao torno mecânico e ao “chão de fábrica”, se não para arengas eleitorais.
    São, portanto, 41 ou 42 anos em campanha. Quase dois terços de sua vida.
    Assim também tantos ‘companheiros’ sindicalistas, que passam a vida dizendo representar os trabalhadores, sem, no entanto, exercer a profissão que alegam defender. Vide os exemplares tão comuns na gloriosa república sindicalista.

    Curtir

  9. Comentado por:

    Débora C. Figueiredo

    O que mais me espanta é ver a oposição muda, deixando que o Apedeuta se assenhore das realizações de FHC, esse sim um grande estadista. Mas tenho um consolo: o Apedeuta não é eterno. Que tome muita 51 e coma muito churrasco e morra de enfarte…

    Curtir

  10. Comentado por:

    Sabina

    O Texto deles nem Jesus salva. Eu entendo a fúria dos tais blogueiros (que escrevem para ninguém ler) pois seu público-alvo é incompetente nesse quesito. Ai que inveja que eles tem desse blog.

    Curtir